paiN Gaming e Team One se enfrentam na final do CBLoL 2017

Grande decisão acontece às 17h, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte

Loop, suporte da paiN, pode dar o tri para a equipe
Loop, suporte da paiN, pode dar o tri para a equipe Divulgação/Riot Games

Derrubando tudo e todos, a bicampeã paiN Gaming enfrentará a novata Team One na final do CBLoL 217, que acontecerá neste sábado (2), às 17 horas, no ginásio do Mineirinho, em Belo Horizonte.

EsportesR7 no YouTube. Inscreva-se

Além do prêmio de R$ 70 mil, a equipe campeã terá uma vaga para disputar o Mundial de Lol, que acontecerá em outubro, na China.

No começo da segunda etapa, ambas as equipes estavam desacreditas e todos os holofotes estavam voltados para a Red Canids, a INTZ e a Keyd Stars. As coisas foram tão feias para a Keyd, que a equipe tida como "galática" precisou jogar a série de promoção para não ser rebaixada para o Circuito Desafiante, a série B da competição.

Já a Red Canids, que se classificou em segundo, e a INTZ, primeira colocada da primeira fase, conseguiram chegar nas semis. Porém, a zebra falou mais alto. A paiN conseguiu uma vitória de 3 a 1 em cima dos intrépidos e a novata Team One, em uma série bem difícil e cheia de emoções, bateu a matilha por 3 a 2.

O retrospecto é favorável aos novatos. Nas duas séries da temporada regular, a Team One venceu uma (2 a 0) e empatou a outra (1 a 1). Mas, todos sabemos que a história muda em jogos decisivos.

A paiN está atrás do primeiro tricampeonato da história do Circuito, enquanto a TOne, que jogou a segundona no primeiro split do ano, nunca havia chegado tão longe assim.

Escalações:

Team One: Álvaro "VVvert" Martins (topo), Alanderson "4LaN" Meireles (caçador), Brundo "Brucer" Pereira e João "Marf" Piola (meio), Luis "Absolut" Carvalho (atirador), Ygor "RedBert" Freitas (suporte) e Vinicius "Neki" Ghilardi (treinador).

paiN Gaming: Matheus "Mylon" Borges (topo), Rodrigo "Tay" Panisa (caçador), Gabriel "Kami" Santos (meio), Pedro "Matsukaze" Gama (atirador), Caio "Loop" Almeida (suporte) e César "juc" Barbosa (treinador).