Infográfico: a crise política no esporte olímpico brasileiro

Acusações de desvio de verba mancham confederações apesar das medalhas

O esporte olímpico brasileiro está em xeque desde o início do mês. A Polícia Federal e o Ministério Público abriram investigação deflagrada pela operação Unfair Play (“Jogo Sujo” em português), que apura um esquema criminoso de compra de votos para a escolha do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos de 2016.

Atletas pedem investigação para que esporte olímpico não esmoreça

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Entre os investigados está Carlos Arthur Nuzman, presidente do COB (Comitê Olímpico do Brasil) desde 1995 e “figura central nas tratativas” segundo o MP. Se confirmada, a fraude seria mais um triste episódio no longo histórico de escândalos de corrupção e más administrações na recente história olímpica verde-amarela.

Acompanhe a linha do tempo a seguir e a repercussão de grandes nomes do esporte. Além disso, o R7 traz também gestões eternas nas confederações nacionais.