Posts com a tag: Dunga

Descontrolado, Falcão começa a cansar a direção do Inter. Dunga passa a ser muito mais do que uma possibilidade…

divulgacao29034 Descontrolado, Falcão começa a cansar a direção do Inter. Dunga passa a ser muito mais do que uma possibilidade...
"Não temos um grupo em condições de ser campeão brasileiro."

Com essas palavras Paulo Roberto Falcão justificou a derrota para o Ceará.

Repassou a culpa toda para os jogadores do Internacional.

Perdeu a confiança dos atletas.

Tudo o que não se perdoa no futebol é treinador dizendo que a culpa é do time.

Ele desqualifica a equipe.

E ainda posa de inatingível.

É o famoso: "Eu ganho, nós empatamos, eles perdem..."

O ambiente no Beira Rio está longe de ser bom...

Mas o que está ruim...

Pode e ficou pior...

Depois de atacar seu time...

Falcão atacou jornalistas de Porto Alegre...

Profissionais que até pouco tempo trabalhavam lado a lado com o agora técnico...

Falcão escolheu a pior das ofensas...

Disse que jornalistas plantavam notícias no Inter...

Apenas com o interesse de desestabilizá-lo...

A revolta foi geral...

Ainda mais porque Falcão não teve coragem de dizer quem planta notícias...

Falar nome e sobrenome...

Não...Ele deixou no ar de propósito...

Plantas notícias é o jargão para quem inventa fatos...

Os repórteres que cobrem o Inter estão revoltados...

Já reclamaram com a própria direção do clube...

Jogadores também já se queixaram aos dirigentes de Falcão...

Ele está conseguindo jogar todos contra ele...

Exatamente como aconteceu na Copa América de 1991...

Quando a imprensa que tinha privilégios na CBF foi contra ele...

E o então técnico da Seleção Brasileira generalizou seu ódio...

Conseguiu ter o País todo contra ele...

Acabou demitido...

Vinte anos depois, o erro de Falcão é outro...

Por ter sido o maior ídolo do Inter como jogador...

Ele acredita que mereça o mesmo tratamento como técnico...

Só que são duas coisas bem diferentes...

Até porque o rendimento do caro elenco do Internacional é constrangedor...

Lógico que qualquer que fosse o técnico ele seria cobrado...

Mas Falcão não aceita...

E sai comprando inimigos poderosos de forma descabida...

Mostrando um descontrole incompatível com o cargo...

Falcão se atirou de vez na panela de fogo brando...

A pressão pela sua demissão só vai crescer com o passar dos dias...

De grande esperança, Paulo Roberto está se tornando uma enorme decepção...

Quando trabalhava como comentarista dizia que desejava voltar ao futebol...

Não admitia tantos enganadores ganhando salários milionários para comandar times de futebol...

Pois bem, o Inter resolveu apostar nele...

E agora os dirigentes começam a se arrepender...

A torcida que o amava como jogador já o chama de burro no Beira Rio...

Ele vai enfrentar essa situação sem dois alicerces importantíssimos...

Seus jogadores e a imprensa...

Falcão que assuma o seu descontrole emocional para treinar o Inter...

Muita gente importante do Beira Rio já pensa em Dunga...

Também ídolo e começa a ensaiar seu retorno como treinador...

O ano de quarentena depois da Copa do Mundo está por acabar...

O exílio de Dunga. Depois de dez meses da Copa da África, curando as feridas. Não admitindo que errou por não levar Ganso e Neymar… E só tem uma certeza: vai voltar ao futebol…

divulgacao290 O exílio de Dunga. Depois de dez meses da Copa da África, curando as feridas. Não admitindo que errou por não levar Ganso e Neymar... E só tem uma certeza: vai voltar ao futebol...

Depois de demissão da seleção brasileira, ele se isolou.

Passou a cuidar da família.

Ficar perto do pai que está em coma há anos.

Não quis nem negociar com São Paulo, Fluminense e Vasco.

Ele é sócios de empresas no Japão e na Itália.

Além do bom dinheiro que acumulou como jogador.

Tem imóveis.

Fez uma série de investimentos.

Pode ficar sem trabalhar e levar uma vida de conforto.

E é essa escolha de Dunga.

"Ele ficou muito magoado com tudo o que aconteceu na Copa do Mundo.

Foi massacrado porque fez o que ninguém teve coragem.

E todos técnicos da seleção quiseram: não se submeteu à Globo.

Se ganhasse a Copa estaria no céu.

Como perdeu, teve de aguentar a vingança.

E a Globo quando quer acabar com a imagem de alguém é cruel."

