Posts com a tag: Inter

Descontrolado, Falcão começa a cansar a direção do Inter. Dunga passa a ser muito mais do que uma possibilidade…

divulgacao29034 Descontrolado, Falcão começa a cansar a direção do Inter. Dunga passa a ser muito mais do que uma possibilidade...
"Não temos um grupo em condições de ser campeão brasileiro."

Com essas palavras Paulo Roberto Falcão justificou a derrota para o Ceará.

Repassou a culpa toda para os jogadores do Internacional.

Perdeu a confiança dos atletas.

Tudo o que não se perdoa no futebol é treinador dizendo que a culpa é do time.

Ele desqualifica a equipe.

E ainda posa de inatingível.

É o famoso: "Eu ganho, nós empatamos, eles perdem..."

O ambiente no Beira Rio está longe de ser bom...

Mas o que está ruim...

Pode e ficou pior...

Depois de atacar seu time...

Falcão atacou jornalistas de Porto Alegre...

Profissionais que até pouco tempo trabalhavam lado a lado com o agora técnico...

Falcão escolheu a pior das ofensas...

Disse que jornalistas plantavam notícias no Inter...

Apenas com o interesse de desestabilizá-lo...

A revolta foi geral...

Ainda mais porque Falcão não teve coragem de dizer quem planta notícias...

Falar nome e sobrenome...

Não...Ele deixou no ar de propósito...

Plantas notícias é o jargão para quem inventa fatos...

Os repórteres que cobrem o Inter estão revoltados...

Já reclamaram com a própria direção do clube...

Jogadores também já se queixaram aos dirigentes de Falcão...

Ele está conseguindo jogar todos contra ele...

Exatamente como aconteceu na Copa América de 1991...

Quando a imprensa que tinha privilégios na CBF foi contra ele...

E o então técnico da Seleção Brasileira generalizou seu ódio...

Conseguiu ter o País todo contra ele...

Acabou demitido...

Vinte anos depois, o erro de Falcão é outro...

Por ter sido o maior ídolo do Inter como jogador...

Ele acredita que mereça o mesmo tratamento como técnico...

Só que são duas coisas bem diferentes...

Até porque o rendimento do caro elenco do Internacional é constrangedor...

Lógico que qualquer que fosse o técnico ele seria cobrado...

Mas Falcão não aceita...

E sai comprando inimigos poderosos de forma descabida...

Mostrando um descontrole incompatível com o cargo...

Falcão se atirou de vez na panela de fogo brando...

A pressão pela sua demissão só vai crescer com o passar dos dias...

De grande esperança, Paulo Roberto está se tornando uma enorme decepção...

Quando trabalhava como comentarista dizia que desejava voltar ao futebol...

Não admitia tantos enganadores ganhando salários milionários para comandar times de futebol...

Pois bem, o Inter resolveu apostar nele...

E agora os dirigentes começam a se arrepender...

A torcida que o amava como jogador já o chama de burro no Beira Rio...

Ele vai enfrentar essa situação sem dois alicerces importantíssimos...

Seus jogadores e a imprensa...

Falcão que assuma o seu descontrole emocional para treinar o Inter...

Muita gente importante do Beira Rio já pensa em Dunga...

Também ídolo e começa a ensaiar seu retorno como treinador...

O ano de quarentena depois da Copa do Mundo está por acabar...

“O Clube dos 13 desequilibrou o futebol de Pernambuco. Enriqueceu o Sport. E deixou Náutico e Santa Cruz sem nada.” Antônio Luiz Neto, presidente do Santa Cruz…

siteoficialSantaCruz O Clube dos 13 desequilibrou o futebol de Pernambuco. Enriqueceu o Sport. E deixou Náutico e Santa Cruz sem nada. Antônio Luiz Neto, presidente do Santa Cruz...
Antônio Luiz Neto.

Presidente do Santa Cruz.

Campeão pernambucano.

Evitou o hexacampeonato do Sport, o clube rico de Pernambuco...

Com mais de R$ 1,8 milhão a sua folha de pagamento

A do Santa, R$ 300 mil.

Quarta divisão do Campeonato Brasileiro...

Série D...

Exclusiva com presidente...

"Vamos sair da Quarta Divisão do Brasil.

Chega de sofrimento..."

O que significou a conquista do Campeonato Pernambucano?

Mostrou a vitória do resgate das origens do Santa Cruz.

