• Twitter Created with Sketch.

Ainda contestado na seleção, Paulinho comemora volta ao Corinthians e revela brincadeira com são-paulinos

Volante do Guangzhou Evergrande, da China, é titular absoluto sob o comando de Tite 

Dado Abreu, do R7

Paulinho concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava
Paulinho concedeu entrevista coletiva no CT Joaquim Grava Rodrigo Gazzanel/Estadão Conteúdo

Titular incontestável para Tite, mas questionado por parte da torcida brasileira, Paulinho retornou nesta segunda-feira (20) ao Centro de Treinamento do Corinthians, onde a seleção iniciou a preparação para os confrontos contra Uruguai e Paraguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. Foi no clube paulista que ele despontou para o futebol e conquistou os seus principais títulos na carreira.

“Fico muito feliz de estar no Corinthians outra vez. Foi o clube que me deu a oportunidade para o futebol, tive grandes conquistas aqui. É sempre bom rever os funcionários do clube, pessoas com que tive o prazer de trabalhar. Me sinto honrado e feliz por fazer parte da história do Corinthians”, disse Paulinho.

Atualmente no Guangzhou Evergrande, da China, o volante é o foco de uma das poucas críticas que o técnico Tite tem recebido neste início de trabalho. Ainda que o treinador ostente 100% de aproveitamento em seis jogos no comando da seleção, a titularidade de Paulinho tem sido bastante questionada e entre as razões para isso está o baixo nível técnico do futebol chinês em que atua, assim como o meia Renato Augusto e o zagueiro Gil, outros dois atletas convocados e que já haviam trabalhado com Tite no Corinthians.

“Quando fui para a China sabia que viriam questionamentos. Mas, nós sabemos do nosso potencial e estamos aqui porque merecemos”, garantiu Paulinho. “Sobre a questão da preparação, já que na China paramos uma semana antes de nos apresentarmos à seleção, fazemos um trabalho específico com nossos preparados físicos e isso vem sendo importante”, lembrou. 

Seleção brasileira espera "jogo truncado" contra Uruguai

Paulinho, no entanto, terá pouco tempo para matar a saudade do Corinthians e dos funcionários do clube. É que nesta terça-feira a seleção brasileira deixa o CT Joaquim Grava e parte para o Centro de Treinamento do São Paulo, na Barra Funda, quando Tite terá o elenco completo à disposição.

Questionado se a rivalidade do Majestoso chega aos bastidores da seleção, já que o grupo conta também os ex-jogadores do São Paulo, Miranda e Casemiro, Paulinho preferiu ser amistoso e levou na esportiva. “Existe, mas na brincadeira. São coisas do futebol, é legal brincar, mas sempre com respeito”.

O Brasil é líder das Eliminatórias Sul-Americanas e está muito próxima de garantir a classificação para o Mundial da Rússia. Nas próximas rodadas a seleção enfrenta o Uruguai, nesta quinta-feira em Montevidéu, e o Paraguai, na próxima terça, na Arena Corinthians, quando Paulinho terá mais uma boa chance de reencontrar seus companheiros de longa data. Ele e o técnico Tite.

R7 Esportes: Inscreva-se no canal do Youtube

  • Espalhe por aí:

Twitter

X
Enviar por e-mail
(todos os campos marcados com * são obrigatórios)
Preencha os campos corretamente.
Mensagem enviada com sucesso!
Access log
Access log