Uma partida na terceira divisão da Alemanha terminou em confusão depois que um jogador foi traído pelo adversário ao aplicar o “fair play” (“jogo limpo”). O Meppen vencia por 2 a 0 quando o atacante Granatowski parou o que poderia ser um contra-ataque da sua equipe para agilizar o atendimento médico de um jogador adversário. O problema é que Sören Einsmann roubou a bola, avançou sozinho e bateu na saída do goleiro, diminuindo o placar para o Jena: 2 a 1. Tudo isso após a sinalização de Granatowski, que apontou para o companheiro de Einsmann caído no chão deixando claro o motivo de ter interrompido a jogada.

Os atletas do Meppens ficaram revoltados e perseguiram o adversário, mas o árbitro validou o gol. Para piorar a confusão, o mesmo Sören Einsmann empatou a partida aos 37 minutos do segundo tempo.

CBF adota árbitro de vídeo após polêmica em gol de Jô

Pivô de polêmica, Jô diz que não sabe se bola bateu em seu braço

http://r7.com/KCe3