O clube que foi fundado para enfrentar a elite.

Para assegurar um lugar para o negro, o pobre jogar futebol.

Há uma enorme discrepância no futebol de Pernambuco por causa do Clube dos 13.

O Santa Cruz venceu essa enorme distância que o Clube dos 13 trouxe para Recife...

Como assim?

Desde que foi fundado, o Clube dos 13 foi elitista.

Escolheu alguns eleitos e deixou clubes populares, de massa fora.

Aqui em Pernambuco, só o Sport fez parte.

Santa Cruz e Náuticos foram esquecidos.

Vou lhe dar um dado importantíssimo.

Nos últimos 15 anos, com o dinheiro que o Clube dos 13 lhe deu, o Sport ficou muito forte.

Pôde montar equipes mais poderosas que seus rivais.

A competição ficou injusta, sem sentido.

Tanto que o Sport ganhou dois pentacampeonatos.

Só com o dinheiro do Clube dos 13.

Isso é um absurdo que o resto do País nem sabe quanto desequilibrou o futebol de Pernambuco.

Enriqueceu o Sport.

E deixou Náutico e Santa Cruz sem nada...

Como é presidir um clube tão tradicional na Quarta Divisão do Brasileiro?

É difícil.

Nós temos a enorme paixão dos nossos torcedores, que quebram recorde e recorde de arrecadação.

Tanto que queremos construir uma Arena para o Santa Cruz para 70 mil pessoas...

Esse é o nosso grande projeto.

Mas é difícil demais com a Série D...

A busca de patrocinadores, apoio, dinheiro.

Agora com o título pernambucano, a situação deve melhorar.

Mas não é fácil.

E nós temos de subir o mais rápido possível, sair dessa situação lamentável.

Não tem cabimento o Santa Cruz estar na Série D.

Vamos acabar com esse sofrimento.

Vamos sair da Quarta Divisão do Brasil...

Por que o Santa Cruz está na Série D?

Por que decidiu nas últimas administrações ser um clube de elite.

Esquecer a sua origem de clube da massa.

Tentou montar elencos caríssimos sem identidade com o clube.

Foram irresponsáveis com o dinheiro do clube.

O que sobraram foram dívidias, processos e problemas previdenciários.

A situação do Santa Cruz ainda é muito difícil.

Tudo vai melhorar com o título, que abrirá novas portas.

Mas estava quase impossível trabalhar com tanta dificuldade financeira.

(O Santa Cruz deve cerca de R$ 80 milhões...)

Como é que o clube vai se virar ficando dois meses parado, até o início da Série D?

A nossa folha salarial é de R$ 300 mil.

Será difícil não ter jogos oficiais por dois meses.

Os jogadores precisam receber.

Ainda bem que tem a arrecadação da final do Campeonato Pernambucano.

Foi cerca de R$ 1 milhão.

E ainda faremos amistosos, para arrecadar e ainda deixar o time pronto para subir.

Não tenho como negar que tudo fica muito complicado com 60 dias sem jogos, em plena temporada.

O Santa Cruz venderá outros jogadores além do Gilberto?

Não é nossa intenção, não.

Há alguns clubes interessados em jogadores nossos, mas não vamos desmanchar esse time campeão, não.

O Zé Teodoro já está até buscando novos reforços.

A torcida do Santa pode ficar tranquila.

Só o Gilberto é que saiu mesmo.

Presidente, por que houve a súbita mudança?

Por que ele não foi vendido para o Corinthians já que o clube começou a negociação muito antes do Inter?

Por um motivo muito simples: dinheiro.

O Internacional ofereceu muito mais do que o Corinthians.

O Santa Cruz precisa demais de dinheiro.

Não houve como dar preferência ao Corinthians.

Quem pagou mais levou o Gilberto.

Foi tudo as claras.

Ninguém pode reclamar de nada...

(Mas por causa da venda de Gilberto para o Inter...

O Corinthians rompeu relações com o Santa Cruz.

Andres Sanches garante que, enquanto for presidente, não negocia com o clube pernambucano...)

Alguns gremistas chamaram Zé Roberto de macaco no Grenal. Mas e daí, para que levar a sério? Ele mesmo já ‘deixou para lá’…

divulgacao2404 Alguns gremistas chamaram Zé Roberto de macaco no Grenal. Mas e daí, para que levar a sério? Ele mesmo já deixou para lá...
Outra vez um jogador no Brasil é hostilizado pela cor de sua pele.

