Notícias

Clube suspende todos os seus jogadores por um ano após comentários homofóbicos

Atletas do Sörskogens ameaçaram time rival em partida da sétima divisão na Suécia

-A +A

O clube Sörskogens passou por um fato lamentável com seus jogadores em uma partida válida pela sétima divisão do campeonato sueco, quando eles ofenderam com comentários homofóbicos os atletas do Stockholm Snipers, uma equipe que acolhe atletas gays, lésbicas, bissexuais e transexuais.

Diante da situação, o presidente do Sörskogens, Ketil Torp, anunciou a suspensão de um ano a todos os seus jogadores. Em entrevista à rádio sueca Sveriges, o dirigente afirmou que tal tipo de atitude mancha a imagem do clube.

— Nós nos afastamos de todos os insultos. É claro que é prejudicial para o clube ter jogadores que não seguem as regras.

De acordo com as informações do site thelocal.se, após o incidente, o Sörskogens foi multado em cerca de R$ 1.500 pela Associação de Futebol de Estocolmo, que também exigiu que os funcionários do clube de topo participassem de um curso de formação contra a homofobia.

Foi a primeira vez que a federação local puniu um time de futebol por comportamentos homofóbicos. No entanto, a suspensão dos jogadores foi aplicada exclusivamente por vontade dos dirigentes do clube.