Não é o fim do mundo

peter Não é o fim do mundo

Olá galera.

O Fluminense perdeu seu patrocinador após 15 anos. A Unimed investiu muito e foi importante no processo de recuperação do clube, que estava na terceira divisão, na época. Agora é hora da diretoria arregaçar as mangas e mostrar que há vida sem o parceiro que se foi.

Deco, Fred, Thiago Neves, Rafael Sóbis, Walter, Cícero, Carlos Alberto(em grande fase), Wagner, Washington, Émerson, Belleti, Diego Cavalieri, Thiago Silva, quantos grandes jogadores passaram ou ainda estão no Fluminense, com a ajuda da Unimed.

O investimento sempre foi pesado. Por muitos anos o Tricolor carioca se acostumou a ser apontado como candidato ao título, nas principais competições. Com a nova realidade, não há como manter o nível de investimento, mas isso não é o fim do mundo.

A base conta com bons valores. Robert, Kennedy, Eduardo, Igor Julião, Michael e Gustavo Scarpa, são alguns deles. Mas claro que não se pode colocar tamanha responsabilidade nos ombros de garotos que ainda estão começando a carreira profissional.

Será muito importante o trabalho da comissão técnica em detectar os principais atletas, para que a meninada seja inserida ao lado de jogadores mais experientes. Caso mantenha uma base com Cavalieri, Gum, Jean, Conca e Fred, por exemplo, esta transição irá ocorrer com mais tranquilidade.

O Fluminense é muito grande, não é a diminuição de investimento que irá mudar isto. Talvez não seja possível conquistar grandes títulos nos próximos anos, mas o trabalho de reconstrução precisa começar o quanto antes, de preferência com o apoio de sua imensa torcida.

beijim

Mylena

São Paulo a todo vapor!

carlinho1 São Paulo a todo vapor!

Olá galera.

Vice-campeão do Brasileirão, o São Paulo já conta com um bom elenco. Mas o fato do Tricolor paulista ter caído no Grupo da Morte da Taça Libertadores, fez com que a diretoria se movimentasse atrás de reforços.

Kaká, uma das principais estrelas na boa campanha do Campeonato Brasileiro, não estará na equipe paulista. O meia estava emprestado ao São Paulo e na próxima temporada vai vestir a camisa do Orlando City.

Muricy Ramalho já ganhou seu primeiro reforço. Carlinhos, lateral esquerdo que jogou pelo Fluminense por quatro anos, já fechou com o clube do Morumbi. Mas pelo jeito não vai parar por aí. Há outros atletas sendo observados.

Bruno, lateral direito do Fluminense, é um dos nomes desejados. Com a chegada de Carlinhos, Michel Bastos pode assumir a vaga de Kaká no meio campo. A permanência de Rogério Ceni também foi muito comemorada, assim o São Paulo não precisará contratar um novo goleiro, no momento.

O São Paulo está a todo vapor no Mercado da Bola. Como caiu na mesma chave de San Lorenzo, Danúbio do Uruguai e, provavelmente, Corinthians, todos no Tricolor sabem que reforçar o time é essencial para brigar pela taça de campeão.

beijim

Mylena

Acabou!

fluflu Acabou!

Olá galera.

Fluminense e Unimed estavam juntos desde 1999. Na época, o Tricolor carioca jogava a Terceira Divisão. Vivia a maior crise de sua história. A parceria começou bem, o Flu venceu a Série C e beneficiado por brigas judiciais de outros clubes com a Justiça Comum, já estava na elite, no ano seguinte.

De lá pra cá o Fluminense conquistou dois Brasileirões, uma Copa do Brasil, três Cariocas, e chegou em duas decisões continentais. Em 2008 ficou com o vice-campeonato da Libertadores, em 2009, perdeu a decisão da Sul-Americana. O clube voltou a figurar como protagonista das principais competições.

O patrocínio chegou a render em temporadas anteriores, algo em torno de 70 milhões de reais. Mesmo com o fim do patrocínio, jogadores como Fred, Wagner, Sóbis, entre outros, terão seus salários pagos pela empresa, como já acontecia, até o fim da próxima temporada.

O planejamento dos grandes clubes do país já começou, mas o Fluminense ainda dependia da definição da continuidade ou não da parceria com a Unimed. A diretoria Tricolor afirmou ontem que já estava conversando com outras empresas interessadas em assinar com o clube das Laranjeiras.

Vamos torcer para que os responsáveis pela administração do Flu consigam logo encontrar novo patrocinador. O ano de 2015 ainda não começou, mas o momento de começar a definição do elenco para a próxima temporada é agora. A base é boa, há bons valores formados em Xerém. Isso pode ajudar bastante neste momento de mudanças importantes no Fluminense.

beijim

Mylena

Pronto pra ser campeão!

 Pronto pra ser campeão!

Olá galera.

O Brasil já teve muitas feras que se destacaram no surfe como Fábio Gouveia, Teco Padaratz e Picuruta Salazar. Mas mesmo com bastante brilho nas competições pelo planeta, nunca tivemos um campeão mundial do WCT (primeira divisão do esporte). Fábio Gouveia até conquistou um título mundial, mas foi do WQS (segunda divisão do surfe).

Depois de revelar tantos craques das ondas, o Brasil está bem próximo de ter seu primeiro campeão do Circuito Profissional. Gabriel Medina, de apenas 20 anos, é o atual líder do ranking, faltando somente uma etapa. O brasileiro tem dois grandes concorrentes na disputa, em Pipeline.

O vice-líder do ranking é Mick Fanning, tricampeão mundial (2007, 2009 e 2013). O terceiro colocado é ninguém menos que Kelly Slater, hendecacampeão mundial (1992, 1994, 1995, 1996, 1997, 1998, 2005, 2006, 2008, 2010 e 2011). A parada vai ser dura, mas Gabriel Medina é considerado por muitos como o próximo surfista a dominar o surfe.

O título poderia ter sido confirmado em Portugal, mas o jovem foi eliminado antes da hora. Pra ser campeão sem depender de outros resultados, basta que o brasileiro chegue à final. Os rivais são grandes feras, mas Gabriel Medina tem talento de sobra pra superá-los e ficar com o desejado título.

beijim

Mylena

Brasileirão será quase um Campeonato Sul-Sudeste!

bahiaaaa Brasileirão será quase um Campeonato Sul Sudeste!

Olá galera.

Acabou o Brasileirão 2014. O campeão Cruzeiro fez a festa em um Mineirão lotado, com quase 50 mil pessoas. O adversário da Raposa foi o Fluminense. Mesmo com a derrota por dois a um, o Flu ficou com a sexta colocação e garantiu a classificação direta para as oitavas de final da próxima Copa do Brasil. O Tricolor carioca ainda teve mais uma vez o artilheiro da competição. Fred terminou o campeonato com 18 gols.

Mas foi da briga contra o rebaixamento que vieram as maiores emoções. O Palmeiras em casa, com o apoio do torcedor, não conseguiu passar pelo Atlético-PR. O empate em um a um contra um time de "férias", mostrou o quanto a diretoria precisará trabalhar para a próxima temporada. O Verdão só não caiu porque Bahia e Vitória não venceram seus compromissos.

A tarefa do Tricolor baiano era muito difícil. Além de vencer (perdeu para o Coritiba por três a dois), tinha que contar com tropeços de outras equipes. Já o Vitória bastava vencer, desde que o Palmeiras não vencesse. Quando o jogo do Verdão acabou empatado, o Rubro-Negro de Salvador ainda tinha quatro minutos pra marcar um golzinho e escapar da degola. Aos 48 da segunda etapa, surgiu um belo contra-ataque para os baianos, mas de um passe errado o Santos construiu um contragolpe fatal.

Com a queda da dupla baiana, apenas o Goiás (Centro-Oeste) e o Sport (Nordeste), serão os representantes de fora do eixo Sul-Sudeste, no Brasileirão do ano que vem. A festa das torcidas de Bahia e Vitória, vão fazer muita falta na Série A. Vai começar a época de especulações e negociações. Mudanças irão ocorrer nos clubes brasileiros. Para os dirigentes que desejam um ano de 2015 com bons resultados, chegou a hora de definir a comissão técnica e iniciar logo a montagem do elenco.

beijim

Mylena