A definição é de um raros amigos jornalistas de Dunga.

Mesmo dez meses longe dos holofotes, o mundo do futebol não o esqueceu.

Gilberto Silva só fechou com o Grêmio porque foi indicação sua.

Apesar de estar historicamene ligado ao Internacional, a direção gremista o procurou.

Pediu auxílio, precisava de um volante experiente.

Além de indicar, ele telefonou para Gilberto Silva e o convenceu a vir para Porto Alegre.

Os jogadores derrotados na África do Sul continuam mantendo contato.

A 'família' Dunga que fracassou no Mundial ainda está unida.

O treinador conversa, brinca, anima aqueles, que como Felipe Mello, sabem que seleção nunca mais.

Até porque ele mesmo sabe que não terá mais a chance de comandar o Brasil.

Comprou inimigos fortes demais.

"Dunga está se recompondo.

Vivendo para a família, para os amigos.

Viajando pelo mundo, cuidando dos seus negócios no exterior.

Não está sentado na sala assistindo o teipe de Brasil e Holanda, não.

Nem amargurado.

Ele teve uma carreria intensa como jogador.

Passou por derrotas que seriam insuportáveis para a maioria.

Como a Copa do Mundo de 1990, quando acabou ficando marcado.

Virou o único culpado pela eliminação do Brasil.

Uma baita injustiça, tchê...

E deu a volta por cima que ninguém imaginava.

Foi campeão e capitão do mundo em 1994.

Depois voltou a ser pisado na Copa da África.

Imagine, só imagine...

Quem garante que ele não pode estar no comando de uma outra seleção em 2014.

Já pensou o Dunga disputando um jogo eliminatório contra o Brasil?

Vai saber...

A vida sempre foi muito justa com ele...", provoca o amigo.

Ele continua acreditando que acertou em não levar Ganso e Neymar.

Na sua análise, quase depois de um ano da Copa, os dois não tinham vivência.

E acha que acertou ao não jogar tanta responsabilidade sobre os dois.

Por mais que a dupla tenha dado a melhor resposta possível...

E se tornado os dois melhores jogadores do País em menos de um ano...

Houve uma boa surpresa em relação à família verdadeira de Dunga.

A população não a perseguiu, não houve palavrões, desrespeito.

Pelo contrário.

Houve muita solidariedade gaúcha em relação à esposa, filha, parentes.

Foi como se todo o Rio Grande do Sul tivesse sido derrotado com ele na África.

"Tudo o que aconteceu mexeu com o Dunga.

Ele sabe, reconhece que exagerou.

Se deixou levar por um rancor sem sentido.

Não dá para ficar com raiva de um repórter.

Esquecer milhões de pessoas que o estão assistindo para enfrentar um jornalista.

Ele era o treinador da seleção brasileira e acabou dando moral a um repórter.

Estragou sua imagem na Copa do Mundo por bobagem.

Isso hoje reconhece.

Deu toda a munição que o inimigo precisava."

O amigo se refere ao infeliz incidente com Alex Escobar.

"O que eu posso falar é que o Dunga está mais forte.

Centrado, amadurecido.

Está vivendo.

Vai voltar a fazer o que gosta, trabalhar com futebol.

É uma questão de tempo.

Mas antes quer cuidar da família, ficar perto do pai.

Se fortalecer ainda mais.

Fechar de vez as feridas.

Porque não foi brincadeira o que ele passou na Copa de 2010.

Pode ter errado, mas foi homem suficiente para enfrentar todas as consequências.

E assumiu erros que não foram dele.

Calado, fiel a CBF, a Ricardo Teixeira.

Mas o Dunga é assim.

Uma pessoa com muita dignidade.

E ele vai voltar..."


Enquete: que time Dunga deve treinar?

Paulo Autuori, Dorival Júnior, Silas, Raí, Cuca, Dunga. O humilhado São Paulo começa a fazer sua a lista para o substituto de Carpegiani…

divulgacao292 Paulo Autuori, Dorival Júnior, Silas, Raí, Cuca, Dunga. O humilhado São Paulo começa a fazer sua a lista para o substituto de Carpegiani...

"Gostaria de enfiar a cabeça em um buraco e só sair em um mês."

"Somos fracos."

Frases de Rogério Ceni.

Muros do CCT da Barra Funda pichados.

Cerca de 20 soldados chamados às pressas para proteger os jogadores no aeroporto.

Eles tinham a orientação de ficar atentos aos próprios torcedores do São Paulo.

Lucas, a maior revelação dos últimos anos no Morumbi, comparado a Kaká pelas organizadas.

