Posts com a tag: Robinho

Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho…

1reproducao3 Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho...
Leandro Damião ganha R$ 450 mil mensais. Mais singelos R$ 50 mil de 'auxílio moradia'. Robinho já deixou tudo apalavrado. Por uma questão de 'carinho', ele aceitará ganhar apenas R$ 600 mil fixos a cada 30 dias. Serão R$ 1,1 milhão por apenas dois jogadores.

No último balanço, no final de 2013, o clube presidido por Odílio Rodrigues devia R$ 296 milhões. A oposição garante que as dívidas já passaram dos R$ 400 milhões.

Mesmo assim Odílio oferece a Robinho mais do que o Cruzeiro e o Flamengo estavam dispostos a pagar. Com bônus, seu salário poderá atingir mais de R$ 900 mil. Será a terceira vez que o jogador retorna à Vila Belmiro.

Robinho é visto como um trunfo eleitoral da situação. A diretoria de Odílio Rodrigues passou por um vexame bizarro. A oposição conseguiu barrar os votos pela Internet. Será obrigatória a presença dos eleitores no dia 6 de dezembro. O que é um alento. Opositores ridicularizaram a inscrição de sócios. Divulgaram carteiras verdadeiras de inscrição no Santos do gângster Al Capone, Don Corleone, personagem do filme Poderoso Chefão, o ditador chileno Augusto Pinochet, o presidiário Alexandre Nardoni, acusado de matar o próprio filho. O caso foi registrado na Polícia Civil.

O clima está pesado para a situação. A mal explicada venda de Neymar para o Barcelona é um fardo para Odílio Rodrigues. A aproximação com Renato Duprat e sua Doyen Sports se tornou outro ponto fraco. A perda do Paulista para o Ituano e a decepcionante campanha no Brasileiro se juntam. Odílio precisava de um elemento novo. Por isso Robinho.

2reproducao11 Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho...

O jogador atuará pela terceira vez no Santos. Da primeira vez saiu brigado. Bateu no peito avisando que iria para o Real Madrid virar o melhor do mundo. A declaração de 2002 conseguiu irritar o elenco do clube espanhol. Robinho fez de tudo, mas foi rejeitado. Seu pecado: pensar primeiro nele e só depois nos seus companheiros.

O trauma nunca foi superado. Robinho perdeu a velocidade, a agilidade em Madrid. O motivo: se submeteu à tratamentos de fortalecimento que desenvolveram seus músculos mas atrofiaram sua habilidade.

Ele virou uma mera promessa que ficou muito, mas muito longe do que se esperava. Nem mesmo seus familiares o elegeriam como melhor do mundo nos últimos 12 anos. Pelo contrário. Sua decadência foi impressionante. Se a Fifa criasse o troféu de atleta mais decepcionante, colecionaria alguns troféus.

Dirigentes de Real Madrid, Manchester City e Milan votariam em peso no brasileiro. Fizeram muito carnaval por nada. Houve muita alegria nestas equipes em relação a Robinho. Quando o contrataram e, muito mais, quando o negociaram.

3reproducao1 Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho...

O Santos sempre surgiu como uma espécie de abrigo. E que sempre deu guarida nas horas difíceis. Em janeiro de 2010, a Copa da África estava escapando. Reserva dos reservas no Manchester City. Chegou e teve a sorte de atuar ao lado dos jovens Neymar e Paulo Henrique Ganso. Na época, eles os trataram como ídolo. Dentro e fora do campo. Esqueceu um pouco a frustração, sua constante companheira na Europa.

Mas teve de voltar depois do fracasso do time de Dunga. E sem o menor clima em Manchester foi despachado para o Milan. Nunca foi titular absoluto, grande destaque do time de Berlusconi. Muito pelo contrário. Sua inconstância valeram críticas constantes dos jornalistas italianos. Nem a camisa 7 conseguiu. Era de Alexandre Pato.

A cada abertura de janela era um dos atletas que mais o Milan tentou negociar. O clube havia pago R$ 40 milhões por ele, menos da metade dos R$ 96 milhões que o Manchester City pagaram ao Real Madrid. Quando falou que partia para o Velho Continente para ser o melhor do mundo rendeu R$ 60 milhões ao Santos. A sua desvalorização é impressionante.

1efe Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho...

Seu contrato com o Milan vai até 2016. Mas os italianos se cansaram de vez dele. E resolveram vendê-lo. Kaká tentou ajudar e convencer a direção do Orlando City a contratá-lo para atuar ao seu lado. Mas não houve interesse. Os norte-americanos são muito ligados às estatísticas no esporte. Nas últimas partidas de Robinho pelo Milan ele marcou apenas 17 vezes. Pouco demais para um atacante que pedia mais de R$ 1 milhão para jogar por lá.

