Posts com a tag: Brasil

“O Ricardo Teixeira vai ter se explicar para o Brasil. Ninguém está acima do bem e do mal. Nem ele”. O deputado federal Romário…

divulgacao81  O Ricardo Teixeira vai ter se explicar para o Brasil. Ninguém está acima do bem e do mal. Nem ele. O deputado federal Romário...
Goiânia...

Romário...

Ele conseguiu o inesperado.

Roubou todas atenção na concentração da Seleção Brasileira..

O deputado federal estava por coincidência perto de Goiânia...

Foi até a Rubiataba, a cerca de 200 quilômetros da capital de Goiás...

Participou com Tulio e Popó de um evento sobre as crianças deficientes...

Sua bandeira...

Mas o interesse todo dos jornalistas era a sua convocação para Ricardo Teixeira...

Ele o convidou para dar esclarecimentos na Câmara dos Deputados em Brasília..

Explicar se ele pegou dinheiro para ajudar a ISL, agência de marketing da Fifa...

E se foi verdade que ele teve de devolver o dinheiro...

Reclamou do aumento absurdo dos estádios...

E confessou que entende a 'loucura' que Neymar e Elano farão jogando contra Holanda e Romênia...

Por que você convocou o Ricardo Teixeira para se explicar?

Porque ele tem deixar claro o que aconteceu.

Pelo que li sei que não deve ser verdade o que se diz...

Mas ele precisa se explicar.

As pessoas precisam saber o que realmente aconteceu.

Quero fazer as minhas perguntas para o Ricardo Teixeira.

Essa questão não pode ficar sem esclarecimentos.

E eu tenho certeza que ele irá aceitar o meu convite.

O Ricardo Teixeira precisa falar para a população.

Ninguém está livre de explicações.

Ninguém está acima do bem e do mal. Nem ele.

O que você acha dos escândalos na Fifa?

As coisas no futebol passaram a ficar mais clara.

Muito não era explicado...

Eu só defendo que tudo seja esclarecido.

Não tem mais cabimento hoje nada ficar sem explicação.

Ainda bem que os tempos são outros...

O Blatter tem se explicar...

E sobre a Copa do Mundo no Brasil, qual é a sua impressão?

Eu estou revoltado com o aumento no preço dos estádios.

Estava lá em 2007 (em Zurique) quando ficou definido que o Brasil seria a sede da Copa.

E acreditava que poderíamos fazer a melhor Copa de todos os tempos.

Mas estou preocupado com os atrasos, com os preços dos estádios.

Não me conformo.

E vou querer saber o que está acontecendo...

Como o preço não para de subir...

O Brasil está preocupado em estádios e se esquece de hospitais, escolas...

Não gosto do jeito que tudo está andando...

As nossas prioridades estão sendo deixadas de lado por causa de estádios...

Você acredita que o Messi pode ser comparado ao Pelé?

De jeito nenhum.

Primeiro ele tem que ganhar uma Copa do Mundo para se igualar ao Maradona.

O Messi é um jogador muito talentoso, mas está abaixo do Pelé.

Não dá para comparar, não.

E sobre o Ronaldo, como você vê a sua despedida?

Depois de mim, ele foi o melhor atacante que surgiu no Brasil.

Será muito emocionante o final da sua carreira na Seleção.

Eu poderia ter continuado a jogar, mas o Ronaldo fez bem em parar.

Fico feliz que a CBF vai fazer uma festa para ele.

O Ronaldo merece....

E já aviso, depois de mim e dele, não vai surgir ninguém como nós, não...

Nem o Neymar?

Ele tem muito talento, mas como nós, não.

Eu e o Ronaldo éramos diferenciados.

Dentro da área nunca teve para ninguém...

Eu primeiro, depois o Ronaldo...

O Neymara será um grande jogador, mas não como nós...

Não acha uma loucura o Neymar e o Elano estarem nestes amistosos?

Antes das finais da Libertadores....

São jogos que não valem nada...

E se ele se contundirem e prejudicar o Santos?

Eu entendo essa 'loucura'...

O Santos tem de ficar preocupado.

Mas não havia outro jeito...

Os jogadores estavam loucos para jogar,

Não tem como segurar...

O Neymar tem 19 anos, pode entrar em campo todos os dias...

Mas o Elano tem 29 anos...

Se fosse para poupar um, deveria ser o Elano...

Ele não precisa provar mais nada na Seleção principal...

Já o Neymar, não.

Quer mostrar que pode fazer tudo o que faz no Santos com a camisa do Brasil...

O Santos tem sim de ficar preocupado...

Final de Libertadores é final de Libertadores...

Mas eu entendo...

Só que nem amarrados dava para segurar os dois...

Se eu estivesse no lugar do Neymar e do Elano faria a mesma coisa...

Seleção Brasileira é Seleção Brasileira...

Não importa que a Holanda não tenha oito jogadores fundamentais. Entre eles Sneidjer. E esteja curtindo o sol carioca. Mano quer é ganhar. E a organização em Goiânia cobrar R$ 800,00…

divulgacao09 Não importa que a Holanda não tenha oito jogadores fundamentais. Entre eles Sneidjer. E esteja curtindo o sol carioca. Mano quer é ganhar. E a organização em Goiânia cobrar R$ 800,00...
Sem oito jogadores importantes...

Entre eles, Sneidjer...

O amistoso contra a Holanda, sábado, no Serra Dourada já está comprometido.

Todos sabem disso.

Principalmente Mano Menezes.

Mas a intenção é fazer de conta que será a grande revanche...

É assim que o amistoso está sendo vendido em Goiânia...

O confronto com os danados...

Os holandeses que nos tiraram da Copa de 2010...

Eles vão pagar caro...

Pura bobagem...

Quem pagará caro será a torcida goiana.

Há ingressos até R$ 800,00.

Um recorde.

Nunca se cobrou tanto por uma partida em todos os tempos no Planalto Central.

O trabalho ficou facilitado para Mano Menezes e sua equipe.

Será o batismo do treinador no território brasileiro.

A casa da Seleção virou Londres.

Para que a empresa israelense que negocia as partidas da Seleção fica mais fácil.

Arrumar amistosos por aqui é complicado...

As seleções européias não querem fazer uma viagem tão longa...

E as grandes estrelas são tentadas a inventar desculpas para não viajar...

Sneidjer disse que estava com 'dores musculares' e tudo bem...

A vida segue...

Não teve de se submeter a uma bateria de exames por parte dos médicos holandeses...

Bastaram os relatórios da Inter de Milão...

Para a Holanda será mais um jogo...

Um teste para vários jovens atletas...

A seriedade foi notada no primeiro dia que passaram no Brasil...

Passaram a manhã tomando sol e conversando no luxuoso hotel do Rio de Janeiro...

Ficarão lá até a quinta-feira.

Querem aproveitar ao máximo o sol e tudo o que o Rio oferece...

Só na sexta-feira seguirão para Goiânia...

Se o Brasil será uma festa para os holandeses...

Mano capitalizará ao máximo a provável vitória...

Ainda mais para quem perdeu para a França e Argentina...

Onze jogadores vestiram camisas laranjas é o que importa...

Embora muito cerebral, Mano sabe que está perto de viver o seu primeiro teste...

A Copa América está próxima..

A primeira disputa oficial...

Em plena Argentina...

Até chegar a ela, há chance de ganhar moral...

Vencer a Holanda...

E se divertir com a despedida de Ronaldo contra a Romênia...

Depois, a hora da cobrança...

Por enquanto é só preparar o time para conseguir uma obrigatória vingança...

Fazer sofrer a atrevida equipe que ousou eliminar o Brasil de uma Copa do Mundo...

Mesmo sabendo que o time está longe de ser o mesmo que atuou na África...

Faz de conta que é...

E a vida segue...

O que vale é a festa...

E vender os ingressos de R$ 800,00...

R$ 24 bilhões só para construir estádios para a Copa de 2014. Isso se ainda der tempo. Quem vai pagar essa conta? Adivinhe…

AgenciaEstado284 R$ 24 bilhões só para construir estádios para a Copa de 2014. Isso se ainda der tempo. Quem vai pagar essa conta? Adivinhe...
A sensação é a mesma que muitos brasileiros passam todos os meses.

Sabem que têm dívidas, se enganam, não querem encarar a verdade.

Até que as esposas obrigam a fazer o que não queriam...

Ir ao banco e tirar um extrato da conta...

E chegou o extrato da Copa de 2014...

A revista Veja fez um excelente trabalho...

Juntou os indícios que salpicavam na imprena brasileira.

O resultado é assustador...

Tanto os estádios como os aeroportos para a Copa estão mais do que atrasados.

De dar pânico nos organizadores do Mundial da África.

Os problemas básicos estão expostos de maneira didática.

A politicagem que fez o número de sedes ser grande demais para uma Copa.

Para agradar governadores, o Brasil exigiu 12 sedes.

Oito seriam suficientes.

