Conmebol é a maior culpada

carlinhos1 Conmebol é a maior culpada

Olá galera.

A tragédia ocorrida no jogo do Corinthians já era de se esperar. Não há a menor condição de comparar a Champions com a Libertadores. A distância é muito grande, infelizmente.

Não é de agora que a Conmebol não se preocupa com a organização de suas competições continentais, disputada por clubes. Algum dia você lembra de ter visto um policial protegendo com um escudo, um jogador que vai cobrar escanteio no Camp Nou, Santiago Bérnabeu ou no San Siro? Na América do Sul, principalmente em jogos fora do Brasil, isso é comum. Não deveria.

Já viu algum dia algum clube vencer um jogo fora de casa, pela Liga Europa, e ficar mais de meia hora tentando sair do campo, fugindo de pedradas de meia dúzia de marginais, disfarçados de torcedores? Pois é, isso aconteceu com o Fluminense, no Paraguai, na Copa Sul-Americana de 2009.

Gramados precários, estádios acanhados e sem nenhuma condição de sediar um jogo, "torcedores" com a impunidade ao seu lado, autoridades totalmente omissas, isso é sinônimo de Copa Libertadores.

A morte do jovem boliviano é um fato lamentável, tem que haver punição. Mas a Conmebol, além de punir o Corinthians, tem que se mexer para que isso não aconteça mais. Excluir o Timão da competição talvez não seja o mais adequado. Fazer a equipe paulista jogar em casa com portões fechados em todos os jogos, talvez, fosse o mais apropriado.

O fato é que algo precisa ser feito. Punir os responsáveis é obrigação da entidade, mas não trará, infelizmente, a vida de Kelvin Beltran de volta. Tem que se pensar também no futuro. Já passou da hora da competição continental de clubes mais importante da América do Sul ter uma organização digna, em vez de ser tratada muitas vezes como um campeonato de várzea.

beijim

Mylena

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com