Brasil 2 X 0 no México. Com um Neymar absolutamente esplêndido – Blog do Silvio Lancellotti – R7

Brasil 2 X 0 no México. Com um Neymar absolutamente esplêndido

16 24 39 736 file Brasil 2 X 0 no México. Com um Neymar absolutamente esplêndido

Continuo na avaliação das atuações dos atletas do Brasil na Copa das Confederações. Abaixo, as minhas notas para quem atuou na partida entre Brasil e México, 2 X 0.

 A seguir, também, os critérios que utilizo:

 1. Parto do princípio de que todos os atletas que entram em campo, como titulares, iniciam as suas atividades com seis pontos.

 2. Daí, enquanto o cotejo se desenrola, premio quem merece com um sinal de mais e puno quem desmerece com um sinal de menos.

 3. Paralelamente, faço as anotações pertinentes que me auxiliam a determinar o meu texto definitivo.

 Júlio César (6,0) – Seguríssimo. Mas, trabalhou quase nada.

 Daniel Alves (6,0) – Parece que se esqueceu de como apoiar.

 Thiago Silva (6,5) – Outro seguríssimo. Firme e forte.

 David Luiz (5,5) – Sangrou bastante pelo nariz. Talvez preocupado, falhou muito na cobertura do seu flanco canhoto.

 Marcelo (5,0) – De novo, infelizmente, muito irregular. Representou a porteira através da qual o México investiu na etapa derradeira.

 Luiz Gustavo (6,5) – Contido. De todo modo, não erra passes.

 Paulinho (7,0) – Fôlego inesgotável. Pernas que não se cansam.

 Oscar (5,5) – Desta vez, desapareceu do jogo.

 Hernanes (6,5) – Ágil, dinâmico. Entrou bem no duelo.

 Hulk (5,5) – Corre, corre – no entanto, pouco produz.

 Lucas (S.J.) – Mal tocou na pelota.

 Fred (5.5) – Incapaz de escapar da marcação da retaguarda asteca.

 Jô (6.5) – No momento exato, no lugar preciso, fez 2 X 0.

 Neymar (8.0) – A sua melhor partida, na temporada, com a seleção. De esquerda, anotou um golaço, aos nove minutos. Então, com um drible  desconcertante, entre dois zagueiros rivais, produziu o lance majestoso que redundou no segundo tento.

Concorde, ou não, emita a sua opinião em “Comentários”