E com o agravante que em locais como Manaus, Brasília, Cuiabá e Natal são elefantes brancos assumidos.

Não há times representativos e muito menos torcida que frequente esses estádios após a Copa.

As arenas modernas e caríssimas não terão serventia.

Apenas ajudar políticos locais a ter mais prestígio diante dos seus eleitores.

Uma irresponsabilidade sem tamanho.

De propósito ou não, não há um órgão central que fiscalize todos os estádios.

Cada um segue o seu ritmo ao Deus dará.

Sem cronograma.

Ninguém cobra ou fiscaliza as obras.

Nem impõe data final.

O mais assustador....

Principalmente para quem achou que tomaria duchas de dinheiro público...

Os administradores do BNDES estão segurando mesmo o dinheiro...

Dos incríveis R$ 24 bilhões pedidos para a construção de estádios...

Sim, R$ 24 bilhões....

Apenas foram liberados 2,5%...

O motivo?

Em português claro: falta de garantia, de confiança na aplicação do dinheiro.

A conclusão que a reportagem chega é a mesma que o blog vem publicando...

Nada é por acaso...

Faltando 36 meses para o Mundial, ninguém se estapeia de desespero...

Pelo contrário....

Se multiplicam jantares com políticos e donos de empreiteiras em paraísos tropicais...

Há uma sem vergonha tranquilidade para inúmeros aproveitadores...

A certeza de que como a Copa será prioridade para o Brasil...

Basta esperar...

Quando os prazos estiverem realmente estourados...

O governo abrirá as torneiras...

E o dinheiro público fluirá...

E esses R$ 24 bilhões deverão ser até pouco pela correria...

Não há a menor certeza que dará tempo...

A tristeza fica pior em relação aos aeroportos...

Dos 13 aeroportos fundamentais para a Copa, dez não serão reformados a tempo...

Ou seja, os turistas deverão ter muita dificuldade para se deslocar pelo país atrás de sua seleção...

O ritmo das reformas está de forma absurda lento...

O dinheiro também não chega...

A cúpula da Fifa não se mostra preocupada e ainda não fala em mudar a sede do Mundial...

Há uma razão: as viagens e arranjos políticos de Joseph Blatter para nova reeleição...

Ele está preocupado com o próprio umbigo...

Confiou plenamente no presidente Ricardo Teixeira...

E mesmo diante do quadro terrível, muito pior do que o da Copa da África, no mesmo período...

Teixeira não se altera.

Diz que está tudo sob controle.

Com exceção de São Paulo, que já perdeu a Copa das Confederações.

As obras na Arena Itaquera ainda nem começaram.

Jornalistas ingleses e norte-americanos publicaram com todas as letras:

Brasil, Rússia e Catar foram escolhidos de propósito para sedira os próximos mundiais...

Por que teriam a imprensa controlada e gastariam muito a mais do que o necessário...

Sem a necessidade de prestar contas a ninguém...

Eles erraram...

Pelo menos no Brasil...

Os indecentes gastos de R$ 24 bilhões em estádios de futebol estão aí...

Mesmo com a Saúde, Educação, Segurança do País em estados precários...

Vamos ter Copa...

O extrato bancário para organizar o Mundial chegou...

E alguém terá de arcar com tanto prejuízo...

Quem será que vai pagar esses tais R$ 24 bilhões?

Adivinhe...

Os aeroportos para a Copa do Mundo no Brasil estarão prontos em 2017. Três anos depois do Mundial acabar…

airlinersnet Os aeroportos para a Copa do Mundo no Brasil estarão prontos em 2017. Três anos depois do Mundial acabar...
Chuva de dinheiro de última hora do Governo Federal não vai ajudar.

A Copa do Mundo de 2014 está indo por um caminho perigoso demais.

Principalmente em relação à infraestrutura.

Os estádios estão atrasados, isso não é segredo para ninguém.

A rede hoteleira em várias sedes não existe.

Principalmente a de Belo Horizonte, que briga por uma semifinal de Copa.

Não há decisão firmada sobre o que fazer com vários estádios que se transformarão em elefantes brancos.

Depois da Copa do Mundo não há evento capaz de mostrar utilidade para obras de meio de bilhão de reais.

As estradas no País continuam vergonhosas.

O sistema de transmissão de dados e telefonia precisam de melhorias urgentes.

Não bastasse tudo isso, surge um sério estudo do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada.

Nele está demonstrado ser impossível adequar os aeroportos brasileiros para a Copa do Mundo.

Não ficarão prontos nove dos 13 aeroportos que precisam passar por uma enorme reforma para 2014.

Quem foi para uma Copa sabe o que isso significa.

Ainda mais em um país com dimensões continentais como o Brasil.

É comum uma seleção disputar, por exemplo, as quartas-de-final no Sul do país e a semifinal no Norte.

Sem aeroportos em condições como transportar milhares de torcedores juntos com os habitantes 'normais' no País?

A Copa é disputada no perído de férias escolares.

No meio do ano.

É preciso escrever mais uma palavra?

Nestas férias de verão, aeroportos já viveram momentos de confusão.

Com vôos adiados, pessoas amontoadas, dormindo no chão.

Para a Copa do Mundo será um caos.

As autoridades precisam parar com seu jogo político e investir em obras que não dão votos.

Não adianta prefeitos, governadores e presidênciáveis brigarem por jogos importantes em seus estados sem estrutura.

Eles irão acabar expondo as mazelas, a própria incompetência...

Vale a pena repetir: nove dos 13 aeroportos em reforma não ficarão prontos a tempo.

Será impossível, de acordo com o Instituto de Pesquisa Aplicada.

A capacidade dos aeroportos brasileiros é de três milhões de pessoas.

Para a Copa, a necessidade é de 7,5 milhões...

Mesmo sem competição alguma, a demanda já aumentou de forma assustadora.

O salto foi de 128 milhões de passageiros em 2009 para 154 milhões em 2010.

O Ipea garante que os aeroportos estarão reformados e prontos em 2017...

Isso mesmo, 2017...

Quando a Copa do Mundo e as Olimpíadas já estiverem terminadas no Brasil...

Não é por acaso que o presidente da Fifa disse que a situação brasileira é muito pior do que a africana...

Muito pior...

O Brasil não queria a atenção do mundo com a Copa do Mundo e com as Olimpíadas?

Pois bem...

Já tem...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Conheça todos os blogs do R7


A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana…

ewan mcgregor saia blog A Escócia cumpriu seu papel de saco de pancadas. A dúvida é se a CBF vai virar as costas para a casca de banana...

A Escócia fez sua parte.

Foi o adversário que o Brasil tanto precisava.

Depois das derrotas contra a Argentina e a França, um alívio para Mano Menezes: voltar a vencer.

Em Londres, os brasileiros fizeram o que quiseram.

Sem dinheiro, os clubes escoceses não têm como contratar grandes estrelas, como os ingleses.

Não há intercâmbio, não há evolução.

Jogam misturando força e bolas aéreas desde 1900.

Seus zagueiros e volantes marcadores pareciam ter suas cinturas cimentadas nas pernas.

Foram presas fáceis para os habilidosos Neymar e Lucas, meia do São Paulo, para quem Mano precisa encontrar um lugar no time titular.

Com todo o espaço, diante de uma seleção sem a menor representatividade, o Brasil fez o que quis.

O placar de 2 a 0 foi modesto, injusto.

A partida não merece ser analisada séria demais.

Vale destacar a participação de alguns jogadores.

A começar por Lúcio.

Mano Menezes acertou em resgatar o capitão da seleção.

O time estava sem alguém de personalidade para cobrar os companheiros e se impor diante do adversário.

A volta do "Cavalo", como é conhecido entre os jogadores, era uma necessidade.

Impossível imaginar o Brasil disputando torneios difíceis como a Copa América, na Argentina, sem ter alguém para dar peitadas.

Reclamar com o juiz.

Chutar a placa de publicidade, por que não?

Além disso, Lúcio passa por um excelente momento técnico.

Volta providencial.

Assim como a de Elano.

Mais eficiência no meio de campo.

Sem muita gente perceber, ele passou a não apenas se limitar em roubar a bola e fazer tabelas.

Elano desenvolveu uma visão de jogo importante na parte ofensiva.

Compõe muito bem o meio de campo por sua versatilidade.

Outro acerto em cheio.

Leandro Damião mostrou que pode ser o atacante cabeceador que o Brasil tanto precisa para mudar uma partida.

Sua inexperiência não influenciou.

Ele acertou três cabeçadas perigosíssimas.

Mostrou muito senso de colocação na área e ótima impulsão.

No mínimo Mano ganhou um atacante para a Olimpíada e com potencial para estar no grupo da seleção principal.

Neymar...

O talento e a vitalidade do jovem jogador obrigam qualquer treinador a escalá-lo como titular.

Pior para o elemento de confiança de Mano, Robinho.

O jovem jogador desequilibrou.

