Posts com a tag: Felipão

“Felipão e Parreira falaram que o Brasil ganhará a Copa. Confiaram no que podemos fazer. Sabemos mesmo que temos potencial para vencer o Mundial.” David Luiz. O zagueiro mais caro da história…

1mowa2 1024x576 Felipão e Parreira falaram que o Brasil ganhará a  Copa. Confiaram no que podemos fazer. Sabemos mesmo que temos potencial para vencer o Mundial.  David Luiz. O zagueiro mais caro da história...
Teresópolis...

As declarações de Parreira e Felipão assustaram.

Os dois garantiram que o Brasil ganhará a Copa.

Nunca na história dos Mundiais, um país foi tão ousado.

Ainda mais a Seleção Brasileira.

Não há entre os convocados alguém que tenha sentido o gosto.

Depois de 20 anos, nenhum campeão do mundo.

O grupo é inexperiente em relação à Copa.

São nada menos do que 17 atletas.

Era de se esperar que iriam sentir a pressão.

Que virou obrigação depois de Felipão e Parreira.

Mas não, os atletas estão tranquilos.

E seguem a linha de pensamento dos seus comandantes.

Principalmente o zagueiro mais caro de todos os tempos.

Ninguém antes havia valido R$ 186 milhões como David Luiz.

Que a cúpula do PSG pagou ao Chelsea com prazer.

Formará a dupla entre o mais caro e o terceiro mais caro.

Com seu grande parceiro da Seleção, Thiago Silva.

David Luiz é o jogador mais acessível do grupo.

E o mais simpático.

2mowa1 Felipão e Parreira falaram que o Brasil ganhará a  Copa. Confiaram no que podemos fazer. Sabemos mesmo que temos potencial para vencer o Mundial.  David Luiz. O zagueiro mais caro da história...

Está feliz e orgulhoso de verdade por disputar a Copa.

Ontem deu uma coletiva de 48 minutos.

E ainda quebrou o protocolo.

Ficou dando autógrafos e tirando fotos com câmeras e auxiliares.

Me infiltrei no meio da confusão e ao seu lado fiz as perguntas que queria.

Não na coletiva, para todos ouvir.

Mas para a minha matéria.

Em meio a selfies de língua de fora, David Luiz respondeu.

Com uma firmeza que foi fácil entender.

Não é por acaso que se tornou um dos líderes da Seleção.

Ele é engraçado, simpático.

Mas na hora de falar sério, sabe se impor.

O Felipão e o Parreira falaram que o Brasil tem obrigação de vencer a Copa. Ninguém havia tido essa coragem de garantir o título de um Mundial antes dele começar. Isso não tornou tudo mais pesado para vocês?

Não. Sabe por quê? Porque sabemos que todos estão vendo como nossa obrigação ganhar a Copa. Estão exigindo do nosso grupo algo que podemos dar. Formamos uma seleção muito forte. Ganhamos bem a Copa das Confederações. Ficamos confiantes. Não menosprezamos ninguém. No futebol não existe isso. O Felipão e o Parreira também respeitam os adversários. E muito. Só que confiam no time que formaram. Isso só nos faz bem. Podemos ser novos em Copa. Mas a maioria do grupo atua há anos na Europa. Conhecemos os nossos adversários atuando em outros clubes ou até nos nossos. Por isso pelo time que temos sabemos da nossa força. A confiança está no nosso potencial. Temos capacidade para entrar na Copa acreditando de verdade no título. Sem desfazer dos rivais.

Mas assumir que o Brasil já ganhou a Copa é um risco muito grande. Gigantesco. Justo o campeonato mais difícil de todos.

O Parreira e o Felipão não poderiam falar outra coisa. A Copa é no Brasil. Somos o país com o maior número de títulos. Todos precisam compreender que antes de mais nada é a nossa vontade. O time e a Comissão Técnica estão comprometidos com esse título. Faremos de tudo para vencer. Até porque como disse na coletiva. Alemanha e Itália disputaram duas Copas em casa. Ganharam uma. Nós perdemos a primeira. Essa não escapa. Estamos sendo sinceros. Falando o que sentimos.

O Brasil vai disputar dois amistosos antes da Copa. O Felipão está pensando em deixar alguns jogadores de fora. Poupar. Seu nome vem sendo muito comentado como um daqueles que não vão jogar em Goiânia.

Eu? Não quero ficar de fora da Seleção nem dos amistosos. Se for preciso converso, peço para o Felipão. Estou bem e quero jogar. Ficar na concentração treinando é muito chato. Não quero ser poupado, não. Estou pronto para jogar. E para aqueles que falam sobre os choques, as pancadas, tenho de lembrar. O futebol é um esporte de contato. Não quer contato, vá jogar tênis. Tem uma rede no meio. Mesmo assim, a bolinha pode te acertar. Por isso as divididas são duras nos treinos. Mas sem machucar ninguém. Precisamos de todos bem para a Copa. Todos que estão aqui são muito importantes para a caminhada.

Para David Luiz, há a certeza.

Tudo está dando certo na sua vida.

Ele era um garoto que foi dispensado do São Paulo.

Considerado baixo.

1reproducao27 Felipão e Parreira falaram que o Brasil ganhará a  Copa. Confiaram no que podemos fazer. Sabemos mesmo que temos potencial para vencer o Mundial.  David Luiz. O zagueiro mais caro da história...

