Valdivia não quer mais jogar no rebaixado Palmeiras. Por isso não apareceu depois das férias e não deu nem satisfação. O problema é que nenhum clube o deseja contratá-loar. É caro demais. Só que tem contrato até 2015. Começou a guerra fria…

a13 Valdivia não quer mais jogar no rebaixado Palmeiras. Por isso não apareceu depois das férias e não deu nem satisfação. O problema é que nenhum clube o deseja contratá loar. É caro demais. Só que tem contrato até 2015. Começou a guerra fria…

 

O CT do Palmeiras estava fechado ontem para a imprensa.

Vários jornalistas apareceram.

Mas foram impedidos de entrar.

O motivo foi um só.

Valdivia.

Não bastasse toda a humilhação da queda para a segunda divisão...

Mais uma afronta.

O chileno não apareceu e nem deu satisfações.

Ninguém sabe como o jogador está.

Se conseguiu se recuperar de sua contusão ou não.

A postura do meia é uma maneira nada sutil de forçar a sua saída do clube.

Ele não quer continuar no Palmeiras.

Só que não há no planeta um clube disposto a pagar R$ 15 milhões por ele.

E disposto a pagar cerca de R$ 500 mil mensais.

Já tem 29 anos.

Por isso, a decisão pela guerra fria.

Sem aparecer, a direção precisa tomar uma atitude.

Porém, Arnaldo Tirone não deseja se comprometer.

Assumir decisões importantes.

Faltam 17 dias para deixar o cargo de presidente.

Quer repassar o problema Valdivia para Paulo Nobre e Décio Perin, candidatos à sucessão.

Pessoas ligadas ao jogador garantem que ele deseja voltar ao Chile.

O argentino Jorge Sampaoli assumiu a seleção de seu país.

O treinador substitui Claudio Borghi.

Valdivia espera ser perdoado.

Estava banido por problemas disciplinares.

A acusação é que teria aparecido bêbado na concentração, de acordo com jornais chilenos.

Funcionários do Palmeiras tentaram desesperadamente contato com o jogador.

Desde ontem.

E não conseguiram falar com o meia.

Valdivia tinha pleno conhecimento que a reapresentação palmeirense era ontem.

Mas escolheu o caminho do rompimento.

O gerente César Sampaio, constrangido, disse que o clube irá multar o jogador.

Só que o meia não tem a menor preocupação com multas.

Ele quer é sair do Palmeiras.

O pior é que, sem dinheiro para contratações, Gilson Kleina se iludiu.

Queria transformar Valdivia no grande líder do time.

Na Paulista e, principalmente, na Libertadores.

Mesmo não confiando plenamente no jogador.

O chileno esteve afastado, não se envolveu na luta pela sobrevivência na Série A.

Mesmo contundido, se esperava que participasse de concentrações.

Tentasse animar o fraco time do final do ano passado.

Mas nada disso.

Ele fez questão de se manter distante.

Estava claro sua disposição de ir embora.

Ficou tão arrependido por ter voltado quanto a direção do clube.

Foi um devaneio caríssimo do ex-presidente Belluzzo.

Custou aos cofres palmeirenses mais de R$ 20 milhões.

Entre o dinheiro pago ao Al Ain dos Emirados Árabes.

Luvas e muita comissão aos intermediários.

Valdivia envergonha mais a diretoria do que Barcos.

O argentino que havia jurado que continuaria no clube na Série B.

Depois mudou de ideia.

E agora não sabe o que fará.

A guerra fria do meia chileno está dando resultado.

A direção do Palmeiras quer mandá-lo embora.

O problema é que ninguém quer pagar o que o clube pagou.

Nem perto disso.

Por isso Tirone disfarça.

E espera o tempo passar.

Vai jogar no colo de Nobre e Perin o problema.

Quem ganhar a eleição que decida o que fazer.

O contrato milionário vai até 2015.

Sem saída, ele pode forçar a situação.

Mas a dispensa, venda, empréstimo tem de sair do clube.