Zé Roberto denunciou que parte da torcida gremista o xingou de macaco...

E fez gestos imitando o animal...

Basta ele pegar na bola na lateral do campo e lá vinham as ofensas...

Era final do Campeonato Gaúcho...

A decisão mais empolgante do País...

Renato Gaúcho de um lado...

Falcão de outro...

As ofensas iriam passar e ninguém iria comentar se não fosse o destino...

Na decisão por pênaltis coube a Zé Roberto decidir o título...

Cobrou e marcou...

Só nas entrevistas ele resolveu revelar a humilhação que passou...

Disse que já viveu essa triste situação fora do Brasil...

Aqui,não...

Classificou de asqueroso...

Mas como muitos outros jogadores, vai deixar por isso mesmo...

Grafite, Manoel e tantos outros tomaram o mesmo rumo...

O Internacional também não vai se envolver...

Comprar uma briga com a torcida do maior rival não vai acabar nunca...

A CBF fez a mesma coisa quando a torcida peruana fez o mesmo com Diego Maurício na seleção sub-20...

Roberto Carlos não quis levar adiante a banana que o torcedor russo queria lhe entregar...

Como se fosse um macaco...

E assim vamos levando a vida...

Como se tudo fosse normal...

E o futebol vai fazendo sua importante contribuição social...

Divulga o preconceito...

E até pior: o incentivo à omissão...

A covardia das autoridades...

Dos dirigentes...

Dos jogadores...

A lição, o exemplo que fica para os jovens torcedores que fazem sua avalanche no Olímpico...

Por que não seguir os estúpidos que chamam jogadores negros rivais de macacos?

Não acontece nada...

Mais uma vitória da impunidade...

Desta vez na rica e desenvolvida Porto Alegre...

E assim a vida segue...

No Brasil, o país onde não existe preconceito racial...

Então, tá...

O futebol está mostrando a maior ídolo da história do Inter. Não há mais lugar para a utopia, Paulo Roberto Falcão…

divulgacao2974 O futebol está mostrando a maior ídolo da história do Inter. Não há mais lugar para a utopia, Paulo Roberto Falcão...
Rivellino quase foi apedrejado quando resolveu ser diretor de futebol do Corinthians.

Hugo de Leon saiu pelas portas do fundo do Olímpico quando foi treinador do Grêmio.

Assim como Toninho Cerezo no Atlético Mineiro...

"Nunca serei técnico do Flamengo.

Tive mais de dez convites.

Mas não suportaria a torcida que me idolatrou me chamando de 'burro'.

Prefiro ser ídolo por toda a vida na história do clube que eu amo."

As declarações são de Zico.

Renato Gaúcho aceitou o desafio e foi para o Grêmio.

Foi tratado como um rei pela torcida.

Isso estimulou os dirigentes do Inter a apostar em Falcão.

O comentarista já queria voltar a ser técnico há pelo menos dois anos.

Comprou a briga.

Mesmo lembrando que não foi bem na sua primeira passagem como treinador no Beira Rio em 1993.

Agora sua chegada foi celebrada como a salvação colorada.

Seria a antítese do pragmatismo modorrente de Celso Roth.

O Inter teria um elenco para dar espetáculos.

E não ficar rastejando entre 0 a 0 e vitórias magras, esqueléticas, por 1 a 0...

Seria a chegada de um DJ, de um MC...

Falcão iria animar as tardes e noites do Beira Rio...

Transformar os jogos em festas, em celebrações...

Assumiu em plena Libertadores...

Confiança total na sua filosofia ofensiva.

Ter no Barcelona um espelho...

Tudo lindo na teoria, no mundo de Alice...

Aí chegou a realidade...

Um time sem poder de marcação no meio de campo...

Aberto é tudo o que treinadores atuais adoram enfrentar...

Foi assim que o Peñarol conseguiu se classificar em plena Porto Alegre...

E que o Grêmio de Renato Gaúcho não teve dificuldade em vencer ontem...

O Beira Rio virou sala de tortura para a torcida colorada...

Em duas partidas decisivas marcou três gols...

Mas tomou nada menos do que cinco gols...

É muito...

Os gols que vem tomando são infantis...

Ridículos...

O Inter foi eliminado da Libertadores...

E agora precisa vencer o Grêmio por dois gols de vantagem no Olímpico para ser campeão...

