R7 - Esportes

Buscar no site
Eu quero um e-mail @R7
Esqueci minha senha

27 de Maio de 2016

Você está aqui: Página Inicial/Esportes/Esportes Olímpicos/Notícias

Icone de Esportes Olímpicos Esportes Olímpicos

publicado em 10/12/2012 às 02h05:

Estrutura deficiente pode tirar Federer Tour de SP

Atletas e organização reclamaram do calor no Ibirapuera, que mais parecia uma sauna

André Avelar, do R7


Publicidade

A cena se tornou tão comum quanto constrangedora nos quatro dias do Gillette Federer Tour, em São Paulo. Se dentro da quadra os atletas davam verdadeiros shows de tênis, nas arquibancadas a torcida não parava de se abanar na tentativa de amenizar o calor no Ginásio do Ibirapuera. E esse é só um dos motivos que pode fazer com que o torneio saia da capital paulista no ano que vem.

Luis Felipe Tavares , presidente da Koch Tavares, organizadora do evento elogiou o ar acolhedor do Ibirapuera. Por outro lado, espera que alguns pontos possam ser melhorados para que estrelas como Roger Federer, Jo-Wilfried Tsonga, Maria Sharapova, Caroline Wozniacki, Serena Williams e Victoria Azarenka apareçam mais vezes por aqui.

— A gente pensa em fazer anualmente esse evento. É que dependendo das condições do evento, ele poderá ficar em São Paulo ou outros países também. Vamos claramente aperfeiçoar o modelo. Naturalmente falta ar-condicionado, talvez terminar essa reforma que foi feita, mas acredito que São Paulo mereça ter uma coisa moderna. Um ginásio moderno como todas cidades no mundo têm. O governo deverá pensar nisso.

Organização não vê Federer Tour esvaziado apesar da promoção de ingresso 5,5 vezes mais barato

Musas do tênis batem recorde de pedidos de casamento no Ibirapuera

Os atletas, claro, também reclamaram do calor na quadra. O suíço Roger Federer deixou por segundos seu estilão gentleman de ser para reclamar da sauna em que se transformou a quadra, principalmente, no sábado (8), na partida contra Tsonga.

— Talvez o ginásio seja um pouco velho, mas você precisa de mais espaço para todo mundo se movimentar com facilidade.

Tsonga foi mais direto e bateu duro na coletiva de imprensa. Ao ser perguntado se o Brasil tem condições de receber grandes eventos, o francês respondeu com a mesma potência de seu saque.

— Não nesse ginásio. Acho que o Brasil melhorará muito. Vocês receberão a Copa do Mundo em 2014, as Olimpíadas em 2016. São muitas coisas boas. Esse é um País imenso e no futuro creio que terão a oportunidade de receber um grande evento.

Faltou o Nadal

Apesar dos grandes nomes presentes na capital paulista, parte do público pediu a presença de Rafael Nadal em uma próxima edição. Tavares não escondeu que trazer o espanhol, que ainda se recupera de uma lesão nos joelhos, é sim um projeto a ser estudado – é possível que o atual número 4 do mundo participe do Aberto do Brasil, que acontece de 11 a 17 de fevereiro, no mesmo Ibirapuera, em São Paulo.

— É difícil falar em mais atletas. Qual grande atleta está faltando aqui? Ninguém quase. Temos que ir trocando. O Rafael Nadal, claro, é um dos que poderá vir. Tem de saber se ele estará em condições, se ele vai jogar na quadra dura. Mas temos de trocar nomes para não ficar repetitivo.

Confira aqui as respostas do quiz

 

Veja Relacionados:  esportes, esportes olímpicos, tênis, Gillette Federer Tour, Roger Federer, São Paulo
esportes  esportes olímpicos  tênis  Gillette Federer Tour  Roger Federer  São Paulo 
 
Espalhe por aí:
  • RSS
  • Flickr
  • Delicious
  • Twitter
  • Digg
  • Netvibes
  • Facebook
  • Google
 
 
 
 

Fechar
Comunicar Erro

Preencha os campos abaixo para informar o R7 sobre os erros encontrados nas nossas reportagens.

Para resolver dúvidas ou tratar de outros assuntos, entre em contato usando o Fale Com o R7
Mensagem enviada com Sucesso!Erro ao enviar mensagem, tente novamente!

 

 


Shopping