R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

24 de Julho de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Futebol/Notícias

Icone de Futebol Futebol

publicado em 04/03/2013 às 00h25:

“Quebrado”, dono de time escocês planeja voltar a ser taxista

Vladimir Romanov admite que pode retomar profissão que tinha antes de ser rico

Do R7


Publicidade

Torcedores do Hearts, tradicional clube da elite escocesa, estão muito preocupado com o time. O motivo repousa em Vladimir Romanov, milionário que nasceu na Rússia, e que recentemente declarou falência do seu banco, o primeiro privado da Lituânia após o fim da União Soviética, no início dos anos 90. O próprio Romanov admitiu que está “quebrado” e que deve retomar uma antiga profissão.

– No dia em que houve a intervenção no banco (Ukio Bankas), as autoridades congelaram todos os meus cartões e contas. Tudo o que me restou foi o dinheiro que tinha em meu bolso. Fui forçado a emprestar dinheiro de amigos, e vender imediatamente minha propriedade para levantar alguma receita. Eu acho que a próxima coisa que farei é virar taxista.

A falência de clubes na Escócia não é algo incomum. Recentemente, o tradicional Glasgow Rangers declarou estar quebrado e acabou sendo rebaixado para a Quarta Divisão do país. O temor dos torcedores do Hearts é ver um destino semelhante ao time, campeão nacional em quatro oportunidades. A fortuna de R$ 744,5 milhões de Romanov foi para o espaço, mas a direção do clube tratou de informar que a situação está “sob controle”.

– A direção faz questão de deixar claro que o Hearts e o Ukio Bankas são duas companhias diferentes. O clube de futebol é gerido pelo Grupo Ukio Bankas Investicine, um conglomerado multinacional. As organizações são separadas entre si. O banco só nos presta serviços bancários. Os torcedores do Hearts podem ficar tranquilos que estamos cientes dos problemas, os quais terão pouco reflexo no clube.

Entretanto, muitos fãs da equipe escocesa têm dúvidas do que é de fato verdade. O fato é que Romanov não deixa saudades no clube. O dono da agremiação, comprada por ele em 2005, prometeu levar o time ao título da Liga dos Campeões da Europa, mas nunca chegou perto disso. Pior: mudou 16 vezes o comando técnico da equipe, e em três oportunidades contratou técnicos da Lituânia, país sem nenhuma tradição no futebol.

De dirigir táxis o ex-milionário entende. Ele fez sua fortuna ao fim da União Soviética, onde anteriormente ele era taxista e vendia discos de artistas ocidentais no porta-malas de um carro. Foi com a fundação do primeiro banco privado da Lituânia que Romanov mudou de vida, fazendo fortuna em um país em expansão.

Enquanto isso, já se desenha a fundação de uma organização de torcedores que possa reunir dinheiro e comprar o Hearts, a fim de salvar o time da bancarrota. Foi o que fizeram os fãs do Rangers, mas só depois da equipe ter falido e ter sido rebaixada.

 
Veja Relacionados:  vladimir romanov, hearts, lituânia, taxista, rússia, futebol, escócia
vladimir romanov  hearts  lituânia  taxista  rússia  futebol  escócia 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping