Sem direito a ressaca

Para Flamengo e Corinthians, campeões estaduais, é a hora de parar de comemorar e já pensar em outras competições.

O rubro-negro joga hoje pela Copa do Brasil contra o Atlético Goianiense no Maracanã.

Será a partida de ida, onde o Flamengo vai querer fazer um bom resultado para evitar o sufoco na volta, quando vai atuar fora de casa.

O técnico Zé Ricardo já avisou que vai poupar alguns titulares. Os jogadores mais desgastados na visão da comissão técnica, só entrarão se o resultado não vier até a metade do segundo tempo.

Acho acertada a decisão do treinador. Até porque o time já faz sua estreia no brasileirão neste sábado contra o Atlético Mineiro, mais uma vez diante da sua torcida.

Sem falar no jogo decisivo da próxima quarta-feira pela Libertadores, quando vai para a Argentina enfrentar o San Lorenzo. Uma partida que o Flamengo não pode perder, para não correr o risco de ser eliminado logo na primeira fase do torneio.

Uma maratona de jogos importantes que não deixa o clube respirar. A comemoração do título carioca já ficou pra trás.

Vale dizer que a conquista do estadual é a menos importante, para um time que tem condições de brigar pelo título da Libertadores e da Copa do Brasil.

Mesmo assim, esta noite a torcida  provavelmente não verá Guerrero, Everton, Willian Arão e Réver em campo.

O Corinthians também volta a jogar três dias depois da conquista do campeonato paulista. Só que pela Copa Sul-Americana.

O adversário será o Universidad do Chile, em Santiago.

O Timão abriu uma boa vantagem no jogo de ida, vencendo por dois a zero.

Pode perder até por um gol de diferença que avança no torneio.

Menos mal que o jogo contra a Ponte não foi tão desgastante, porque o título já estava praticamente garantido.

Outra boa notícia é a volta do Rodriguinho e do Gabriel, que estavam suspensos e não jogaram domingo.

Para esta partida, Fábio Carille não pensa em poupar nenhum titular. Fagner, suspenso é o desfalque mais importante.

Promessa de uma partida difícil para o Corinthians.

Vale lembrar que, apesar do placar, o jogo de ida teve momentos bem complicados. A equipe chilena foi muito perigosa e dominou boa parte do primeiro tempo.

Além disso, terá a volta do lateral esquerdo Jean Beausejour, da seleção, que é um grande reforço para a La U.

O negócio é não dormir no ponto e tentar manter o foco.

 

 

Flamengo mereceu

Foi um FlaxFlu bastante movimentado e emocionante. Uma partida digna de uma final de estadual, com todos os ingredientes que agradam o torcedor.

Teve gol no início do jogo, gol nos minutos finais, belas defesas dois dois lados e até lances polêmicos.

Um desses lances foi decisivo para o título do Flamengo.

O zagueiro Rever, claramente empurra o Henrique, do Fluminense, ganhando a jogada pelo alto, no lance em que acontece o gol do Guerrero.

Nem acho que o Cavallieri tenha falhado no lance, mas dava pra ele espalmar a bola pro lado.

O gol da vitória rubro-negra saiu quando o time tricolor já estava desesperado, com todo mundo lá na frente.

Acredito que o empate teria sido o resultado mais justo.  De qualquer jeito, o Flamengo levantaria a taça.

Mas, como se falar em justiça se houve um erro de arbitragem?

Em uma dividida pelo alto e dentro da área, o juiz dificilmente marca alguma coisa. Não houve má intenção. Ele apenas interpretou de outra maneira.

Sem falar que o Flamengo foi melhor nas duas partidas.

Levou o gol muito cedo, mas depois teve a atitude de partir pra cima.

Foi uma equipe mais aguerrida, mais voluntariosa e que teve a mais a bola nos pés.

No final do primeiro tempo o Fla estava com 72% de posse de bola.

Parecia que o Fluminense estava mais satisfeito em levar a disputa para os pênaltis do que o adversário.

