Oitava vitória na conta

O Paraguai começou o jogo como se esperava. Bem fechado na defesa e tentando jogar no erro do Brasil.

Diga-se passagem, apesar de ter apresentado uma defesa frágil até aqui nas eliminatórias, com 18 gols sofridos, a equipe conseguiu segurar bem o primeiro tempo.

Neynar, muito marcado, sofreu muitas faltas e não levou tanto perigo como na partida contra o Uruguai. Ainda bem que o panorama mudou na segunda etapa.

Mas o golaço do Philippe Coutinho valeu o ingresso. Assim como contra os uruguaios, ele mais uma vez foi um dos destaques da seleção.

Coutinho vai se firmando, com justiça, como um dos titulares absolutos do time para a próxima Copa.

Com ele, Neymar e Gabriel Jesus lá na frente, e as chegadas de Renato Augusto e Paulinho vindo de trás, o Brasil está muito bem servido no ataque. Todos eles são bons finalizadores.

No segundo tempo brilhou a estrela do nosso maior craque. Mesmo tendo perdido um pênalti inexistente, Neymar continuou infernizando a defesa paraguaia e buscando o gol a qualquer custo. Acabou sendo premiado com um gol espetacular.

Marcelo completou a oitava vitória seguida do maestro Tite.

Mais uma tranquila e incontestável.

E não é que a defesa se comportou bem, mesmo com o Thiago Silva entrando na segunda etapa?

É... as coisas com o Tite são bem diferentes mesmo. Que bom que com ele tá tudo dando certo.