A paciência acabou

É inegável que o trabalho do Cuca em 2017 fracassou.

Ele não foi capaz de melhorar a situação da equipe que  assumiu após a saída de Eduardo Baptista.

A verdade é que não faltou tempo nem paciência, tanto da torcida, como do Alexandre Mattos, executivo de futebol.

Muito menos dinheiro e investimento. O elenco foi reforçado e hoje pode-se dizer que é um dos melhores do Brasil.

Vale lembrar que ele assumiu o comando do Palmeiras em maio. Tempo pra trabalhar ele teve.

Mas o time nunca jogou como no ano passado.

E não venha me dizer que o time é outro. Tudo bem que ele perdeu o Gabriel Jesus e o Vitor Hugo.

Mas a base da equipe campeã brasileira foi mantida.

Mesmo com alguns reforços não correspondendo às expectativas, como é o caso do Borja, não era pra equipe jogar tão abaixo do esperado.

O time caiu diante do Cruzeiro na Copa do Brasil e foi eliminado pelo Barcelona de Guayaquil na Libertadores.

Depois desses dois fracassos, ele sempre colocava o cargo à disposição, mas o Alexandre Mattos bancava a sua permanência.

Só que paciência tem limite.

Depois do péssimo futebol apresentado no empate contra o Bahia, ficou claro que, nem a promessa de tentar encostar no Coritnhians ia se concretizar.

Nem a diretoria do clube, nem a torcida, gostariam de vê-lo no comando do Palmeiras em 2018.

Do jeito que a coisa anda, tá arriscado o Verdão nem se classificar para a Libertadores da próxima temporada.

Então, o negócio é tentar trazer logo o Mano Menezes, que está fazendo um grande trabalho no Cruzeiro.

O nome do treinador já vem ganhando força no clube há algum tempo.

E se engana quem pensa que ele não trocaria o Cruzeiro pelo Palmeiras.

No time mineiro ele conquistou a Copa do Brasil e alcançou o objetivo dele de levar o time mineiro pra Libertadores.

Acho que ele toparia o desafio de ir para o Palmeiras, pensando na próxima temporada.

Só falta agora o Cuca ir para o Fluminense tentar salvar a equipe do rebaixamento, assim como aconteceu em 2009.

Ia sobrar pro Abel Braga.

Será que para o Cuca, que é supersticioso ao extremo, significa alguma coisa ser demitido numa sexta-feira 13?

Até a próxima.