O tricolor acabou levando o castigo aos 39 do segundo tempo.

Na sequência ainda perdeu o goleiro e o jogo. Não foi uma tarde feliz para o Flu.

Assim como não foi no primeiro jogo da final.

Ficou claro nos 180 minutos da decisão, que o Flamengo tem um time mais equilibrado e jogou com mais coração.

E olha que, enquanto o pessoal das Laranjeiras ficou só treinando durante a semana o elenco da Gávea teve um jogo difícil e decisivo pela Libertadores.

Resumindo, o título carioca de 2017, ficou nas mãos certas.

Até a próxima.

 

 

 

Saída inevitável

Na minha opinião, o Palmeiras tem o elenco mais completo do futebol brasileiro.

Mesmo assim, o time não vem tendo boas atuações.

Vale lembrar, que antes dessa derrota pífia para o Jorge Wilstermann, o time vinha ganhando seus jogos pela Libertadores sempre no sufoco, fazendo o gol da vitória nos acréscimos.

Estas vitórias prolongaram um pouco o emprego do Eduardo Baptista.

Sinceramente, achei que ele ia embora depois da eliminação pra Ponte.

Jogadores como o Borja, Tchê Tchê e Vitor Hugo, não vinham rendendo o esperado.

Quando um grupo muito forte e muito caro não encontra o melhor futebol, a culpa sempre recai no treinador. Desta vez não foi diferente.

Tanto é que o Corinthians do Carille e o São Paulo, do Ceni, perderam menos jogos no ano que o Palmeiras.

Dava pra perceber que alguma coisa de errada estava acontecendo.

Sem falar, que ele não era uma unanimidade desde a época em que chegou no clube.

O fantasma do Cuca, que conquistou o título brasileiro e montou um esquema que dava gosto de ver jogar, não saía da cabeça dos palmeirenses.

Agora o antigo treinador, que só saiu para resolver problemas particulares, é o mais cotado para reassumir a equipe.

É o que a torcida espera.

Dia dos rubro-negros

Hoje é dia de decisão para os dois times brasileiros do grupo 4 da Libertadores.

O líder Atlético Paranaense enfrenta o San Lorenzo, que começou mal a fase de grupos, mas voltou a ter esperanças após a vitória em casa na última rodada contra o Universidad Católica.

Para tirar completamente os argentinos da disputa, o Furacão não pode se dar ao luxo de perder pontos esta noite.

Precisa da vitória e vai contar com a Arena da Baixada lotada mais uma vez.

Principalmente depois da boa vitória sobre o Flamengo, que lhe garantiu a liderança com sete pontos.

O objetivo é esquecer a derrota em casa para o Coritiba pela decisão do estadual. O técnico Paulo Autuori admitiu que a equipe entrou desligada nesse duelo local, pensando no jogo de hoje.

nikão Dia dos rubro negros

atacante Nikão é dúvida para a partida de hoje

Por sua vez, o Flamengo também tem uma decisão esta noite contra o Universidad Católica.

Precisa de qualquer maneira da vitória no Maracanã, para garantir a classificação às oitavas e eliminar o rival chileno.

Um empate já será considerado um resultado ruim, pois a diferença de apenas um ponto entre os dois vai permanecer.

Neste caso, tudo seria definido na última rodada, quando o Flamengo teria que conquistar um bom resultado na Argentina, contra o San Lorenzo.

Resumindo, o rubro-negro carioca precisa ganhar hoje de qualquer maneira.

Para isso, precisa mais uma vez superar a ausência de jogadores importantes.

Diego fica mais uma vez de fora, se recuperando de cirurgia no joelho. Berrío, suspenso e Rômulo, lesionado, também não jogam.

Outro problema será o desgaste físico.

A equipe vem de uma grande vitória no clássico contra o Fluminense, pelo campeonato carioca.