Não pelo talento.

Mas por sumir em jogos decisivos, por ser 'pipoqueiro', na definição dos torcedores.

O valente Juvenal Juvêncio sem saber que rumo tomar...

O vice-presidente Leco ficando ao lado de Rivaldo no constrangedor duelo com Carpegiani...

Reunião marcada para a tarde para cuidar da demissão do treinador...

Estas são as feridas do São Paulo.

O clube que os dirigentes garantiam ser um oásis de Primeiro Mundo encalacrado na atrasada South America...

As derrotas, os fracassos nivelam os seres humanos...

A dor pela incompetência é a mesma...

Não há consolo...

Ombro para desabafo...

Desde a humilhante demissão de Muricy Ramalho em 2009, o São Paulo está pagando...

Muricy era tosco, preferia cerveja a champanhe, não dava liberdade a dirigentes no seu vestiário...

E também não conseguiu vencer a Libertadores por três vezes...

Era tricampeão brasileiro seguido...

Mas esses títulos eram fáceis tendo a megablaster estrutura do São Paulo por trás...

Bastava colocar qualquer treinador que o clube continuaria a ganhar...

O São Paulo Futebol Clube vence os adversários só com o perfume de sua camisa tricolor...

Qualquer jogador vira craque ao pisar no sagrado CCT...

Basta alguém calçar os chinelos do Reffis que está curado...

Não é o que acontece, por exemplo, com Luís Fabiano...

Ele foi contratado para ganhar a Copa do Brasil...

Não conseguiu nem estrear...

Ninguém sabe se ele precisa ou não de uma operação no joelho...

Foi essa filosofia que travou o São Paulo...

O está fazendo pagar no purgatório...

A soberba...

A falta de cuidado nos contratos com garotos da base fez o clube perder Oscar...

A direção do São Paulo até o ano passado olhava com asco para a Copa do Brasil...

Competição que detestaria disputar porque estava todos os anos na Libertadores...

Só que agora, já há dirigente comemorando a chance de disputar a Copa Sul-Americana...

Porque também vale vaga para a Libertadores...

Além do Campeonato Brasileiro...

Paulo Autori, Silas, Raí, Dorival Júnior, Cuca...

A lista de possíveis sucessores de Carpegiani já está sendo discutida no clube...

"Se posso tirar um treinador empregado?

Essa é a lei do futebol", ironizou Juvenal no desembarque do clube.

O dirigente já falava em Carpegiani como um ex-funcionário.

E ficou ao lado de Rivaldo na briga com o treinador.

"O técnico falava em juventude do time para justificar a derrota.

Mas tinha Rivaldo no banco que é experiente...

Não sou eu quem escalo o time."

O dirigente falou com se não fosse problema dele.

Como se Juvenal não fosse quem mandou embora Muricy.

Contratou Ricardo Gomes, deixou Sergio Baresi assumir...

E trouxe Carpegiani...

O técnico nem voltou com a delegação, ficou em Santa Catarina...

Há quem diga que já foi demitido...

Mas isso não importa...

Ele é só mais um treinador que fracassou no Morumbi depois de 2009...

Se essa tal de humildade não chegar à direção do São Paulo...

E cada um assumir seus erros...

Os vexames irão continuar...

Dunga, Mano, Scolari, Tite, Roth. A decepção com os gaúchos que mandaram no futebol brasileiro em 2010…

divulgação00221 Dunga, Mano, Scolari, Tite, Roth. A decepção com os gaúchos que mandaram no futebol brasileiro em 2010...

São de todos os tipos.

O que veio a peso de ouro, maior salário da América Latina pago a um treinador de futebol.

Com o currículo pesadíssimo de pentacampeão mundial, bicampeão da Libertadores da América.

Foi tratado como um rei.

Mandou os jogadores se calarem; eles se calaram

Ordenou o fechamento dos treinos; os treinos foram fechados.

Até a turma do amendoim passou a se comportar como tietes enlouquecidos.

Tudo isso deu em nada na prática.

O Palmeiras continuou sendo motivo de tristeza.

O clube perdeu a semifinal da Copa Sul-Americana em casa, jogando como time pequeno, contra o Goiás.

No Brasileiro fez uma campanha pífia.

Culminando nas derrotas que ficaram para a história por falta de empenho, contra Fluminense e Cruzeiro.

Luiz Felipe Scolari foi uma grande decepção até para fãs de carteirinha.

O outro abriu mão do Campeonato Mundial de Clubes.

Esperto, sabia que o fraquíssimo Al Wahda não tinha condições de vencer ninguém.