Está em uma situação delicadíssima...

A torcida está mais do que desconfiada...

Começa a ficar desiludida...

No futebol atual tudo está muito rápido...

Os dirigentes estão dando todo o apoio ao maior ídolo da história colorada.

Mas já há os que começam a questionar a escolha...

Falcão estava sem treinar um time desde 1995...

Foram 16 anos só comentando, cobrando de longe...

Está certo que pegou só partidas importantes...

Primeiro para classificar o Inter para o mata-mata da Libertadores...

Depois para a final do Gaúcho...

Classificou.

Mas já caiu na competição sul-americana...

E está com um pé no precipício no Campeonato Gaúcho...

Trombou de frente com Renato, que não tem a menor vergonha de colocar seu time para jogar feio...

Dar bicões, fazer faltas, matar o jogo...

Filosofia contrária ao já questionado ídolo colorado.

As cabeças de Bolivar, Rafael Sóbis e Renan estão para ser oferecidas em praça pública...

Para o Grenal decisivo de domingo, o trio pode estar fora...

E D'Alessandro passará por um tratamento de choque para acordar...

É uma maneira de proteger o treinador...

Mesmo se o pior acontecer, Falcão terá o Campeonato Brasileiro...

Pelo menos o início dele...

Paulo Roberto quis correr o risco...

E está pagando o preço...

As primeiras tímidas vaias a ele já surgiram no final do jogo de ontem...

Ser o maior ídolo da história de um clube é maravilhoso...

Mas não garante imunidade nenhuma quando o ex-jogador resolve ser treinador...

"Ter sido técnico foi a pior escolha que fiz na minha vida."

Johan Cruiff, treinador da Catalunha, região que sonha em se tornar independente da Espanha...

E que joga em média uma vez por ano...

Talvez seja o tempo ideal para grandes craques talentosos preparar a equipe dos seus sonhos...

E abusar da utopia...

De um time que não se humilha marcando, dando pontapés em ninguém.

Que não funciona na Libertadores, no Campeonato Gaúcho, na vida...

Primeira decisão depois da queda na Libertadores. Rafael Sóbis não fica no Inter. Foi oferecido a Corinthians, Santos, Flamengo, Cruzeiro…

twitter.rafaelsobis Primeira decisão depois da queda na Libertadores. Rafael Sóbis não fica no Inter. Foi oferecido a Corinthians, Santos, Flamengo, Cruzeiro...
Há uma primeira consequência na eliminação precoce do Internacional da Libertadores.

Rafael Sóbis está no mercado.

Seu empréstimo do Al Jazeera não será renovado.

A diretoria gaúcha já decidiu que não irá comprá-lo.

Ele voltou ao Inter cercado de expectativa.

Foi durante a Copa do Mundo de 2010.

Quando trabalhando politicamente e com o apoio da CBF, o clube conseguiu inscrevê-lo na Libertadores.

Foi como se ele tivesse sido contratado especificamente para os jogos contra o São Paulo nas semifinais.

Teve a sua participação na eliminação do time de Ricardo Gomes.

E na conquista da Libertadores.

Mas depois foi caindo.

Não foi nem sombra do atacante que havia sido vendido por oito milhões de euros para o Bétis.

Foram cerca de R$ 19 milhões para os cofres do Inter...

Mesmo com todo o carisma e proteção da diretoria, esteve abaixo dos jovens Giuliano, Oscar, Leandro Damião...

Mesmo com a venda de Giuliano, Sóbis não reagiu...

Continuou sendo um reserva de luxo durante 2011...

Seus nervos estão à flor da pele...

A discussão com D'Alessandro em pleno gramado ontem contra o Peñarol foi só a ponta do iceberg...

Ele não se conforma com o fraco rendimento...

E percebe a falta de confiança dos dirigentes, da torcida, dos companheiros...

Sabe que não continuará depois de 2011 quando acaba o seu empréstimo...

Empresários o oferecem para vários clubes brasileiros...

Santos, Flamengo, Cruzeiro, Corinthians...

Inclusive, Andres Sanches nunca negou que a saída de Rafael Sóbis foi muito estranha do Parque São Jorge...

Ainda como junior ele deixou o clube e rumou para o Beira-Rio...

Não há a definição para onde ele vai...

Existe apenas a certeza: o Internacional não vai investir em Rafael Sóbis...

A diretoria ficou extremamente decepcionada com seu retorno...

