Em votação agitada, Leco é eleito presidente do São Paulo

Mandatário bateu José Eduardo Mesquita Pimenta e fica no comando do Tricolor até 2020

Leco tomou posse depois da saída de Aidar; agora foi eleito com 21 votos a mais que candidato da oposição
Leco tomou posse depois da saída de Aidar; agora foi eleito com 21 votos a mais que candidato da oposição Uriel Pink/Futura Press/Estadão Conteúdo

Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, foi eleito no fim desta terça-feira (18) presidente do São Paulo Futebol Clube. A votação no Salão Nobre do Morumbi foi com ânimos exaltados e placar apertado favorável a Leco contra José Eduardo Mesquita Pimenta: 123 a 102. O mandato vai até 2020.

Marcelo Abranches Pupo Barboza segue como presidente do conselho deliberativo. Ele foi eleito com 129 votos contra 95 para José Roberto Ópice Blum.

Momentos antes da votação ser iniciada, Denis Omrod, conselheiro influente e um dos coordenadores da campanha da oposição, discutiu com Marcelo Abranches Pupo, atual presidente do conselho deliberativo. Os dois falaram mais alto e chamaram a atenção dos presentes no local. Não demorou muito e a confusão se resolveu.

Leco era presidente do conselho deliberativo e assumiu interinamente a presidência do São Paulo após a renúncia de Carlos Miguel Aidar no fim de 2015. A gestão Aidar foi desastrosa, com direito a suspeitas de corrupção no negócio envolvendo a Under Armor, atual fornecedora do clube. Além da briga com Ataide Gil Guerreiro, quando os dois teriam terminado no braço, o que culminou na saída de ambos do clube.

“Este mandato foi conquistado à luz de uma trajetória, de uma história de um trabalho que nós fizemos neste um ano e meio para cuidar desta fantástica máquina que é o São Paulo com toda sua grandeza.  Nós somos todos são-paulinos e se hoje fomos adversários. Nós não somos inimigos e nem seremos”, disse Leco, animado pela primeira eleição.

“Quis dar minha contribuição, quis voltar para ajudar o São Paulo para sair deste estágio que se encontra. Mas, não foi possível. Que ele seja feliz”, contrapôs o derrotado Pimenta.

Dentro de campo, o São Paulo tem dois importantes desafios nos próximos dias. Já nesta quarta encara o Cruzeiro, no Mineirão, pela quarta fase da Copa do Brasil; e, no domingo, pega o Corinthians, no Itaquerão, pela semifinal do Campeonato Paulista. Em ambos os casos, precisa reverter uma diferença de dois gols.

Torcedor ilustre, Henri Castelli detona Maicon e pede paciência com Rogério Ceni no São Paulo

 

 

EsportesR7 agora também no YouTube. Inscreva-se