Fez do campo do Arsenal uma réplica da Vila Belmiro.

Driblou, tabelou, marcou gol, sofreu pênalti, cobrou sem ninguém contestar, marcou os gols da vitória brasileira.

Não se intimidou com a força de halterofilistas dos zagueiros e volantes escoceses.

Ele os tirou para dançar.

E pareciam vestir saia, tamanho o desconforto, a impotência diante de tanta habilidade.

Lucas entrou tarde na partida.

Mas teve tempo para duas arrancadas excepcionais.

E numa delas fazer Jonas passar vergonha por perder um gol inacreditável, depois do passe do são-paulino.

Mano tem de manter Lucas no grupo da seleção principal.

É obrigação.

Triste mesmo foi a casca de banana jogada em direção a Neymar.

Humilhados em campo, os escoceses se vingaram da forma mais nojenta possível.

Que a Fifa tome providência.

Que Ricardo Teixeira pare de fazer de conta que não enxerga.

Um brasileiro foi ofendido usando a camisa da seleção brasileira.

O mundo inteiro viu a casca de banana que o torcedor jogou, tentando compará-lo a um macaco.

Até quando?

Teixeira, o emprego do Mano já foi salvo.

Agora está na hora de assumir ser metade de dirigente que afirma ser.

Os brasileiros não precisam de mais essa vergonha.

O jogo foi quase perfeito...

Ótimo para tirar o estigma de derrotado do novo técnico.

A confiança no time verde e amarelo tinha de voltar, contra a insignificante Escócia.

Falta só saber o que fazer com essa casca de banana...

Veja mais:

+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Sem meia talentoso, ousadia de Mano e Hernanes descontrolado, vitória justa da França. Que o Brasil aproveite mais essa lição…

r7.com3  Sem meia talentoso, ousadia de Mano e Hernanes descontrolado, vitória justa da França. Que o Brasil aproveite mais essa lição...
Há situações na vida que são únicas.

Não se pode errar.

Afobar.

Benzema havia acabado de dar um lindo chapéu em Lucas.

Daria outro em seguida em Hernanes.

Precipitado, o jogador brasileiro com maior número de neurônios teve um 'branco'.

Acertou um pontapé no peito do francês.

E acabou corretamente expulso pelo alemão Wolfgang Stark.

Enérgico, sua interpretação foi correta.

Ainda mais para um dos árbitros favoritos a apitar a final da Copa de 2014.

Com todos os holofotes voltados a ele, não havia outra coisa a fazer a não ser mostrar o cartão vermelho.

Foi o que o holandês De Jong fez no espanhol Xabi Alonso, na final da Copa da África.

Com a diferença que o alemão não foi conivente como o inglês Howard Webb...

O Brasil, que já tinha crônico poder de criatividade, sem Hernanes, parou de produzir.

E nada de jogar a culpa em um bobo tabu...

Falta de sorte contra a França.

O problema de hoje foi a falta de talento criativo no meio de campo.

Laurent Blanc tratou de travar o desafogo brasileiro sem Ganso ou Kaká: as laterais.

Daniel Alves e André Santos tiveram seus passos vigiados por um forte congestionamento.

Com direito a primeiro combate e duas coberturas.

Robinho e Pato ficaram à míngua sem um grande meia e o Brasil com um jogador a menos.

Os franceses mostraram um esquema de jogo coletivo melhor do que o time de Mano Menezes.

Jogadores mais agrupados, marcando pressão ou espalhados nas intermediárias.

Aproveitaram bem demais a vantagem numérica.

O ponto positivo foi a ótima volta de Júlio César.

Ele é um dos maiores do mundo, mesmo.

Fez duas excelentes defesas que poderiam deixar o placar mais elástico.

No gol de Benzema, nada poderia fazer.

Mano falhou nas substituições.

Colocou Hulk e André tarde demais, com mais de 40 minutos do segundo tempo.

Faltou mais ousadia.

Foi a segunda derrota consecutiva.

Ele quem ajudou na escolha de amistosos perigosos, contra times de altíssimo nível, como Argentina e França.

É assim que se forma uma equipe.

Correndo riscos.

Ninguém gosta de perder.

Mas de nada adianta se esconder atrás de vitórias contra seleções insignificantes, como o Brasil fez por muito tempo.

Dói, mas são jogos como hoje que ajudam a peneirar quem é quem.

Hernanes deu um enorme passo em falso.

Comprometeu o Brasil.

Uma expulsão infantil como hoje na Copa de 2014 pode custar o título.

Que sirva de lição.

