resolve1 Vagner Love será tão protegido e vigiado quanto Obama. Será que vale a pena?

O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo acaba de revelar que procurou o governador Serra e a Secretaria de Segurança Pública.

O dirigente disse que conseguiu a garantia que os torcedores do próprio Palmeiras não agredirão Love.

Disse que há situações que ele não pode revelar.

Deixou no ar que o jogador estará vigiado 24 horas.

E que as autoridades confirmaram a Belluzzo que aquele que ousar tentar bater no atleta terá uma punição exemplar.

Vagner Love se apresentou junto com os demais jogadores do Palmeiras.

Mas o seu procurador e o seu advogado estiveram no Centro de Treinamento para conversar com os dirigentes.

Eles insistem na liberação de Love.

Nas férias, o jogador disse que preferia sair, jogar no Flamengo.

O representante do CSKA detalhou que ele sofria ameaça de sequestro dos seus filhos por torcedores palmeirenses se não deixasse o clube.

Pelo que Belluzzo deixou no ar e que conselheiros palmeirenses confirmaram ao blog, Love estará todo monitorado.

Seus celulares, seus telefones fixos, dos seus parentes mais próximos.

E-mails pessoais. Messenger.

Tudo.

Como nos filmes de espionagem que cansam de passar na tevê.

É quase como se Love tivesse se transformado no presidente dos Estados Unidos ameaçado por terroristas.

A Secretaria de Segurança Pública terá acesso a quem tentar intimidá-lo.

Será com esse clima que o Palmeiras diz que tentará segurá-lo até o final do seu contrato, no meio do ano.

Pessoas poderosas no clube dizem que essa é uma tentativa do clube de mostrar força.

De que as torcidas organizadas mandam menos do que a diretoria.

Lembrando que sua volta ao clube foi um retumbante fracasso.

Caro, abalou o grupo por seu alto salário.

Foi egoísta em campo, sempre tentando se destacar para buscar uma vaga na seleção.

Prejudicou inúmeros ataques palmeirenses. Inúmeros.

E avisou que faria isso até em entrevistas.

Tudo o que conseguiu no Brasileiro de 2009 foram cinco gols em 12 jogos.

Cinco gols...

Para atingir esse índice chegou até a cobrar pênaltis que nunca foi sua especialidade.

Basta lembrar o que chutou longe do gol, contra o próprio Flamengo, seu clube de coração, em pleno Palestra Itália...

Vagner Love ficou frustrado com o aparente fracasso da negociação entre Palmeiras e o clube da Gávea.

Foi aconselhado a cumprir as suas obrigações e ir treinar normalmente.

Seus parentes continuam preocupados.

Os seus representantes garantem que irão continuar a tentar liberá-lo.

Reverter a situação e que ainda vestirá a camisa rubro negra.

O Palmeiras busca dois atacantes no mercado, o que é um indício.

Seria apenas uma demonstração de força com prazo de validade de Belluzzo?

O tempo vai dizer.

Mas que Vagner Love está constrangido e louco para deixar o Palestra Itália isso está evidente.

O quanto é bom manter um jogador à força?

E com medo de virar a esquina sozinho no elenco palmeirense?

http://r7.com/PTE8