O drama argentino

Quem diria que, três anos depois do vice-campeonato mundial, a situação da Argentina fosse mudar tanto no cenário do futebol.

Enquanto o Brasil, que pagou o maior vexame na Copa dentro de casa, segue com dez pontos na frente do segundo colocado e fazendo treinos de luxo nesta reta final das eliminatórias.

A Argentina, com Messi e companhia, mais uma vez não conseguiu vencer jogando em casa. Desta vez o empate veio contra um adversário direto na briga por uma vaga.

A seleção peruana tenta se classificar para um mundial, 36 anos depois da sua última participação, em 1982. Portanto, o jogo era decisivo e histórico.

A equipe da casa até teve as suas chances, com Benedetto desperdiçando duas boas oportunidades. Messi, se não foi brilhante, pelo menos lutou muito e teve alguns lampejos durante a partida.

Poderia ter sido pior. O goleiro Sérgio Romero teve que fazer boa defesa numa cobrança de falta do Guerrero nos momentos finais do jogo.

Com o empate sem gols, os dois tem 25 pontos, mas o Peru está em quinto por ter uma vitória a mais. Em sexto lugar, os argentinos estariam fora da Copa do ano que vem se as eliminatórias tivessem terminado ontem.

Na verdade, com os resultados desta quinta, está tudo embolado.

Seis seleções brigam por três vagas e mais uma na repescagem.

Uruguai e Colômbia, que poderiam ter garantido vaga, decepcionaram.

A equipe celeste ficou no empate com a já eliminada Venezuela fora de casa.

Enquanto que a Colômbia, com mando de campo, perdeu pro Paraguai e colocou o adversário na briga novamente.

São vários os cálculos que os argentinos tem que fazer pra disputar a Copa.

Mas não adianta ver qual seria a melhor combinação de resultados, se o time não ganha de ninguém.

Se não derrotou o Peru na Bombonera, por que ter a esperança de que vai ganhar do Equador na altitude de Quito?

Ah, mas podem vir com o argumento de que o Equador já está eliminado.

Sim, mas para os equatorianos, seria um momento histórico tirar os argentinos de uma Copa. Nessas horas, a rivalidade na América do Sul fala mais alto.

Então, podem ter certeza de que o Equador vai jogar com muita garra.

Por isso tudo, sinceramente, não acho que a Argentina vai se classificar. Nem pra repescagem.

Muita gente pode dizer que um mundial sem uma seleção como a Argentina fica muito desfalcada.

Eu até concordo, mas os hermanos não estão merecendo esta classificação.

Sem falar que eu nem ficaria triste com isso...