Volta pra casa em grande estilo

allianz parque arena palmeiras g 20130520 Volta pra casa em grande estilo

Foram quatro anos de espera pra finalmente voltar a sentir o gostinho de ver jogos na sua casa.

Esse é o sentimento  do torcedor do Palmeiras, que hoje à noite finalmente terá a chance de entrar no novíssimo estádio.

O Allianz Arena, como ele será chamado, faz jus a toda essa expectativa.

Na minha opinião é o estádio mais bonito e moderno do Brasil.

Não é enorme, o que é um ponto positivo. Pode receber confortavelmente um pouco mais de 43 mil espectadores.

Não existem pontos cegos. De qualquer lugar, dá pra se ter uma boa visão do campo. Além disso, as arquibancadas ficam próximas à lateral do gramado.

Portanto, a proximidade junto com a boa acústica da arena, vão dar aos palmeirenses uma experiência única de transformar o Allianz num verdadeiro caldeirão.

Não aqueles caldeirões feios e sem estrutura que os brasileiros estão acostumados a ver. Mas uma casa moderna, aconchegante e confortável.

Vai ser muito bom pra elevar a auto estima do palmeirense, que anda meio em baixa, por conta do sufoco dos últimos anos.

Que a nova arena ilumine o clube a voltar a ser grande também no campo. Que o elenco seja compatível com a grandiosidade da instituição e do novo estádio.

Hoje à noite contra o Sport, acredito que o time não vá fazer feio igual ao Corinthians, que perdeu na estreia no Itaquerão para o Figueirense.

Será uma partida nervosa, até porque a vitória é fundamental pra espantar o perigo de um novo rebaixamento.

Mesmo com esse clima de tensão no ar, acredito na vitória do Palmeiras.

Que os deuses do futebol façam com que essa noite de abertura oficial do Allianz Parque seja marcante.

O clube e a imensa torcida merecem.

Reclamação do Thiago Silva não tem sentido

Thiago Silva não gostou de perder a faixa de capitão e deu entrevista falando que estava triste com o Neymar e com o Dunga.

Parece piada, mas não é.

O cara realmente teve coragem de cobrar publicamente uma satisfação do motivo dele ter deixado de ser o xerife da seleção.

E logo do único jogador que é unanimidade no time, e do treinador.

Bom, pra início de conversa, acho que ele não merece essa braçadeira.

Na minha opinião, o principal defeito do Thiago é a falta de estabilidade emocional para encarar os momentos em que um líder tem que entrar em ação.

Ele, decisivamente, não tem esse espírito. Vide o que aconteceu na Copa.

Nem titular absoluto da equipe ele é mais.

David Luiz e Miranda estão formando uma dupla de zaga que vem ganhando a confiança de todos.

Diante desse retorno conturbado à equipe, acho que a titularidade ficou mais longe.

Digo mais. Acredito que ele agora vai ter que realmente estar numa grande fase para merecer outras convocações.

Se não estiver muito bem, na dúvida, o Dunga vai dar preferência a outro jogador que não levante polêmicas.

Vamos aguardar as próximas convocações pra ver qual vai ser a postura do Dunga diante desse fato desagradável para o ambiente da seleção.

 

Vitória atleticana foi justa. Mas arbitragem ajudou

Vitória justa do Galo na primeira partida da decisão.

Coletivamente a equipe estava melhor. Fisicamente nem se fala. O time correu e se empenhou muito mais em campo.

Luan mais uma vez estava em noite inspirada. Como esse cara joga hein! E tem estrela.

Dátolo também teve grande atuação. Diego Tardelli teve uma boa chance de fazer três a zero e praticamente definir o título. Mas parou nas mãos do Fábio.

O Cruzeiro se limitou a buscar o gol nas bolas aéreas. Mas os chuveirinhos não funcionaram e a rigor a equipe teve poucas chances de marcar.

Mas não dá pra ignorar os erros da arbitragem, que foram decisivos para a definição do placar de dois a zero.

No primeiro gol atleticano, marcado pelo Luan, ele estava claramente adiantado e o assistente não viu.

Sobre o pênalti reclamado pelos cruzeirenses, achei que realmente houve.

Depois que a bola quica no gramado, o Dátolo toca com o braço na bola. E o braço nem estava colado ao corpo não.

Achei que ele dá uma rápida e sutil levantada no braço pra mudar a trajetória da bola.

De qualquer maneira, não adianta para o time celeste ficar reclamando.

