joanna maranhao nadadora Enfim, a CBDA na cadeia

No seu perfil de Instagram, nesta quinta-feira, dia 6 de Abril, a campeoníssima Joanna Maranhão publicou uma maravilha:Shot de repositor e jacuzzi pra comemorar a prisão da diretoria da CBDA pela Polícia Federal. Meu dedo coça para marcar um certo treinador que disse que 'não iria se posicionar, porque podia ser tudo uma manobra da oposição' . O senhor, treinador, seus atletas e todos que corroboraram com fuga e silêncio, tem sua parcela de culpa, viu? Recado dado, justiça feita”. Parabéns, Joanna.

A estrela se refere às denúncias que, em Setembro de 2016, por determinação do Ministério Público (MP) e sob a coordenação da Polícia Federal (PF), redundaram numa operação investigativa batizada de Águas Claras, destinada a vasculhar, entre outras bandalheiras, fraudes na aquisição de materiais diversos pela CBDA, a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, desde 88 presidida por Coaracy Nunes Filho.

 f03d00f2bd257870a2e8d9f1226ff6f2 Enfim, a CBDA na cadeia

Detalhe: uma operação legítima, totalmente dentro da ordem constitucional, sob a supervisão da Controladoria Geral da União (CGU) e do Tribunal de Contas da União (TCU), respaldada num ítem da Lei Pelé, que prevê o afastamento preventivo de qualquer cartola envolvido com mutretas nos esportes em geral. De fato, apesar dos recursos que impetraram, Coaracy e a sua administração foram afastados dos seus cargos. Pior, para eles, nesta mesma quinta-feira, por determinação da Justiça, a PM aprisionou, preventivamente, além do monarca, Sérgio Ribeiro Lins de Alvarenga, seu diretor financeiro, e Ricardo Cabral, seu diretor de Pólo Aquático. A PF não encontrou Ricardo de Moura, braço-destro de Coaracy e candidato à sua sucessão, agora declarado foragido.

 coaracy nunes presidente afastado da cbda e detido na operacao aguas claras da policia federal 1491488411750 615x300 Enfim, a CBDA na cadeia

Também quatro empresários, suspeitos de cúmplices nas fraudes, se obrigaram a comparecer, coercitivamente, a unidades da PF em São Paulo e no Rio. Ainda, a Justiça autorizou dezesseis mandados de busca e apreensão. De acordo com a 3ª Vara Criminal de São Paulo, a operação se baseia em depoimentos acusatórios de duas dezenas de atletas e ex-atletas, inclusive disputantes de várias edições dos Jogos Olímpicos. Na síntese da procuradora Thaméa Danelon, o dinheiro dos patrocínios favorecia os cartolas e não os competidores: “Esse mar de corrupção afundou os esportes aquáticos do Brasil”. No total, os desvios já apurados atingem o absurdo de R$ 40 milhões. 

Sobre o escândalo, recebi de Alberto Murray Neto, advogado brilhante, herdeiro direto do grande legado de seu avô Sylvio de Magalhães Padilha (1909-2002), presidente do COB, da Odepa, integrante do COI, o texto abaixo, em grifo. Detalhe: Murray foi inclusive um membro eficiente, atuantíssimo do COB, até que a vaidade invejosa de Carlos Arthur Nuzman, pelas suas costas, sorrateiramente o excluísse do organismo. 

A prisão dos principais diretores da CBDA vale uma medalha de ouro. Há muito que essa gente vem esbanjando desfaçatez e dando de ombros para os atletas e técnicos. Sob o argumento de que a CBDA é uma entidade de direito privado, fizeram estrepolias que arrebentaram com finanças, projetos, imagem e com a credibilidade dos desportos aquáticos. A CBDA é uma entidade de direito privado, mas nem por isso pode cometer ilícitos, sob pena de lhe serem imputados crimes de interesse público. Se um ente privado “A” subtrai algo de outro ente privado “B”, comete crime de furto e será julgado por tal ato. Além disso, a CBDA recebe dinheiro público. Os dirigentes do esporte não podem achar que estão acima das leis. Não estão impunes.

 carlos arthur nuzman presidente do comite olimpico brasileiro discursa durante a cerimonia de abertura 1473295760101 v2 900x506 Enfim, a CBDA na cadeia

Pergunta de Murray, que eu perfilho na íntegra: “Será que Nuzman vai visitar os seus aliados na cadeia? Afinal, a CBDA sempre integrou a sua tropa de choque no COB...”

 

Gostou? Clique em “Compartilhar”, em “Tuitar”, ou registre a sua opinião em “Comentários”. Obrigado. E um abração.

http://r7.com/TaPX