Para salvar o ano

Chegou o grande dia!

Hoje tem Fla x Flu no Maracanã, em jogo válido pelas quartas-de-final da Copa Sul-Americana.

No jogo de ida o mando de campo é do tricolor.

Lembrando que vale o gol fora de casa como critério de desempate.  Portanto, o empate com gols hoje é melhor para o Flamengo.

A expectativa é de um jogo tenso e equilibrado.

Os dois times vão tentar salvar um ano, que foi abaixo da expectativa do torcedor.

Se esperava que o Flamengo brigasse pelo título da Libertadores e do brasileirão.

Pelo elenco caro que tem, era quase uma obrigação pelo menos ir longe na Libertadores, mas caiu na primeira fase.

No brasileiro, tem chance de ficar até atrás de Botafogo e Vasco. O maior vexame seria nem ficar no G6.

Um título da Sul-Americana, mesmo que não fosse o sonho da torcida, poderia apagar a decepção do ano. Além de garantir uma vaga na Libertadores.

Já o Fluminense, surpreendentemente está na briga contra o rebaixamento.

Não acho que montou um time para brigar por títulos, mas confesso que fiquei surpreso com a drástica queda no returno do brasileirão.

E mesmo dando uma leve recuperada, o fantasma de mais uma queda pra segundona ainda se faz presente.

O sonho dos tricolores é pelo menos eliminar o Flamengo na Sul-Americana e se livrar de vez do rebaixamento.

O rubro-negro entra mais desfalcado para esta partida. Principalmente no ataque.

Guerrero e Berrío são duas ausências muito importantes.

Pelo menos, Diego e Everton Ribeiro vão atuar juntos e dão esperança de mais qualidade do meio pra frente.

O Fluminense vem praticamente completo. Somente o Douglas deve ficar de fora.

A parte física vem sacrificando as duas equipes nesta reta final de temporada. Acho que quem estiver mais inteiro hoje à noite pode levar vantagem.

O retrospecto é amplamente favorável ao Flamengo, que não perdeu para o rival no ano em seis jogos.

O elenco também é superior. Por isso, acredito em uma leve vantagem do Flamengo neste confronto.

Mas, tem a história de que em clássico não tem muito essa de favoritismo.

Até a próxima.