E Mano sabe que precisa urgentemente de talento no meio de campo.

Com três volantes será bem complicado.

Resta acender um vela para Ganso, Kaká e, quem sabe?, Ronaldinho Gaúcho?

O Brasil precisa de talento e mais ousadia.

Hoje, outra vez os franceses mereceram fazer a festa.

Em vez de falar em tabu, a receita é simples.

Eles aprenderam a jogor contra os brasileiros.

Está na hora de a Seleção variar o seu repertório para superá-los.

A esperança está em muito mais talento no meio de campo.

E no rebelde sem causa Neymar.

Hoje só resta ter sangue frio para aplaudir Benzema e Blanc.

A França mereceu.

De novo...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O time de Mano Menezes pronto para amenizar tantos traumas contra essa tal de França…

divulgação9238 O time de Mano Menezes pronto para amenizar tantos traumas contra essa tal de França...
Desde 1986, o mesmo desconforto na alma.

A eliminação nos pênaltis na Copa do México já foi dolorida.

Tudo ficaria pior em 1998.

Estava em Paris e vi uma das derrotas mais justas da Seleção Brasileira.

Na justo na final da Copa, os 3 a 0 que poderiam ser 5 a 0...

Depois, os jornalistas brasileiros tiveram de suportar Zagallo não querendo dar explicações sobre Ronaldo...

E as gozações de franceses enlouquecidos de alegrias com a vitória do time de Zidane...

Bastavam descobrir que alguém era brasileiro em Paris e eles começavam a cantar...

The Cup of Live, tema do Mundial de 1998, cantado por Ricky Martin era adaptado...

E o início era cantado em francês.

O refrão foi mudado de here we go, allez, allez, allez para...inesquecíveis un, deux, trois, allez, allez, allez...

Em vez de 'agora nós vamos' para um, dois, três.

Por que um, dois, três?

Sim, pelos três gols que o Brasil tomou na decisão da Copa.

Quase esse blog não existe....

Um grupo de franceses bêbados resolveu cantar e dançar em cima da mesa em que jantavam jornalistas brasileiros.

Eu estava entre eles.

Cansado de tanto escrever para o jornal em que trabalhava e envergonhado pela maneira com que a Seleção perdeu.

Se não surgissem policiais, o UFC seria reunião de jovens noviços...

E provavelmente vários repórteres brasileiros estariam ainda cumprindo pena em Paris...

A única compensação é que jornalistas argentinos foram confundidos com brasileiros...

E tiveram a mesma punição...

Depois desse trauma, outro.

Estava em Frankfurt, em 2006.

Quase chorei de vergonha com o chapéu de Zidade em Ronaldo.

E com a falta de reação do quadrado mágico contra os carrascos franceses, na eliminação da Copa da Alemanha.

Adriano e Ronaldo já estavam fora de forma.

Ronaldinho Gaúcho e Kaká decepcionando mais uma vez com a camisa da Seleção.

E Parreira fingindo que não enxergava.

O trauma foi outro.

Ver depois da partida os jogadores brasileiros na zona mista abraçando os franceses como se nada tivesse acontecido.

A França passou a ser um adversário incômodo para qualquer brasileiro.

Mano Menezes sabe disso.

E para compensar a derrota contra a Argentina, o técnico tem hoje a chance de uma pequena vingança.

Depois do enorme vexame dos franceses na Copa da África, até com greve dos jogadores...

Laurent Blanc tem o desafio de reformular sua seleção.

E a geração não é tão boa.

Ainda não terá Ribéry e Nasri, contundidos.

A estrela é Benzema do Real Madrid.

E o esquema é o 3-6-1, variando para o 3-4-3, quando o time ataca.

O ponto fraco é a defesa francesa: faltosa e lenta.

Mano montou uma equipe só com jogadores que atuam na Europa.

Perdoou Júlio César pelo fracasso na eliminação para a Holanda na África.

E tratou de colocar uma equipe competitiva e não por acaso, deu liberdade para Daniel Alves e André Santos.

Pelas laterais, eles deverão municiar os também velozes Pato e Robinho.

O caminho da vitória contra esses benditos franceses está na correria.

Nenhum trauma será superado.

Mas vai valer a pena acompanhar essa partida com toda atenção.

Mano parece feliz demais com a defesa que montou.

Esse é um primeiro grande passo.

Lucas e Elias também se firmam...

As presenças de Renato Augusto e, principalmente, Hernanes, merecem uma profunda análise.

Mas além das observações por obrigação, é inegável escrever que essa partida é diferente para este repórter.

