Posts com a tag: seleção

Desvendado o mistério. O motivo Real (Madrid) para Mano não convocar Marcelo. O melhor lateral esquerdo brasileiro. Pior que o técnico está certo…

divulgacao109 Desvendado o mistério. O motivo Real (Madrid) para Mano não convocar Marcelo. O melhor lateral esquerdo brasileiro. Pior que o técnico está certo...
Marcelo é o melhor lateral esquerdo que nasceu no Brasil.

Um dos principais jogadores do Real Madrid...

A cada convocação da seleção, os questionamentos sobre ele são os mesmos...

Mas como?

Por que Mano Menezes não o chamou?

O que tem contra ele?

Por que defende tanto André Santos?

Adriano?

Será que ele não enxerga?

Mano Menezes tem inúmeros defeitos...

Muitos....

Mas neste caso, em relação a Marcelo, ele tem razão.

A história é simples e serviria para revoltar qualquer treinador de time de várzea.

O jogador do Real Madrid foi convocado para o amistoso contra a Escócia.

A partida seria em Londres...

Mano Menezes estava disposto a tomar a posição de um jogador de sua plena confiança...

Tiraria do time André Santos, que lhe foi útil demais no Corinthians...

Daria a posição a quem de direito...

Marcelo, atualmente o melhor lateral esquerdo que nasceu no Brasil...

Nada mais justo...

Só que...

Marcelo sabia que o Real Madrid estava precisando dele...

O lateral alegou que estava com fortes dores nas costelas...

Exames profundos foram feitos pelos médicos da seleção e nada foi constatado...

Mas o diagnóstico é subjetivo...

Quem determina se ele continuaria ou não com o grupo era o próprio jogador...

Se suportaria ou não as dores...

Pediu para sair....

E foi cortado...

Foi esta a quarta vez que Marcelo acabou cortado da seleção...

A alegação foi sempre problemas médicos...

Até aí, triste coincidência...

O que revoltou Mano Menezes foi uma informação...

Um e-mail...

Pessoas de sua total confiança fizeram a revelação...

Logo após o corte do jogo contra a Escócia, Marcelo usou o computador...

E mandou um e-mail para a direção do Real Madrid...

Teria escrito que havia conseguido se livrar da seleção brasileira...

E estava pronto para jogar pelo time espanhol...

Com razão, o treinador se sentiu traído...

E desde então, decidiu não mais chamar Marcelo...

Gente ligada ao lateral tem mandado inúmeros recados a Mano...

A alegação é que ele estaria arrependido...

E desejando muito voltar à seleção brasileira...

Só que Mano é vingativo...

Não quer perdoar esse ato de desprezo...

Assim, convocou André Santos e Adriano para a Copa América...

Deixa à vontade, portanto, o melhor lateral brasileiro para atuar no Real Madrid...

Clube que acredita ser muito mais importante do que a seleção brasileira...

Desta vez Mano está certo...

Desta vez...

A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana…

ewan mcgregor saia blog A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana...

A Escócia fez sua parte.

Foi o adversário que o Brasil tanto precisava.

Depois das derrotas contra a Argentina e a França, um alívio para Mano Menezes: voltar a vencer.

Em Londres, os brasileiros fizeram o que quiseram.

Sem dinheiro, os clubes escoceses não têm como contratar grandes estrelas, como os ingleses.

Não há intercâmbio, não há evolução.

Jogam misturando força e bolas aéreas desde 1900.

Seus zagueiros e volantes marcadores pareciam ter suas cinturas cimentadas nas pernas.

Foram presas fáceis para os habilidosos Neymar e Lucas, meia do São Paulo, para quem Mano precisa encontrar um lugar no time titular.

Com todo o espaço, diante de uma seleção sem a menor representatividade, o Brasil fez o que quis.

O placar de 2 a 0 foi modesto, injusto.

A partida não merece ser analisada séria demais.