Aceitou correndo a proposta para treinar Ronaldo.

E ganhar o Brasileiro.

Estava fácil.

Pensou que não iria frustrar mais uma torcida no seu centenário, como fez com o Inter.

Mesmo com os pontos que o boicotado Adilson Batista desperdiçou, era muito possível fazer o Corinthians ganhar o Brasil.

Mas a falta de coragem tática na partida contra o Vitória em Salvador custou o campeonato.

Pior ainda foi empatar na última rodada com os reservas e juniores do Goiás.

Como bem um leitor escreveu: quer disputar campeonatos de forma digna, contrate Tite.

Quer vencer, busque outro técnico.

Essa é a imagem que Tite, o homem que só sabe contragolpear, consolidou no Brasil.

O outro parecia haver exorcizado seus demônios.

Ter aprendido a ganhar.

Já que venceu a Libertadores.

Se tornou mais leve, dócil com a vida, com os jogadores, com a imprensa.

A direção do Inter comemorava até a evolução de Celso Roth como técnico.

E ele teve toda a permissão de cumprir o seu plano de abrir mão do Brasileiro.

A intenção era vencer o Mundial.

Estava tudo planejado para vencer a Inter de Milão, que capenga nas mãos de Rafa Benítez.

Só que o Mazembe acabou com o sonho.

E de forma convincente, desmoralizadora.

Os africanos dançaram em cima dos planos de Roth.

Poucas vezes um treinador ficou tão envergonhado dando uma coletiva para explicar uma derrota.

Perdeu a chance de passar de patamar de técnico de times médios para top no Brasil.

O melhor deles assumiu o São Paulo.

Depois de ótima campanha no surpreendente Atlético Paranaense.

Finalmente parece ter aprendido que os jogadores não têm a genial leitura da partida que ele tinha em campo.

E simplificou seus esquemas táticos.

Parou de criar táticas que não treinou durante os jogos.

Está conseguindo se reinventar.

Passa confiança aos torcedores.

E para a diretoria.

A sensação de submissão que havia com Ricardo Gomes foi embora.

Paulo César Carpegiani está conseguindo resgatar a sua carreira no Morumbi.

De tanto apanhar, aprendeu que o simples funciona.

E o último que merece ser citado está exilado.

Fez o que fez com a Seleção Brasileira na África do Sul.

E até agora está tentando entender o que aconteceu.

Sua marca registrada é a da intolerância, da raiva de tudo e de todos.

Até o seu nome provoca pé atrás: Dunga.

Só dirigentes que pensavam em punir seus jogadores o sondaram.

Como o São Paulo.

Mas depois a diretoria desistiu.

Viu que o time não merecia alguém agressivo como um feitor.

E sim um técnico.

Foi substituído pelo político Mano Menezes.

Tirou o Corinthians das Trevas da Série B.

Conseguiu por um semestre domar Ronaldo e ganhou o Paulista e a Copa do Brasil.

Só que depois naufragou no planejamento para a Libertadores.

Viu, a contragosto, a diretoria fazer o péssimo negocio de vender Douglas, André Santos e Cristian.

Sua base foi embora, quebrada no vértice.

Na Libertadores faltou coragem na partida do Rio de Janeiro.

Perdeu uma partida fundamental, com um homem a mais.

E foi eliminado em casa, no Pacaembu.

Diante do Flamengo, time inferior tecnicamente.

Dirigida por treinador interino.

Mas a maior derrota mereceu um prêmio.

Politicamente, Andres Sanches o colocou na Seleção Brasileira.

Ganhou dos fracos e perdeu o único amistoso contra uma equipe do mesmo nível: a Argentina.

2011 será fundamental para mostrar se terá fôlego para chegar até a Copa de 2014.

Mano não termina o ano seguro, não.

Porém o melhor, disparado, em 2010 foi aquele que leva Gaúcho como sobrenome.

Justamente o mais desacreditado.

Aquele que posava de óculos escuros na Barra da Tijuca.

Resolveu sair do Rio e se descobriu treinador de verdade no Bahia.

E com o apoio até do Minuano, levou o Grêmio da zona do rebaixamento para a Libertadores.

Montou um time competitivo, rápido objetivo.

Só ele mereceu as bombachas que veste.

A grande maioria dos gaúchos que dominou o futebol brasileiro em 2010 precisa se reciclar.

Deixou muito a desejar.

Que em 2011 os chimangos e maragatos consigam reagir.

A felicidade de milhões de pessoas está nas mãos desses gaúchos...

