Patrícia não é reeleita vereadora. Andrade tem 42% de votos a mais. Sopa de vingança é bom, Tromba?

Sopa de Beterraba Patrícia não é reeleita vereadora. Andrade tem 42% de votos a mais. Sopa de vingança é bom, Tromba?

 

O técnico e ex-craque Andrade, o Tromba, quatro vezes campeão brasileiro pelo Flamengo como jogador e uma como técnico (seu outro título foi conquistado em campo pelo Vasco), deve ser o candidato a vereador não-eleito mais feliz do Brasil neste momento.

 

Técnico do hexacampeonato brasileiro do Flamengo, em 2009, Andrade foi demitido em abril do ano seguinte, pela presidente do clube, Patrícia Amorim, depois de uma campanha regular no vice-campeonato estadual e na Libertadores, quando o clube foi eliminado nas quartas-de-final, pelo Universidad de Chile, após ter tirado o Corinthians da competição nas oitavas de final.

 

Além de presidente do rubro-negro, Patrícia Amorim é também vereadora na cidade do Rio de Janeiro.

 

Na eleição de 2008, Patrícia foi eleita pelo PSDB, mas resolveu mudar de lado e se candidatar neste ano pela coligação PMDB/PSC.

 

Pois bem: Patrícia teve agora 11.687 votos, pouco mais da metade dos 21.140 que a elegeram em 2008 com os tucanos do PSDB.

 

E não foi reeleita. Não será mais vereadora a partir de 1º de janeiro de 2013.

 

Patrícia ficou de fora porque alguns milhares de eleitores que votavam nela pelo futebol do Flamengo rumaram para o lado do técnico e ex-craque Andrade.

 

Vejam a ironia do destino: Andrade foi candidato pelo mesmo PSDB abandonado por Patrícia e, embora também não tenha conseguido a vaga, somou 16.609 votos, grande parte deles "roubada" da presidente do Flamengo.

 

O Tromba teve exatos 4.922 votos, 0u 42,11%, a mais do que Patrícia.

 

Para se ter ideia, com mais 1766 votos, Patrícia conquistaria sua reeleição. Tomaria a última vaga da coligação PMDB/PSC do candidato Professor Uoston, que conseguiu entrar com o apoio de 13.452 eleitores.

 

Ou seja: Patrícia precisaria de apenas 10,63% dos votos conquistados por Andrade para garantir sua vaga,

 

A candidatura do técnico certamente tirou votos da presidente do clube.

 

Mas, diante da infeliz gestão liderada por Patrícia no clube - caótica, confusa, provinciana, com olhares voltados para interesses internos miseráveis diante de um "Boeing" com 40 milhões de súditos em todo o País e desprovida de resultados minimamente respeitáveis no futebol -, culpar apenas o desempenho de Andrade pelo fracasso da presidente nas urnas parece uma brincadeira, uma obra do mais inacreditável non sense político, social e pessoal.

 

Mas fui eu? Onde eu estava? Onde eu estou?

 

Mesmo porque  Patrícia perdeu 9.453 votos de uma eleição para outra, e isso sem considerar o crescimento vegetativo natural dos eleitores do Rio, como ocorreu em todo o Brasil.

 

 

O lago político da cartola perdeu praticamente a metade de seu volume.

 

E ela só precisaria ter tido capacidade de reter 18,68% desta "água" que foi embora e, aí, estaria reeleita.

 

Mas não teve.

 

E aí, amigo, assim, amigo, não há Mestre Andrade Tromba que justifique...

 

É resposta contra incompetência mesmo...

 

Opine.

 

Registre o seu comentário.

 

Melhor: era. Ou melhor ainda: será apenas até 31 de dezembro deste ano, véspera da posse dos prefeitos e vereadores eleitos no Rio de Janeiro e em todo o País no último domingo (7).

 

De qualquer forma, Andrade deve estar tomando sopa fria de beterraba por esses dias.

 

Tem o vermelhão do Mengão, é ótima fria nestes dias de calor forte na Cidade Maravilhosa e... serve muito bem para vingança.

 

Dar dica não ofende: Na tradicionalíssima Polonesa, na Hilário de Gouveia entre Barata Ribeiro e Tonelero, em Copa, Grande Tromba, servem a melhor sopa de beterraba do País.

 

Coma bem devargazinho, como o momento pede.

 

Prometo: você vai adorar.

 

Opine.

 

Registre o seu comentário.

 

Comente

"Patrícia não é reeleita vereadora. Andrade tem 42% de votos a mais. Sopa de vingança é bom, Tromba?"

9 de October de 2012 às 16:15 - Postado por Eduardo Marini

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.