Vale destacar a participação de alguns jogadores.

A começar por Lúcio.

Mano Menezes acertou em resgatar o capitão da seleção.

O time estava sem alguém de personalidade para cobrar os companheiros e se impor diante do adversário.

A volta do "Cavalo", como é conhecido entre os jogadores, era uma necessidade.

Impossível imaginar o Brasil disputando torneios difíceis como a Copa América, na Argentina, sem ter alguém para dar peitadas.

Reclamar com o juiz.

Chutar a placa de publicidade, por que não?

Além disso, Lúcio passa por um excelente momento técnico.

Volta providencial.

Assim como a de Elano.

Mais eficiência no meio de campo.

Sem muita gente perceber, ele passou a não apenas se limitar em roubar a bola e fazer tabelas.

Elano desenvolveu uma visão de jogo importante na parte ofensiva.

Compõe muito bem o meio de campo por sua versatilidade.

Outro acerto em cheio.

Leandro Damião mostrou que pode ser o atacante cabeceador que o Brasil tanto precisa para mudar uma partida.

Sua inexperiência não influenciou.

Ele acertou três cabeçadas perigosíssimas.

Mostrou muito senso de colocação na área e ótima impulsão.

No mínimo Mano ganhou um atacante para a Olimpíada e com potencial para estar no grupo da seleção principal.

Neymar...

O talento e a vitalidade do jovem jogador obrigam qualquer treinador a escalá-lo como titular.

Pior para o elemento de confiança de Mano, Robinho.

O jovem jogador desequilibrou.

Fez do campo do Arsenal uma réplica da Vila Belmiro.

Driblou, tabelou, marcou gol, sofreu pênalti, cobrou sem ninguém contestar, marcou os gols da vitória brasileira.

Não se intimidou com a força de halterofilistas dos zagueiros e volantes escoceses.

Ele os tirou para dançar.

E pareciam vestir saia, tamanho o desconforto, a impotência diante de tanta habilidade.

Lucas entrou tarde na partida.

Mas teve tempo para duas arrancadas excepcionais.

E numa delas fazer Jonas passar vergonha por perder um gol inacreditável, depois do passe do são-paulino.

Mano tem de manter Lucas no grupo da seleção principal.

É obrigação.

Triste mesmo foi a casca de banana jogada em direção a Neymar.

Humilhados em campo, os escoceses se vingaram da forma mais nojenta possível.

Que a Fifa tome providência.

Que Ricardo Teixeira pare de fazer de conta que não enxerga.

Um brasileiro foi ofendido usando a camisa da seleção brasileira.

O mundo inteiro viu a casca de banana que o torcedor jogou, tentando compará-lo a um macaco.

Até quando?

Teixeira, o emprego do Mano já foi salvo.

Agora está na hora de assumir ser metade de dirigente que afirma ser.

Os brasileiros não precisam de mais essa vergonha.

O jogo foi quase perfeito...

Ótimo para tirar o estigma de derrotado do novo técnico.

A confiança no time verde e amarelo tinha de voltar, contra a insignificante Escócia.

Falta só saber o que fazer com essa casca de banana...

Veja mais:

+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Mano Menezes fez a melhor convocação para salvar o seu pescoço. Não quis perder tempo com Kaká, Robinho e Ronaldinho Gaúcho…

divulgacao0933 Mano Menezes fez a melhor convocação para salvar o seu pescoço. Não quis perder tempo com Kaká, Robinho e Ronaldinho Gaúcho...

A água bateu no peito.

Mano Menezes percebeu que seleção brasileira não combina com derrotas.

Perder para a Argentina e para a França influenciou sua convocação contra a fraca Escócia.

É para voltar de Londres com uma vitória de qualquer maneira.

E para isso, os retornos de Lúcio, Maicon e Elano serão fundamentais.

Não pelo futebol descomunal do trio.

Pela personalidade.