Faltar e não dar satisfações repercute.

Embaraça dirigentes.

Desilude torcedores.

Valdivia mais uma vez envergonha o Palmeiras...

(Constrangida, a direção do clube resolveu falar.

César Sampaio se explicou.

Ao site oficial do clube.

Onde respondeu as perguntas que quis.

Jurou que Valdivia estava vivo, para alívio geral.

E que iria ficar mais quatro dias treinando no Chile.

Sem o menor acompanhamento e sem ordem de ninguém.

E decretou que o chileno está multado.

Se será mesmo, ninguém tem certeza.

Afinal, Sampaio é o único dirigente do Brasil que trabalha sem vínculo algum.

Seu contrato acabou em dezembro.

Paulo Nobre e Décio Perin não querem mais seu trabalho.

Mas mesmo assim é ele quem tenta resolver mais esse vexame.

A verdade é que Valdivia deverá voltar na segunda.

E com uma proposta do Colo Colo, seu ex-time.

O clube deseja levá-lo por empréstimo.

Sampaio ou qualquer outra pessoa sem vínculo decidirá.

No Palmeiras de Tirone as coisas são assim....)

62 Comentários

"Valdivia não quer mais jogar no rebaixado Palmeiras. Por isso não apareceu depois das férias e não deu nem satisfação. O problema é que nenhum clube o deseja contratá-loar. É caro demais. Só que tem contrato até 2015. Começou a guerra fria…"

4 de January de 2013 às 13:33 - Postado por Cosme Rímoli

* preenchimento obrigatório



Digite o texto da imagem ao lado: *

Política de moderação de comentários:
A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro pelo conteúdo do blog, inclusive quanto a comentários; portanto, o autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.
Comentários
  • lia
    - 4 de janeiro de 2013 - 13:45

    como esse Tirone é ... em Cosme..... o cara não sabe o que fazer desde que chegou ou melhor só fez caca , o Valdívia está acabado , quem vai querer um joqador desse ...só o Parmera mesmo, FICA TIRONE PRA SEMPRE,kkkkkkkk,

  • Maior Campeão Nacional
    - 4 de janeiro de 2013 - 13:47

    A unica saida para o Valdívia e para o Palmeiras é voltar caladinho, se comportar direitinho e tentar jogar um pouco de futebol neste primeiro semestre . Somente assim algum arabe louco possa se interessar pelo seu passe . O chinelinho tem que aprender que pra ganhar dinheiro tem que trabalhar, ou ele mesmo paga a multa e volta pro Colo Colo ( isto se seu clube de origem aceita-lo de volta ) .

  • o_comentarista
    - 4 de janeiro de 2013 - 13:49

    Esse Valdivia é um peso morto no time um ... nao vale o salario... Por mim ele receberia dois salarios minimos aux saude e um sacolao pelo futebol q apresenta...

  • Bia
    - 4 de janeiro de 2013 - 13:55

    Mas não é possível que não tenha uma lei trabalhista que proteja o Palmeiras desse tipo de atitude. Pode até não estar em contrato que o clube tem direito a rescindir o vínculo sem multa no caso de faltas sem justificativas, mas se um trabalhador comum é demitido por justa causa, o que impede um clube de futebol de usar a mesma prerrogativa? E falando em palhaçada, o César Sampaio está trabalhando sem contrato desde o começo do mês e ninguém toca no assunto de renovar ou contratar outro para o cargo. Tudo bem que não faria sentido assinar com alguém que a nova diretoria teria que demitir daqui a um mês pagando multa, mas não é mais que necessário antecipar essa eleição para presidente? Coisas assim só vão se acumular até lá, e em vinte dias dá pra fazer muita burrada. E outra coisa: o Gilson Kleina não tem que ficar, o Palmeiras tem que contratar outro técnico, na minha opinião. ELEIÇÕES JÁ! AGORA! Quando a nova diretoria se assentar já vai ter fechado a janela de transferências, a gente não vai mais poder se livrar desses malas como o Valdívia, nem contratar ninguém! Como é que marcam uma eleição para os últimos dias da janela de transferência? Nem pra consultar uma agendinha esses caras têm capacidade! O Palmeiras assim caminha a passos largos para a Série C, não tem escapatória.