Robinho foi deixado de lado da pré-temporada do Milan nos Estados Unidos. Ficou na Itália exatamente para ser vendido. Só que pesou muito contra o atacante o fato de ter sido esquecido por Luiz Felipe Scolari e não disputado a Copa do Mundo no Brasil. O fato, acrescido de sua idade , em janeiro completará 31 anos, foi fatal.

Tudo ficou muito mais fácil para o Santos. Conselheiros garantem que ele terá privilégios extras, além do salário. Camarote, camisas, bolas, ingressos, pequenos agrados. Para que se sinta em casa. Desfrute o empréstimo.

O Santos terá seu filho pródigo por pelo menos até janeiro de 2015. Na nova abertura da janela, o Milan tentará novamente vender o jogador. A direção italiana espera que ele aproveite o baixo nível do futebol brasileiro para marcar muitos gols, fazer grandes jogadas. E aí repassá-lo para mercados da periferia do esporte como Estados Unidos, Oriente Médio, China. Se não conseguir, Robinho ficará na Vila Belmiro até julho de 2015. Ou para sempre.

Triste fim para aquele que deveria ter sido o melhor jogador do mundo. E acabou como o mais decepcionante dos que deixaram o Brasil. E só faz a festa no poluído litoral paulista...
1reuters Ele foi para a Europa para ser o melhor do mundo. Conseguiu o título do brasileiro mais decepcionante da história. De volta ao Santos, seu refúgio: Robinho...

Fred…Aproveite…Mano colocou Robinho e Neymar um de cada lado. Jogo para você se consagrar. E fazer o técnico do Brasil ser aplaudido…

divulgacao13 Fred...Aproveite...Mano colocou Robinho e Neymar um de cada lado. Jogo para você se consagrar. E fazer o técnico do Brasil ser aplaudido...
Goiânia...

A chance da carreira de Fred.

Mano Menezes montou um time para consagrar o artilheiro do Fluminense.

Três atacantes daqui a pouco no Serra Dourada...

Dois deles abertos, escancarados pelas pontas...

Robinho e Neymar...

No meio, dentro da área, Fred...

Em um amistoso que os holandeses...

Eles já demonstraram a seriedade com que encaram a partida...

Sem oito jogadores importantes, entre eles Sneidjer...

E se preparando para o jogo no Rio de Janeiro.

Por que se preparar nas praias cariocas se o jogo seria aqui em Goiás?

Pelo simples motivo que eles estão em final de temporada, cansados...

E na maior cara de pau do mundo pediram para se preparar no Rio....

Não queriam vir ao Brasil e não ir às praias cariocas...

Por trás de tanto carinho tático para Fred...

Há a intenção maquiavélica de Mano Menezes...

Ele quer ganhar a torcida brasileira...

A Seleção não atua no País há 20 meses...

Contratada da Ketaro, empresa israelense, o Brasil adotou Londres como seu lar...

Mais precisamente o campo do Arsenal...

Mano é frio e calculista...

Sabe que o brasileiro ficou com um grande pé atrás em relação a ele...

As derrotas diante da França e Argentina não foram bem assimiladas...

Muito pelo contrário...

Ele soube que a Holanda vinha com uma equipe muito desfalcada...

E sem o menor compromisso com a partida...

A não ser dar experiência para jovens jogadores...

Melhor oportunidade do que essa não existe...

Já dá até para visualizar algumas manchetes de amanhã...

Todas indo na linha: Mano vinga Dunga e eliminação na Copa da África...

O enredo já está feito e carimbado...

Por isso ele não liberou Neymar e Elano do jogo de hoje...

Não se preocupou com o Santos na final da Libertadores...

E sim com o seu futuro na Seleção...

Em ganhar as palmas da eufórica torcida goiana, que aplaude até 'bom dia'...

Aproveitar a repercussão internacional de uma boa vitória, quem sabe por goleada?

Justo contra os vices do mundo?

Melhor do que a posição do técnico, só a de Fred...

Hoje é uma partida para ele marcar três gols...

Ir para a Copa América...

E ocupar a vaga de um artilheiro de verdade que está faltando na Seleção...

Neymar e Robinho, um de cada lado...

E adversários desmotivados, cansados....

Nem nos seus melhores sonhos, Fred...

Aproveite...

E deixe a vida de Mano Menezes muito mais fácil...

Foi para isso que esse jogo foi marcado...

Desfrute como puder, Fred...

Porque na Copa América, os três volantes....

Paixão de Mano Menezes voltarão firmes e fortes...

Hoje é um sonho de uma tarde de sufocante calor goiano...

Nada além disso...

Chegou a hora dos empresários sofrerem. Ronaldo vai acabar com a festa de muita gente que enriqueceu fácil neste Brasil…

divulgacao271 Chegou a hora dos empresários sofrerem. Ronaldo vai acabar com a festa de muita gente que enriqueceu fácil neste Brasil...
A Lei Pelé tomou os jogadores dos clubes.

E os entregou de bandeja para os empresários.

Por anos e anos, os dirigentes reclamam, fazem lobby em Brasília.

Querem a mudança na lei de qualquer maneira.

Os sindicatos de jogadores garantem que eles continuam escravos.

Mas está acontecendo o improvável, o impensável...

Um ex-jogador está fazendo a festa em um território que era todo dos empresários...

Juan Figer, Wagner Ribeiro, Pini Zahavi, Kia Joorabchian, Delcir Sonda...

Todos eles estão sentindo como é duro concorrer com Ronaldo...

O milionário ex-jogador tem aos seus pés os melhores jogadores do País...

E está se divertindo...

Quem não quer jantar com o Fenômeno?

Quem não quer entregar sua carreira para o jogador mais midiático do planeta?

Ele tem mais contatos em clubes e patrocinadores do que os 414 gols que marcou...

Neymar, Ganso, Lucas, Dentinho, Seedorf, Adriano, Kaká, Pato, Robinho...

Todos estão pensando em Ronaldo antes de dormir...

Avaliam como trabalhar com o Fenômeno...

Ronaldo tenta conciliar os inúmeros pedidos de jogadores menos importantes...

Os empresários estão apavorados...

Principalmente aqueles que já fizeram seus atletas comprarem brigas homéricas...

E rasgarem contratos juramentados...

Eles sabem que a 9ine tem à sua disposição o escritório de advogados na Espanha que sempre serviu Ronaldo...

Se qualquer atleta de ponta do futebol mundial resolver de uma hora para outra se bandear para o ex-jogador, não tem jeito...

As queixas dos empresários poderosos já chegaram até os ouvidos do Fenômeno...

Ele disfarçou no twitter...

Disse não fazer o que está fazendo...

Muitos agentes credenciados junto à Fifa acreditam que é briga perdida se recorrem à entidade...

Ronaldo tem um livre trânsito nos corredores suíços...

Que ficaram ainda mais abertos com a reaproximação com Ricardo Teixeira...

E a participação na Copa do Mundo de 2014...

Além do futebol, Ronaldo promete se esbaldar no UFC, já tem Anderson Silva...

Na Fórmula 1...

E até entre os atletas olímpicos que embarcarão para Londres...

Mas seu foco maior será mesmo o futebol...

Sim, é irônico...

Mas os empresários que enriqueceram às custas de jogadores brasileiros estão apavorados...

Sentiram o golpe...

Sem ter o que fazer, torcem para que Ronaldo escolha logo o seu time...

E deixem os demais soltos...

Rezam para que ele não seja como Wagner Ribeiro, que só gosta de trabalhar com mais de cem atletas...

Se Ronaldo decidir fazer algo parecido...

Empresários de ponta no Brasil serão mais uma espécie em extinção na nossa gloriosa fauna...

E podem até adotar uma certa música na hora da despedida ao dinheiro fácil...

Quando eles estiverem indo para a 9ine...

A mistura do sotaque de Kia, Figer, Zahavi e Wagner Ribeiro ficará impagável...

Vão se lembrar da época em que era só oferecer um sobrado e um carro popular à família...

E tinham a alma do jogador para sempre...

Isso acabou para os atletas AAA...

Agora eles têm outra opção para quem entregar a alma...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Robinho briga com a Nike e fica fora da Seleção Brasileira. Enorme coincidência…

divulgacao772 Robinho briga com a Nike e fica fora da Seleção Brasileira. Enorme coincidência...

Robinho e Nike brigam na Justiça.

A principal patrocinadora da Seleção Brasileira continua sendo a empresa norte-americana.

O motivo do desentendimento é a renovação de contrato, que terminou em dezembro de 2010.

Matéria na Folha mostra que há dois textos.

Um em português e outro em inglês.

Robinho teria de se reunir com a direção da Nike para acertar a renovação.

Isso no documento em português.

Já a renovação seria automática em inglês.

De acordo com a apuração da Folha...

A justiça decretou que a Nike tem razão.

E contrato tem de ser cumprido, renovado automaticamente.

Se o jogador não usar material esportivo da empresa terá de pagar 300 mil euros por dia, como multa.

Cerca de R$ 690 mil a cada 24 horas.

Mas os advogados do atacante estão recorrendo...

As partes estão mais furiosas.

Robinho está revoltado.

A briga se tornou pública.

E o capitão da Seleção de Mano Menezes não foi chamado para enfrentar a Escócia...

Sim, porque ele vinha sendo convocado por Mano normalmente.

Mesmo quando essa briga se tornou pública.

Agora, tudo mudou...

As perguntas são simples.

Você acha que esta briga teve alguma coisa a ver com a não convocação de Robinho?

Por isso que, de capitão do time, passou a excluído contra a Escócia?

Você acredita que a Nike tem poder sobre a Seleção Brasileira?

Lembra de algum exemplo concreto?

Alguém desconfia que a empresa interferiu, por exemplo, na final da Copa de 1998?

Ou é tudo imaginação, teoria da conspiração?

(A Nike, por via da sua assessoria de imprensa, pediu alguns adendos ao post.

Aqui estão...

1 – O contrato não é de responsabilidade exclusiva da Nike, mas sim das duas partes envolvidas.

2 – Não existem dois contratos, mas apenas um, original, em inglês. Existe também uma versão juramentada em português. E, em ambos os contratos, está a observação que, em caso de dúvidas ou problemas relacionados à tradução, vale a versão em inglês.

3 – O estafe de Robinho entrou na Justiça no Brasil. E perdeu. Recorreu, então, na Holanda. E perdeu novamente.

Esta é a versão da Nike.

Os advogados de Robinho garantem que vão continuar com o processo.

Porque ainda existe recurso.

A tese é simples: que na versão do contrato em português, o texto está diferente do inglês.

E a renovação não poderia ser automática...

A briga vai continuar...)

( Tanto vai continuar que a assessoria do escritório da advogada de Robinho, Marisa Alija, procurou o blog.

Para dar a sua versão sobre as ponderações da Nike.

1) A Nike adota um contrato padrão para todos os atletas.

Ele tem praticamente os mesmos termos para todos os jogadores, mudando eventualmente os valores e prazos.

Inclusive a redação dos contratos em inglês e português é de responsabilidade da companhia.

2) Todos os contratos de Robinho desde 2002 e de todos os outros jogadores possuem as versões em português e em inglês.

E as versões em português dos contratos de Robinho e dos outros atletas não são juramentados.

Podemos garantir isso.

3) Considerando que o contrado de Robinho com a Nike terminava no do dia primeiro de dezembro de 2010 e que a empresa já havia ameaçado entrar na justiça para obrigar a renovação automática por mais quatro anos, decidimos pedir uma liminar na Justiça do Brasil para que o jogador se desobrigasse de utilizar o material da empresa. E que a imagem do atleta não fosse mais utilizada pela Nike.
O juiz no Brasil antes de decidir pediu para ouvir a Nike.
Ciente do assunto, a Nike entrou na Justiça holandesa pedindo a aprovação do acordo baseado no contrato em inglês.
Nesse momento, como a Nike já utilizava, em nossa visão, erroneamente a imagem de Robinho, já que o contrato estava expirado, resolvemos retirar o pedido de liminar antes que houvesse uma decisão no Brasil. Isso caracteriza algo bem diferente do que perder a ação. Até porque esse pedido não seria mais útil naquele momento. Adotamos a estratégia de nos defender primeiro na Holanda e posteriormente prepararemos uma ação completa na Justiça brasileira, invocando aí sim uma discussão sobre a legalidade dos termos do contrato. Vale lembrar que a Justiça holandesa concedeu apenas uma liminar para a Nike obrigando Robinho a utilizar o material da companhia e ele está cumprindo a decisão até que o assunto volte a ser analisado juridicamente.)

Está claro que a briga mal começou...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Mano Menezes fez a melhor convocação para salvar o seu pescoço. Não quis perder tempo com Kaká, Robinho e Ronaldinho Gaúcho…

divulgacao0933 Mano Menezes fez a melhor convocação para salvar o seu pescoço. Não quis perder tempo com Kaká, Robinho e Ronaldinho Gaúcho...

A água bateu no peito.

Mano Menezes percebeu que seleção brasileira não combina com derrotas.

Perder para a Argentina e para a França influenciou sua convocação contra a fraca Escócia.

É para voltar de Londres com uma vitória de qualquer maneira.

E para isso, os retornos de Lúcio, Maicon e Elano serão fundamentais.

Não pelo futebol descomunal do trio.

Pela personalidade.

A seleção brasileira renovada estava precisando de alguém com voz firme.

Com comando para cobrar, animar o time.

Cortar as asas de Neymar...

Lúcio nasceu para isso.

Roger que o diga.

Mano Menezes conseguiu nesta convocação trazer vivência e talento.

A hora era mesmo de esquecer a seleção olímpica.

A Copa América começará dentro de três meses.

E será na Argentina.

Ele precisa ter uma equipe consistente, confiável, respeitável.

Por isso deixou de fora Robinho.

O seu capitão.

A desculpa é que ele precisa de um descanso porque está disputando o Italiano e a Liga dos Campeões.

Como se Lúcio, Daniel Alves, Maicon também não estivessem.

Foi conversa para Ricardo Teixeira dormir.

O jogador do Milan não passa por boa fase técnica.

E não acrescentou nada à seleção brasileira nas últimas convocações.

Pode escalar sem pensar o ataque que considera o ideal: Neymar e Alexandre Pato.

Sem dores na consciência, sem a obrigação de escalar Robinho no segundo tempo.

A ótima confirmação foi a chamada de Lucas.

Ele está merecendo uma chance na equipe principal.

Tomara que mostre a mesma personalidade do Peru, jogando pela sub-20.

E o mesmo futebol moderno, versátil, ágil.

Tem tudo para levar muito gás à seleção.

Estranha é a chamada de Jonas.

Enquanto ele esteve no Brasil, jogando pelo Grêmio, foi desprezado.

Bastou pisar no Valencia e veio a chamada.

É uma boa lembrança; ainda estamos em testes.

Mas ele mereceria ter sido chamado antes.

Vale a pena também enaltecer a volta de Nilmar.

Ele tem potencial para atuar como titular.

Seu grande problema sempre foi se impor, cobrar sua presença em campo.

Ser bonzinho demais.

Parece que isso está finalmente mudando.

As ausências de Kaká e Ronaldinho Gaúcho são completamente justificáveis.

Nenhum dos dois está mostrando potencial para merecer convocação.

Kaká, inclusive, sabe que dificilmente continuará no Real Madrid depois de junho.

Tamanha é a decepção de José Mourinho com ele.

E as partidas pelo Campeonato Carioca e pela Copa do Brasil não animaram nem Assis...

Quanto mais Mano Menezes.

Ronaldinho Gaúcho sabe que precisa jogar muito, mas muito melhor do que está demonstrando na Gávea...

Esta foi a convocação mais equilibrada, com mais jeito de seleção brasileira que Mano fez...

Com a água no peito, ele foi buscar o que faltava ao seu time: personalidade, liderança...

E encontrou em Lúcio, Maicon e Elano...

Contra a Escócia dá e sobra...

Que adversariozinho bem escolhido, não é?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Diego, sinônimo de falta de personalidade e prejuízo a clubes europeus…

divulgação832 Diego, sinônimo de falta de personalidade e prejuízo a clubes europeus...

Em 2002, o Santos atropelou de maneira absoluta o ótimo Corinthians montado por Parreira.

E ganhou o Campeonato Brasileiro.

Muito além das 16 pedaladas de Robinho, quem acompanhou aquela final tinha uma certeza: se Diego não estivesse machucado e deixado o campo cedo, seria muito mais fácil a conquista santista.

Em uma analogia tosca, Diego e Robinho em 2002 estavam para Neymar e Ganso em 2010.

Muita gente apostava todas as fichas no meia.

Ele iria muito mais longe do que o habilidoso atacante.

Seria um jogador completo.

Muito melhor preparado para as exigências européias.

Mas bastou pisar fora da Vila Belmiro, que vieram, ao mesmo tempo, dinheiro e decepção.

Foi assim logo de primeira, quando o Porto aceitou pagar 7 milhões de euros, cerca de R$ 16,5 milhões, no jovem meia.

Bastaram duas temporadas e a desagradável sensação da desilusão.

Ele não se firmou sequer como titular.

Mostrou em Portugal a característica que é seu principal defeito como jogador: falta de personalidade.

Ao longo dos anos, Diego vem sempre se omitindo nos momentos decisivos.

A direção do Porto não se perturbou em perder um milhão de euros na hora de revendê-lo.

Foi ao Werder Bremen por 6 milhões de euros, cerca de R$ 14 milhões.

Os portugueses ficaram felizes da vida em se livrarem dele.

Seu fraco rendimento era fraco de avaliar.

Ele não era o meia artilheiro e tão habilidoso como os dirigentes esperavam.

Em dois anos de Porto, foi titular apenas 22 vezes e marcou só oito gols.

No Werder, Diego viveu seu melhor momento na Europa.

Em um bom time e com total apoio dos dirigentes, se transformou em jogador de referência.

Era responsável por ditar o ritmo da equipe em campo.

Mas tinha bons jogadores para dividir a cobrança da diretoria, da torcida e da imprensa.

Acabou até marcando 38 gols em 84 partidas.

Sua moral era enorme.

Várias equipes grandes européias quiseram contratá-lo.

A Juventus da Itália resolveu pagar mais.

Nada menos do que 24,5 milhões de euros.

Quantia assustadora: R$ 57,5 milhões.

Na Itália, a sua participação foi um fracasso.

Não mostrou nem sombra do futebol objetivo do Werder Bremen.

Intimidado, tenso, inseguro, Diego não suportou a pressão.

Ele foi comprado para ser o maestro da equipe.

Sucumbiu.

Logo caiu para a reserva e lá ficou.

Suportou apenas uma temporada.

E marcou míseros cinco gols.

Um, dois, três, quatro, cinco...

Lógico que a Juventus iria repassá-lo.

Duro foi encontrar interessados.

A saída foi o futebol alemão.

E a direção do Wolfsburg, impressionada com a passagem dele no Werber Bremen, aceitou pagar 15 milhões de euros.

Para a nossa moeda: R$ 35 milhões.

Ou seja: a Juventus teve um prejuízo de nove milhões e meios de euros e, tudo bem.

R$ 22 milhões que o clube italiano jogou no ralo.

Tudo os dirigentes não desejavam era seguir pagando um salário milionário ao decepcionante brasileiro.

Para variar, Diego embolsou mais uma vez uma porcentagem da venda e luvas.

Está mais do que milionário, aos 25 anos.

Só que suas fracas atuações o fizeram ser esquecido pela Seleção Brasileira.

Perdeu moral, deixou de ser visto como um meia talentoso, completo, como quando surgiu no Santos.

Se tornou um jogador comum, esforçado e com alguns lampejos de talento.

E se transformou em um atleta triste.

Aquela empolgação, os sorrisos constantes ao lado do seu 'irmão' Robinho ficaram no passado.

Diego é apenas mais um jogador brasileiro rico que decepcionou dirigentes e levou prejuízo ao Porto e à Juventus.

Embora apenas jovem, seu nome é 'queimado' entre os empresários europeus.

A imagem que conseguiu firmar no Exterior é péssima.

A de atleta sem coragem de se impor no grupo.

Alguém que não nasceu para ser protagonista, apenas coadjuvante.

Uma pena.

Principalmente pelo jogador que parecia que iria se transformar...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Robinho: cobre dos seus treinadores da base. Aqueles que não o ensinaram a chutar…

reuters Robinho: cobre dos seus treinadores da base. Aqueles que não o ensinaram a chutar...

Robinho forçou sua saída do Santos da primeira vez.

Disse que queria ir para o Real Madrid ser o melhor do mundo.

Não chegou nem perto.

Foi para o Manchester City.

Acabou envolvido em escândalo e assistindo a vários jogos do time.

Não ficava nem entre os reservas.

Veio para o Santos e os garotos Neymar e Ganso o ajudaram a redescobrir a alegria.

Sonhava com o Barcelona.

Os donos do Manchester City lhe ofereceram a Turquia.

Bateu o pé e não foi.

Garantiu que iria para um clube para onde seria o melhor do mundo.

Ele deve ter sido a freira que ensinou o sentido de bondade e resignação à Madre Tereza de Calcutá.

Graças à outra encarnação, seu desejo foi realizado.

Veio o Milan com um tapete vermelho e felpudo para Robinho.

Só que, em tempo recorde, vieram os questionamentos.

Quem assistiu à partida do Milan contra o Ajax e não chutou a parede é porque não tem sangue nas veias.

Os gols que Robinho desperdiçou.

A falta de convicção na hora de dar o último passe.

As bolas perdidas.

Não é possível.

Parecia uma criatura que misturava Val Baiano, Souza do Corinthians e Herrera.

Mereceria encontrar Felipe Melo no vestiário, jogando no mesmo time.

O Milan está no grupo da morte da Liga dos Campeões.

O clube italiano, o Real Madrid, Ajax e Auxerre.

Apenas dois sobreviverão.

O Milan apenas empatou ontem com o Ajax graças aos gols perdidos por Robinho.

Ele nunca foi um bom finalizador.

Desde Santos, Madrid, Manchester e agora Milão, a mesma reclamação.

Robinho não gosta de treinar chutes a gol nos treinamentos.

Sempre foi assim.

Desde a base santista.

Seu grande talento lhe dava mordomias.

Entre elas, ensaiar dribles, pedaladas.

E sutilmente, fugir dos chutes a gol.

O reflexo dessa proteção dos técnicos atrapalha, trava a carreira de Robinho.

É uma fundamental lição para quem trabalha com garotos talentosos.

O jogador pode ser completo.

Se com a habilidade e velocidade que possui, Robinho já se vira muito bem na carreira.

Imagine se ele chutasse como deveria, como poderia...

Poderia talvez ganhar o seu sonhado troféu de melhor do planeta.

Como o melhor jogador pode driblar, correr, tabelar, se antecipar e não saber chutar a gol?

O sonho de Robinho não se realizará graças aos seus primeiros treinadores no Santos Futebol Clube...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Vagner Ribeiro começa a usar com Neymar a mesma tática que adotou para tirar Kaká do São Paulo. E Robinho do Santos…

reuters742 Vagner Ribeiro começa a usar com Neymar a mesma tática que adotou para tirar Kaká do São Paulo. E Robinho do Santos...

