Agencia Estado333 Torcida do Guarani já apedrejou seus jogadores. Promete fazer pior se o  time ganhar ou empatar com o Fluminense. Seguranças foram contratados pelo clube. Armados...
Foi escrito aqui que a torcida organizada do Guarani é uma das mais violentas de São Paulo.

E que se preparava para 'punir' time, técnico e diretoria que a envergonharam.

O aviso foi dado.

E não foi levado a sério.

Pois bem, ontem aconteceu.

No estacionamento do clube, em Campinas.

Cena de guerrilha.

Torcedores chutaram, riscaram, amassaram carros.

Jogaram pedras nos jogadores.

Estavam prontos para espancá-los, quando seguranças começaram a dar tiros para o alto.

Sim, tiros.

Como se todos estivessem no Velho Oeste.

Foi um caos.

A diretoria resolveu afastar Moreno do jogo de amanhã contra o Fluminense.

Foi ele que no começo da semana revelou ter recebido telefonema de um diretor do Corinthians oferecendo mala preta.

Ele disse diretor.

Depois foi aconselhado a se retratar e no meio da semana tentou dar uma desculpa, dizer que não sabia quem ligou para ele.

Vagner Mancini, que fez seu pior trabalho na carreira, disse o óbvio.

Que o comportamento selvagem da torcida o fará sair do Guarani em 2011.

Só que ele sabe que não ficaria.

A direção iria dispensá-lo e com motivos.

A campanha foi péssima.

Tanto que o clube foi rebaixado.

A torcida do Guarani exige a derrota amanhã.

Fez vários manifestos garantindo que não perdoará os jogadores se conseguirem um bom resultado.

O time está há 12 partidas sem vitórias.

Se vencesse alguns desses jogos, o Guarani não estaria na Segunda Divisão.

Como aceitar que o time se desdobre, se mate em campo por um punhado de reais corintianos?

Essa é a lógica da torcida.

Os jogadores têm a proposta da mala branca nas mãos.

Mas estão com medo.

Com muito medo dos torcedores bugrinos.

A diretoria também está sendo ameaçada pelos torcedores.

Os dirigentes têm recebido telefonemas com várias ameaças.

Cada uma pior do que a outra.

O tom é o mesmo.

Os torcedores prometem voltar a atacar se o time ganhar ou empatar no Rio.

A segurança do Guarani foi reforçada.

Com mais homens armados.

Esse é o clima do adversário do Fluminense, no jogo que decidirá o Brasileiro de 2010...

Veja mais:

+ Leia mais sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/mmQo