Foi uma partida em que o Fla jogou com muita intensidade, marcou muito bem o adversário, se movimentou bastante, e poderia ter saído com um resultado ainda mais elástico do que o 1 x 0.

everton flamengo Dia dos rubro negros

Everton fez o gol da vitória contra o Fluminense e é esperança de gols hoje à noite

Pois bem, agora terá essa verdadeira final hoje diante dos chilenos, e domingo volta a encarar o Fluminense no segundo jogo da decisão.

Uma semana decisiva, que pode garantir a vaga nas oitavas da Libertadores e ainda por cima o título estadual.

Será que o elenco vai aguentar?

Só no domingo teremos esta resposta.

De azarão a favorito

Quem poderia imaginar que o Botafogo pudesse fazer tanto sucesso na atual Libertadores.

Depois de eliminar Colo Colo e Olimpia, dois adversários de tradição no torneio, a equipe está surpreendendo também na fase de grupos.

Tanto é que pode terminar esta quarta rodada já classificado para as oitavas.

Para isso depende de uma combinação de resultados: tem que vencer o Barcelona de Guayaquil em casa, e torcer por uma derrota do Estudiantes fora contra o Atlético Nacional.

Convenhamos que são dois placares absolutamente possíveis.

Se conseguir a classificação com duas rodadas de antecedência, vai comprovar a força de um clube que não era um dos favoritos em um grupo que tem o atual campeão e um gigante argentino quatro vezes campeão da Libertadores.

A campanha até agora é muito boa.

Depois da vitória sobre o Estudiantes no Rio, em dois jogos fora de casa, o time conquistou mais quatro pontos.

Hoje é um dia pra lotar o Estádio Nilton Santos novamente.

Até porque o adversário vem dividindo a liderança do grupo com o Botafogo.

Os únicos pontos perdidos foram exatamente para o alvinegro, lá no Equador.

Para isso a equipe vai ficar ainda mais ofensiva, com Pimpão, Guilherme e Sassá no ataque.

Hoje é dia de mostrar que o Glorioso é o melhor time do grupo.

Só resta saber se o elenco vai sentir o desgaste físico, como aconteceu no jogo contra o Vasco.

Nessa partida, o fato de ter começado a temporada com um ritmo mais forte acabou pesando.

Até a próxima.

 

 

 

 

 

Culpado ou inocente?

O departamento jurídico do Palmeiras enviou um vídeo para a Conmebol, que mostra o início da confusão entre os jogadores, depois da partida contra o Peñarol.

As imagens anteriores só conseguiam mostrar com detalhes, a partir do momento em que os uruguaios cercaram o goleiro Fernando Prass.

Este vídeo mostra a agressão ao atacante Willian, que levou um soco na parte de trás da cabeça, logo depois do apito final.

Mostra também, os jogadores adversários cercando Felipe Mello, que abriu os braços e tentou manter a calma, mesmo com muita gente em volta dele.

Foi aí que o Fernando Prass entrou na confusão, para defender o companheiro. Depois disso o mundo inteiro viu, com detalhe, toda a briga que aconteceu.

Felipe Mello se viu encurralado e ameaçado por vários uruguaios. Com o nervosismo e a tensão do momento, deu um soco na cara de um rival e continuou caminhando pra trás, pro lado onde estava a torcida do Peñarol.

Claramente ele tenta se defender e acaba escapando de um surra feia.  O jogador poderia ter sido massacrado após a partida.

Os advogados do Palmeiras querem provar que a ação foi premeditada pelos uruguaios. Eles já tinham a intenção de agir com violência contra ele depois do jogo.

Até acho que o Felipe Mello agiu em legítima defesa e a briga não partiu dele. Nesse ponto ele é inocente.

Mas, diante do histórico violento e descontrolado que sempre o acompanhou na carreira, e do soco que ele deu, vai pegar um belo de um gancho.

Tem chances até de ficar de fora do restante da Libertadores.

O conflito com os uruguaios começou lá atrás, quando ele deu entrevista dizendo que poderia dar tapa na cara de uruguaio se fosse preciso.

