messi sl Os Campeonatos Europeus (continuação)...

Repito o que registrei no meu texto de 14 de Fevereiro. Menos de quatro meses antes de se encerrarem, três dos quatro principais certames do Velho Continente já parecem praticamente definidos.

No Alemão, ao superar o Wolfsburg, fora de casa, por 2 X 0, o Bayern de Munique manteve a sua folga absurda sobre o Borussia Dortmund, que venceu o Frankfurt, como mandante, por 3 X 0.

Uma folga de quinze pontos.

No Espanhol, ao superar o Granada, fora de casa, por 2 X 1, em outra performance antológica do astro Lionel Messi, o Barcelona manteve a sua folga quase absurda sobre o Atlético de Madrid, que venceu o Valladolid, também como visitante, por tranquilos 3 X 0.

Uma folga de doze pontos.

No Inglês, que só retorna aos holofotes no próximo final de semana, o Manchester United permanece sólidos doze pontos à frente do seu rivalérrimo de cidade, o Manchester City.

No Italiano, a jornada de número 25 prometeu um alívio ao Napoli, vice-líder. No sábado, a Juventus, que ocupava o topo da tabela com 55 pontos, sucumbiu à Roma, no Estádio Olímpico da capital, um tento extraordinário, inesquecível, de Francesco Totti, 1 X 0, petardo de 25 metros.

totti silvio Os Campeonatos Europeus (continuação)...

Só que, no domingo, no seu San Paolo, diante de 50.000 fanáticos, o time da Terra da Pizza, que tinha 50 pontos, empacou na retranca da Sampdoria de Gênova, 0 X 0. Ao invés do mais provável, encurtar a folga da Velha Senhora para apenas dois pontos, ficou na cota dos 51.

Agora, O Napoli necessita de mais duas rodadas, talvez, para chegar à ponta. Uma missão difícil, bastante difícil, num curto prazo.

No próximo final de semana a Juventus vai hospedar, na sua Arena no alto do Piemonte, o frágil Siena, candidato ao rebaixamento à Série B.

Enquanto isso, no alto do gelado Fríuli, e como viajante, caberá ao Napoli uma tarefa bem mais inglória: além de padecer com a inclemência do atual inverno da região, desafiar a traiçoeira e agressiva Udinese de Údine.

Claro, continuarei de olhos escancarados.

E, claro, continuarei atento à estréia do Corinthians na Libertadores, no alto da Bolívia, 3.735m de ar rarefeito, um sacrifício gigantesco para o detentor do troféu, que acaba de se igualar ao Palmeiras, 2 X 2, no Paulistão...

Será que tal resultado, inesperado, poderá desanimar o alvinegro?

Veremos...

Envie o seu comentário. Pode criticar. Juro que não fico bravo...

http://r7.com/ptNg