R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

21 de Outubro de 2014

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Esportes Olímpicos/Notícias

Icone de Esportes Olímpicos Esportes Olímpicos

publicado em 26/02/2013 às 08h55:

Mentiroso mais rico da história do esporte, Lance Armstrong arrecadou R$ 430 milhões na carreira

Ex-dono de sete títulos da Volta da França, americano detém maiores ganhos entre ‘desmascarados’

Do R7


Publicidade

Antigo dono de sete títulos da Volta da França e de uma história de vida impressionante, o ex-ciclista americano Lance Armstrong viu o seu legado maculado para sempre depois de admitir, após anos de negação, que fez uso de substâncias dopantes durante mais vitoriosos da sua carreira. Se os títulos foram retirados, um recorde ainda é de Armstrong: o de atleta que mais ganhou dinheiro entre os trapaceiros do esporte mundial.

Segundo dados apurados pela Bloomberg News mostraram que o ex-ciclista ganhou em toda a sua carreira, entre premiações e patrocínios, quase R$ 430 milhões em 19 anos de carreira. Os números foram obtidos através de documentos públicos, testemunhos em juízo, matérias que circularam na imprensa e comentários de profissionais de marketing e publicidade.

Brasileiro que conviveu com Armstrong revela submundo do ciclismo

Doping de Armstrong revela descaso e acusações no Brasil

De acordo com Matt Fleming, diretor da consultoria de marketing americana Marketing Arm, o dinheiro que Amstrong ganhou em toda a sua carreira está muito além do que outros esportistas pegos por doping, como os corredores Ben Johnson e Marion Jones, sequer sonharam em embolsar. A discrepância sobe ainda mais se comparado a outros ciclistas que trapacearam, como Floyd Landis e Alberto Contador.

– Se Ben Johnson fosse um fogo de artifício, Lance Armstrong seria uma bomba atômica.

Relembre a carreira de altos e baixos de Lance Armstrong

Djokovic diz que Armstrong deve sofrer por suas mentiras

Os números da carreira do ex-ciclista, cuja vida foi chamada pela apresentadora Oprah Winfrey (a responsável pela bombástica entrevista em que Armstrong admitiu o doping) de “uma grande mentira”, não levam em conta o que arrecadou a Livestrong, organização fundada pelo ex-ciclista para a luta com o câncer, doença que ele teve na segunda metade dos anos 90 e que quase o matou.

Em doações e contribuições, a Livestrong somou cerca de R$ 926 milhões desde a sua fundação. O dinheiro vinha em grande parte pela carreira mentirosa de Armstrong nas principais competições de ciclismo do mundo e pela sua luta contra o câncer.

ada quer que Armstrong confesse doping sob juramento

UCI vê confissão de Armstrong como passo importante contra doping

Tão logo a Usada (agência americana antidoping) retirou os títulos de Armstrong, com base em informações de uma investigação federal contra o ex-ciclista, os seus principais patrocinadores – IEG, Nike, Oakley, Luxottica Group, Anheuser-Busch InBev, Trek Bicycle Corporation, FRS e Honey Stinger – retiraram o seu apoio. A grande questão é se Armstrong terá de devolver tudo o que recebeu dessas companhias, as quais confiavam na sua carreira supostamente vitoriosa, como na bela história de vida.

 
Veja Relacionados:  lance armstrong, bloomberg, patrocínio, livestrong, ciclismo, doping
lance armstrong  bloomberg  patrocínio  livestrong  ciclismo  doping 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping