Botou Fogo!

 Botou Fogo!

Olá galera.

O domingo era de festa. A cidade do Rio de Janeiro completava 450 anos. No Maracanã, quase cinquenta mil pessoas foram assistir Botafogo x Flamengo. Para os dias atuais um bom público, para um jogo bastante emocionante. Antes da partida jogadores do passado fizeram parte das festividades, mas quem riu por último foi a galera alvinegra.

Valia a liderança. No sábado, o Vasco derrotou o Bangu e era o primeiro colocado. Com duas equipes atrás da vitória, os lances de perigo foram surgindo. Com maioria na arquibancada, o Flamengo também era mais presente no ataque. Mas o Bota soube suportar as investidas do Rubro-Negro e levou o zero a zero para o vestiário.

Na segunda etapa o cenário foi mudando aos poucos. Jefferson, pra variar, seguia segurando o Flamengo. Depois dos dez minutos, o Alvinegro começou a incomodar a meta de Paulo Victor. Carleto cobrou bela falta no travessão. A trave que salvou a equipe da Gávea, foi decisiva para a vitória da turma de René Simões.

Algumas confusões no gramado deixaram o clássico um pouco nervoso. Bill exagerou e poderia ter sido expulso. Quando parecia que o placar não sofreria alterações, Tomas acertou um chutaço, a trave rebateu no corpo do arqueiro do Mengo e foi morrer no fundo da rede. O Botafogo poderia ter feito mais, mas a trave voltou a ajudar o Fla.

Antes do campeonato, o Botafogo seria apontado pela maioria como a quarta força. Mas o Alvinegro é o líder isolado e botou fogo na briga pelas outras vagas no G-4. O Vasco está em segundo, Fluminense em terceiro e Volta Redonda em quarto. No momento, o Flamengo é apenas o quinto e tem a companhia do Madureira com a mesma pontuação.

Faltam oito rodadas, não há nada decidido. Mas do jeito que anda a carruagem, o Botafogo já mostrou que é grande, merece todo respeito, apesar de estar na Série B nacional.

beijim

Mylena

Incendiou!

flabvota Incendiou!

Olá galera.

No próximo domingo o Cariocão terá seu segundo clássico, o primeiro no Maracanã. Depois de um jogo bastante morno entre Vasco e Fluminense, no Engenhão, esperamos que o confronto de Botafogo e Flamengo seja mais emocionante. Se depender dos atacantes Bill e Marcelo Cirino, a partida será de arrepiar.

Em entrevista recente, o centroavante Bill disse que faria gol no jogo e Marcelo Cirino, não. Ontem, ao desembarcar no Rio de Janeiro, o camisa sete do Rubro-Negro rebateu com a seguinte frase: "Quero ver se ele vai fazer mesmo". Com provável boa presença de público, a expectativa por um belo duelo aumenta ainda mais.

O Botafogo é o líder com 16 pontos, o Flamengo vem logo atrás, com 14 pontos, a mesma pontuação de Vasco e Volta Redonda. Mas nos critérios de desempate o time da Gávea leva vantagem. Há outros atrativo para a partida. Será o último jogo oficial de Léo Moura pelo Fla. Além disso, pra comemorar os 450 anos da Cidade do Rio de Janeiro, haverá preliminar, presença de ídolos do passado e uma banda tocando a música "Cidade Maravilhosa".

Ao que parece, o domingo será de festa no Maracanã. Vamos torcer para que o público comparece em massa, mas sem violência, apenas para incentivar o time do coração. Que os jogadores de Botafogo e Flamengo pratiquem um grande espetáculo. Tomara que Bill e Marcelo Cirino façam muitos gols e em campo, que vença o melhor.

beijim

Mylena

A história quase se repetiu… ao contrário!

alecgol111 A história quase se repetiu... ao contrário!

Olá galera.

O estádio era o mesmo, Bento Mendes de Freitas, e ele estava novamente lotado. Ontem, Brasil de Pelotas e Flamengo jogaram a partida de ida em confronto pela Copa do Brasil. Mas em 1985 ocorreu um duelo inesquecível. O poderoso Rubro-Negro carioca contava com Zico, Adílio, Leandro e cia., e foi eliminado do Brasileirão pelo time gaúcho, por dois a zero.

O placar marcava os mesmos dois a zero, mas desta vez para o Flamengo. Alecsandro e Pará, haviam balançado a rede do goleiro Eduardo Martini. O resultado era suficiente para que o time do Rio de Janeiro eliminasse a equipe de Pelotas. Mas a revanche durou até aos 47 minutos do segundo tempo, quando Rafael Foster cobrou falta na cabeça de Nena, que só escorou para o gol de Paulo Victor.

Luxemburgo reclamou do lance, disse que não houve falta de Pará. A vitória por dois a um foi um bom resultado, na partida de volta o Flamengo poderá empatar, ou até mesmo perder por um a zero. Léo Moura, que vai se transferir para o Fort Lauderdale Strikers, dos Estados Unidos, realizou uma das últimas partidas com a camisa do clube.

No dia 18 de março será disputado o jogo de volta, no Maracanã. Em 1985, o Fla venceu por um a zero, gol de Bebeto, ainda sem Zico, que retornava da Itália. Na época não era mata-mata, era um quadrangular. Mas quando Flamengo e Brasil de Pelotas voltarem a se enfrentar, só um irá sobreviver na competição. Quem será?

beijim

Mylena

Mais que três pontos…

muricy1 Mais que três pontos...

Olá galera.

Uma semana após estrear com derrota na Taça Libertadores, o São Paulo volta a campo pra tentar conquistar os primeiros pontos na competição. Mas nesta noite, mais que três pontos estarão em jogo. A vitória poderá trazer a paz novamente ao Morumbi, empurrando a crise que ronda o clube para bem longe.

Em tese, perder para o Corinthians, fora de casa, por dois a zero e sofrendo um gol irregular, não tem nada de absurdo. O problema foi a apatia da equipe durante os noventa minutos. Mesmo com o lance polêmico no segundo gol, não dá para o Tricolor paulista reclamar da derrota.

O adversário será o Danúbio do Uruguai, que também estreou com derrota. No caso do time uruguaio, a primeira partida na fase de grupos foi em casa, contra o atual campeão, o San Lorenzo. Muricy Ramalho não fez muito mistério e já anunciou mudanças na formação titular.

No ataque sai Alan Kardec e entra Alexandre Pato. Na lateral esquerda entra Reinaldo, com Michel Bastos indo para o meio-campo, na vaga de Maicon. O Morumbi deverá receber bom público. Vamos torcer para que o São Paulo consiga vencer, de preferência, jogando o bom futebol que nos acostumamos a ver.

beijim

Mylena

Justa homenagem

 Justa homenagem

Olá galera.

Foram 178 gols, muitas vitórias e títulos conquistados pelo Fluminense. Estou falando do famoso e inesquecível Casal 20. Washington e Assis formaram uma dupla que entrou para a história do Tricolor das Laranjeiras. Hoje serão inaugurados os bustos dos ex-jogadores, na sede do clube, junto do lançamento do livro "Washington & Assis, Recordar é Viver".

Para a realização desta homenagem, foi criado um crowdfunding (financiamento coletivo). A grande torcida do Fluminense apoiou e a meta de R$ 150 mil, foi bastante superada. Além da inauguração dos bustos e do lançamento do livro, a Sala de Troféus terá uma exposição montada, falando sobre os feitos do Casal 20. Os dois faleceram em 2014. Washington morreu em maio (esclerose lateral), Assis em julho (doença renal crônica).

 Justa homenagem

Se Washington fez 124 gols e está entre os dez maiores artilheiros da história do clube, Assis marcou em jogos decisivos. Pelo estadual de 1983, o ex-camisa dez balançou a rede do Flamengo, aos 45 minutos da segunda etapa. O empate no placar desclassificaria o Flu, o gol acabou sendo o do título. No Carioca de 1984 ele foi decisivo novamente, marcando de cabeça, sobre o Rubro-Negro, na grande decisão.

Ambos foram Tricampeões Carioca (1983, 1984, 1985) e Campeões Brasileiro (1984). Ao lado de feras como Romerito, Branco, Ricardo Gomes, Delei e Tato, formaram uma das melhores equipes que o Fluminense já teve em sua gloriosa história. Parabéns para os responsáveis pela iniciativa e, principalmente, para os torcedores que apoiaram esta justa homenagem.

beijim

Mylena

Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com