A França até os finais dos dias será representada por seus torcedores bêbados em cima das mesas em Paris...

E Ricky Martin...

Por isso, o desejo confesso de uma vitória brasileira por goleada hoje...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Mano Menezes quebrou a promessa. Não chamou Ronaldinho Gaúcho contra a França…Não é louco…

reuters18 Mano Menezes quebrou a promessa. Não chamou Ronaldinho Gaúcho contra a França...Não é louco...
Não, Mano Menezes não quis passar por um vexame.

Preferiu se desmentir a convocar Ronaldinho Gaúcho.

Ele tem plenas informações do péssimo estado físico do jogador.

E o Brasil precisa ganhar da França.

Depois da derrota diante da Argentina, não é bom acumular outro mau resultado.

Desanima, desacredita...

Por isso optou por não chamar nenhum jogaodor atuando no Brasil.

Foi bonzinho?

Nem tanto...

Quis aproveitar os europeus que já estão com um forte ritmo de treinamento, muito bem fisicamente...

Os daqui fizeram a péssima pré-temporada e já estão nos estaduais...

Acabou a quarentena de Júlio César, depois da terrível falha contra a Holanda na Copa.

Só a dele.

As de Lúcio e Maicon ainda não.

Kaká ainda não voltou porque também não está no seu melhor ritmo, depois da operação no joelho...

Mano sabe que o Brasil está cansado com as decepções com Kaká com a camisa verde e amarela...

E apostou na vitalidade.

Sem poder convocar Paulo Henrique Ganso, em estágio final de recuperação, ele resgatou Hernanes.

E jogando como meia e não como volante, como o treinador da Seleção Brasileira prefere.

Para o jogo do dia 9, está claro que ele espera vencer com seu time se impondo entre as intermediárias...

Lucas, Ramires, Elias e Hernanes seria um meio de campo versátil, de forte marcação...

Toque de bola e afinidade com o gol...

Esta será a chave do importante amistoso contra um adversário fatalista para os brasileiros...

As novidades para ser vistas de perto foram três...

Breno, Renato Augusto e Jadson...

Vale a observação...

Mas não são jogadores de empolgar...

Foram chamados sem o menor comprometimento de colocá-los em campo...

A ausência sentida será de Neymar...

O jogador está envolvido na disputa do Sul-Americano sub-20...

Mano fez questão de ressaltar que nove jogadores estão sendo sempre chamados por ele...

Ou seja: está sendo formada a base...

Novos amistosos acontecerão...

Mas a bem da verdade, a Seleção Brasileira de Mano Menezes será conhecida em junho...

Quando se reunirá o seu time que disputará a Copa América na Argentina...

Até lá, amistosos....

Perigosos, mas amistosos...

Como este contra a França...

Que colocará em jogo um pouco da sua credibilidade como treinador da Seleção...

O cargo para valer será colocado em risco na Copa América...

Aí sim...

Não haverá espaço para desculpas...

Por enquanto, ele tem de sobra....

Mas nem por isso quis se arriscar com Ronaldinho Gaúcho...

Melhor ir de Hulk, mesmo...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Dói demais perder para a Argentina. Mas aproveite bem a sua primeira derrota, Mano Menezes…

gettyimages345 Dói demais perder para a Argentina. Mas aproveite bem a sua primeira derrota, Mano Menezes...

É...

Quem queria ver Ronaldinho Gaúcho, Robinho e Neymar juntos, bateu palmas para Messi.

A jogada foi sensacional, linda.

Faltando um minuto para acabar o jogo no Qatar, Messi foi Messi.

Invadiu a intermediária brasileira driblando, escapou do pontapé de Lucas e chutou rasteiro.

A bola passou no meio das pernas de Thiago Silva e fugiu para o cantinho esquerdo de Victor.

O que sobrou além do gosto amargo da primeira derrota de Mano Menezes?

Do Qatar ficou algumas certezas.

O Brasil precisa ter um atacante de referência.

Alguém fixo na área para além das conclusões.

Neymar precisa de um atacante para tabelar.

Hoje esteve muito isolado.

Pena a ausência de Pato, de Luís Fabiano.

Robinho não pode jogar na posição de Ronaldinho Gaúcho.

Ele mostrou que ainda tem talento, pode ser útil.

Só que a equipe não pode se sacrificar para que ele fique esperando bolas.

Quis avisar ao mundo ainda estar vivo, avisou.

Se tivesse feito o gol de calcanhar no primeiro tempo estaria na capa do jornal Olé.