Agora é pensar no jogo da volta que só acontece daqui a quinze dias.

Até lá, o Cruzeiro já deve ter decidido a sua sorte no brasileirão. Vai entrar mais focado e descansado para tentar reverter a situação.

Enfrentar um time como o do Cruzeiro, em um Mineirão lotado só de cruzeirenses, não vai ser nada fácil para o Atlético.

Será que o time vai tomar do próprio veneno e levar de 4 a 1, depois de sair na frente?

Vamos aguardar o próximo capítulo.

 

 

A volta do Eurico é uma boa?

Confesso que fiquei triste quando soube que o Eurico Miranda havia ganhado a eleição e estava de volta à presidência do Vasco.

Acredito que ele só se elegeu por causa da catastrófica gestão do Roberto Dinamite nos últimos anos.

Com o grande ídolo no poder, o Vasco colecionou sucessivos fracassos e viu a série B virar uma realidade.

Na era Eurico o clube ganhou a antipatia de todos por causa do jeito truculento e inescrupuloso do seu mandatário.

Aí veio o Roberto e o Vasco tinha tudo pra ganhar admiração e credibilidade.

Mas o que era pra ser um sonho, virou pesadelo.

Os péssimos resultados dentro de campo, o colocaram como um dos piores presidentes da história do clube.

Sem o pulso necessário e titubeando em decisões importantes, Dinamite sofreu muito com os graves problemas financeiros e não soube tirar o Vasco do buraco.

Vi e ouvi muitos vascaínos esperançosos com a eleição do Eurico.

Segundo eles, por mais que não gostem da figura do cartola, agora o Vasco não será mais roubado pelos juízes. Vai ganhar respeito nos bastidores.

Sinceramente, acho muito pouco. Pra mim é um grande retrocesso a volta do Eurico Miranda.

Um clube do tamanho do Vasco, deveria corrigir os erros do passado e olhar para o futuro.

Não trazer de volta um cara que saiu de lá contestado, com um altíssimo índice de rejeição.

A eleição dele é muito mais uma atitude desesperada do que um caso pensado.

Será que alguém acredita que ele vai ser o salvador da pátria? Que vai atrair investimentos pro clube? Que vai resolver a crise financeira?

Não acredito.

Mas, para o bem do Vasco, vou torcer para que dias melhores cheguem para os lados de São Januário.

Até a próxima.

 

 

Dia de final mineira uai!

Chegou o dia!

Hoje acontece a primeira partida da final da Copa do Brasil, entre Atlético e Cruzeiro.

O confronto mais importante da história desse clássico, de tanta tradição e rivalidade.

Pela primeira vez, os dois times vão disputar a decisão de uma competição nacional.

É óbvio que nesse primeiro jogo o Galo é o favorito. Levou a partida para o acanhado Independência pra botar mais pressão em cima do adversário.

Certamente o torcedor vai ajudar muito. Até porque só a torcida atleticana estará presente.

Os dirigentes dos dois clubes brigaram nos bastidores por causa da carga de ingressos para o visitante.

O resultado dessa celeuma é que as duas partidas terão torcida única.

Impressionante como eles tentaram e conseguiram tumultuar uma disputa histórica.

A diretoria do Atlético foi ainda mais infeliz ao querer levar o jogo de ida pro Independência.

Não pensou nem um pouco no conforto do seu torcedor. Muitos que gostariam de ir ao estádio, vão ter que se contentar em ver pela TV.

As duas torcidas não mereciam essa guerra dos cartolas. A disputa tem que ser no campo.

Bom, voltando a falar do jogo, que é o que mais interessa, o Atlético precisa de uma boa vitória hoje se quiser o título.

A situação dessa vez ficará invertida.

Se antes a torcida já estava acostumada a ver viradas espetaculares depois de resultados ruins na ida, agora o primeiro jogo será em casa.

Se não vencer hoje, dificilmente vai reverter o resultado no Mineirão lotado de cruzeirenses. Pelo menos essa é a minha opinião.

Não acredito que o Cruzeiro vai atuar fechadinho, só se defendendo. Nem sabe jogar dessa maneira.

O contra-ataque poderá ser uma arma mortal para o time celeste, se eles souberem aproveitar.

Tem tudo pra ser um grande duelo entre ataques que sempre balançam muito as redes.

De um lado Luan, Dátolo e Diego Tardelli. Do outro, Éverton Ribeiro, Ricardo Goulart e Marcelo Moreno.

