6b706ce6 151e 4d56 a411 604960a3395a Na caça do Timão, agora só Palmeiras e Santos.

Todos na cota dos 50 pontos, 9 atrás do líder Corinthians, o Grêmio, o Palmeiras e o Santos entraram em campo, neste domingo, dia 22 de Outubro, para a 30ª Rodada do Campeonato Brasileiro de 2017, com um único objetivo nas suas estratégias. Vencer, exclusivamente, inexoravelmente vencer. 

Ao Santos, a missão parecia teoricamente mais tranquila. Na sua Vila Belmiro, sobrepujar o lanterna do certame, o Atlético Goianiense, 26. Favoritaço, mesmo proveniente de três empates com clubes ameaçados de queda à Série B: Ponte Preta (1 X 1), Vitória (2 X 2), Sport Recife (1 X 1). E mesmo ciente de que, em 26 de Agosto, o Atlético visitante havia suplantado o Corinthians, de maneira impactante, por 1 X 0. 

ricardo oliveira abriu o placar para o santos no pacaembu 1493948476765 956x500 Na caça do Timão, agora só Palmeiras e Santos.

Parcialmente, o “Peixe” cumpriu o protocolo. Dominou as ações e, aos 30’, entre meia-dúzia de atônitos atletas de fardamento rubro-negro, Ricardo Oliveira, de cocuruto, inaugurou o placar. Só que o Santos sossegou depressa em demasia. E sofreu para segurar a vantagenzinha num ramerrão que durou até o apito final. 

Numa perspectiva absolutamente diferente, na Arena de Humaitá, em Porto Alegre, o Grêmio e o Palmeiras travaram um combate direto, fatal. Melhor ataque do torneio, 42 gols, lá atrás, em 2 de Setembro, contra o Sport Recife, o Grêmio havia cravado um resultado farto, 5 X 0. Mas, depois, em nove partidas, sete do Brasileiro e duas da Copa Libertadores, tinha se limitado, ridiculamente, a só 3. 

Em 12 de Outubro, após empatar com o Bahia, 2 X 2, no Allianz Parque, o Palmeiras havia demitido Alexi Stival, o Cuca, do posto de treinador. Daí, porém, sob a tutela de Alberto Valentim, iniciante no cargo, se resgatou ao superar o Atlético Goianiense, 3 X 1, e a Ponte Preta, 2 X 0. Melhoraria, e bastante, na viagem até Porto Alegre. 

 Na caça do Timão, agora só Palmeiras e Santos.

Responsável pelo Grêmio, o provocativo Renato Gaúcho, aquele que vaticinou o despencamento do Corinthians no segundo turno do Campeonato, mais preocupado com a semifinal da Copa Libertadores na próxima quarta, dia 25, meramente colocou dois titulares contra o Palmeiras. Consequência: uma tunda humilhante, 1 (Michel) X 3 (Dudu, Moisés e Dudu) e o seu adeus, acredito, definitivo, ao Brasileiro.  

Agora, as esperanças de Santos e Palmeiras se debruçam, unidas, na torcida anti-Corinthians. Nesta segunda, às 20h00, no Estádio Nílton Santos, o Engenhão do Rio, o “Timão” necessita bater o perigosíssimo Botafogo, 44 pontos, para salvaguardar o seu atual espaço de conforto na classificação. Conseguirá preservar a folga de 9? Ou, a 24 pontos do título, sofrerá o sufoco do encolhimento para 6? 

Faça a sua aposta que eu ficarei por aqui, de plantão. 

Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tuitar”, ou registre a sua importante opinião em “Comentários”. Obrigado. E um grande abraço!

http://r7.com/THjE