Veja mais:
+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todo os blogs do R7

Parreira, Dunga, Luxemburgo, Dorival Júnior, Leão. Técnicos na prateleira: esperando a melhor oferta…

 Parreira, Dunga, Luxemburgo, Dorival Júnior, Leão. Técnicos na prateleira: esperando a melhor oferta...

De todos os estilos, personalidades, salários.

Treinadores desempregados à vontade no mercado.

Poucas vezes os dirigentes puderam comparar quem possuem comandando suas equipes.

Pensar se são melhores dos muitos que estão por aí, esperando apenas um telefonema.

Alguns exemplos e características marcantes.

Vanderley Luxemburgo: trocou os títulos por rescisões saláriais.

Ótimo currículo.

Péssimo presente.

Salário: nunca menos do que R$ 500 mil.

Exigência: um ônibus para transportar a enorme Comissão Técnica mais cara do Brasil.

Perspectiva: vitórias não são garantidas, mas presença garantida nas manchetes.

Jornalistas cobrem os clubes que ele trabalha pensando que estão olhando o treinador de dez anos atrás.

Se souberem jogar pôquer, terão melhores entrevistas.

Emerson Leão: tratamento de choque para qualquer clube.

Motivação garantida por um mês.

Depois expira a validade.

E a sanidade de todos que trabalham no clube.

Do presidente ao cozinheiro.

Salário: nada menos do que R$ 250 mil.

Exigência: seu sobrinho Fernando Leão para treinar o time nas muitas vezes em que estiver suspenso.

Perspectiva: brigas com adversários, com imprensa, com repórteres mulheres, com o presidente do próprio clube.

Visitas garantidas ao STJD e a delegacias.

Jornalistas que cobrem o clube onde ele for trabalhar devem praticar vale tudo para se prevenir.

Dorival Júnior: formador de grupos vencedores e dedicado professor de creche.

Suporta quase tudo das crianças, menos palavrões.

Salário: valorizado, de R$ 400 mil para cima.

Exigência: seu auxiliar e bedel de crianças mimadas, atiradoras de isotônicos, Ivan Izzo.

Perspectiva: trabalho sério e sem conchavos com presidentes que ficam reféns de patrocinadores.

Jornalistas não podem folgar ou dormir, as melhores notícias são depois dos treinos, na concentração.

Ricardo Gomes: zen, paciente, amigo dos inimigos.

Não há confusão nos grupos que forma.

Até porque é democrático ao extremo.

Todos os palpites são bem-vindos.

Salário: R$ 250 mil e não se fala mais nisso.

Ou melhor, se os dirigentes quiserem falar, baixa a pedida.

Exigência: arroz integral e suco de maracujá para todos.

Inclusive durante os jogos.

Perspectiva: trabalho honesto.

Mas é melhor não se iludir...

Se os jornalistas tiverem brigado com a esposa ou com os chefes, Ricardo Gomes os acalma...

Mário Sérgio: pensa que toda equipe que assume é a Seleção da Holanda de 1974 renascida.

E os jogadores devem atuar em todas as posições.

Ao mesmo tempo.

Não tem um esquema tático.

Tem 15.

Salário: R$ 150 mil e ' vamos que vamos'.

Exigência: ter o direito de afastar quem bem entender.

Colocar para treinar em separado até o presidente do clube.

Perspectiva: duas primeiras partidas excelentes.

O problema é depois, quando briga com metade do elenco.

E a outra metade não entende seu esquema tático.

Jornalistas precisam saber profundamente estratégia de futebol.

De xadrez, basquete e corrida de cavalos.

Tite: consegue empolgar a todos com a promessa do grupo que vai formar.

A esperança de ter o melhor time de todos os tempos costuma durar um mês.

Salário: aceita R$ 250 mil mensais sem impostos.

Exigência: dicionários sempre à mão.

Só é feliz quando fala pelo menos três palavras que ninguém entende, muitas vezes ele mesmo, nas suas surreais entrevistas.

(E foi assim, sem entender o que ele falava, que empresários o levaram para o Al Wahda, dos Emirados Árabes.

Lá não haverá problemas. Ninguém entende ninguém.)

Perspectiva: muita empolgação no começo do campeonato e quase certa desilusão no final.

Jornalistas e jogadores não devem se espantar se não entendem o que ele fala.

Milhares já viveram essa situação e sobreviveram.

Antônio Lopes: elencos que aos poucos vão perdendo a confiança, graças às broncas do delegado.

Salários: R$ 150 mil, sem impostos.

Perspectiva: trabalho raivoso, clima tenso, todos desconfiados de todos.

Jornalistas preparados para longas discussões e acostumados a proibições costumam se destacar.