Outros jogadores sairão...

Falcão. Para o bem dele e do Inter mais para Enio Andrade do que para Guardiola. Está cedo demais para o Barcelona dos Trópicos…

divulgacao30 Falcão. Para o bem dele e do Inter mais para Enio Andrade do que para Guardiola. Está cedo demais para o Barcelona dos Trópicos...
O Brasil acompanhou com os dedos cruzados a reestréia de Falcão como treinador.

Depois de 16 anos como comentarista e aos 57 anos, a esperança é que inove, ouse.

Times são montados para não perder, para que prolongue ao máximo o emprego de um treinador.

E os nomes entre os times grandes são os mesmos 15 técnicos há anos.

Em uma ciranda rotineira e muito cômoda para quem faz parte da panela.

Os nomes são os mesmos.

As filosofias bem parecidas.

Falcão foi o melhor jogador do Internacional da história.

Volante inteligente, vigoroso, técnico...

Líder...

E com uma visão de jogo incrível...

A ponto de várias e várias vezes influenciar treinadores que tinham a missão de comandá-lo...

Sua primeira passagem como treinador foi frustrada por ingenuidade...

Foi traído e também utópico...

Acreditou que seus times poderiam ganhar apostando na técnica e desprezou a marcação...

Seus times, Seleção Brasileira da Copa América, América do México, Seleção Japonesa e Inter tinham o mesmo defeito...

Deixavam demais o adversário jogar...

Mas a qualidade era a imensa quantidade de chances de gols que seus times criavam...

Mas 16 anos mudam qualquer pessoa...

Ainda mais acompanhando futebol todos os dias...

A visão de Falcão mudou.

Logo na preparação do Inter para o jogo contra o Santa Cruz, pelas quartas-de-final do Campeonato Gaúcho...

Ele tratou como final de Copa do Mundo...

Porque para ele era...

Fechou os treinos...

E passou os jogadores por uma lavagem cerebral...

Celso Roth é um treinador honesto, trabalhador extremo, mas com uma visão de jogo competitiva demais...

Ele costuma sufocar as equipes que treina priorizando o preenchimento de espaço, velocidade no contragolpe...

Mas falta o que o atleta brasileiro mais gosta; o incentivo ao toque de bola, a confiança no talento, no improviso...

Seus times são muito mecânicos...

Ele exige movimentação que não é natural...

Os atletas ficam incomodados com a marcação atrás da linha da bola...

Ficam distantes demais do gol adversário...

Falcão conversou muito com seus jogadores...

Como nos primeiros dias de escravos libertos, houve o estranhamento...

O medo que fosse apenas uma ilusão o que ouviram...

Mas o amadurecimento dos 16 anos de observação o fez entender que apenas privilegiar talento não adianta...

Ele sonha em fazer do Internacional o Barcelona dos trópicos...

Mas por enquanto, vai jogar como time gaúcho mesmo...

Com grande influência de Enio Andrade...

Sim, o adversário não serviu como parâmetro...

O Santa Cruz é fraco demais individualmente...

Mas valeu pela movimentação do time colorado...

Tentou ser leve, alternar os lados na hora de atacar...

Forçou tabelas na intermediária, tentou ter paciência com a bola nos pés...

Criou 16 chances de gols...

Mas foi firme, forte na marcação...

Surpreendeu qem esperava o Inter com vergonha de fazer faltas, travar o jogo...

Nas raras vezes em que precisou, matou sim a jogada...

Não era característica de Falcão...

Era mais de Mococa...

Mas o comentarista aprendeu que utopia é bom para os livros, para a ficção...

Para montar o time ideal comendo uma carne e tomando um chima...

Não no banco de reservas, disputando três pontos, vaga...

Marcando seu time fica no 4-4-2, mas no ataque já se viu o seu sonhado 4-3-3...

De maneira tímida, segura...

O fundamental era vencer, se classificar...

E o seu time ganhou por 1 a 0...

Mas jogou para marcar muito mais...

Ele está apostando em Andrezinho...

Mas terá de se dobrar ao talento de Oscar...

É uma questão de tempo...

O primeiro passo de Falcão na sua reestréia foi pequeno, mas significativo...

Ele mudou sua filosofia de jogo...

Amadureceu...

Está muito mais para Enio Andrade do que para Guardiola...

Mas ele quer chegar lá...

Tomara...