Vagner Ribeiro.

Foi acreditando nele que a família Neymar acabou aceitando a proposta do Santos.

"Ele será tratado como um rei.

Nunca no Brasil houve um plano de valorização de um atleta.

Estou orgulhoso pelo que o Santos fez.

O Neymar só vai sair do clube depois da Copa de 2014."

As afirmações foram feitas no dia 19 de agosto.

Não faz um mês.

Ele assinou novo contrato de cinco anos com o Santos.

Sua multa pulou para exorbitantes 45 milhões de euros ou R$ 101 milhões.

Muitos empresários importantes da América Latina acreditaram ter sido uma loucura.

Dos dois lados.

O Chelsea oferecia R$ 40 milhões para o jogador por cinco anos.

E R$ 30 milhões (R$ 69 milhões) ao Santos.

Proposta recusada.

Neymar aumentado para R$ 500 mil mensais.

Com a saída de Robinho, Wesley e André e a contusão de Ganso, o futebol do Santos caiu.

Ficou um time mais fácil de marcar e não impossível de derrotar.

Os amigos publicitários de Luís Álvaro não encontraram as sonhadas empresas dispostos a pagar fortunas para ter Neymar como garot propaganda.

As promessas de transformar Neymar em um jogador midiático mundialmente não são tão fáceis de realizar.

Com o fim da transação com o Chelsea, ele desapareceu do noticiário internacional.

Foi muito bem na Seleção Brasileira.

Voltou a ganhara alguns elogios em jornais espanhóis e italianos.

E só.

Desde que voltou para o Santos para o Campeonato Brasileiro deixou de interessar.

Vagner Ribeiro já não estava tão contente.

Não tinha certeza de foi um bom negócio manter sua estrela no Brasil.

Ou uma perda de tempo e dinheiro,como seus amigos empresários lhe diziam.

Foi quando estouraram as confusões envolvendo o menino contra o Avaí, Ceará e Atlético Goianiense.

Ele se conteve.

Tudo ruiu ontem quando Dorival Júnior percebeu que havia perdido prestígio.

Passou a ser criticado como um técnico sem comando, golpe fatal para alguém de sua profissão.

E resolveu impor um afastamento de 15 dias a Neymar.

Dorival Júnior nunca assumirá publicamente, mas essa multa de 30% nos salários do garoto que a diretoria promete impor, ninguém acredita.

Se fosse real, Vagner Ribeiro teria feito um escândalo.

Ele se calou.

Só voltou a gritar, reclamar quando Dorival Júnior tirou o jogador da partida contra o Guarani.

Qual sua arma?

O twitter...

"Faltou respeito em ambos os casos.

Um pede perdão, mas o treinador insiste em mostrar poder e não perdoa.

Autoridade se impõe com critérios e firmeza.

Recusa de substituição é afronta?

Elogiar o erro depois é normal?

E depois do elogio, chegar no vestiário e criticar é coerente?

Não estou pondo lenha.

Mas não posso ficar quieto ao ver alguém usar uma criança confessa e o pegar para Cristo."

Ribeiro não faz nada por acaso.

Ao citar Ganso, ele quer fazer intriga, aumentar a confusão.

Vagner garante que duvida que Dorival Júnior terá coragem de deixar Neymar fora do clássico contra o Corinthians na quarta-feira.

Ao desrespeitar o técnico do Santos, Vagner Ribeiro sabe que começa a detonar o plano para segurar Neymar na Vila Belmiro.

Por coincidência ou não, quando ele quis tirar Kaká do São Paulo criou um clima insuportável.

A mesma coisa aconteceu quando Robinho saiu do próprio Santos.

Hoje foi um dia marcante.

O dia em que Ribeiro começa a sabotar o plano de Neymar e Santos.

Quando no seu twitter Neymar diz estar cansado de tudo.

Ele quer dizer: cansado de sua vida em Santos, no Santos.

O garoto de 18 anos está profundamente humilhado por haver treinado e não viajado para Campinas.

Se Dorival Júnior lhe queria dar uma lição, só o deixou ainda mais irritado.

E disposto a repensar seu futuro no Santos.

Tudo que está ruim pode ficar muito pior.

Vagner Ribeiro, Kaká e Robinho sabem bem disso...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O amadurecimento à força de Neymar…

divulgação271 O amadurecimento à força de Neymar...

Quem o conhece no dia a dia nota a mudança.

As brincadeiras diminuíram muito.

Está mais contido.

Concentrado nos treinamentos.

Ouve Dorival e dedica toda a atenção à movimentação tática do time.

Os dribles são mais na vertical, para fazer a equipe titular chegar ao gol.

Está mais sério.

A maturidade e a responsabilidade chegaram de uma vez.

Neymar acordou para a vida.