Se entenderem o linguajar de uma delegacia, aí se dão bem.

Mas não podem ser X9.

Parreira: quer trabalhar com grupos fortes.

Sofreu muito na África do Sul.

Cansado de sofrer, pretende agora só se divertir com futebol.

Recusou o Flamengo.

Está de olho no Barcelona.

Quer ensinar Guardiola que o gol é um detalhe.

Salário: bem acostumado, R$ 400 mil, sem impostos.

Perspectiva: liberdade para o elenco, esquema tático simples: oito jogadores se desdobrando para que dois atacantes consagrados andem em campo.

Jornalistas que tenham lido o livro Formando Equipes Vencedoras, lançando às vésperas da Copa de 2006 serão melhor tratados....

Dunga: prepara grupos de jogadores que enxergam na imprensa o grande mal da existência na Terra.

Salário: R$ 250 mil, sem impostos.

Perspectiva: muita concentração, muita raiva acumulada do mundo.

Jogadores dispostos a resolver no kung fu uma partida que estejam perdendo.

Jornalistas carecas parecidos com Alex Escobar devem trabalhar com máscara de futebol americano.

E dois seguranças...

http://www.youtube.com/watch?v=g2j2JXiuNhk

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Acompanhe o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia

+ Todos os blogs do R7

É Neymar…A vida pode ficar pior para você. Estão falando em Dunga como novo técnico do Santos. Esse é aconselhável não xingar…

reuters231 É Neymar...A vida pode ficar pior para você. Estão falando em Dunga como novo técnico do Santos. Esse é aconselhável não xingar...

Rei morto, rei posto.

Os dirigentes já trocam telefonemas e mais telefonemas para escolher o novo treinador do Santos.

Vários e vários nomes foram citados por Luís Álvaro, dirigentes e homens que ajudam financeiramente os projetos dessa diretoria.

E de todos os tipos.

A meta é a conquista da Libertadores de 2011.

E, principalmente, dar uma demonstração de força.

Escolher um treinador que só pelo seu nome deixe claro que o dono da Vila Belmiro não é Neymar.

E se ele tivesse acesso aos primeiros nomes citados, seus cabelos moicanos ficariam arrepiados sem gel.

Dunga é o primeiro nome.

Ironia das ironias.

O ex-treinador da seleção brasileira que não levou nem Neymar e Ganso está sendo muito lembrado.

Por sua firmeza.

Lealdade com seus chefes.

Por não permitir desobediência, desrespeito.

Alguém capaz de fazer Neymar baixar a cabeça, ou será que ele teria coragem de xingá-lo no campo como fez com Dorival Júnior?

E fazer Wagner Ribeiro pensar duas vezes na hora de Twittar.

E por ter sido um ex-jogador do Santos.

A ideia cresce na Vila Belmiro.

Dunga não está só.

Paulo Atuori e Abel Braga também são muito falados.

Campeões mundiais por São Paulo e Internacional.

E disciplinadores.

Carlos Alberto Parreira, tetracampeão do mundo.

Muito respeitado por Luís Álvaro também faz parte dos nomes discutidos.

Um treinador argentino também foi citado nas primeiras conversas: Carlos Bianchi.

Trabalhando em outro clube, Joel Santana, do Botafogo, esse pelo seu poder pacificador.

Os investidores, os patrocinadores e os dirigentes querem um treinador consagrado.

E o mais rápido possível.

Hoje a missão dos dirigentes é tentar mostrar que não é Neymar quem manda no clube.

E difundir a ideia de que Dorival Júnior saiu por desobedecer Luís Álvaro.

Tentar até mostrar que ele já estava pensando no São Paulo.

Que o vilão foi o treinador.

Isso já faz parte da briga para não pagar os R$ 2 milhões de multa a Dorival Júnior.

Alegar demissão por justa causa.

Difícil será convencer alguém que o clube não se dobrou por Neymar...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Carta aberta a Dunga e a Santa Dercy Gonçalves… Assunto: Neymar…

dercy 101 05g 500x327 Carta aberta a Dunga e a Santa Dercy Gonçalves... Assunto: Neymar...

Carta aberta a Dunga e a Santa Dercy Gonçalves...

Primeiro a você : meu caro ex-treinador da Seleção Brasileira.

Você que está aí no interior do Rio Grande do Sul, esperando a poeira baixar...

Foi triste mesmo perder a Copa daquela maneira...

Com o time enclausurado, com os nervos à flor da pele...

Jogadores neuróticos, vendo inimigos em todos os lugares...

