1reproducao7 Tite foi pragmático. E justo. Quer ganhar do Equador e da Colômbia. Chamou 90% de sua base. E dará chance para quem fez por merecer. Cássio e Luan. Jô terá de esperar. Mas, se tiver paciência, terá sua oportunidade...
Goleiros -- Alisson (Roma), Cássio (Corinthians), Ederson (Manchester City)

Laterais -- Daniel Alves (PSG), Fagner (Corinthians), Marcelo (Real Madrid), Filipe Luis (Atlético de Madri)

Zagueiros-- Rodrigo Caio (São Paulo), Miranda (Inter de Milão), Thiago Silva, (PSG), Marquinhos (PSG)

Meio-campo-- Fernandinho (Manchester City), Casemiro (Real Madrid), Luan (Grêmio), Giuliano (Zenit), Paulinho (Guangzhou Evergrande), Philippe Coutinho (Liverpool), Renato Augusto (Beijing Guoan), Willian (Chelsea)

Atacantes -- Neymar (PSG), Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Taison (Shakhtar Donetsk)

Tite é muito pragmático. Ele cumpriu a promessa de fazer testes contra o Equador e Colômbia. Mas não abriu mão de 90% de sua base. Apesar de o Brasil já estar classificado para a Copa do Mundo, o técnico quer vencer mais estes dois jogos. E, se houver chance, testará Cássio e Luan, as duas grandes novidades da convocação de hoje.

Se não, ficarão no banco.

E ponto final.

Lógico que, como acontece com todo treinador da Seleção, quando visita o seu estado, tem a tendência de convocar uma estrela local. E Tite não poderia ser mais feliz. O hábil, inteligente e talentoso Luan estava merecendo ser chamado há muito tempo. Ele é peça fundamental no excelente time que Renato Gaúcho e Espinosa montaram no Grêmio.

A timidez de Luan fora dos gramados, sua subserviência o atrapalharam. Evitaram que os holofotes iluminassem seu ótimo futebol. Por uma questão de justiça, foi a sua entrada na equipe olímpica, um dos grandes fatores para que a medalha de ouro fosse conquistada. E ele só entrou no time por pressão de Tite, na famosa visita que fez a Rogério Micale, em Salvador, no meio da competição.

2reproducao1 Tite foi pragmático. E justo. Quer ganhar do Equador e da Colômbia. Chamou 90% de sua base. E dará chance para quem fez por merecer. Cássio e Luan. Jô terá de esperar. Mas, se tiver paciência, terá sua oportunidade...

Luan está envolvido em uma negociação milionária com o Spartak da Rússia. Liverpool e Arsenal teriam chegado tarde. Ainda hoje, a transação tem tudo para ser concluída. Os russos ofereceram 20 milhões de euros, cerca de R$ 74 milhões. O Grêmio pediu 25 milhões de euros, R$ 92 milhões. Representantes dos clubes tiveram várias reuniões no início desta semana. E se acertaram. Possivelmente por um valor intermediário.

A transação dependeria apenas da vontade de Luan.

E ele declarará o que decidiu, ainda hoje. É possível que ele tenha acertado sua ida. Mas indo embora do Grêmio só em dezembro. Depois da Libertadores e de um eventual Mundial, caso o time vença a Libertadores. Repetir o que fez Gabriel Jesus.

Caso não se intimide na Seleção, Luan tem mais chance de seguir até a Copa do que Douglas Costa. O badalado jogador que foi para a Juventus não conseguiu sequer fazer um bom treino com Tite. O versátil gremista pode ficar com seu lugar.

A convocação de hoje repercutiu imediatamente no Corinthians. Trouxe a certeza de que Fagner será mesmo o lateral reserva de Daniel Alves na Rússia. Frustrou Jô, que tinha certeza que ganharia uma nova oportunidade, depois da reviravolta na vida. E na carreira. Abandonou o álcool e se tornou artilheiro do Brasileiro.