O elenco cruzeirense é mais completo. Mas isso não quer dizer nada em jogos mata-mata como esses.

Esse grupo atleticano já mostrou que é um time de chegada. Superou enormes dificuldades pra disputar essa decisão.

Ainda tem o fato dos atleticanos não suportarem a ideia do maior rival faturar o Mineiro, Brasileirão e ainda a Copa do Brasil, com o requinte de ser em cima do Galo.

Tomara que a disputa seja somente dentro de campo. Torço muito por dois grandes jogos.

Atá próxima.

 

O Luxa está certo?

As críticas do técnico Vanderlei Luxemburgo à postura do Flamengo no empate diante do Sport, parecem justas.

O time realmente achou que o resultado já estava garantido. Viu o adversário ressurgir e empatar uma partida, que estava dois a zero, em apenas três minutos.

Agora, será que ele tinha que demonstrar toda a sua insatisfação pra imprensa?

Deveria criticar publicamente os jogadores que dirige?

Alguns vão dizer que sim.

Eu acredito que, apesar de estar com a razão, o treinador deveria "lavar a roupa suja" dentro do vestiário.

Aí sim ele estaria no direito de dar uma bronca daquelas.

A partir do momento em que ele fala tudo isso numa coletiva, passa a perder o controle do grupo que dirige.

Sim, porque imagina o clima entre o Luxa e os jogadores a partir de agora?

Fatalmente o grupo vai se voltar contra ele e vai fazer de tudo para derrubá-lo.

Não tenho dúvida disso.

O problema, é que ele não tem a intenção de deixar o clube no final do ano. Pelo contrário. Já está fazendo planos para 2015.

Vamos ver qual será o comportamento do time após essa entrevista polêmica.

Até a próxima.

Cruzeiro mantém a vantagem. São Paulo ainda sonha

O Cruzeiro, mesmo não jogando bem, continua com cinco pontos de vantagem na liderança do brasileirão.

Me impressiona como a equipe caiu de produção e vem jogando só o suficiente pra manter a diferença.

Tá certo que a final da Copa do Brasil está tirando um pouco o foco.

Mas, perder o título brasileiro a essa altura do campeonato, seria uma tragédia.

Contra o lanterna Criciúma, o time saiu atrás no placar, conseguiu a virada, mas antes de fazer o terceiro quase levou o gol de empate.

Convenhamos que um empate no Mineirão, diante do último colocado no campeonato, seria um péssimo resultado.

Quanto mais com a vitória do São Paulo, que segue sonhando com uma virada. É difícil, mas não é impossível.

Corinthians e Atlético MG também venceram e chegaram ao G5 na tabela, com a derrota do Fluminense.

Quem desceu muito na tabela foi o Inter, após a goleada sofrida no Grenal.

Se a equipe chegou a brigar pela vice-liderança na classificação, agora amarga a sexta posição e começa a ver a Libertadores ficar mais difícil.

Continuo acreditando que, do Fluminense pra cima, todos tem chances de Libertadores.

Até a próxima.

 

 

A torcida do Galo não merece isso

Incrível como uma final especial de Copa do Brasil, com um clássico regional, está tomando duros golpes.

Primeiro porque é lamentável que a minoria de bandidos consigam estragar a festa de um estádio dividido.

Por causa do muito provável confronto desses marginais, pondo em risco a segurança de toda a população mineira, os dois jogos serão disputados com apenas uma torcida presente.

Como se não bastasse esse fato lastimável, o Atlético resolveu mandar a primeira partida para o Independência!

É isso mesmo!

Depois de viradas épicas dentro do Mineirão sobre o Corinthians e o Flamengo, a direção do clube resolveu se "apequenar", arrecadar menos e dar menos conforto pro seu torcedor.

Sim, porque na primeira partida somente os atleticanos poderão ir ao estádio.

Então, por qual motivo não encher o Mineirão? Qual o sentido de jogar no Independência?

Ah, mas o Cruzeiro conhece muito bem o Mineirão.

E daí?

Os jogadores do Atlético também. Tiveram duas atuações espetaculares no estádio!

Sinceramente, não dá pra entender.

Jogar em um estádio menor e acanhado, na minha opinião, é reconhecer uma inferioridade sobre o rival.

É querer botar mais pressão em cima do adversário, com artifícios extracampo.

O Galo não precisa disso. Fico aqui pensando nos torcedores que não vão poder ir ao estádio por causa do número bem menor de ingressos disponíveis.