Pensou que seu sonho em ser jogador de futebol tinha acabado.

Mas conseguiu uma incrível volta por cima na vida.

Foi para o Vitória.

Atuava como volante.

Estava para ser dispensado quando um zagueiro machucou.

Mudou de posição.

Foi um sucesso.

Do Vitória passou para o Benfica, com apenas 20 anos.

Depois Chelsea e agora PSG.

Antes, a Copa do Mundo.

"Como vou ser um cara infeliz? Aprendi desde garoto a valorizar o sorriso. Celebrar a vida. Tenho a melhor profissão do mundo. A que escolhi para mim. E sei o quanto lutei, mas está dando tudo certo. Fico muito orgulhoso e me sinto um privilegiado. Vou disputar a Copa do Mundo no meu país. É um momento único, mágico. E que vou fazer de tudo para aproveitá-lo no máximo."
2reproducao10 Felipão e Parreira falaram que o Brasil ganhará a  Copa. Confiaram no que podemos fazer. Sabemos mesmo que temos potencial para vencer o Mundial.  David Luiz. O zagueiro mais caro da história...

Luan. A importância de falar a verdade ficou evidente no gol contra o Cruzeiro, em Sete Lagoas…

divulgacao396 Luan. A importância de falar a verdade ficou evidente no gol contra o Cruzeiro, em Sete Lagoas...
O chute saiu perfeito.

De canhota.

A bola foi forte, entrou perto do ângulo esquerdo.

Indefensável para Fábio.

Lindo gol do Palmeiras.

De quem?

Luan...

Jogador que a diretoria lutou para contratar...

Havia o interesse do São Paulo e do Santos...

O atacante tático que tanto potencial demonstrou no São Caetano...

Principalmente com o preciso arremate de esquerda...

Mas no Palmeiras se mostrava outro jogador...

Principalmente na hora de chutar para o gol...

Os chutes eram pavorosos...

Perdeu gols importantíssimos...

Ganhou a antipatia da torcida...

Olhares de reprovação dos companheiros...

De Felipão..

Nas poucas vezes que se dispunha a dar entrevistas, disfarçava...

Não queria explicar o que acontecia...

E fugia das respostas...

Foi assim por muito tempo...

Até perceber que estava passando a imagem de um jogador sem personalidade...

Que tremia ao chutar a bola com a camisa verde...

Era muito mais fácil com a azul do São Caetano...

Foi quando criou coragem...

Na semana passada destacou que chegava desgastado para chutar...

No time do ABC, ele tinha de se preocupar em atacar...

No Palmeiras de Felipão, precisava se desdobrar...

Acompanhando lateral, volantes adversários...

E Luan não tinha coragem de reclamar, questionar o técnico...

Não gostaria de correr o risco de perder o lugar no time...

Só que tudo poderia ser muito pior do que isso...

Ele estava se tornando um jogador mais do que dispensável...

Não só entre os titulares...

Mas no clube...

Sorte que sua queixa caiu no ouvido do irritado treinador...

Já que não tinha coragem de falar com o técnico...

A impresa pode ter salvado a sua carreira no Palmeiras...

Hoje diante do Cruzeiro, Luan pôde se poupar um pouco mais...

E chegar mais inteiro na hora de bater na bola...

Uma entrevista...

A sua vida pode ter mudado no Palmeiras...

O lindo gol tem tudo para ser um sinal...

O presidente Tirone tentou consertar os estragos que provocou no Palmeiras. Mas só conseguiu deixar tudo pior…

divulgacao222222 O presidente Tirone tentou consertar os estragos que provocou no Palmeiras. Mas só conseguiu deixar tudo pior...
Arnaldo Tirone não queria mais ser chamado de Pituca no Palmeiras...

E parecia que não teria mais motivos.

Depois de todas as suas declarações já expostas em post abaixo...

Mostrou coragem e independência...

Mas, mas...

Não suportou o dia seguinte.

Tratou ontem de minimizar o que falou.

Não negou.

Apenas disse que foi em um ambiente descontraído.

Tudo o que declarou realmente pensa.

Acredita que não vale a pena manter Valdivia.

Ele só quer saber de noites, baladas.

Sonha mesmo em trocá-lo por Dagoberto.

Muito menos Lincoln.

Tem medo do desequilíbrio de Scolari.

Não quer pagar R$ 250 mil a Marcos Assunção.

Quer Borges, Júnior César, Paulo Henrique, Rafael Toloi...

Mas sua declaração mais forte não passou despercebida.

"O problema é que o Felipão e o Frizzo falaram muito.

Se eles tivessem ficado quietos, eu conseguiria convencer a Federação a mudar a escala.

É como ter um assaltante na sua casa:

Você tem de administrar, manter a calma, tentar conversar, se não ele te mata."

O presidente da Federação Paulista de Futebol e conselheiro vitalício do Palmeiras quis explicações.

Então, Tirone tinha poder para mudar a escala da semifinal do Paulista?

Paulo César de Oliveira também.

Afinal, quem é esse 'ladrão' que ele usou como exemplo?

Tirone mandou recado aos dois...

Disse que foi mal interpretado.

Dirigentes do São Paulo disseram que não têm o menor interesse em Valdivia.

O chileno preferiu não responder, mas sabe muito bem que o presidente não o quer...