Mas Tite ainda quer dar uma chance para Roberto Firmino. O técnico brasileiro vai observá-lo com todo o cuidado. Pode ser uma das últimas convocações antes do Mundial. O técnico vê muito potencial no jogador, mas está cansando da instabilidade, insegurança atuando com a camisa amarela.

Diego Souza perdeu espaço pelo momento ruim que vive no Sport. Seu futebol decaiu muito enquanto esteve envolvido na frustrada tentativa de ir para o Palmeiras. Não voltou a ser o mesmo jogador em Pernambuco. Tem se mostrado irritadiço, tenso, muito menos produtivo em campo.

Mas havia um jogador em especial que ficou contente com a convocação para a Seleção. Ele se chama Cássio. O goleiro considera uma das maiores vitórias de sua carreira ser convocado por Tite. Em maio do ano passado, quando ainda treinava o Corinthians, Tite o tirou do time. Deixou na reserva de Walter. Estava irritado com o 'desleixo' que Cássio tocava sua carreira.

Motivado ou não pela morte de sua avó, pessoa que o criou, o goleiro estava cinco quilos acima do seu peso ideal. E não treinava com o mesmo afinco. Se mostrava acomodado no Corinthians. Enquanto isso, Walter se mostrava até a baixo do peso e treinando a mais. Estava muito melhor tecnicamente.

311 Tite foi pragmático. E justo. Quer ganhar do Equador e da Colômbia. Chamou 90% de sua base. E dará chance para quem fez por merecer. Cássio e Luan. Jô terá de esperar. Mas, se tiver paciência, terá sua oportunidade...

Cássio decidiu que daria uma reviravolta na carreira. Desde Carille assumiu o Corinthians, o técnico o procurou para uma conversa sincera. O ex-auxiliar de Tite disse que confiaria nele. Mas exigiria um trabalho sério e que seria muito cobrado. Para que voltasse a ser titular absoluto. E que percebesse: se voltasse ao melhor de sua forma, como em 2012, quando teve desempenho decisivo na Libertadores e Mundial, poderia chegar à Seleção. Brigar para disputar a Copa da Rússia. Por um simples motivo, o Brasil ainda não tem goleiro definido.

E foi o que aconteceu.

Cássio voltou a fazer um regime forte, que derrotou a tendência a engordar. Passou a treinar até mais do que era pedido. Os reflexos, a explosão muscular, a reposição de bola com os pés e os números na balança melhoraram demais. E passou a ser um dos grandes responsáveis pela histórica campanha corintiana neste Brasileiro.

Hoje ganhou como presente a primeira convocação para a Seleção.

47 Tite foi pragmático. E justo. Quer ganhar do Equador e da Colômbia. Chamou 90% de sua base. E dará chance para quem fez por merecer. Cássio e Luan. Jô terá de esperar. Mas, se tiver paciência, terá sua oportunidade...

Cássio deve muito a Fábio Carille. E ao treinador corintiano fez a promessa. Se tivesse uma chance na Seleção, não a desperdiçaria. Daria a alma para seguir no grupo que disputará a Copa do Mundo.

Tite foi justo.

Luan e Cássio mereceram ser chamados.

Jô precisa provar que sua recuperação é para valer.

Há tempo ainda para ser chamado nas Eliminatórias.

O Brasil enfrentará Bolívia e Chile.

O treinador fará novos testes.

Só dependerá da dedicação do atacante corintiano.

Tudo o que não pode fazer é perder a esperança.

Sua recuperação está sendo acompanhada com carinho na CBF.

Diego Souza precisa de uma reviravolta urgente.

E Firmino queima suas últimas cartadas...
 Tite foi pragmático. E justo. Quer ganhar do Equador e da Colômbia. Chamou 90% de sua base. E dará chance para quem fez por merecer. Cássio e Luan. Jô terá de esperar. Mas, se tiver paciência, terá sua oportunidade...

http://r7.com/hBjP