Neto Berola chama Bob Faria de “m…”, “ma… do c…” e o acusa de levar grana para elogiar. Jornalista prestaria um belo serviço ao fut se obrigasse boleiro a provar na Justiça o que diz

neto berola bob faria instagram Neto Berola chama Bob Faria de m..., ma... do c... e o acusa de levar grana para elogiar. Jornalista prestaria um belo serviço ao fut se obrigasse boleiro a provar na Justiça o que diz                                                                                       Reprodução / Instagram

O atacante Neto Berola, do Atlético-MG, chamou o jornalista Bob Faria, comentarista da Globo Minas e do SporTV, de “merda” e “ma... do c...”.

 

Além disso, afirmou que Faria “só sabe criticá-lo” porque não recebe dinheiro do jogador para fazer elogios.

 

Após a boa atuação na vitória do Galo sobre o América- MG por 4 a 1, neste domingo (23), pelo Campeonato Mineiro, Berola tascou em sua conta no Instagram:

- “Chupaaaaaaa Bob merda Faria! So sabe cornetar,so pq não pago pra falar bem de mim,agora vc vai ter motivos pra poder falar mal de mim seu Ma…… do c…! Aqui é Galo e pode torcer contra!”.

O jogador retirou a mensagem duas horas depois de publicá-la.

Embora sem citar o nome do comentarista, Berola havia deixado um recado na rede social no intervalo da partida:

- Estou ali para ajudar, não estou fazendo gols, mas consegui dar passe para o Jô e sofrer pênalti e ajudar. Algumas merdas que escutei no jogo de quarta-feira (a partida contra o Nacional- PAR, quando Faria criticou o técnico do Galo, Paulo Autuori, por colocar Berola no lugar do lesionado Fernandinho no primeiro tempo), sobre um comentarista que não vale falar o nome, ele sempre me critica. Mas estou fazendo o meu trabalho, a confiança que o Paulo (Autuori) e meus companheiros têm em mim, estou procurando ajudar.

Faria é, de fato, crítico rigoroso dos momentos de irregularidade de Berola e também do suposto hábito cai-cai do atacante.   

Até aí, questão de gosto e de direito à livre expressão.

Comentarista está aí para isso mesmo - e, de resto, não é possível agradar todo mundo o tempo todo com opinião. Faz parte do trabalho de quem é obrigado a opinar.

É claro que existe (e muito) jornalista pago para falar bem, mas até agora nada indica ser este o caso de Bob Faria.

Não o conheço pessoalmente, mas as referências que chegam sobre ele dão conta de um profissional sério, correto.

Seria, portanto, extremamente útil para a sociedade, o futebol, o jornalismo e, claro, o próprio jornalista acionar o atacante na Justiça para obrigá-lo a provar, diante do juiz, que ele, Bob Faria, recebe dinheiro, “bola” como a gente diz na gíria, para elogiar jogador.

Se o comentarista está seguro de sua postura – e mais uma vez tudo indica que sim – seria um grande serviço para ajudar a boleirada e a cartolagem a pensar duas vezes antes de tentar destruir reputações de pessoas sérias com falsidades ao som da primeira crítica negativa, em vez de contestá-la com argumentos.

Seria também uma boa chance de anular qualquer eventual poeira de desconfiança pública que possa surgir em relação ao seu comportamento profissional.

E, por último, uma oportunidade de encaixar um dinheiro de quem eventualmente fala o que não deve.

Neto Berola é empresariado por Orlando da Hora.

E, sempre que pode, o técnico Vanderlei Luxemburgo faz um esforço danado para tê-lo em seus grupos.

 Bom, acho que se pode parar por aqui.

Opine.

Registre o seu comentário.

 

4 Comentários

"Neto Berola chama Bob Faria de “m…”, “ma… do c…” e o acusa de levar grana para elogiar. Jornalista prestaria um belo serviço ao fut se obrigasse boleiro a provar na Justiça o que diz"

24 de March de 2014 às 11:07 - Postado por Eduardo Marini

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • Diego
    - 25 de março de 2014 - 21:24

    Caro Eduardo Marini, boa noite! O Neto Berola teve essa atitude que é condenável, porem, ainda pior, é a reação de outro jornalista mineiro chamando o jogador de "m..." e outros tantos adjetivos, num claro ataque de pelanca com a alegação de que ele tinha que defender um colega de profissão. Ridículo e incompreensível o que acontece aqui em Belo Horizonte. Lamentável...

    Responder
  • ricardo braga
    - 25 de março de 2014 - 11:22

    Concordo em parte. Mas olhando por outro lado, vocês acham que têm o direito de falar de forma pejorativa (para ser econômico...) do trabalho de um profissional, no caso um jogador, mas acham que este não pode ser pejorativo com vocês? é isso?

    Responder
1 2
Ir para a home do site
Todos os direitos reservados - 2009- Rádio e Televisão Record S/A
exceda.com