Scolari também se calou...

Mas sabe que o seu presidente o acha um descontrolado...

Tirone não parou desde a manhã de sábado de mandar recados...

Acusa a imprensa de tentar tumultuar o Palmeiras.

Mas não nega nenhuma declaração que deu.

Não tem como.

Infelizmente, Tirone voltou a ser Pituca...

Presidente do Palmeiras quer trocar Valdivia – rei da noite – por Dagoberto, se livrar de Lincoln e não morre de amores por Felipão. Muito pelo contrário…

divulgacao1 731x1024 Presidente do Palmeiras quer trocar Valdivia   rei da noite   por Dagoberto, se livrar de Lincoln e não morre de amores por Felipão. Muito pelo contrário...
Arnaldo Tirone tem o apelido de Pituca.

Filho de um ex-dirigente palmeirense, ele é tratado assim pelos velhos conselheiros do Palmeiras.

Mustafá Contursi foi seu mentor na luta para assumir a presidência do clube.

Foi.

Tirone prometeu que iria andar com as próprias pernas.

E está andando.

O primeiro passo foi dar, finalmente, o seu aval para a Arena-Palestra.

A WTorre teve de mudar o contrato.

Mustafá não queria que nem assim o Palmeiras avaliasse o estádio.

Tirone não concordou e assinou, para espanto geral até da oposição.

O estádio vai sair.

Chegou a hora do time.

O presidente revelou a companheiros de diretoria que "'está casado com Felipão".

O contrato que Belluzzo assinou o impede de demitir o treinador.

Seu contrato vai até dezembro de 2012.

É público o seu salário de R$ 700 mil sem impostos.

Salário revelado por gente de Tirone quando era oposição.

Se o Palmeiras quiser mandá-lo embora, tudo bem.

Só terá de pagar o que ele teria de receber até dezembro de 2012.

Até para um clube que pagou multa por Luxemburgo, Muricy e Antônio Carlos no mesmo ano seria demais...

A Folha de S. Paulo levantou uma estatística impressionante.

Depois da Copa do Mundo de 2002 que ganhou com o Brasil...

O "copeiro" Felipão perdeu os últimos mata-matas que disputou.

Dez mata-matas.

Um, dois, três, quatro, cinco, seis, sete, oito, nove, dez....

A começar por 2004, com Portugal.

Perdeu a Eurocopa para a Grécia.

Em 2006, com Portugal, caiu na semifinal da Copa do Mundo, eliminado pela França...

Em 2008, a Alemanha tirou Portugal da Eurocopa nas quartas de final...

Ainda em 2008, caiu da Copa da Inglaterra com o Chelsea diante do Burnley...

Dirigindo o Bunyodkor perdeu a final da Copa do Uzbequistão para o Paxtakor em 2009...

No mesmo ano, o Bunyodkor foi eliminado da Copa dos Campeões da Ásia nas quartas diante do Pohang Steelers

Em 2010, outra vez o Bunyodkor caiu na Copa dos Campeões da Ásia, agora nas oitavas diante do Al Hilal

Ainda em 2010, com o Palmeiras, foi eliminado nas semifinais da Sul-Americana diante do Goiás...

Em 2011, o Palmeiras caiu nas semifinais do Paulista diante do Corinthians...

E neste ano, o Palmeiras foi despachado da Copa do Brasil nas quartas pelo Coritiba...

Ou seja: são nove anos de derrotas em mata-matas...

Tirone sabe que a torcida palmeirense ama Felipão por conta da Libertadores de 1999...

E que ele não vai pedir demissão de jeito nenhum...

O dirigente resolveu usar a imprensa para mostrar o que pensa dele.

E falou ao Jornal da Tarde.

Revelou que ele "se desequilibra" e deu um exemplo que foi um soco no estômago do treinador.

"Você conversa com o Mano Menezes e ele está sempre calmo..."

A referência do dirigente é em relação à semifinal contra o Corinthians...

Quando o Palmeiras, graças a Felipão, parecia que tinha entrado para uma guerra...

Desequilibrado psicologicamente, o treinador foi expulso...

Ao fazer o gesto com a mão que Paulo César de Oliveira estava "roubando" o Palmeiras para a torcida...

Um treinador campeão do mundo agindo desta maneira foi inaceitável para Tirone.

Se pudesse, o mandaria embora...

O considera caríssimo e sem resultados...

Depois de cutucar Felipão, Tirone se empolgou.

E se voltou para Valdivia...

Nos bastidores do Palestra Itália, ele batizou como a "pior contratação de todos os tempos".

O Palmeiras pagou R$ 14,9 milhões pelo meia ao Al Ain...

Acertou salários de R$ 350 mil...

E ainda pagou comissão ao pai do jogador para o negócio ser fechado...

E não perdoa o comportamento do meia.

"Ele só quer saber de cair na noite."

Talvez por isso a sua mulher tenha classificado as mulheres brasileiras de maneira original...

Como "galinhas e Maria Chuteiras"...

Talvez com conhecimento de causa...

"E se machuca demais.

Quando se recuperar dessa contusão vai disputar a Copa América."

Valdivia quase derrubou todo o departamento médico do clube no ano passado...

Não conseguia se recuperar de uma contratura na coxa...

Chegou a dizer que estava bem e entrou três vezes em campo...