Vai pagar caro por ter falado besteira demais na hora errada.

Indiretamente ele foi sim o culpado por toda essa violência.

Até a próxima.

Apesar do resultado ruim, Flamengo está a uma vitória da classificação

No confronto entre rubro-negros, os paranaenses levaram a melhor.

O jogo foi atípico. O Atlético começou sufocando o Flamengo e perdeu boas chances de sair na frente logo no início.

Aos poucos o Flamengo foi controlando o jogo e passou a dominar o adversário, mesmo atuando em Curitiba. Guerrero quase abriu o placar.

Mas, foi justamente quando estava melhor na partida, que o Flamengo levou o gol, numa falha do Muralha.

Depois do gol, o time da casa recuou e passou a defender o placar mínimo.

O Flamengo cresceu novamente e teve chances de empatar e até virar o jogo, mas faltou competência.

Acabou sofrendo o segundo gol e desanimou. Até diminuiu no final, mas já era tarde pra reagir.

Com a vitória, o Atlético PR passou a liderança do grupo, com o Flamengo em segundo.

Sinceramente, acredito que os dois times brasileiros vão passar.

O Universidad Católica até começou bem o torneio, ganhando quatro pontos de seis disputados.

Mas, na sequência, conquistou apenas um ponto nos dois jogos que fez contra o San Lorenzo, que até então era o lanterna do grupo.

Com os resultados ruins da equipe chilena, o grupo ficou mais embolado, e até os argentinos tem chances de classificação.

A próxima rodada, na quarta-feira que vem, será decisiva.

Flamengo e Atlético jogam em casa contra o Universidad e o San Lorenzo, respectivamente.

Se fizerem o dever de casa e vencerem, automaticamente se classificam juntos para as oitavas-de-final e eliminam os estrangeiros.

 

A volta para a cadeia

Um pouco mais de dois meses depois de ser libertado, Bruno vai voltar para a prisão. Pelo menos, por enquanto.

Vale lembrar que ele ganhou uma liberdade provisória por causa de uma decisão que, a meu ver, foi equivocada.

O caso não foi julgado em última instância. Ele ficou preso mais de seis anos sem um julgamento final.

Mas a demora para a conclusão do caso, foi causada pela própria defesa de Bruno.

Então, não via sentido em soltar um criminoso que pegou mais de 22 anos de prisão, depois de seis anos na cadeia.

Acho que quase toda a sociedade pensa desta maneira.

Pois bem, agora ele ficará preso novamente. Não se sabe até quando, já que os advogados prometem recorrer até a última instância e ainda pode ter mudança na decisão do STF.

Muita coisa ainda vai acontecer neste episódio. Ninguém tem certeza de nada.

Não viram o que aconteceu com a madrasta da menina Isabella Nardoni?

Pegou 26 anos de prisão, mas já está requerendo passar para o regime semiaberto, depois de nove anos presa.

Ela já reduziu um pouco a pena por ter trabalhado nesse período. E a legislação brasileira concede ao criminoso requerer o regime semiaberto a partir de 2/5 da pena cumprida.

Infelizmente nossas leis são bem frouxas com pessoas que cometem crimes hediondos como nestes casos.

goleiro bruno A volta para a cadeia

Bruno chegou a jogar 5 partidas pelo Boa Esporte e sofreu 4 gols

Enquanto isso, o que sobrou para o Boa Esporte?

Apenas um marketing negativo e a mancha na sua história de ter criado um personagem que tem o direito de voltar para a sociedade (depois de cumprir a pena), mas jamais pode ser idolatrado.

Até a próxima.

 

Todos pela Ponte

A Ponte Preta não jogou bem a segunda partida da semifinal do paulistão.

A equipe tomou sufoco o tempo todo e viu o Palmeiras ter mais de 60% de posse de bola e finalizar 22 vezes.

São números que mostram a superioridade palmeirense, que poderia ter feito três ou quatro gols.