Mas não tem energia para ficar mais do que 45 minutos em um futebol rápido, envolvente que Mano Menezes pretende ver na seleção do meio para a frente.

Mas Ganso e Kaká ainda se encaixam muito bem nesse time.

Principalmente Paulo Henrique, talentoso e com dribles, toques e lançamentos inesperados.

Os laterais foram bem.

Principalmente Daniel Alves no início da partida, inclusive com um chute na trave de Romero.

A zaga também.

Os volantes deram muito espaço.

Marcaram de longe.

Ramires principalmente chegou atrasado em vários lances e se o jogo fosse sério poderia até ser expulso por excesso de faltas.

Lucas não pode nem sonhar em largar um meia como Messi com a bola dominada.

Tanto que deu no que deu.

Não há como culpar ou o que reclamar de Victor: ele inspira confiança.

O pecado brasileiro foi a indefinição de ataque.

Muita gente boa para driblar, tabelar, envolver, mas faltou alguém para chutar ao gol.

E olha que os argentinos tinham os veteranos Zanetti e Heinz facilitando as coisas.

Dói perder o jogo.

Ainda mais para os nossos rivais.

Mas tem a função de um colírio ácido.

Abre os olhos, não deixa ninguém se empolgar.

O palavrão de Mano Menezes quando Douglas perdeu a bola dominada mostrou que ele antevia a tragédia, no gol de Messi.

O jogo foi interessante.

A derrota, proveitosa.

Dói, mas amistoso para valer é isso.

Serve para trazer à tona os problemas.

Parabéns para a Argentina de Batista, que sabe ter muito para corrigir até a Copa América de 2011...

E palmas, de pé, para Messi.

Pena que ele não nasceu um pouquinho mais para cá...

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Por que o melhor do mundo nunca estará jogando no Brasi? A Fifa só enxerga a Europa…

divulgação887 Por que o melhor do mundo nunca estará jogando no Brasi? A Fifa só enxerga a Europa...

Júlio César (BRA) – goleiro – Internazionale
Maicon (BRA) – lateral – Internazionale
Daniel Alves (BRA) – lateral – Barcelona
Xavi (ESP) – meia - Barcelona
David Villa (ESP) – atacante – Barcelona
Xabi Alonso (ESP) – meia – Real Madrid
Iker Casillas (ESP) – goleiro – Real Madrid
Carles Puyol (ESP) – zagueiro – Barcelona
Andres Iniesta (ESP) – meia – Barcelona
Cesc Fabregas (ESP) – meia – Arsenal
Cristiano Ronaldo (POR) – atacante – Real Madrid
Diego Forlán (URU) – atacante – Atletico de Madrid
Wesley Sneijder (HOL) – meia – Internazionale
Arjen Robben (HOL) – atacante – Bayern de Munique
Lionel Messi (ARG) – atacante – Barcelona
Miroslav Klose (ALE) – atacante – Bayern de Munique
Philipp Lahm (ALE) – lateral – Bayern de Munique
Thomas Müller (ALE) – atacante – Bayern de Munique
Mesut Özil (ALE) – meia – Real Madrid
Bastian Schweinsteiger (ALE) – meia – Bayern de Munique
Didier Drogba (CMA) – atacante – Chelsea
Asamoah Gyan (GAN) – atacante – Sunderland
Samuel Eto’o (CAM) – atacante - Internazionale

Esta é a lista dos 23 jogadores que concorrem para ser o melhor de 2010 pela Fifa.

O grande favorito é Iniesta meia campeão do mundo com a Espanha.

O holandês Sneidjer corre por fora.

A Europa como sempre olhar para o próprio umbigo.

Nenhum jogador indicado atua fora do continente.

A tese do presidente do Santos, Luís Álvaro, é que vai mudar toda esta perspectiva por Neymar.

Seu plano de carreira, recusado por Ganso, prevê a hiperexposição do atacante ao mundo.

Pouca gente na Vila Belmiro acredita que ele conseguirá.

E o caminho de Neymar será também embarcar em um avião e ir jogar no futebol europeu em 2011.

Nenhum jogador atuando no Brasil ganhou o prêmio.

Por mais talento que tivesse.

Você acredita no plano de Luís Álvaro para Neymar?

É uma injustiça Ganso, Montillo e D'Alessandro não estarem na lista?

Por mim vence o Iniesta.

Em segundo lugar, o futuro jogador do São Paulo, quanto tiver 35 anos, Diego Forlan.

Quem merece ser apontado como o melhor do mundo em 2010 para você?

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 3123