Saiu antes dos 30 minutos, expondo o Palmeiras ao vexame...

Os médicos do clube não entendiam por que os anti-inflamatórios não agiam sobre o seu organismo...

A desconfiança da direção do clube está nas noitadas porque o tratamento no clube ele fazia...

Tirone disse com todas as letras que trocaria Valdivia com Dagoberto...

O dirigente não falou por falar...

Ele quis expor a real situação do chileno para uma eventual rescisão de contrato...

E o Palmeiras vai tentar para se livrar do jogador...

Como Tirone estava inspirado, disse mais...

Revelou que manter Lincoln também não compensa.

Paga R$ 270 mil ao jogador que "está sempre machucado".

E revelou que o clube ainda deve 1 milhão de euros ao jogador.

Dinheiro que ele usou para se livrar do Galatasaray, confiando que o Palmeiras o pagaria...

A dívida se arrasta desde fevereiro de 2010...

A direção também quer se livrar do jogador...

Mas ele não vai embora enquanto não receber seus R$ 2,3 milhões.

O presidente revelou que não está fácil renovar com Marcos Assunção.

Ele recebe R$ 130 mil mensais e quer R$ 250 mil...

Tirone sabe que ele tem proposta do Corinthians...

Lembrou que não quis emprestar Kléber para o Santos disputar a Libertadores por empréstimo..

E revelou os jogadores que o Palmeiras está tentando contratar...

O lateral-esquerdo Júnior César do São Paulo...

O atacante Borges do Grêmio...

O zagueiro Rafael Tolói do Goiás...

O lateral direito Paulo Henrique do Paraná...

E a volta do também zagueiro Henrique que o clube vendeu para o Barcelona...

Tirone detesta a administração Belluzzo.

Acredita que Belluzzo desperdiçou rios de dinheiro com o Palmeiras.

Agiu como um torcedor.

Não conseguiu um título.

E deixou o clube atolado em dívidas para que ele administre...

Na reportagem o classificou de "puro" e disse que o futebol não é para "amador"...

A muito custo, Tirone tem mantido os salários em dia.

O futebol do time só melhorou quando os jogadores passaram a receber.

Com Belluzzo, era normal o Palmeiras dever meses de salários ou direito de imagem...

Deu a receita para quem deseja aprender a ser dirigente do Palestra Itália...

"Pega os três filmes do Poderoso Chefão e assiste.

Aquilo é o dia a dia do Palmeiras.

O cara senta pra jantar com você e, quando você levanta...

Te dá um tiro nas costas."

Tirone deixou de ser Pituca...

“Se o Felipão continuar a perder tem de trocar. Futebol é assim. Estou triste demais com o Palmeiras.” Ademir da Guia, o ‘Divino’…

divulgacao9937 Se o Felipão continuar a perder tem de trocar. Futebol é assim. Estou triste demais com o Palmeiras. Ademir da Guia, o Divino...
Um dos maiores ídolos da história do Palmeiras está arrasado.

"6 a 0 foi dolorido demais.

Não combina com a história do nosso clube.

Me dói até falar sobre essa derrota contra o Coritiba.

Nunca pensei que o Palmeiras perderia assim por 6 a 0.

E a tradição e a nossa história?

Não tem como não ficar triste, envergonhado..."

Este é Ademir da Guia, o melhor camisa 10 do Palmeiras em todos os tempos.

Ele desabafou de maneiro exclusiva ao blog...

Ademir, qual é a sensação que você ficou depois dessa goleada?

A de enorme tristeza com os dias atuais.

O Palmeiras de hoje é muito diferente daquele que conquistou tantos títulos.

É uma pena o que acontece com esse clube com tanta estrutura.

Tem tanta história, tanta gente importante comandando o clube.

E passa por vexames como o de ontem.

Como palmeirense estou profundamente afetado, triste, envergonhado.

Por que o Palmeiras perdeu por 6 a 0?

Porque o elenco é pequeno demais.

Sai um jogador não tem reposição.

O Valdivia é fundamental no time.

Com ele fora, o Palmeiras fica sem referência, sem confiança.

Acredito que as pessoas também ficaram muito iludidas com o Campeonato Paulista.

Ele não serve como parâmetro.

Há times muito pequenos.

Depois de ser eliminado da final pelo Corinthians nos pênaltis muita gente achou que estava tudo bem.

Mas eu já sentia que não estava.

O Palmeiras atuava de maneira muito defensiva.

E era dependente do Valdivia para criar alguma coisa.

Sem ele, as limiitações do time ficaram mais claras.

E veio esse desastre.

6 a 0 não é placar para o Palmeiras.

Não admito!

Não gosto nem de falar em voz alta.

Eu ainda não quero acreditar que perdemos por 6 a 0...

6 a 0, meu Deus...

6 a 0...

Qual foi a sua maior derrota com a camisa do Palmeiras?

Ah...No meu tempo a situação era outra.

Nosso time era muito forte.

Não era dominado pelos adversários.

Naquela época o Palmeiras dominava.

Sentíamos que as equipes que nos enfrentava se enervavam.

O respeito pela força do nosso time era enorme.

Hoje, infelizmente, isso não está acontecendo.

Eu fico muito preocupado com o que estou vendo.

A maior derrota que sofremos mais gols que eu me recordo foi contra o Corinthians.

Foi um 4 a 3 magistral.

