Foi uma das entrevistas mais impressionantes que pude testemunhar em meus quase quarenta anos de Jornalismo. Bem mais até do que a comovedora coletiva que Azeglio Vicini concedeu, às lágrimas, em Nápoles, no começo da madrugada de 4 de Julho de... Continue lendo