A seleção brasileira renovada estava precisando de alguém com voz firme.

Com comando para cobrar, animar o time.

Cortar as asas de Neymar...

Lúcio nasceu para isso.

Roger que o diga.

Mano Menezes conseguiu nesta convocação trazer vivência e talento.

A hora era mesmo de esquecer a seleção olímpica.

A Copa América começará dentro de três meses.

E será na Argentina.

Ele precisa ter uma equipe consistente, confiável, respeitável.

Por isso deixou de fora Robinho.

O seu capitão.

A desculpa é que ele precisa de um descanso porque está disputando o Italiano e a Liga dos Campeões.

Como se Lúcio, Daniel Alves, Maicon também não estivessem.

Foi conversa para Ricardo Teixeira dormir.

O jogador do Milan não passa por boa fase técnica.

E não acrescentou nada à seleção brasileira nas últimas convocações.

Pode escalar sem pensar o ataque que considera o ideal: Neymar e Alexandre Pato.

Sem dores na consciência, sem a obrigação de escalar Robinho no segundo tempo.

A ótima confirmação foi a chamada de Lucas.

Ele está merecendo uma chance na equipe principal.

Tomara que mostre a mesma personalidade do Peru, jogando pela sub-20.

E o mesmo futebol moderno, versátil, ágil.

Tem tudo para levar muito gás à seleção.

Estranha é a chamada de Jonas.

Enquanto ele esteve no Brasil, jogando pelo Grêmio, foi desprezado.

Bastou pisar no Valencia e veio a chamada.

É uma boa lembrança; ainda estamos em testes.

Mas ele mereceria ter sido chamado antes.

Vale a pena também enaltecer a volta de Nilmar.

Ele tem potencial para atuar como titular.

Seu grande problema sempre foi se impor, cobrar sua presença em campo.

Ser bonzinho demais.

Parece que isso está finalmente mudando.

As ausências de Kaká e Ronaldinho Gaúcho são completamente justificáveis.

Nenhum dos dois está mostrando potencial para merecer convocação.

Kaká, inclusive, sabe que dificilmente continuará no Real Madrid depois de junho.

Tamanha é a decepção de José Mourinho com ele.

E as partidas pelo Campeonato Carioca e pela Copa do Brasil não animaram nem Assis...

Quanto mais Mano Menezes.

Ronaldinho Gaúcho sabe que precisa jogar muito, mas muito melhor do que está demonstrando na Gávea...

Esta foi a convocação mais equilibrada, com mais jeito de seleção brasileira que Mano fez...

Com a água no peito, ele foi buscar o que faltava ao seu time: personalidade, liderança...

E encontrou em Lúcio, Maicon e Elano...

Contra a Escócia dá e sobra...

Que adversariozinho bem escolhido, não é?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O perigo de a Seleção Brasileira depender tanto do instável Júlio César…

divulgacao032 O perigo de a Seleção Brasileira depender tanto do instável Júlio César...

No vestiário do estádio Nelson Mandela Bay, Júlio César chegou com o rosto inchado.

Chorando muito.

Sua dor na consciência era maior do que a dos pilotos que lançaram as bombas atômicas em Hiroshima e Nagasaki.

A prepotência havia ido embora com a falha infantil no levantamento para a área de Sneijder.

Precipitado, se chocou com Felipe Mello.

A bola desviou no volante e foi para as redes.

A falha do goleiro mexeu com a confiança de todo o time.

Os jogadores não acreditavam que Júlio César pudesse dar o gol aos holandeses daquela maneira.

Logo o melhor goleiro do mundo...

Sentindo o descontrole dos brasileiros, os holandeses fariam o segundo, também com Sneijder.

E fim do sonho do hexa...

Eu estava lá em Port Elizabeth e não acreditei na cena.

Não parecia o mesmo jogador intimidador das coletivas.

Onde estava a confiança do goleiro que se achava o melhor do mundo?

Lembrei-me do que colegas cariocas haviam me dito.

Júlio César é um jogador com características especiais.

Ele é tão prepotente, tão cheio de si, que a cada falha entra em profundo processo de depressão.

Sempre foi assim, desde as categoria de base do Flamengo...

E, de novo, Júlio César passa pela mesma situação.

Seu mundo caiu depois da falha absurda que custou a derrota da Inter contra o Bayern de Munique.

O chute do holandês (sempre eles...) Robben era fácil de segurar para um goleiro do nível do brasileiro.

O cronômetro apontava 44 minutos do segundo tempo.

O empate na Itália já não era bom para Leonardo, que tenta fugir da sombra de José Mourinho.

Mas Júlio César inexplicavelmente tornou tudo pior.

Rebateu a bola para a frente.

Ela caiu nos pés de Mario Gomez: 1 a 0 Bayern...

A situação ficou dramática para a Inter.

Terá de derrotar o Bayern em Munique.

O goleiro brasileiro deu o direito do empate aos alemães...

A feição de Júlio César já denunciava o que viria pela frente.

Ele foi para o vestiário e pediu desculpas para todo o time.

Depressivo, foi para a sua casa andando.

Deixou o carro no estacionamento do estádio.

Ela fica perto do San Siro, mas o goleiro fez questão de encarar o frio, a tristeza, o fracasso, a vida...

Como me disseram jornalistas cariocas, ele leva dias, semanas para se recuperar de uma falha.

Isso é péssimo para o goleiro escolhido por Mano Menezes para ser o goleiro da Copa de 2014.

O Brasil não pode ficar dependendo de um atleta com comportamento tão extremo.

Ou age como se fosse o enviado dos Céus...

Ou como o culpado pelos pecados da humanidade...

Se alguém tem dúvida da importância de um psicólogo particular acompanhando um jogador de futebol...

Olhe bem para Júlio César...

Preste atenção nos altos e baixos de sua carreira...

Repare na sua fisionomia transtornada ao encostar na trave do San Siro, depois do gol que sofreu...

O Brasil precisa ter um goleiro reserva preparado para Júlio César...

Não é possível que dependa de um atleta tão instável...

E nem se preocupe em formar um reserva para 2014...

Veja mais:
+
Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

“Não quero férias de seis meses, nada. Já estou no mercado. Se algum clube me quiser, me procure.” Exclusiva com Carlinhos Neves. Preparador físico da Seleção. Dispensado pelo São Paulo…

divulgação00043 Não quero férias de seis meses, nada. Já estou no mercado. Se algum clube me quiser, me procure. Exclusiva com Carlinhos Neves. Preparador físico da Seleção. Dispensado pelo São Paulo...
O que está acontecendo com o São Paulo?

Está dissolvendo a melhor Comissão Técnica fixa do País.

Primeiro dispensou sem maiores explicações o fisiologista Turibio Leite.

E hoje houve o anúncio oficial que não renovaráo contrato do preparador físico Carlinhos Neves.

Ele é simplesmente o preparador da Seleção Brasileira.

Tem 20 campeonatos importantes na carreira.

Entre eles, cinco Brasileiros conquistados.

Dois pelo Palmeiras e três pelo São Paulo.

Em entrevista exclusiva, Carlinhos mostrou sua surpresa com a dispensa.

Mesmo provocado, se manteve leal aos dirigentes são-paulinos.

Mas deixou claro que deseja continuar trabalhando em algum clube brasileiro.

E já.

Não deseja férias de seis meses, não.

"Lamento deixar o São Paulo.

Mas estou no mercado.

Dá para trabalhar em um clube de ponta e na Seleção.

Não quero e não serei exclusivo da CBF."

Carlinhos, o que aconteceu?

Qual seu problema com a direção do São Paulo?

Nenhum. A diretoria tomou a decisão e eu respeito.