Um jogo sensacional.

Estávamos ganhando por 3 a 2, mas o Adãozinho jogou bem demais e deu a vitória a eles.

Derrota do Palmeiras por goleada era 4 a 3...

6 a 0 nem pensar.

Era inimaginável...

Uma pena que tudo mudou...

Você acha que o Felipão deve ser mandado embora?

Olha, eu acho que um treinador precisa ganhar títulos.

Sei que a torcida gosta muito dele, foi campeão mundial com a Seleção.

Mas ele já está há um ano, ganhando bem, trabalhando muito, mas e os títulos?

O Palmeiras precisa ser campeão.

Não fazer boa campanha, trabalhar demais e perder no final.

O Palmeiras nasceu para ganhar, se impor, ser o primeiro.

Não para ficar feliz apenas com boa campanha.

Isso vale para todos os técnicos.

Inclusive o Felipão.

Tem que ganhar títulos, se não ganha, algo precisa ser mudado.

Se tiver de sair para melhorar, saia...

Até porque as pessoas não estão prestando atenção.

O Campeonato Brasileiro é muito mais difícil do que o Paulista.

Há que se ter muito cuidado.

O Palmeiras já caiu para a Série B uma vez.

Não quero passar por essa tristeza de novo.

Você vê chance de o Palmeiras ser rebaixado outra vez?

Sinceramente?

Estou muito preocupado.

O Palmeiras precisa urgente de grandes reforços.

Mas pelo que eu sei, o clube não trará um nome sensacional, que vá mudar o cenário.

Não.

Então a base do time que disputará o Brasileiro é essa mesmo.

A que perdeu por 6 a 0 para o Coritiba.

É lógico que a situação fica preocupante.

Temos apenas 11 titulares e olhe lá.

Não dá para ficar tranquilo com o Palmeiras atual.

Ele pode sim ser rebaixado.

Estou preocupado com tudo que estou vendo.

E muito abalado.

Nunca pensei que fosse ver um dia o Palmeiras perdendo para o Coritiba por 6 a 0.

E tudo continuar como se não houvesse acontecido nada...

O Palmeiras nasceu para ser campeão, ser o melhor do Brasil.

Não para se conformar com as derrotas.

Estou muito chocado...

Dá vontade de entrar em campo para ajudar?

Muita.

Você nem faz idéia.

Mas não sei se o Felipão iria me escalar...

Felipão ou Tite? Luxemburgo ou Ricardo Gomes? Falcão ou Renato Gaúcho? Os estaduais hoje servem apenas para tumultuar a vida dos derrotados…

divulgacao1977 1024x771 Felipão ou Tite? Luxemburgo ou Ricardo Gomes? Falcão ou Renato Gaúcho? Os estaduais hoje servem apenas para tumultuar a vida dos derrotados...
Os campeonatos estaduais costumavam parar o País.

O mais representativo deles foi o de 1977, conquistado pelo Corinthians.

Quase houve feriado nacional.

Uma comoção absurda pelos 23 anos de jejum.

O clube mais popular do estado mais endinheirado emocionoiu o País.

O calendário era dividido em duas partes quase iguais: quase a metade do ano para o estadual.

E a outra para o Brasileiro.

A Libertadores era uma competição clandestina, que não interessava à maioria dos clubes.

Torneio disputado pela América do Sul, com manipulações de árbitros, agressões de torcedores, doping.

E sem a televisão, não era nada lucrativa.

Os jogadores nem sonhavam com essa facilidade para jogar no Exterior.

A rivalidade entre os clubes do mesmo estado era empolgante.

Equipes disputavam quem colocaria mais jogadores na Seleção.

Os estaduais eram tão ou até mais valiosos para os torcedores do que os Campeonatos Nacionais, inchados pelo Governo Federal.

Ou o lema "Onde a Arena vai mal, um time no Nacional" foi esquecido por alguém.

Como levar a sério um torneio que já teve mais de 100 clubes?

Essa importância do campeonato estadual diminuiu drasticamente com o passar das décadas.

Os torneios servem hoje para manter presidentes de federações nos cargos.

E são esses presidentes que sustentam no cargo o presidente da CBF.

Se fossem extintos ou liberassem os clubes grandes de disputá-los, seria a chance de as equipes excursionar...

Fazer pré-temporadas dignas, muitas delas lucrativas, no Exterior...

Mas o resquício da ditadura militar que domina o futebol brasileiro não permite...

Por isso, os campeonatos estaduais atualmente valem para os clubes que perdem...

Ganhar virou obrigação e a garantia de emprego no primeiro semestre para os treinadores...

Ver quem perde é a atração neste domingo ensolarado na maioria do País...

Quem será que será derrotado?

Falcão ou Renato Gaúcho?

Felipão ou Tite?

Luxemburgo ou Ricardo Gomes?

Antônio Lopes ou René Simões?

Roberto Fernandes ou Hélio dos Anjos?

E com aqueles temperos que, como os estaduais, só o Brasil tem...

Denúncia de tentativa de suborno de Eduardo Ramos em Pernambuco...

O sorteio do árbitro Paulo Cesar Oliveira antecipado de forma estranha por um jornal...

Torcida invadindo ontem o treindo do Grêmio para ameaçar os jogadores que não correrem hoje...

Ronaldinho Gaúcho vai jogar mesmo com o time tendo a certeza que rende mais sem ele...