O futebol brasileiro estava precisando de alguém com a visão de Falcão...

Mas não de um mero dom Quixote utópico...

Bem-vindo, Paulo Roberto...

E por favor, da próxima vez, sem sapatos vermelhos...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Depois de Roth, o Internacional quer um ídolo no comando do seu time. A ideia é fazer transformar Falcão no Renato Gaúcho do Beira Rio…

divulgacao218 Depois de Roth, o Internacional quer um ídolo no comando do seu time. A ideia é fazer transformar Falcão no Renato Gaúcho do Beira Rio...
Desde a derrota para o Mazembe vinha sendo a mesma coisa.

Torcedores fanáticos do Internacional revoltados com a diretoria do clube.

Como pôde manter Celso Roth?

Qual o interesse?

O time passou o vexame mais marcante da sua história.

Tanta esperança, tanta luta para chegar até o Mundial de Clubes.

Vexatória sétima colocação no confuso Brasileiro.

Depois da conquista da Libertadores, o futebol do time despencou.

A conquista da Libertadores, reconstruindo o trabalho de Jorge Fossati.

Celso Roth aceitou largar o Vasco da Gama.

Foi ganhar R$ 400 mil mensais.

Luiz Felipe Scolari recusou R$ 1 milhão porque não quis transformar a vida de sua família em um inferno.

Não quis trair o Grêmio.

Em quatro partidas apenas, Roth ganhou a Libertadores.

Faltaram duas vitórias para conquistar o Mundo.

Caiu diante do Mazembe logo de cara, uma derrota inacreditável.

Até a família de Roth esperava a demissão, mas os dirigentes não quiseram pagar a multa rescisória.

E nem viam no mercado um treinador tão acima.

Pensaram em Dunga, mas o ex-presidente Fernando Carvalho pediu para apostarem em Roth.

Até como favor pessoal.

A princípio, a nova diretoria aceitou.

Mas os dirigentes não pararam de olhar para o lado, arrependidos.

Perderam tempo em relação a Muricy Ramalho.

Quando acordaram já era tarde.

Mas foram suportando Roth.

Só que havia nascido no Olímpico a ideia de quem deveria assumir no Beira Rio.

Renato Gaúcho e todo o seu sucesso foram a inspiração.

O papel de um ídolo do clube é excepcional escudo para dirigentes sem inspiração.

Acuados diante de decepções crescentes.

Um elenco caro jogando como time barato, fácil de ser batido.

Sem coragem de atacar, de dar a cara para bater.

Lento demais.

Roth se tornou um alvo fácil e odiado demais.

Se houvesse um ex-grande jogador do Inter, à altura de Renato Gaúcho...

Sim...

Havia um que estava louco para voltar a trabalhar como treinador.

Ele havia se cansado dos parcos salários que recebia como comentarista de tevê, cronista e radialista...

Parcos em relação ao que é pago a treinadores sem um décimo de sua estirpe...

De sua elegância como jogador...

Sem um centésimo de sua visão tática...

Ele não se conformava e reclamava a colegas de redação nos veículos de comunicação gaúchos...

Desde o ano passado estava esperando uma proposta do Internacional...

Veio a do Atlético Paranaense.

Ele disse não.

Queria o Inter.

Agora chega essa proposta.

Depois de várias reuniões durante toda a tarde, Roth foi oficialmente demitido.

Durou dez meses a sua quarta passagem como treinador do Inter.

Agora os dirigentes estão no aguardo da resposta de Falcão.

Depois de 18 anos, ele deve voltar ao Beira Rio.

Em 1993, sua passagem como treinador do clube foi pífia.

Com direito a 50% de aproveitamento.

A direção colorada age como em 2010.

Tira Roth que perdeu do Jaguares, é verdade, mas o time lidera seu grupo na Libertadores.

Na prática não está mal.

O futebol que é fraco demais.

Até pior do que no tempo de Fossati.

A imprensa gaúcha espera o sim de Falcão para qualquer momento.

Embora alguns poucos da atual administração defendam Dunga.

A maioria quer Falcão.

Será o maior ídolo do Grêmio contra o maior ídolo do Internacional.

O futebol do Rio Grande espera ansioso esse duelo...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Só Libertadores segurará Ganso até dezembro. A ideia é sair mesmo em junho. E, deseja Milão como futura residência..

diulgação Só Libertadores segurará Ganso até dezembro. A ideia é sair mesmo em junho. E, deseja Milão como futura residência..
Paulo Henrique Ganso ama Neymar.