Não tenho nada a reclamar do São Paulo.

Consegui ótimos resultados trabalhando com toda a dedicação ao clube.

Foi esse trabalho que me levou para a Seleção Brasileira.

Se os dirigentes não querem mais, não há problema algum.

Sou um trabalhador e vou seguir a minha vida.

Estou no mercado.

Se algum clube quiser contar com os meus serviços basta me procurar.

Mas você não disse na coletiva que não deseja trabalhar por seis meses?

Fui mal interpretado.

Se tiver a oportunidade de conhecer novos métodos de trabalho eu aproveitarei.

Agora, se aparecer um clube e me oferecer um plano sério com infraestrutura, não vou dizer não.

A desculpa dos dirigentes para liberá-lo é que não dá para conciliar a Seleção Brasileira e o São Paulo...

Lógico que dá a Seleção Brasileira tem poucos jogos.

Eu sou uma pessoa muito responsável.

E organizada.

Sei que é possível manter o trabalho em altíssimo nível tanto na Seleção quanto em uma equipe.

Eu não fui nem consultado sobre essa possibilidade.

Mas eu sou um funcionário que tem muito respeito pelo São Paulo.

Se os dirigentes decidiram, tudo bem.

Eles querem o melhor para o clube.

E eu também.

Mas não vou esconder que dá para trabalhar e muito bem em um clube e na Seleção.

Eu me conheço.

Sei o quanto sou responsável.

Por que a direção do São Paulo está desmontando a melhor Comissão Técnica fixa do País?

Cosme, não sei.

Essa resposta não me pertence.

Repito que a direção do São Paulo é muito competente, conseguiu títulos por anos seguidos.

Sabe o que faz.

Sou muito grato mas sei também que fiz o meu melhor.

Realmente, o futebol do São Paulo pode e deve ser questionado nos últimos dois anos.

Mas o preparo físico, não.

O Carpegiani teve algum peso na decisão de sua saída?

De jeito nenhum!

Ele falou várias vezes (imitando o sotaque gaúcho). 'Carlos, conto contigo no próximo ano.

Não vai me abandonar.'

O Paulo ficou surpreso também com a decisão.

Mas, sinceramente, estou tranqüilo.

A decisão foi da diretoria.

Vou seguir a minha carreira em outro lugar.

Qual a explicação para a decadência do São Paulo nos últimos dois anos?

Não sei.

Todos trabalhamos muito para que viessem os resultados.

Infelizmente, o resultado não foi o que esperávamos.

Não há culpado.

O que não faltou no São Paulo foi trabalho de altíssimo nível.

Eu respeito muito esse clube.


A última pergunta, Carlinhos: vou repetir, é impossível o preparador físico da Seleção trabalhar com toda a dedicação a um clube ao mesmo tempo?

Cosme, você me conhece há anos.

Sabe o quanto sou profissional.

Não é só possível, como vou fazer isso.

Basta surgir um clube.

Estou no mercado, quero trabalhar.

Saio do São Paulo com a cabeça erguida, títulos conquistados e certo que posso fazer a mesma coisa a partir de janeiro em outra equipe.

Não tem nada dessa história de seis meses de férias, não.

Preciso trabalhar todos os dias como qualquer profissional...

Veja mais:
+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Mano Menezes, o diplomata. Muito além de Ronaldinho Gaúcho, Kaká… Pensa no seu próprio futuro…

4649119 Mano Menezes, o diplomata. Muito além de Ronaldinho Gaúcho, Kaká... Pensa no seu próprio futuro...

Para a opinião pública, Mano Menezes está na Europa com a missão de observar Ronaldinho Gaúcho.

A jornalistas italianos abriu a possibilidade de convocá-lo para o amistoso contra a Argentina, em novembro.

Mas o técnico da seleção está seguindo a cartilha de Luiz Felipe Scolari.

Mano sempre sonhou em ser treinador do Brasil.