Conselheiros favoráveis a Eurico Miranda torcem para que o Vasco perca para enfraquecer Roberto Dinamite...

A direção do Bahia prometendo novo rodízio de técnico caso o Bahia não dispute nem a final do Baiano...

Assunto não faltará hoje ao final da tarde...

Mas com o maior destaque para o lado negativo...

Os estaduais só têm essa função para os clubes grandes...

Atrapalhar, tirar do rumo, desgastar...

E valer muito, demais....

Para quem perde...

Na vontade de manipular a verdade, Luiz Felipe Scolari enfeia as vitórias do seu bravo e líder Palmeiras. Ele quer que todos enxerguem o que deseja…Uma pena…

divulgacao555 Na vontade de manipular a verdade, Luiz Felipe Scolari enfeia as vitórias do seu bravo e líder Palmeiras. Ele quer que todos enxerguem o que deseja...Uma pena...
Lógico que a tentação é grande...

E os gritos de Scolari não vão intimidar...

Obrigar que se feche os olhos ao que acontece...

A ríspida discussão entre Valdivia e Luan demonstra o que já se comenta no Palestra Itália.

O chileno não é tão intocável como gostaria.

Não tem o direito de humilhar ninguém quando não recebe a bola.

Tanto que Luan não suportou as cobranças, os palavrões do meia.

Respondeu à altura.

Ao final do jogo contra o Prudente, Murtosa, fiel escudeiro de Luiz Felipe foi atrás de Valdivia.

Todo banco de reservas percebeu o quanto foi arrogante o chileno.

E com a autoridade de irmão de Scolari, Murtosa passou uma descompostura, enquadrou o meia.

A Comissão Técnica do Palmeiras tem um tratamento meramente profissional com ele.

E vice-versa.

Não há carinho, mas desconfiança de ambos os lados.

Valdivia não se considera aceito como o grande craque que pensa ser.

Scolari não engoliu a contusão mal curada na coxa em 2010 que quase derrubou todo o departamento médico do clube.

E o chileno se recusar a assinar o documento se comprometendo a não jogar futebol nas férias, já que estava machucado.

A relação de Valdivia, a Comissão Técnica e o grupo de jogadores é ruim, fria, distante.

Não foi por acaso que ele se recusou a dar entrevistas ontem.

Mas o contrato é longo e vantajoso para o jogador.

O dinheiro é muito, mas muito bom.

E, embora Scolari não reconheça, Valdivia tem um talento acima dos demais atletas do Palmeiras.

Para não dizer que não falei das flores, a campanha do time é irrepreensível.

Ganhou com autoridade do Grêmio Prudente que vinha entusiasmado por eliminar o Atlético Mineiro.

O time verde mostrou no Canindé a sua força de marcação, a compactação da equipe.

A rapidez nos contragolpes.

Não é e nem pretende ser um time que empolgue pela técnica.

Até porque são raros os seus atletas que mereçam ser chamados de técnicos.

Mas o Palmeiras joga com limitação e alma.

É como se fosse a disputa de War, velho jogo de tabuleiro.

Scolari quer ganhar cada centímetro do território do adversário.

E proteger o seu.

O Palmeiras busca partidas sem risco.

Lógico que isso reflete na emoção dos jogos.

O Palmeiras é muitas vezes o time mais monótono do País.

Não há arroubos, dribles fascinantes, bicicletas, lançamentos.

Há divididas, carrinho e muitos jogadores chegando na mesma bola.

É um trabalho interessante.

Eficiente.

O clube comemora essa liderança da primeira fase do Paulista como se fosse uma vaga para a Copa do Mundo.

E talvez seja.

O Palmeiras é um time desacreditado.

Não só pelos adversários.

Quem passou a duvidar da gloriosa camisa verde são os seus próprios torcedores.

Dirigentes de dois tipos são os responsáveis por isso...

Os que agiam como torcedores intempestivos...

E os sovinas, neuróticos por economizar...

Os que proibem até o clube de imprimir seus comunicados em cores para economizar tinta...

Eles se revezam há anos no Palestra Itália...

Com o agravante que o grupo derrrotado sabota o outro que está no poder...

Sabota mesmo...

Vaza notícias que comprometem não só o dirigente como muitas vezes até a vida pessoal de quem manda...

Por tudo isso, o Palmeiras se tornou um clube sofrido...

Descente...

A liderança neste esvaziado Campeonato Paulista merece mesmo ser comemorada.

Ter o privilégio de jogar no Canindé como mandante as partidas da fase decisiva...

É motivo de orgulho...

De cantar o hino com a mão no coração ao acordar...

Pensar que o clube tem Kléber, Valdívia, Marcos e ainda contará com Welligton Paulista e Maikon Leite...

E conta com o turrão Scolari, excelente treinador, o melhor do Brasil...

Mas que detesta que o mundo enxergue...

Tenta em cada problema coagir a imprensa à força...

Qual o problema em falar claramente sobre a discussão de Valdivia e Luan?

Intimidar jornalistas é uma atitude reacionária que só faz crescer o assunto...

Quase trinta anos de carreira e a mentalidade não muda...

Pode ser na Seleção Brasileira, Portuguesa, no Chelsea, no Uzbequistão...

Felipão não vai aprender nunca a lidar com a realidade...