De verdade.

Adora estar com ele.

Encontrou no atacante o complemento da sua personalidade retraída.

Chora de rir com o extravagante gosto pelas roupas...

Pelo penteados...

Diz que nunca jogou com alguém tão habilidoso.

Vai para jantares, almoço, festas...

Faz questão de estar sempre perto.

Não há rivalidade entre os dois.

Já combinaram que um sempre ajudará o outro na carreira.

Principalmente na Seleção.

Todo esse clima bom acaba quando Ganso é perguntado sobre a diferença de salários.

Não entre eles, mas a revolta recai sobre a diretoria santista.

O encontro de duas horas de hoje entre o meia e o presidente Luís Álvaro foi uma imensa perda de tempo.

Ganso saiu com a convicção de que o clube tem maior interesse em cuidar da carreira de Neymar.

O relacionamento do staff de Delcir Sonda, dono de 45% dos direitos do jogador, com a direção santista é péssimo.

Ao contrário de Vagner Ribeiro, empresário de Robnho, especialista em dar nó em pingo d'água.

A multa de Ganso para o Exterior é de R$ 105 milhões.

Para clubes brasileiros, R$ 60 milhões.

Ele recebeu a proposta de um aumento de salários para R$ 400 mil.

Mas Ganso exigia a redução da multa rescisória.

A direção santista não aceitou e Ganso resolveu encerrar a conversa.

O jogador avisou que iria expor à imprensa a sua vontade de ir para a Europa ainda em 2011.

E ponto-final.

A postura irritada, tensa do jogador tem explicação.

Não no desprezo com que foi tratado quando estava se recuperado da operação no joelho.

O que já o decepcionou profundamente.

Ficou com a certeza de que não queriam aumentar o seu salário para nao jogar.

A raiva vem da enorme diferença do que ele e o seu 'irmão' recebem.

O mau humor de Ganso beira o insuportável nesse assunto.

Já manifestou a sua revolta diversas vezes.

É o que acalenta Leonardo, da Inter de Milão.

Ele já conversou com representantes do jogador.

E avisou que irá convencer a diretoria a vir buscar o grande meia do futebol brasileiro.

Dirigentes do Milan já foram alertados por Robnho que deveriam se antecipar ao rival.

Ganso sabe da grande chance de Milão virar sua nova cidade.

E fará o possível e o impossível para sair do clube.

Seu plano é só ficar até o final do ano se o Santos for campeão da Libertadores.

Se a equipe for eliminada e não disputar o Mundial de Clubes, quer ir já na janela de junho.

Luís Álvaro percebeu que o problema não é só dinheiro.

Nem descer a multa rescisória.

A questão é bem mais simples.

Ciúmes.

Ganso não se conforma em receber bem menos do que Neymar.

A diferença é grande demais para os dois melhores jogadores do Santos.

Ganso recebe exatos R$ 123 mil.

E Neymar, dois anos mais jovem, R$ 500 mil.

Luís Álvaro foi avisado desse problema há quase um ano.

Não ligou e acreditou que iria resolver tudo na base da conversa.

Mas quando ofereceu R$ 100 mil a menos do que paga a Neymar, o dirigente convenceu Ganso que era hora de ir embora.

Atrevido, o meia jura a amigos.

Não há nada no mundo, a não ser a conquista da Libertadores, que o segurará na Vila Belmiro.

Não é por acaso que a frustração domina Luís Álvaro.

Ah, se ele tivesse ouvido os seus amigos que o aconselharam a pagar o mesmo aos 'dois irmãos'...

Tudo seria diferente...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+  Conheça todos os blogs do R7

São Paulo, Corinthians, Flamengo e Inter em novo leilão. Pelos gols de Luís Fabiano…

divulgacao094 São Paulo, Corinthians, Flamengo e Inter em novo leilão. Pelos gols de Luís Fabiano...

Luís Fabiano conseguiu promover um grande leilão no Brasil.

A decisão do atacante voltar 'de qualquer jeito' no meio do ano incendiou dirigentes de quatro clubes.

O primeiro é óbvio.

O São Paulo.

Juvenal Juvêncio já entrou em contato com o empresário do jogador, José Fuentes.

E tentou fazer valer a preferência, os anos em que ele atuou com sucesso no Morumbi.

