Conselho de Administração do São Paulo fará reunião extra para debater crise

Tricolor não vence há nove jogos e está na zona do rebaixamento do Campeonato Brasileiro

Possível saída de Rodrigo Caio é uma das pautas da reunião
Possível saída de Rodrigo Caio é uma das pautas da reunião Ricardo Moreira /Fotoarena/Folhapress

O Conselho de Administração do São Paulo, órgão criado pelo presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para discutir temas da gestão do clube, vai se reunir excepcionalmente nesta quarta-feira às 17 horas. Os assuntos do encontro são a necessidade de contratações de qualidade e a possível transferência do zagueiro Rodrigo Caio para o futebol russo. A reunião ordinária do grupo continua marcada para 24 de julho.

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Participam do Conselho de Administração o próprio presidente, o vice-presidente Roberto Natel, os conselheiros Silvio Médici, Júlio Casares e Adilson Alves Martins, escolhidos em eleição no Conselho Deliberativo, o também conselheiro e ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, nomeado pelo Conselho Consultivo. Foram convidados como membros independentes o empresário Júlio Conejero, o secretário de Estado do Governo de São Paulo, Saulo de Castro Abreu Filho e o ex-jogador Raí.

Embora a gestão atual esteja pressionada pela crise da equipe, que está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, e pela demissão do técnico Rogério Ceni com pagamento de multa de R$ 5 milhões, fontes ouvidas pelo Estado afirmam que o presidente Leco é bem avaliado nas ações para sanear a dívida do clube.