Com a saída de Robinho, André, Wesley e a contusão de Ganso, Neymar sabe que  é  o único fora de série santista.

Os adversários o terão como alvo fixo.

Já conversou com Dorival e entendeu que terá de tocar a bola, ser mais inteligente para se livrar de um ou dois marcadores fixos.

"Tudo o que o Neymar poderia viver em um time europeu, sendo a grande e única estrela, está vivendo aqui. Acabaram as brincadeirinhas. No meio de tanta coisa ruim, isso é bom para nós", diz um dirigente santista.

Neymar sentiu que a sua importância dobrou no Santos.

Os jogadores não só o procuram mais para lhe passar a bola como para conversar.

Não mais bobagens de Twitter ou webcam.

Vão trocar ideias como vão jogar.

Se ele correr para a direita ou para a esquerda abrirá espaço para quem....

Tudo está ainda mais rápido porque o plano de valorização do presidente Luís Álvaro está em vigor.

Ele já terá um aumento significativo no salário deste mês por  não ter ido ao Chelsea.

O dinheiro chegou com a responsabilidade.

Tudo isso com apenas 18 anos.

Já lhe ofereceram psicólogo.

E ele recusou.

Diz que está tudo ótimo, não vê motivo.

Só que não é bem.

É pressão demais para qualquer garoto.

Ainda mais quando ele se chama Neymar...

Veja mais:
+ Acompanhe as notícias de futebol
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Ronaldinho Gaúcho. Pato. Ibrahimovic. É agora ou nunca, Robinho…

trio Ronaldinho Gaúcho. Pato. Ibrahimovic. É agora ou nunca, Robinho...

Robinho,  Ronaldinho Gaúcho, Pato e Ibrahimovic.

Que ataque é esse que o Milan está formando?

Havia algo por trás quando Robinho virou as costas para as milionárias propostas turcas.

Ele sabia que havia empresários assediavam constantemente a diretoria do Manchester City.

Não tinha noção para onde iria, como disse a parceiros em Santos.

Só que sabia que equipes espanholas e italianas tentavam contratá-lo.

Entre elas não estava a dos seus sonhos: o Barcelona.

Puyol e Xavi disseram ao treinador Guardiola que não queriam o brasileiro.

A maneira com que Robinho forçou a sua saída do Real Madrid foi tão feia que assustou seus companheiros de time.

E eles eram amigos dos rivais do Barcelona.

Cada desculpa para não treinar se espalhou na Espanha toda.

Mas nada disso pesou no Milan.

O ofensivo treinador Massimiliano Allegri ficou empolgado com a p0ssibilidade de ter Robinho.

Alegri ficou conhecido na Itália com por privilegiar o ataque no minúsculo Sassuolo e depois no Cagliari.

Ronaldinho Gaúcho e Alexandre Pato fizeram o possível para ter Robinho como companheiro.

Os dois acreditam que terão muito mais espaço para jogar com ele ao lado.

O ex-jogador do Santos está empolgado como um menino.

Tem certeza de que agora a sua carreira internacional decola de vez.

Ele saiu do Santos para ser o melhor jogador do mundo no Real Madrid.

Não foi mal, mas ficou longe de seu objetivo.

Nunca foi um jogador fundamental na equipe espanhola.

Resolveu apostar tudo nos milhões oferecidos pelo Chelsea de Felipão.

E se indispôs no Real Madrid.

A vingança dos espanhóis foi só aceitar negociá-lo com o Manchester City.

Quando percebeu que a situação era séria e sem saída, Robinho foi.

Mas nunca mergulhou de cabeça no projeto do clube.

Muito pelo contrário.

Mesmo ganhando muito dinheiro, se irritava com a fragilidade da equipe.

Não havia como encarar Manchester United, Liverpool, Chelsea, Arsenal.

E as cobranças eram imensas.

Em vez de reagir, ele se abateu.

Parecia novamente forçar a sua saída.

E acabou voltando para o Santos para disputar a Copa da África.

Em casa, na Vila Belmiro, foi importantíssimo para Neymar e Ganso.

Trouxe experiência, mais talento ao grande time dos últimos anos no País.

Com a conquista do Campeonato Paulista e a Copa do Brasil, cumpriu a sua missão.

E voltou para a Europa.

Esperançoso.

Não queria ficar no Manchester City e os árabes queriam fazer dinheiro com ele.

E é o que está acontecendo.

Já fez os exames médicos, deu as primeiras entrevistas até como jogador do Milan.

Que Robinho finalmente encontre um clube europeu onde possa mostrar o seu talento.

Brigue de verdade para se transformar em um dos melhores jogadores do mundo.

E que não tenha de sair pela porta dos fundos como fez na Espanha e agora na Inglaterra...

Veja mais:

+ Acompanhe tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 41234