A ligação do atleta com o clube, com a torcida.

Lembrou até o apelido "Fabuloso".

Fez contato também com o atacante.

Esperto, o artilheiro deu toda a atenção, mas não deu sua palavra.

Por quê?

Porque também recebeu ligação de representante do Corinthians.

Andres Sanches resolveu fazer da vida de Juvenal Juvêncio um inferno.

Resolveu tomar tudo o que for do são-paulino.

Já fez isso com o estádio da abertura da Copa, o tenta desmoralizar no Clube dos 13, na negociação com as tevês...

Se pudesse, lhe tomaria os cachimbos de estimação...

E, agora, quer ficar com Luís Fabiano.

O atacante recebeu o recado de que o Corinthians quer saber todas as propostas que tiver.

A promessa corintiana é cobrir, dar mais dinheiro do que todas.

E claro, usar o marketing para o transformar em grande ídolo popular.

A idéia agradou o atacante.

Assim como a proposta do Flamengo.

Empresários também ligaram ao jogador.

E apresentaram o projeto de um grande time no segundo semestre.

Tendo como atração ele e Ronaldinho Gaúcho formando dupla de ataque.

Com a chance de Adriano também chegar e o time de Patricia Amorim contar com um trio ofensivo sensacional.

E ele ouviu muito algo que lhe fez sorrir demais: voltar para a Seleção Brasileira.

Luís Fabiano acredita que tem condições de disputar a Copa de 2014.

Não jogando pelo Sevilla.

Não saindo em várias partidas, como está acontecendo.

A última proposta foi mais discreta.

Também feita por empresários.

Houve uma sondagem por parte do Internacional.

O discurso é claro.

Se o time vencer outra vez a Libertadores o quer para jogar o Mundial de Clubes.

O que os gaúchos podem oferecer é muito dinheiro e uma equipe muito forte.

Luís Fabiano não achou nada mal ter essa possibilidade na manga.

Fuentes ainda vai tentar buscar uma opção européia, um clube forte.

Mas o próprio Luís Fabiano se diz cansado de jogar no Exterior.

Quer voltar para o Brasil.

Está com saudade de tratamento de grande ídolo.

O leilão está aberto...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Corinthians reza por Bolívar. Zagueiro do Inter que pode ser o seu novo capitão…

divulgacao9211 Corinthians reza por Bolívar. Zagueiro do Inter que pode ser o seu novo capitão...
Ele já havia recebido a proposta no início do ano.

Mas não quis responder.

Estava em choque com a eliminação do seu time da final do Mundial para o Mazembe.

Afinal, ele era o capitão da equipe.

Teve de se submeter a uma artroscopia no joelho.

Tite já havia implorado a Andres Sanches que ele era o substituto ideal de William.

O próprio William, agora gerente de futebol, foi confirmar com Andres.

A sua chegada resolveria o problema da defesa corintiana.

Quem colaborou para a situação chegar ao ponto que está, perto de uma definição ainda hoje, foi Celso Roth.

Em entrevistas, o treinador do Internacional deixou claro que ele não tem posição garantida no time titular.

Pouco importa se era capitão do time ou não.

A atitude displicente de Roth o incentivou a pedir uma reunião com a diretoria.

Ele possui 40% dos seus direitos federativos.

O Inter, outros 40%.

E os demais 20% restantes são do Mônaco.

Ou seja: ele tem autonomia para brigar pelo que acha melhor.

Em vários telefonemas, William o convenceu que o melhor para ele é formar a dupla de zaga com Chicão.

E ajudar o Corinthians sem Ronaldo e Roberto Carlos a ganhar o Paulista e o Brasileiro.

A situação está muito bem encaminhada.

William teve o cuidado de ligar para a direção do Inter e confirmar o interesse no zagueiro.

E há muita expectativa no Parque São Jorge.

William confirmou que Bolívar pode ser confirmado como nova contratação a qualquer momento.

Vale destacar que ainda há parte da diretoria do Internacional que pretende segurar o atleta.

Há a promessa de uma importante reunião para hoje.

Tite até reza para o negócio ser acertado...

Assim como fez com Liédson, o clube está buscando os seus reforços mais importantes depois da eliminação da Libertadores...

É difícil entender.

Muito difícil...

( A reunião acabou há pouco.

A primeira resposta do Inter foi não.

Mas o Corinthians vai insistir...)

Página 1 de 41234