E para conseguir ter uma passagem marcante na CBF, ele decidiu seguir vários caminhos que deram certo.

Um dos principais foi o mostrado por Luiz Felipe Scolari.

Felipão conseguiu lotar três passaportes antes da Copa de 2002.

Voou para todos os lados.

Parecia um comissário de bordo.

A fórmula foi simples e eficaz.

Felizes com a observação dos seus jogadores pelo treinador do Brasil, os dirigentes europeus abriam a guarda em jantares, almoços.

E justamente quando estava reunido com a cúpula dos grandes clubes, Felipão jogava seu charme e uma amizade produtiva.

Produtiva porque o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, não é um diplomata.

Tem interesses maiores do que ficar implorando a liberação de atletas no exterior.

Felipão deitou, rolou e teve os jogadores que quis, antecipadamente.

Mesmo fora de data Fifa.

Esse é o caminho de Mano Menezes.

Ele começa agora a construir as alianças que serão importantes até para a sua sobrevivência como técnico do Brasil.

Ela será facilitada com a liberação sem problemas de atletas-chave da seleção.

Não para amistosos sem sentido.

Mas para competições como a Copa América na Argentina.

Olimpíadas de Londres.

Copa das Confederações no Brasil.

Ou ainda os jogos preparativos para o Mundial...

E também, vamos combinar, não faz mal algum para o futuro.

Felipão saltou do Brasil para a seleção portuguesa e para o Chelsea.

Os contatos antes da Copa do Mundo de 2002 ajudaram muito seu progresso como técnico.

O esperto Mano Menezes está indo pelo mesmo caminho.

Há muito mais por trás da conversinha sobre Ronaldinho Gaúcho do que é possível enxergar...

Veja mais:

+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Sem TV, nem torcida: Brasil e Barcelona B. Enquanto isso, o mundo assiste Argentina e a campeã mundial Espanha…Não tem algo errado, não?

reuters89 Sem TV, nem torcida: Brasil e Barcelona B. Enquanto isso, o mundo assiste Argentina e a campeã mundial Espanha...Não tem algo errado, não?

No campo 7 do Barcelona, na Espanha, o jovem Brasil de Mano Menezes fará seu jogo treino.

Sem transmissão pela TV, a Globo não quis mudar sua programação por este jogo.

E ela tem exclusividade nas partidas do Brasil.

Já não mostrou a estréia de Mano no comando, contra os Estados Unidos.

Também não terá torcida.

O Brasil jogará na clandestinidade.

Enfrentará o Barcelona B.

Luis Henrique, treinador rival não está disposto nem a colocar todos os titulares.

O time teve uma partida dura no domingo (5) à noite, pela segunda divisão do Campeonato Espanhol.

O desgaste não seria necessário apenas por um jogo treino.

Diego Alves, Daniel Alves, David Luiz, Thiago Silva e André Santos; Lucas, Ramires, Philippe Coutinho e Carlos Eduardo; Robinho e Alexandre Pato.

Essa será a equipe brasileira, formada por atletas que só atuam no exterior.

Vale lembrar: o Brasil não está enfrentando um adversário de verdade por dinheiro.

A empresa Kentaro, que negocia as partidas do Brasil, não encontrou quem pagasse US$ 2 milhões por esse time.

Como há o envolvimento de muito dinheiro, os adversários exigem saber se as seleções levarão suas estrelas.

Não era o plano de Mano.

Então, não houve quem estivesse disposto a bancar o imberbe Brasil.

Enquanto isso...

No Monumental de Nuñez, a Argentina enfrenta hoje a Espanha, campeã do mundo.

Messi contra seus companheiro de Barcelona.

É para dar água na boca...

Mais de cem países acompanharão a partida ao vivo.

Inclusive, o Brasil.

O que dizer?

Como comparar o planejamento?

Só perguntando para quem manda no futebol brasileiro há 21 anos.