O bom senso passou longe da diretoria atleticana.

Até a próxima.

 

O futebol mineiro mostra sua força

Quem disse que um raio não é capaz de cair duas vezes no mesmo lugar?

O Atlético mostrou que é possível sim. Goleou o Corinthians e depois o Flamengo pelo mesmo placar. Saindo atrás nos dois jogos.

A garra e o espírito de luta dos jogadores, empurrados por uma torcida fanática, que acreditou até o fim, fizeram a diferença.

Incrivel a força que o Galo tem quando joga em casa.

Se no primeiro tempo a equipe não soube sair da forte marcação rubro-negra, pelo menos teve o mérito de sair pro intervalo com um empate.

No segundo tempo o Flamengo recuou ainda mais e o Atlético aumentou a pressão. Foram várias as chances criadas.

O mais importante pros atleticanos, é que eles não se afobaram e souberam marcar os gols na hora certa.

Destaque para o Luan, que infernizou a defesa adversária, fez o gol decisivo e participou de outros dois. Uma noite inspiradíssima, que acabou recompensada com a classificação, mais uma vez heróica.

E merecida.

O Flamengo recuou demais, perdeu fôlego e acabou levando um gol no final.

Na outra semifinal, o Cruzeiro fez o mais difícil. No encharcado e pesado gramado da Vila Belmiro, o time perdia por três a um e estava sendo eliminado.

Nos minutos finais da partida, a equipe teve força não só para diminuir a diferença, como também empatar já nos acréscimos, quando o time da casa já estava todo lá na frente e tomou o gol decisivo num contra-ataque.

E agora teremos uma inédita final mineira, que promete ser eletrizante!

Uma decisão em que o fator casa não vai fazer diferença, pois os dois jogos serão no Mineirão.

Seria tão bom se nos dois jogos pudessemos ter o estádio dividido com as duas torcidas...

Aí a festa seria completa. Mas o medo da violência (totalmente justificável) vai fazer com que os dois jogos sejam de uma torcida só.

Essa final mineira mostra bem como o futebol do estado passa por um grande momento. As duas vagas não poderiam estar em melhores mãos.

São dois gigantes do futebol brasileiro, com o tempero de uma rivalidade regional antiga e saborosa.

BH vai parar neste final de ano! E não é pra menos.

Se o Atlético ganhar a Copa do Brasil e o Cruzeiro conquistar o brasileirão, as duas torcidas vão ficar satisfeitas.

Mas o cruzeirense que se preze, não vai querer perder uma final pro grande rival. Quer a tríplice coroa.

Quem vai sorrir por último?

 

 

Vai dar Santos e Flamengo na final

Vou colocar aqui os meus palpites para as semifinais de hoje da Copa do Brasil.

Se os amigos que acompanham o blog quiserem fazer o mesmo, fiquem à vontade. O espaço é de todos.

Sem ficar em cima do muro, acho muito difícil o Atlético reverter mais uma desvantagem de dois a zero.

O Flamengo de Vanderlei Luxemburgo é um time que corre muito, marca forte e sabe sair em velocidade para o contra-ataque.

A ausência do Leo Moura não será muito sentida. Até porque ele não é mais o mesmo já há algum tempo.

Gabriel e Everton estão com problemas musculares e são dúvidas. Se não jogarem, vão fazer falta.

No Atlético, a principal notícia da semana foi o afastamento do Jô, André e Emerson Conceição por mau comportamento.

Como os três são reservas, a montagem do esquema tático não muda. Mas o clima não é dos mais favoráveis.

Aposto em uma vitória magra do Atlético, com o Flamengo fazendo gol e chegando à decisão.

Na Vila Belmiro o Santos encara o Cruzeiro, que venceu o primeiro jogo por um a zero.

Concentrado somente na Copa do Brasil e botando todas as fichas nesse jogo para salvar o ano, estou acreditando mais no Santos.

Tá certo que o Cruzeiro é considerado, com toda a justiça, o melhor time do Brasil.

Mas já tem um tempo que a equipe não vem atuando de forma convincente.

Marcelo Moreno vive uma fase ruim. Já são sete jogos sem marcar.

Pelo outro lado, Gabigol e Robinho juntos, já marcaram nove gols na Copa do Brasil.

No alçapão da Vila, eles tem tudo pra levar o Peixe à final.

A expectativa é grande!

É esperar pra ver.

Página 1 de 5212345...Último