• Twitter Created with Sketch.

Diego Costa recusa seleção brasileira e causa polêmica no mundo do futebol

Atacante europeu disse que tem vontade de defender a Espanha na Copa do Mundo de 2014

Do R7, com Esporte Fantástico

Diego Costa jogou pela seleção em amistosos no início deste ano
Diego Costa jogou pela seleção em amistosos no início deste ano Reprodução/ Rede record

Atual artilheiro e sensação do Campeonato Espanhol, o atacante Diego Costa chegou a ser chamado por Felipão nesta semana, mas recusou a convocação. 

Na atual temporada, Diego marcou 12 gols em 11 jogos, números que fizeram a seleção brasileira sonhar com o atacante no time para a Copa do Mundo. A comissão técnica só não esperava que o atleta, de dupla cidadania, quisesse voltar ao nosso País com a camisa da Espanha

Diego chegou a jogar pela seleção em amistosos no início do ano e estava convocado para as próximas partidos do Brasil. Mas, depois de anunciar a escolha, Luiz Felipe Scolari e da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) ficaram irritados.

Leia mais notícias de Esportes

A escolha do atacante espanhol gerou polêmica no mundo esportivo, por questionar se ele tinha feito uma escolha correta ou estaria virando as costas para o país de origem. Mas esta não é a primeira vez que um jogador brasileiro atua por outra seleção. Altafini Mazzola, por exemplo, foi campeão com o Pelé em 1958 e, quatro anos depois, serviu à Itália. Portugal convocou Deco, Pepe e Liedson. E a Polônia quis Roger Guerreiro.

Origens

A pequena cidade de Largarto, a 75 km de Aracajú (SE), ganhou visibilidade por conta do fato. É nesta cidade de 100 mil habitantes que Costa nasceu. E os moradores apoiam a decisão do jogador, assim como a família. A mãe do atleta, Josileide Silva da Costa, também vê com bons olhos a atitude do filho, mas observa que foi uma atitude corajosa.

— É uma decisão muito difícil, porque é a nossa pátria.

Diego nasceu na área rural da cidade, mais precisamente no sítio dos avós paternos. Em um campinho de areia, no quintal da casa, foi onde ele começou a dar os primeiros chutes na bola. Aos nove anos, o atleta começou a treinar em uma escolinha de futebol. Hoje é possível ver, no local, um faixa que homenageia o atleta pela convocação, mesmo recusada.

Assista ao vídeo:

 

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log