O senhor Ricardo Terra Teixeira...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Porque a seleção vai treinar? Ninguém aceitou pagar US$ 2 milhões para um time de novatos…

MoneyBaby Porque a seleção vai treinar? Ninguém aceitou pagar US$ 2 milhões para um time de novatos...

Convocar a seleção brasileira para passar uma semana na Espanha apenas treinando.

As várias explicações dadas por muita gente fugiram do principal.

US$ 2 milhões por uma seleção brasileira de jovens, sem nenhuma grande estrela internacional é muito caro.

Por isso a Kentaro, não fechou nenhum amistoso para essa segunda seleção convocada por Mano.

O Brasil só voltará a receber sua conta quando enfrentar a Alemanha, a França e a Argentina.

Por quê?

Porque já há a certeza de Mano Menezes levará atletas consagrados para esses jogos.

E fazer país médio bancar US$ 2 milhões livres só quando as promessas do novo treinador virarem realidade.

Por menos, Ricardo Teixeira não aceita.

Diz que deprecia o produto.

Assim, só resta desejar bom treino para Hulk, Philipe Coutinho, Douglas Costa & Cia. Limitada...

Veja mais:

+ Acompanhe os Jogos da Juventude em Cingapura
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Exclusivo. Ambev estuda fazer propaganda com Mano Menezes…

divulgação251 300x225 Exclusivo. Ambev estuda fazer propaganda com Mano Menezes...

A publicidade não pode parar.

Depois da fracassada campanha do Brasil na Copa, não tinha cabimento a Ambev tinha de mudar.

Não tinha cabimento mostrar Dunga e sua seleção de guerreiros anunciando cerveja.

A propaganda de Ronaldo e o guaraná 0 calorias não está dando muito certo.

Por motivos óbvios.

Então, a maior cervejaria do País já está de olho em três personagens da nova Seleção Brasileira.

Os dois primeiros são óbvios: Neyma e Ganso.

Eles são apontados como novos talentos que devem revolucionar o futebol do País.

Afinal, já são oito anos sem Copa do Mundo.

E o outro 'ator' cobiçado é ninguém menos do que Mano Menezes.

Sua conduta firme, seu baixo índice de rejeição, tudo colabora.

A vitória impressionante contra os Estados Unidos foi o ponto decisivo.

A vontade dos publicitários é viabilizar uma campanha ainda este ano.

Para o verão,

Há rumores que Mano não estaria interessado em fazer anúncio de cerveja.

De guaraná, tudo bem.

Para refrescar a memória do leitor, algumas propagandas interessantes.

Viu como ele leva jeito?

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Leia os principais destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

Por que a CBF resolveu mostrar tanto carinho com Alex Escobar da TV Globo?

divulgação288 Por que a CBF resolveu mostrar tanto carinho com Alex Escobar da TV Globo?

A mídia internacional ficou encantada com o futebol do Brasil, ontem nos Estados Unidos.

São elogios de todos os lados.

Mano Menezes resgatou o futebol ofensivo.

O Brasil voltou a ter coragem.

Apostou de novo no talento...

E por aí vão as manchetes.

Mas além do realmente ótimo futebol mostrado no amistoso de ontem, leitores não param de questionar.

Por que a CBF mandou os jogadores darem uma camisa da seleção a Alex Escobar?

Com o nome dele nas costas....

Alex foi o jornalista xingado por Dunga durante a Copa da África do Sul.

As interpretações são de cada um.

Ricardo Teixeira não quis falar sobre o tema.

Na sua visão: porque a CBF deu a camisa a Escobar?

E fez questão de divulgar?

Foi uma prova de amizade à Globo?

Mostrou que Mano será diferente de Dunga?

Qual a sua visão sobre o público gesto de carinho?

Por que não teve coragem de dar na Copa da África depois dos palavrões de Dunga?

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja as principais notícias do dia

+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 712345...Último