Entrando em campo com raiva dos jornalistas brasileiros e só depois dos adversários...

Das contusões mal explicadas de Kaká, Luís Fabiano, Elano...

Da convocação mal feita...

Mas tudo isso já foi dito milhões de vezes...

Quero é fazer um profundo agradecimento e um mea culpa...

Tenho seleta companhia, mas falo por mim...

Desculpe por questioná-lo e sonhar com Neymar na Copa do Mundo da África...

A frase: o tempo é o senhor da razão provou ser muito mais do que um clichê...

Ainda mais ontem, quando surdos e mudos mostraram para o mundo o que ele falou a Dorival Júnior...

Ao capitão do time, Edu Dracena...

Ele mandou todos se f...

Assim, sem meias palavras...

Em pleno gramado...

Sem o menor drama de consciência...

Imagino eu, que estava nas tribunas em Porto Elizabeth, o que aconteceria se Neymar estivesse em campo...

Houvesse um pênalti contra a Holanda e ele decidisse bater...

E você, Dunga, tivesse definido seu grande pupilo Felipe Melo como cobrador...

Neymar, revoltado ao saber que não bateria...

Resolvesse mandar tanto você quanto Felipe Melo se f...

Haveria uma carnificina na Copa do Mundo.

Quem conseguiria segurá-lo, Dunga?

Alex Escobar?

E o raivoso Felipe Melo?

Rubben e mais quantos holandeses?

Jorginho colocaria Neymar para rezar com os joelhos no milho em pleno gramado...

Neymar mostrou o quanto é imaturo, mimado e desrespeitoso com Dorival Júnior.

Com o Santos...

Dunga, ontem foi possível entender porque o técnico deseja a suspensão de 15 dias do atacante.

E olha que ele está sendo bonzinho demais.

O irônico, Dunga, é que a diretoria santista havia articulado novo pedido de perdão de Neymar só a Dorival Júnior...

Tudo para o retorno do jogador na partida do meio da semana contra o Corinthians...

Mas a revelação dos palavrões do santista deve mudar o roteiro engendrado...

Neymar pagou seus pecados ontem em Campinas assistindo Guarani e Santos.

Lógico que bem colocado para as tevês e os fotógrafos o pegarem no melhor ângulo.

E mostrar amanhã nos programas esportivos e nos jornais o quanto ele é bonzinho...

Só que a máscara caiu com a revelação do lamentável diálogo na Vila Belmiro...

Alguém ainda há de lavar a boca desse menino de 18 anos com sabão, Dunga...

Melhor que não seja você ou Felipe Melo.

Haveria a possibilidade dele ficar sem dentes.

E desdentado, não há como fazer propaganda...

Com todos os dentes já está difícil e o Santos terá de bancar sozinho os salários milionários do garoto.

Bom, a carta está ficando longa...

Dunga, quero reiterar os meus agradecimentos.

Obrigado por não ter levado Neymar para a Copa...

Ele não merecia...

O Brasil não merecia...

Boa sorte, tenho certeza que iremos nos encontrar em 2011...

PS.: a carta também é endereçada a Santa Dercy Gonçalves...

Não há mais motivo para preocupação aí no céu dos artistas...

Você, querida Dercy, deixou um digno representante.

Alguém capaz de falar tantos palavrões quanto você dizia por minuto.

Uma pena que é sem a menor graça, irreverência...

Palavrões na sua boca roubavam sorrisos, chegavam a ser inocentes, mesmo os mais cabeludos...

Já o do seu jovem sucessor, só trazem aborrecimento, raiva, decepção...

Mas olhe por ele...

Não o deixe ser consumido pela vaidade...

E olhe também por nós, querida Dercy...

Saudades de você

E dos seus palavrões...

Cosme Rímoli...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Felipe Melo, o melhor volante do planeta. Pronto! Cadê a minha passagem para Paris?

reuters92 Felipe Melo, o melhor volante do planeta. Pronto! Cadê a minha passagem para Paris?

Felipe Melo.

Pisou no holandês Robben na Copa do Mundo da África.

Foi expulso,deixou o Brasil com dez jogadores.

E veio a eliminação do Mundial nas quartas-de-final.

O volante foi a maior aposta de Dunga no time titular.

Ele prejudicou demais quem confiou nele.

Felipe Melo foi banido da seleção brasileira

Seu nome não é lembrado.

Pelo contrário, virou símbola do time fracassado montado por Dunga.

No Brasil, depois da Copa só andava com boné e óculos escuros.

Cada vez que acabou reconhecido foi um vexame para ele e seus familiares.