Seu time é o primeiro colocado entre os paulistas....

Deixou para trás Santos, Corinthians, São Paulo, que têm elenco bem melhores que o seu...

Mas não consegue conversar sobre problemas concretos e seguir adiante...

Talvez seja a hora dele conversar para valer com Regina Brandão...

'Roubar' algumas consultas de seus jogadores...

E falar sobre o seus problemas com a excelente psicóloga que trabalha com os times que dirige...

Inteligência emocional é a sua especialidade...

Seria sensacional para Scolari aprender a desfrutar suas conquistas de coração aberto...

Parar de se alimentar de conflitos desnecessários...

Admitir que não pode manipular a verdade...

Entender que não vive em um Mundo de Alice, onde os jornalistas vão só falar sobre lideranças, vitórias...

Perguntar sobre o que ele quiser...

Nem Pinochet conseguiu isso...

Perceber que não é preciso ter raiva do mundo para ser o excelente treinador que é...

Parabéns pela liderança do Palmeiras, Scolari...

O mérito é todo seu...

Mas você não é dono da verdade...

Ningém é...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


Graças a seu assessor, todos têm a certeza de um salário no futebol brasileiro: de Felipão. R$ 700 mil a cada 30 dias…

AP12 Graças a seu assessor, todos têm a certeza de um salário no futebol brasileiro: de Felipão. R$ 700 mil a cada 30 dias...
Será que alguém acredita que Paulo Cesar Carpegiani ganhe pouco?

Vanderlei Luxemburgo, Cuca, Celso Roth, Ricardo Gomes, Tite, Mano Menezes?

Todos recebem mais de R$ 150 mil mensais.

Ronaldinho Gaúcho, R$ 1,8 milhão.

Kaká, R$ 2,1 milhões.

Cristiano Ronaldo, R$ 2,7 milhões.

Adriano receberá o fixo de R$ 300 mil no Corinthians.

E os dirigentes de marketing garantem que arrumarão mais R$ 400 mil para o jogador.

R$ 700 mil a cada 30 dias.

O mesmo que recebe Luiz Felipe Scolari no Palmeiras.

Salário que foi delatado à imprensa por membros da ex-diretoria.

Queriam mostrar o poderio do clube.

Afinal, ele recebe R$ 700 mil livres de imposto de renda.

Normal, último treinador campeão da Copa do Mundo com o Brasil.

Vice-campeão da Eurocopa com Portugal.

Vencedor da Libertadores com o Palmeiras e com o Grêmio.

Nada demais.

Mas o seu assessor conseguiu envenená-lo.

Como se fosse um pecado os jornalistas escreverem

Sobre o mundo é permitido.

Mas não sobre Felipão.

O mesmo assessor trabalhou com Zé Roberto.

E ficou possesso quando foi revelado que ele ganhava R$ 500 mil no Santos.

O assessor meaçou processar o grupo Estado.

Só ameaçou.

Zé Roberto nunca contestou tal salário.

Foi feita uma interessante matéria comparando os vencimentos de Felipão com alguns times que o Palmeiras derrotou.

Ele sozinho recebia mais do que várias equipes.

Situação constrangedora.

Como escapar dela?

Ameaçado ir buscar até o inferno o jornalista que a escreveu se algo acontecer com sua família.

Então, tá...

Ele quer ser treinador de elite e não quer o seu salário divulgado.

Apela para a imagem de algum familiar sofrer as consequências por ele receber tão bem.

Isso é uma hipocrisia.

No esporte mundial todos os que atingem o cume têm seus salários divulgados.

E nem precisavam.

Quem iria dizer que Felipão ganha mal?

Isso é uma grande bobagem do seu assessor de imprensa.

O Sindicato dos Jornalistas do Estado de São Paulo se posicionou criticando Felipão.

E protegendo o jornalista que escreveu a matéria.

Graças ao seu assessor, Felipão tem o salário mais conhecido no futebol brasileiro.

Justo ele que desejava tanto o contrário...

Bem agora quando todos devem entregar suas declarações de renda para o Ministério da Fazenda...

Bem agora...

Foi uma justa derrota da hipocrisia...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Para proteger Felipão, Palmeiras disposto a proibir jogadores de usarem o twitter. E Atlético Mineiro quer levar o descontente Kleber…

twitter3 Para proteger Felipão, Palmeiras disposto a proibir jogadores de usarem o twitter. E Atlético Mineiro quer levar o descontente Kleber...
Kléber desmoralizou Luiz Felipe Scolari no twitter.

Não há meias palavras.

Ele não suportou as críticas do treinador.

Felipão não perdoou seu atacante.

Ele estava com dores musculares e passou madrugadas no Carnaval.

As dores pioraram e ele não pode jogar contra o fantástico Noroeste de Bauru.

Scolari poderia ter resolvido a questão com o atleta, em uma conversa de vestiário.

Mas preferiu cobrá-lo publicamente.

Kleber sentiu que ele o estava jogando contra a torcida palmeirense.

E foi fundo nas respostas.

"Não é a primeira vez que isso acontece.

(Felipão) já falou mal do time quando disse que era solteiro contra casado...

Falou mal do Lincoln...

Mal do Valdivia...

E agora me criticou também.

Nunca vi proteger a gente.

Mas vi proteger treinador de time rival"

(Felipão disse que preferia perder para o Corinthians a ver Tite demitido.

