Ah, a torcida da Corinthians... – Blog do Silvio Lancellotti – R7

Ah, a torcida da Corinthians…

bandeirão Ah, a torcida da Corinthians...

Não, eu não me refiro àquela que viajou meio globo do Brasil ao Japão, e que magnetizou o mundo, via mídia, com o espetáculo soberbo de apoio ao seu clube do coração. Nem aos fãs que já moravam lá no Oriente.

Eu me refiro, sim, ao pessoal que ficou por aqui, e que me surpreendeu pelo distanciamento quase silencioso diante do triunfo do Corinthians sobre o Al Ahli do Egito no estádio de Toyota, 1 X 0, gol esquisito de Guerrero.

O estádio transbordou de vibração. Consta que, ao se encerrar o duelo, nas ruas e avenidas dos seus entornos, a celebração perdurou, sem incidentes, através de mais trinta minutos. Só o frio impediu a sua continuidade.

Em São Paulo, ao contrário, fez um calor mercuriano. Um calor incapaz de impedir uma festa – não houve, porém, o costumeiro espocar de rojões. Nem mesmo por volta de nove da matina, quando ocorreu, no horário do Brasil, o tento do Timão, eu escutei o troar dos artefatos pirotécnicos.

Quer dizer, escutei um ribombar meramente tímido, nada comovedor.

Vi alguns automóveis com a bandeira do Corinthians no capô ou no porta-malas. Mas, gente com a camisa do clube na calçada, quase ninguém.

Aglomeração, apenas, na quadra dos Gaviões da Fiel, cerca de 3.000 seguidores no galpão coberto, outros tantos, talvez, no asfalto à frente.

Por quê a indiferença aparente? Falta de confiança no Corinthians? Não. Eu prefiro acreditar no óbvio. Quarta-feira, meio-de-semana, dia de labuta.

Com certeza, no domingo, 16, caso o Timão vença a decisão e conquiste o título universal, a metrópole, e inúmeras cidades do Litoral e do Interior, se vestirão de preto-e-branco e o trânsito ficará impossível. Pois é. Tomara.

Veja mais:
+ R7 BANDA LARGA: provedor grátis!
+ Curta o R7 no Facebook
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7