Gozações, palavrões e até mesmo ameaça de agressões.

Felipe Melo virou um jogador marcado.

Como acabar com esse clima ruim?

Ele teve uma idéia que considerou fenomenal.

Resolveu sortear no seu twitter passagens, hospedagem e ingressos para uma pessoa acompanhar uma  partida da Juventus.

Na Itália.

Foram milhares e milhares de concorrentes.

Diante do prêmio, as ofensas se transformaram em elogios, rezas, promessas.

Houve o sorteio e uma jornalista mineira ganhou.

E ela é só elogios ao volante.

Que criativa estratégia.

De vilão da Copa do Mundo a agente de viagem.

Pena que Barbosa, Bigode, Flávio Costa, Lazaroni, Toninho Cerezo, Júnior, Zico, Júnior César, Ronaldo, Roberto Carlos, Zagallo, Parreira, Adriano, Júlio César não tiveram a mesma idéia.

Talvez não teriam sido tão criticados nas Copas que prejudicaram o Brasil.

Mas Felipe Melo mostrou o caminho.

Afundou a seleção brasileira, basta procurar a agência de viagens mais próxima.

A memória do torcedor se transforma com a chance de viajar para a Europa de graça.

Mesmo tendo a punição de vê-lo de novo em campo.

Isso se for titular da Juventus...

Mas isso é detalhe.

Viva Felipe Melo, o melhor jogador da Copa do Mundo da África!

O mais talentoso do planeta!

Viva! Viva! Viva!

Pronto...

Doeu, o nariz cresceu...

Mas tudo bem...

Cadê a minha passagem para Paris?

Que triste um mundo onde os jogadores acreditam que podem comprar tudo.

Até a opinião das pessoas...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Infiltrações em Kaká. O que mais a clausura de Dunga escondeu?

reuters30 300x213 Infiltrações em Kaká. O que mais a clausura de Dunga escondeu?

A cada dia uma nova e assustadora revelação envolvendo Kaká e a Copa da África.

Primeiro foi a cirurgia que se submeteu ao joelho esquerdo.

As dores e ele o departamento médico acreditavam que as dores eram efeito colateral da pubalgia.

Só que a pubalgia estava melhor do que seu joelho.

Depois, ontem, em entrevista ao Marca da Espanha ele confirma ter recebido infiltração no joelho para jogar.

Infiltração é injeção de corticóide para evitar dores.

O medicamento que o doutor Runco usou era liberado pela Fifa.

Mas o princípio da infiltração é o mesmo usado no doping cruel no hipismo.

Para os cavalos não sentirem dores devido aos saltos, eles recebem infiltração.

Muitos terminam provas com cortes nas patas graças aos toques nos obstáculos.

Só que os animais não se manifestam porque não sentem as dores.

Runco confirmou: fez duas infiltrações em Kaká.

Uma no pé direito e outra no joelho esquerdo.

A reveleção demonstra três coisas.

A primeira a vontade absurda e irresponsável de Kaká de atuar de qualquer maneira no Mundial.

A segunda que ele não é tão sincero em momentos de pressão, já que cansou de dizer que estava tudo bem.

E a terceira, os jornalistas não podem acreditar no que ouvem.

Principalmente dos médicos.

Isso para quem achou que esconder o peso de Ronaldo e de Adriano em 2006 era grave...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Leia os principais destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Por que a CBF resolveu mostrar tanto carinho com Alex Escobar da TV Globo?

divulgação288 Por que a CBF resolveu mostrar tanto carinho com Alex Escobar da TV Globo?

A mídia internacional ficou encantada com o futebol do Brasil, ontem nos Estados Unidos.

São elogios de todos os lados.

Mano Menezes resgatou o futebol ofensivo.

O Brasil voltou a ter coragem.

Apostou de novo no talento...

E por aí vão as manchetes.

Mas além do realmente ótimo futebol mostrado no amistoso de ontem, leitores não param de questionar.

Por que a CBF mandou os jogadores darem uma camisa da seleção a Alex Escobar?

Com o nome dele nas costas....

Alex foi o jornalista xingado por Dunga durante a Copa da África do Sul.

As interpretações são de cada um.

Ricardo Teixeira não quis falar sobre o tema.

Na sua visão: porque a CBF deu a camisa a Escobar?

E fez questão de divulgar?

Foi uma prova de amizade à Globo?

Mostrou que Mano será diferente de Dunga?

Qual a sua visão sobre o público gesto de carinho?

Por que não teve coragem de dar na Copa da África depois dos palavrões de Dunga?

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja as principais notícias do dia

+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 812345...Último