O Palmeiras perdeu o jogo e Tite seguiu empregado.)

"Não ligo para o que ele falou.

E nem me surpreendeo."

"...não dá para aguentar mais calado..."

Essas foram algumas frases que Kléber colocou ontem no seu twitter.

E elas não permitem dúvidas.

Não dá para dizer que a palavra do jogador foi distorcida.

Algum repórter ou jornalista maldoso colocou palavras que não foram ditas por ele.

Diante da postura corajosa de Kléber, Felipão hoje tentou amenizar.

Disse que tudo foi um exagero.

E tentou disfarçar, brincando, desviar o foco, falar de Adriano Michael Jackson.

Mas ao mesmo tempo quer uma postura da diretoria do Palmeiras.

Adivinhe qual?

Sim...

Proibir que os jogadores se manifestem no twitter.

Assim ninguém fica sabendo o que realmente o atleta pensa.

Se ele está sendo injustiçado.

Nada.

Fica só a palavra do técnico.

E as 'mentiras' dos jornalistas.

Só que Felipão mexeu com o jogador errado.

Kleber não vai se submeter a essa censura.

A direção do Atlético Mineiro já procurou seu esperto empresário.

Se Kleber decidir sair do Palmeiras por causa de Felipão, tem clube o esperando de braços abertos.

Dorival Júnior fica rezando.

Kleber seria o jogador perfeito para substituir Diego Tardelli.

O problema, como lembram os leitores, é o fato de 50% de Kleber é do Cruzeiro...

A direção do Palmeiras tem um grande problema nas mãos.

Felipão não esperava que um atleta o fosse enfrentar de maneira tão aberta.

Límpida, sem contestação.

Sem a interferência de jornalistas.

O twitter se tornou uma arma da democracia no Palmeiras.

Como é na China...

Na Venezuela...

No Irã...

Foi no Egito...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Dance, Felipão… Michael Jackson, o que for… Esqueça a pose mal humorada, forjada. Volte a ser o técnico que encantou o Brasil…

Luiz Felipe Scolari acaba de dançar no treino do Palmeiras.

Imitou Michael Jackson.

Cumpriu a promessa feita a um repórter.

Disse que dançaria se Adriano marcasse três gols.

Marcou quatro contra o pobre Comercial do Piauí.

Não interessa as risadas dos jogadores, da Comissão Técnica diante do desajeitado técnico.

O que interessa mesmo é a volta do bom humor de Scolari.

Ele tem o maior contrato da América Latina.

Ninguém ganha como ele treinando um time.

Mano Menezes, por exemplo, não chega à metade.

Mérito do que Felipão conquistou ao longo da carreira.

E também a ponta do iceberg, do projeto apresentado por Belluzzo.

O ex-presidente se iludiu e acreditou que pudesse formar uma seleção para o Palmeiras.

Iria usar sua influência entre os empresários, banqueiros.

Por isso aceitou pagar R$ 14 milhões por Valdivia.

Foi resgatar 50% de Kléber junto ao Cruzeiro por R$ 6,5 milhões.

Convenceu Lincoln a pagar do próprio bolso uma multa de R$ 2,3 milhões para se livrar do futebol turco.

Lincoln queria fazer parte dessa 'seleção'.

Só que os erros administrativos de Belluzzo duplicaram as dívidas palmeirense.

Acabaram os adiantamentos de cotas de televisão e os empréstimos se tornaram impossíveis.

Para culminar, ele teve um gravíssimo problema cardíaco.

Felipão viu o sonho de conduzir o melhor elenco no Brasil sumir.

Mesmo assim, ele resolveu cumprir sua palavra.

Ele se orgulha de ter como principal característica a lealdade.

E é mesmo um homem leal.

Para o bem e para o mal.

Se não fosse assim, não teria o assessor de imprensa que tem...

Foi o assessor quem o aconselhou a fechar o time.

Proibir as entrevistas antes, durante e logo após os jogos.

Se fosse pelo assessor, o Palmeiras só contrataria surdo-mudos.

Foi ele também quem aconselhou Felipão no episódio Valdivia.

Enfim, já não bastasse a falta de dinheiro, tanto desgaste desnecessário.

Pessoa que trabalham no Palmeiras me garantiram que diminuiu a influência do assessor sobre Felipão.

Ele está sendo mais ele mesmo e não uma imagem forjada.

Isso explica a sua descontração.

O elenco está muito mais alegre, leve, trabalhando melhor.

A carranca de Felipão está se desfazendo.

Se dependesse do seu assessor pessoal, ele não dançaria nem em casamento de parentes.

Em meio a tanta promessa não cumprida, o treinador resolveu aceitar a vida como ela é.

Deu sua palavra ao clube que tanto o ama.

E está recebendo bem demais para isso.

Então, precisa trabalhar, dar o máximo para realizar o seu sonho.

Ele espera em janeiro de 2013 assumir uma seleção para trabalhar na Copa de 2014.

Não esconde de ninguém sua meta.

Ele é um homem que planeja a sua vida.

Enquanto 2013 não chega, dança Felipão...

Sorria, Felipão...

Viva o futebol brasileiro na sua intensidade...

Com todos os problemas e também com suas alegrias, suas bobagens...

Seja humano.

E não um mero boneco moldado por um assessor de imprensa frustrado...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 612345...Último