Small-house Faça do R7.com sua página inicial

SIM NÃO

Copa das Confederações 2013

3/6/2013 às 00h30 (Atualizado em 3/6/2013 às 12h32)

Após empate por 2 a 2 contra a Inglaterra, Felipão diz que time será o mesmo contra a França

Treinador aprovou a escalação do primeiro tempo no amistoso contra a Inglaterra

EFE

Felipão deve fazer poucas mudanças para o próximo jogo da seleção SERGIO BARZAGHI/Gazeta Press

Luiz Felipe Scolari garantiu que aprovou a escalação do primeiro tempo da seleção brasileira no amistoso deste domingo (2), contra a Inglaterra, admitindo que poucas mudanças deverão ser feitas para o jogo da semana que vem, contra a França.

— O primeiro tempo me agradou bastante e, provavelmente no decorrer desta semana, a equipe que deverá começar no domingo em Porto Alegre deverá 90% ou 100% a mesma, mas se eu tivesse jogo na terça-feira, quarta-feira, eu colocaria a equipe do primeiro tempo.

O técnico considerou que o poderio ofensivo do Brasil foi evidente, faltando apenas mais capricho na hora das finalizações, que fizeram o Brasil ter apenas quatro chances claras.

Silvio Lancellotti: Felipão parou no tempo. Por favor, acorde

— No jogo de hoje, a Inglaterra deu sete chutes a gol, fez dois porque teve qualidade, nós demos 30, fizemos dois gols. Temos que aprimorar e aproveitar melhor as oportunidades. No primeiro tempo nós tivemos uma colocação em campo excelente, no segundo tivemos uma colocação que eu não quero e não gosto. Uma equipe muito aberta, e dando muitos espaços.

Veja as melhores imagens do amistoso entre Brasil e Inglaterra

O comandante também explicou o que fez a seleção brasileira atuar bem nos primeiros 45 minutos.

— Uma boa colocação em termos de meio, e em termos de ataque. Dificultamos a saída de bola e a qualidade da Inglaterra no primeiro tempo.

Felipão ainda se irritou com uma pergunta sobre a escalação de jogadores mais defensivos no segundo tempo. "Piada", disse Felipão, quando questionado se colocar Fernando em campo, no lugar de Hulk significava temor por uma derrota.

Neymar vira coadjuvante em primeiro jogo após acerto com o Barcelona

Sobre a camisa 10 de Neymar, novidade na seleção brasileira, Felipão revelou que o atacante pediu para usar o número, o que não está confirmado para a Copa das Confederações. Além disso, o técnico falou sobre o posicionamento do craque.

— E ele vai jogar em muitas oportunidades como segundo atacante, perto do centroavante, rodando nas costas do centroavante. E em outras ele vai atuar pelo lado do campo.

Roberto Carlos começará carreira de técnico em time pequeno da Turquia

Perguntado se o Brasil pode voltar a jogar no Maracanã, até a final da Copa do Mundo de 2014, no qual só poderá atuar na decisão - assim como na Copa das Confederações, Felipão se mostrou pessimista, mas admitiu que gostará de voltar ao estádio carioca.

— Poder pode (ser marcado outro jogo), mas não somos nós que marcamos os amistosos. Temos um contrato com uma empresa e ela é quem define. E pelo que tenho de tabela, acho que não teremos jogos aqui não, mas tomara que consigam, como forma de agradecer ao pessoal que esteve aqui.

O técnico ainda lembrou que antes do fechamento do Maracanã, foi uma equipe treinada por ele, o Palmeiras, que marcou o último gol, e que hoje outro time sob seu comando, a seleção brasileira, balançou as redes. Isso, antes de elogiar muito o palco da partida contra os ingleses.

— O gramado tá um espetáculo, os nossos vestiários, a entrada, tá ótimo. Claro que algumas situações devem evoluir, para que esteja prontinho para a Copa das Confederações, e fique ainda melhor. Para nós foi muito bom.

As notícias que você tem que ler estão aqui

  • Espalhe por aí:

Veja também

Todas as notícias
Publicidade
Compartilhe
  • Últimas de Copa das Confederações 2013

  • Últimas de Futebol

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!