Fim de semana dos goleiros

Foi um fim de semana em que os goleiros brilharam no campeonato brasileiro.

Começando por Jéferson, no Botafogo, que finalmente voltou após 14 meses sem jogar.

Ele chegou a pensar na aposentadoria depois do momento difícil que viveu, mas resolveu apostar na sua volta.

E não poderia ter sido um retorno mais fantástico. Nem ele, nem o mais otimista botafoguense, poderia imaginar que ele fizesse uma partida extraordinária dessa. Até porque, seria normal que ele sentisse falta de ritmo.

Pois ele fez pelo menos quatro defesas difíceis. Sem falar no pênalti defendido na cobrança do Rafael Moura.

Por falar em pênalti defendido, foram quatro nessa rodada.

Cássio, do Corinthians, voou no canto certo e defendeu a cobrança de Lucca, da Ponte. Uma defesa muito difícil e bonita.

Victor, goleiro do Galo, defendeu o pênalti batido por Roger, do Botafogo. Mas, no rebote, o atacante botafoguense conseguiu tocar pro fundo da rede.

Douglas Avaí1 Fim de semana dos goleiros

Douglas defendeu o Grêmio até setembro do ano passado

Mas o grande destaque do domingo foi Douglas do Avaí.

Ele literalmente fechou o gol contra seu ex-clube, o Grêmio, sendo o maior responsável pela zebra da rodada, com a vitória catarinense por dois a zero.

Foram sete defesas difíceis. Sem falar no pênalti defendido na cobrança do Edílson.

O tricolor gaúcho dominou totalmente a partida, mas parou no goleirão do Avaí, que teve uma das melhores atuações desse brasileirão.

Tudo bem que a batida do Edílson foi no meio do gol. Mas ele chutou forte e apostou que o goleiro ia cair para um dos cantos. Mérito do Douglas que ficou parado.

No total foram cinco pênaltis perdidos, porque ainda teve a bola na trave do Luccas Pratto, no clássico São Paulo x Santos.

Nenhum pênalti entrou neste fim de semana. Coisa rara de se ver no futebol.

Até a próxima.