  • Piemonte
    - 4 de janeiro de 2013 - 13:58

    Desculpe,Cosme,mas o Valdivia só envergonha a si mesmo,não ao Palmeiras.Afinal,ELE NÃO TEM MERCADO,e não é só pelo salário.É o futebolzinho dele mesmo que o envergonha e não lhe dá mercado...

  • Laercio Paixão
    - 4 de janeiro de 2013 - 14:02

    Um jogador desacreditado como esse deveria se orgulhar de esta jogando em um clube do tamanho do Palmeiras, alem de caro, para os padrões atuais do seu futebol, esta desacreditado por todos, na boa seria melhor o Palmeiras se livrar definitivamete desse jogador que tinha tudo para ser um idolo do Palmeiras, os tempos no palestra agora são outros, os dirigentes palmeirenses deveriam colocar um fim nessa interminavel parceria que já esta desgastada há tempos.

  • Thiago
    - 4 de janeiro de 2013 - 14:04

    O negócio é o Palmeira torcer para ele sumir. Se ele tem mais 24 meses de contrato ganhando 500 mil, o time economiza 12 milhões ao dispensá-lo. Agora é torcer para ele sumir e rescindir sem pagar um puto para ele.

  • André
    - 4 de janeiro de 2013 - 14:11

    Cosme, não que eu o esteja colocando no contexto, mas o que mais me chama a atenção, são como as matérias e notas que são feitas do Palmeiras, parecem que os jornalistas, colocam tanto ódio e falam tanto mal do Palmeiras, posso estar errado, mas que quase toda noticia relacionada ao Palmeiras tem um dose de ódio, rancor e desdém, ah isso tem. Abraços Cosme. Desculpe, André. É a diretoria do Palmeiras que não respeita o clube e dá brechas a matérias com esse teor. Grande abraço. Cosme Rímoli...

  • Felipe
    - 4 de janeiro de 2013 - 14:12

    Típico caso de jogador que se acha maior que o clube e que com um gordo contrato se acha acima do bem e do mal e o clube fica refém desses chupa-sangue. No SP o Cenni derruba técnicos,escala time e se aproveita da condição de ídolo para que suas vontades sejam cumpridas ,até que veio o Ney Franco e o peitou.No Vasco o felipe e o juninho trocavam farpas e contaminavam o ambiente por vaidades.No santos o neymar estava começando e estava indo pro mesmo caminho,- quem não se lembra da sua palhaçada com o Dorival ?,-Mas o Renê deu aquela boa declaração que estavam criando um monstro,mas a sorte do garoto é que seus pais o acompanham de perto.E o Adriano no fla ?,e o fred no flu antes do abel ?. E o felipe no Vasco que se aproveita da condição de ídolo e derruba técnicos,força cartão para não jogar fora,simula contusões,joga futevôlei em plena recuperação de lesão,reclama de banco e de substituições,expõe o clube publicamente.Lembrando que em 2011 ele já havia sido afastado do elenco por essas atitudes. Os jogadores querem que seus direitos sejam cumpridos e os direitos dos clubes ? O tratamento diferenciado deve ser o alto salário dos grandes jogadores,mas as obrigações devem ser as mesmas de todos .

  • Marcos Godinho
    - 4 de janeiro de 2013 - 14:12

    Cosme, mesmo sendo atleticano estou incomodado com algo. Toda vez que você se refere ao Palmeiras, antes sempre vem a palavra rebaixado. Ou seja, sempre na frase existe "O Rebaixado Palmeiras" como se ninguém soubesse que ele caiu para a segunda divisão. Sinceramente, não precisa taxar o time dessa forma, quando se fala Palmeiras o nosso pensamento já o relaciona automaticamente com a série B. Isso pra mim já virou pleonasmo.

1 2 3 4 5
6234