- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Valdivia não quer mais jogar no rebaixado Palmeiras. Por isso não apareceu depois das férias e não deu nem satisfação. O problema é que nenhum clube o deseja contratá-loar. É caro demais. Só que tem contrato até 2015. Começou a guerra fria…

Postado por Cosme Rímoli em 4 de janeiro de 2013 às 13:33 em Sem categoria | 62 Comments

a13 Valdivia não quer mais jogar no rebaixado Palmeiras. Por isso não apareceu depois das férias e não deu nem satisfação. O problema é que nenhum clube o deseja contratá loar. É caro demais. Só que tem contrato até 2015. Começou a guerra fria… [1]

 

O CT do Palmeiras estava fechado ontem para a imprensa.

Vários jornalistas apareceram.

Mas foram impedidos de entrar.

O motivo foi um só.

Valdivia.

Não bastasse toda a humilhação da queda para a segunda divisão...

Mais uma afronta.

O chileno não apareceu e nem deu satisfações.

Ninguém sabe como o jogador está.

Se conseguiu se recuperar de sua contusão ou não.

A postura do meia é uma maneira nada sutil de forçar a sua saída do clube.

Ele não quer continuar no Palmeiras.

Só que não há no planeta um clube disposto a pagar R$ 15 milhões por ele.

E disposto a pagar cerca de R$ 500 mil mensais.

Já tem 29 anos.

Por isso, a decisão pela guerra fria.

Sem aparecer, a direção precisa tomar uma atitude.

Porém, Arnaldo Tirone não deseja se comprometer.

Assumir decisões importantes.

Faltam 17 dias para deixar o cargo de presidente.

Quer repassar o problema Valdivia para Paulo Nobre e Décio Perin, candidatos à sucessão.

Pessoas ligadas ao jogador garantem que ele deseja voltar ao Chile.

O argentino Jorge Sampaoli assumiu a seleção de seu país.

O treinador substitui Claudio Borghi.

Valdivia espera ser perdoado.

Estava banido por problemas disciplinares.

A acusação é que teria aparecido bêbado na concentração, de acordo com jornais chilenos.

Funcionários do Palmeiras tentaram desesperadamente contato com o jogador.

Desde ontem.

E não conseguiram falar com o meia.

Valdivia tinha pleno conhecimento que a reapresentação palmeirense era ontem.

Mas escolheu o caminho do rompimento.

O gerente César Sampaio, constrangido, disse que o clube irá multar o jogador.

Só que o meia não tem a menor preocupação com multas.

Ele quer é sair do Palmeiras.

O pior é que, sem dinheiro para contratações, Gilson Kleina se iludiu.

Queria transformar Valdivia no grande líder do time.

Na Paulista e, principalmente, na Libertadores.

Mesmo não confiando plenamente no jogador.

O chileno esteve afastado, não se envolveu na luta pela sobrevivência na Série A.

Mesmo contundido, se esperava que participasse de concentrações.

Tentasse animar o fraco time do final do ano passado.

Mas nada disso.

Ele fez questão de se manter distante.

Estava claro sua disposição de ir embora.

Ficou tão arrependido por ter voltado quanto a direção do clube.

Foi um devaneio caríssimo do ex-presidente Belluzzo.

Custou aos cofres palmeirenses mais de R$ 20 milhões.

Entre o dinheiro pago ao Al Ain dos Emirados Árabes.

Luvas e muita comissão aos intermediários.

Valdivia envergonha mais a diretoria do que Barcos.

O argentino que havia jurado que continuaria no clube na Série B.

Depois mudou de ideia.

E agora não sabe o que fará.

A guerra fria do meia chileno está dando resultado.

A direção do Palmeiras quer mandá-lo embora.

O problema é que ninguém quer pagar o que o clube pagou.

Nem perto disso.

Por isso Tirone disfarça.

E espera o tempo passar.

Vai jogar no colo de Nobre e Perin o problema.

Quem ganhar a eleição que decida o que fazer.

O contrato milionário vai até 2015.

Sem saída, ele pode forçar a situação.

Mas a dispensa, venda, empréstimo tem de sair do clube.

Faltar e não dar satisfações repercute.

Embaraça dirigentes.

Desilude torcedores.

Valdivia mais uma vez envergonha o Palmeiras...

(Constrangida, a direção do clube resolveu falar.

César Sampaio se explicou.

Ao site oficial do clube.

Onde respondeu as perguntas que quis.

Jurou que Valdivia estava vivo, para alívio geral.

E que iria ficar mais quatro dias treinando no Chile.

Sem o menor acompanhamento e sem ordem de ninguém.

E decretou que o chileno está multado.

Se será mesmo, ninguém tem certeza.

Afinal, Sampaio é o único dirigente do Brasil que trabalha sem vínculo algum.

Seu contrato acabou em dezembro.

Paulo Nobre e Décio Perin não querem mais seu trabalho.

Mas mesmo assim é ele quem tenta resolver mais esse vexame.

A verdade é que Valdivia deverá voltar na segunda.

E com uma proposta do Colo Colo, seu ex-time.

O clube deseja levá-lo por empréstimo.

Sampaio ou qualquer outra pessoa sem vínculo decidirá.

No Palmeiras de Tirone as coisas são assim....)


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/valdivia-nao-quer-mais-jogar-no-rebaixado-palmeiras-por-isso-nao-apareceu-das-ferias-e-nao-deu-nem-satisfacao-o-problema-e-que-nenhum-clube-o-deseja-contratar-e-caro-demais-so-que-tem-contrato-ate-04012013/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/01/a13.jpg

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.