Podemos dizer que a Ponte conquistou a vaga nos 30 primeiros minutos de jogo lá em campinas, na primeira partida.

Com os três a zero de vantagem, o time teve mais tranquilidade para desbancar o favorito ao título.

Agora o negócio é pensar na decisão contra o Corinthians.

Final que a Ponte disputou pela última vez em 2008, quando perdeu pro Palmeiras.

No total foram seis finais disputadas e nenhum título.

Uma delas faz 40 anos em 2017. Exatamente diante do Corinthians.

Aquela decisão de 1977 ficou marcada como uma das mais disputadas da história do campeonato.

O Timão venceu o primeiro jogo e precisava apenas de um empate para quebrar um jejum de 22 anos sem título.

Com o Morumbi tendo o seu recorde de público (138 mil pagantes), A Macaca surpreendeu e ganhou por dois a um, forçando o terceiro jogo.

Foi quando aconteceu aquela partida histórica em que o Basílio fez o gol do título para o Corinthians, aos 33 do segundo tempo.

Vale lembrar que a Ponte Preta, apesar dos seus 116 anos de história, não tem nenhum título importante no currículo.

Um dos jejuns mais impressionantes da história do esporte mundial.

Foi vice-campeão duas vezes da série B, seis vezes vice do paulistão, além do vice da Copa Sul-Americana de 2013.

pottker Todos pela Ponte

William Pottker é artilheiro do paulistão com 9 gols e o principal nome da Ponte

Sinceramente, acredito que o clube nunca esteve tão perto de finalmente acabar com esse estigma.

Até porque, se naquela final de 1977 os três jogos foram no Morumbi, agora teremos o primeiro confronto no Moisés Lucarelli, em Campinas e o segundo na Arena do Corinthians.

Se repetir a boa atuação do duelo com o Palmeiras, tem tudo pra sair com a vantagem e jogar pelo empate na volta.

Sem dúvida é um dos momentos mais importantes da história da Ponte.

Por isso mesmo, acredito que toda a população paulista que não é corintiana, vai ficar na torcida pelo fim do jejum pontepretano.

Uma final com todos os ingredientes para ser muito especial.

 

Copa do Brasil começa pra valer agora

Definidos os confrontos das oitavas de final da Copa do Brasil.

Agora com todos os times fazendo parte do torneio.

Se juntam aos cinco classificados nas fases anteriores, os oito times da Libertadores, além do campeão da série C (Atlético GO), o campeão da Copa Nordeste (Santa Cruz) e o Paysandu, campeão da Copa Verde de 2016.

Teremos quatro duelos envolvendo somente times da série A do brasileirão.

O Grêmio, maior vencedor do torneio, pega o Fluminense, enquanto que o Botafogo terá pela frente o Sport, que sofreu para eliminar o Joinville.

Além disso, Chapecoense e Cruzeiro prometem fazer um confronto bastante equilibrado.

O último duelo de equipes da primeira divisão será entre Flamengo e o recém chegado à elite Atlético Goianiense.

Outra disputa interessante envolve dois gigantes do futebol brasileiro. A pesar de estar na série B, o Inter, que eliminou o Corinthians nos pênaltis, terá outro paulista pela frente: o Palmeiras, que pelo elenco que tem, entra como um dos favoritos.

Pelo menos na teoria, o Santos e os dois Atléticos se deram bem no sorteio.

Mas vale lembrar que as zebras sempre deram as caras na Copa do Brasil. Acredito que algumas surpresas vão acontecer.

Também não vamos ver nenhum clássico regional nesta fase.

Veja abaixo os confrontos:

Atlético-PR x Santa Cruz
Grêmio x Fluminense
Flamengo x Atlético-GO
Palmeiras x Internacional
Botafogo x Sport
Santos x Paysandu
Chapecoense x Cruzeiro
Atlético-MG x Paraná

Página 5 de 80Primeiro...34567...Último