R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

3 de Setembro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Notícias

Icone de Futebol Futebol

publicado em 05/03/2013 às 00h30:

Advogado que pediu bloqueio de patrocínio corintiano dispara contra Lula: "É um despachante de luxo"

Antônio Beiriz afirmou ter “absoluta convicção” que o ex-presidente ajuda o clube paulista

Gabriel Vendramini, do R7*


Publicidade

O advogado gaúcho Antônio Pani Beiriz, que conseguiu na Justiça a suspensão do patrocínio da Caixa Econômica Federal ao Corinthians, afirmou em entrevista exclusiva ao R7 que considera o acordo ilegal, e mais do que isso, declarou que o ex-presidente Lula é um “despachante de luxo” e que “anda com a faixa presidencial cravada no peito”.

— O Lula é um despachante de luxo. É um intermediário, não só nesse caso da Caixa e Corinthians, mas de empréstimos como para Eike Batista, Odebrecht... Ele vai com a faixa presidencial cravada no peito ainda.

Outro lado: Assessoria de Lula diz que advogado tem outras ações contra ex-presidente

Questionado se acreditava que o Corinthians é ajudado pela influência política do grande nome do PT, Beiriz não teve dúvidas.

—Tenho absoluta convicção que sim.

O advogado resolveu pedir o cancelamento do patrocínio da Caixa ao Timão porque, segundo ele, em termos da Constituição Federal, um banco público não pode fazer propaganda vinculada a determinadas marcas que visam lucro.

— A propaganda é ilegal. A Caixa Econômica não pode patrocinar times particulares, que visam lucro, pois isso infringe a Constituição Federal. Como a Caixa é empresa pública, dinheiro totalmente da União, de impostos, fundo de garantia, ela só pode fazer propaganda institucional, informativa... E não é um nome estampado na camiseta que remete a isso. E o juiz, no despacho, entendeu que a Caixa não pode fazer esse tipo de comercial.

Corinthians aparece à frente do Barcelona em novo ranking

Neymar admite que pode deixar o Santos em 2013

 Após iniciar a carreira no MMA, filho de Ronaldo faz graça e exibe músculos

caixa
Djalma Vassão/ Antonio Carlos Mafalda / Fernando Calzzani / Gazeta Press

A Caixa Econômica patrocina outros clubes no Brasil, como Atlético-PR e Avaí. Questionado pela reportagem a respeito do assunto, Beiriz disse que não sabia que o banco está ligado a outros clubes e, dessa maneira, vai estudar o pedido de cancelamento ao dinheiro repassado a eles.

— Sinceramente nem sabia que ela patrocinava outros times, pois não acompanho futebol de outros Estados. Descobri do Corinthians porque saiu na imprensa, mas é questionável. Vou estudar o caso, sim.

No Rio Grande do Sul, Grêmio e Internacional são patrocinados pelo Banrisul, banco misto, que é 60% do Estado sulista e 40% particular. Para o advogado, o fato do banco, predominantemente estatal, patrocinar as duas maiores forças do Rio Grande do Sul é suficiente para manter o equilíbrio do alcance da marca, situação que, segundo ele, não acontece no Estado de São Paulo.

— Em tese, o Banrisul não deveria patrocinar Grêmio e Internacional. Mas, enquanto a Caixa é 100% dinheiro público, o Banrisul é 40% particular e 60% estatal. Em tese não poderia patrocinar. O juiz abordou essa questão, mas entendeu que aqui pelo menos tem equilíbrio, como patrocina os dois times de maior expressão do Estado. Em São Paulo, como tem quatro times de grande porte, ele entendeu que houve um desequilíbrio.

Antônio Pani Beiriz diz não ser filiado a nenhum partido político e “nem a associações de bairro”. Segundo ele, a única entidade em que tem participação  é a seção gaúcha da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil).

* Colaborou Vinícius Galante

 
Veja Relacionados:  lula, ex-presidente, advogado, corinthians, caixa economica federal
lula  ex-presidente  advogado  corinthians  caixa economica federal 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping