Posts com a tag: Andres Sanches

A troca de provocações e ironias entre Andrés e Carlos Miguel. A briga é pela liderança dos dirigentes brasileiros. E a formação de uma liga independente. Para enfrentar a CBF e redistribuir o dinheiro da transmissão dos jogos…

1ae2 A troca de provocações e ironias entre Andrés e Carlos Miguel. A briga é pela liderança dos dirigentes brasileiros. E a formação de uma liga independente. Para enfrentar a CBF e redistribuir o dinheiro da transmissão dos jogos...
Não adianta. Carlos Miguel Aidar já recebeu até recados de velhos amigos corintianos. Para que esquecesse Andrés Sanchez e tudo o que ele faz ou diz. Com muito carinho, ele é tratado como "Carlinhos", apelido que carregou quando era conhecido como o filho de Henri Couri Aidar, que presidiu o São Paulo entre 1972 e 1978. Amigos conselheiros do Parque São Jorge pediram que deixasse de provocações, como classificá-lo de 'mestre de obras do Itaquerão'.

Suas declarações pouco antes da Copa não foram esquecidas. Principalmente por Andrés.

"Havia uma determinação do presidente da República para uma construtora fazer um estádio novo. E ele não torce para o São Paulo, ele torce para o Corinthians. E mandou fazer. A construtora disse sim, senhor, e fez o estádio. Está lá. Cheio de problemas. O Corinthians não é o dono do estádio, é da construtora. Ele nunca vai conseguir pagar aquele dinheiro."

"O Itaquerão não vai ter show. Por um motivo simples. Aquilo (Itaquera) é outro mundo, é outro país, não dá para chegar lá."

Andrés é muito vingativo. E na primeira oportunidade que encontrou Carlos Miguel, em um restaurante paulista, o ex-presidente corintiano deu o troco. O chamou de elitista por desprezar a Zona Leste de São Paulo. E ainda pediu a Mario Gobbi que não levasse os clássicos contra time de Aidar no Itaquerão. Não queria que o 'time da elite' pisasse no estádio do Corinthians. E que os confrontos acontecessem longe de São Paulo. Como em Manaus, Natal. Mas o seu ex-pupilo não lhe deu ouvidos. Foi um dos motivos que piorou o afastamento entre os dois.

A situação havia acalmado um pouco. Mas Andrés não perdoou a chance quando viu Carlos Miguel bradar contra a CBF. Exigindo dinheiro por usar os jogadores do clube. O dirigente queria liderar um movimento nacional para cobrar a entidade.

"Isso é o São Paulo que está com dificuldade financeira e está cobrando lá na CBF. A CBF não tem como pagar jogador que é convocado", ironizou o ex-presidente corintiano na Jovem Pan.

Mas tomou o troco. 'Carlinhos' se esqueceu dos conselhos que recebeu de amigos corintianos. E partiu para o confronto. Desta vez ainda mais pesado.

"O São Paulo está cobrando um direito dele. As dificuldades financeiras do São Paulo não são nem um terço das dificuldades do Corinthians. Acho que o Andrés está passado da eleição do Corinthians e não faz ideia do tamanho da dívida do seu clube." E foi além. Humilhou a avaliação do rival em relação aos 'anos negros' como ele classificou o mandato de Marco Polo del Nero à frente da CBF.

1cbf A troca de provocações e ironias entre Andrés e Carlos Miguel. A briga é pela liderança dos dirigentes brasileiros. E a formação de uma liga independente. Para enfrentar a CBF e redistribuir o dinheiro da transmissão dos jogos...

"Ao contrário. O Andrés está fazendo discurso de derrotado. Ele só não é candidato derrotado porque retirou a candidatura dele. O Marco Polo vai fazer uma gestão muito boa. Ele está desligando pessoas ligadas ao Ricardo Teixeira, esses sim eram pessoas desserviam o futebol. Está fazendo o que o Marin não fez." Aidar usou a rádio para dar o novo troco.

Para tristeza de Andrés, Mario Gobbi tem lavado as mãos nesse confronto. Não quer inimizade com Aidar por causa do seu ex-mentor. Mas Roberto de Andrade será diferente, se eleito. Ele não tolera as provocações do presidente do São Paulo. Sua filosofia combina com o ex-presidente corintiano.

Andrés não quer ver Aidar liderando qualquer movimento entre os clubes brasileiros. Seja na formação de uma nova liga ou brigando por mais dinheiro da transmissão da Globo. O presidente do São Paulo sabe bem disso. E está tentando primeiro pacificar o São Paulo, afetado pela briga com o ex-presidente Juvenal Juvêncio. Quando conseguir, vai 'dar a vida' pela reforma do Morumbi.

Aí chegará a etapa de tentativa de formação de uma liga independente. Para questionar a CBF e cobrar o fim de privilégios da Globo a Corinthians e Flamengo. O que Andrés não deseja de forma alguma ver liderada por seu oponente. Será nesta hora que a guerra de verdade vai acontecer...
1reproducao1 A troca de provocações e ironias entre Andrés e Carlos Miguel. A briga é pela liderança dos dirigentes brasileiros. E a formação de uma liga independente. Para enfrentar a CBF e redistribuir o dinheiro da transmissão dos jogos...

Começaram as obras no estádio do Corinthians? Ou foi a pressão para valer em Dilma e Alckmin? A rejeição da população de São Paulo não conta?

divulgacao389 Começaram as obras no estádio do Corinthians? Ou foi a pressão para valer em Dilma e Alckmin? A rejeição da população de São Paulo não conta?
Começaram as obras no estádio do Corinthians?

Ou começou a pressão sobre o governador Geraldo Alckmin?

Apesar de toda a reza, as promessas...

O pedido aos céus para que não chova forte...

A promessa de que em 947 dias o estádio para 65 mil pessoas será entregue...

Não há ainda o R$ 1 bilhão para a construção do estádio...

A terraplanagem é a etapa mais barata...

Serve para impressionar e pressionar as autoridades...

Principalmente Alckmin...

A cúpula corintiana sabe muito bem que quarta-feira será um dia importante...

Para mudar o noticiário sobre o enriquecimento de Palocci...

A presidenta Dilma terá uma agenda positiva, favorável...

Para agradar a opinião pública...

Pelo menos teoricamente...

E ele receberá os governadores dos estados envolvidos na Copa do Mundo...

Entre eles, Alckmin...

O Corinthians tem a garantia do empréstimo de R$ 400 milhões do BNDES...

E mais a promessa de R$ 240 milhões da Prefeitura de São Paulo...

Sim, Kassab já cedeu...

Pela cúpula corintiana, os R$ 360 milhões restantes deveriam sair do governo estadual...

Só que Alckmin já mandou vários recados que há outras prioridades...

E não quer colocar dinheiro público em um estádio particular...

Ainda mais porque ainda sonha em brigar para suceder justamente a Dilma...

Tem na ponta da língua uma pesquisa....

A reprovação de 70% da população paulista de desvio de verba pública para o estádio corintiano...

Andres Sanches nem foi à 'inauguração' das obras do estádio corintiano...

Está muito mais preocupado em convencer Lula a pressionar Dilma...

Mostrar à presidenta o quanto é importante São Paulo abrir a Copa do Mundo...

E que ela pressione Alckmin a 'fazer sua parte'...

Mas a situação não é tão simples...

As autoridades têm ouvido mais uma frase de congelar o sangue nas veias...

E depois da Copa do Mundo?

O resumo simplista é: milhões e milhões de reais...

Para a construção de um estádio que ficará para um clube...

Só o Corinthians poderá desfrutar...

Em compensação....

A Santa Casa de Misericórdia de São Paulo quase fechou na semana passada...

Precisava desesperadamente de R$ 10 milhões...

R$ 10 milhões...

Foi um desespero para conseguir parte do dinheiro...

Há um ótimo lugar onde poderia acontecer a reunião entre Dilma e Alckmin..

A sala de emergência da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo...

Talvez não fizesse mal Lula e Andres derem uma passadinha por lá...

Festa no São Paulo. Teixeira perto de trocar Andres pela filha Joanna para sucedê-lo na CBF…

AgenciaEstado01 Festa no São Paulo. Teixeira perto de trocar Andres pela filha Joanna para sucedê lo na CBF...
Festa no Morumbi.

Não pela sofrida vitória diante do Figueirense no gelado Morumbi.

Nem pela camisa cor de rosa de Rogério Ceni.

Mas pela possível sucessão na CBF.

Ricardo Teixeira estaria preparando sua filha Joanna para sucedê-lo...

Aos 33 anos, ele já administra o Comitê Organizador da Copa de 2014...

Neta de João Havelange, seria a pessoa em que Teixeira mais confia...

Com ela, haveria a certeza de que não haveria devassa na CBF...

A contabilidade dos seus 21 anos de poder não seria questionada em época alguma...

Essa vontade de Teixeira anunciada pelo jornal Estado de S. Paulo fez tremer o São Paulo...

O clube ficou agitado pela alegria...

Nada a favor de Joanna...

Mas tudo contra Andres Sanches...

O presidente do Corinthians já havia antecipado para vários aliados que seria o sucessor de Teixeira...

O empenho de implodir o Clube dos 13...

E batalhar pela TV Globo continuar com o direito da transmissão do Brasileiro...

A reaproximação de Teixeira com Lula...

Com Ronaldo...

Tudo obra de Andres...

De acordo com os principais dirigentes do Brasil, ele já agia e posava como sucessor de Ricardo...

O presidente da CBF não fez questão de desmentir a possibilidade de Joanna assumir seu cargo...

Muito pelo contrário...

Fiel ao seu estilo, ele quer acompanhar a reação do mundo do futebol a Joanna...

Uma mulher, sua filha, neta de João Havelange...

A impressão de que o futebol brasileiro pertence a uma família será impossível apagar...

Mas não é isso que o preocuparia.

Ele vai observar a reação de Andres, a fidelidade do seu maior aliado...

Se irá continuar a mesma...

Ainda mais com a séria possibilidade de a Arena Itaquera ficar fora da Copa...

Caso ela seja mantida, Andres poderá ser vice de Joanna...

Se não, passaria a ser carta fora do baralho...

Já utilizada...

É com isso que conta a cúpula são paulina...

Com o final da aliança Corinthians e CBF...

Mas a realidade é essa...

O nome de Joanna foi lançado...

Nada acontece por acaso em relação à família Havelange...

Corinthians também nega ter dado contrato a Ganso. O meia a ser anunciado no domingo é Alex do Spartak…

divulgacaointer 744x1024 Corinthians também nega ter dado contrato a Ganso. O meia a ser anunciado no domingo é Alex do Spartak...

Basta acabar a partida contra o Santos no domingo...

Com o time campeão ou não...

A diretoria do Corinthians quer anunciar o início de uma reformulação no elenco.

A primeira providência desejada é fechar a venda de Dentinho para o Shakhtar Donetsk da Ucrânia.

O jogador é fatiado.

Para prorrogar seu contrato até 2013, o empresário Claudio Guadagno exigir 20%.

O Corinthians tem 58% e o grupo DIS, 22%.

A proposta é de 6 milhões de euros.

Esses pouco mais de três milhões servirão como metade do pagamento de Alex do Spartak.

O restante, o Corinthians desembolsa.

E Tite terá o jogador, que, segundo ele, revolucionará o Corinthians...

O treinador continuará no clube mesmo se a equipe perder a decisão para o Santos...

E ainda no domingo, espera confirmar a contratação do atacante Gilberto do Santa Cruz.

Ele sairá muito barato, cerca de R$ 400 mil.

Um grupo de empresários quer usar o Corinthians como vitrine para o Exterior.

André ficou complicado porque o Santos tem a prioridade em repatriá-lo...

Ronaldo ficou um pouco menos crente na vinda do holandês Seedorf...

A conquista do título italiano mudou a relação do clube com ele.

Já há a disposição de aumentar a proposta e segurá-lo por mais uma temporada.

Conselheiros garantem haver a possibilidade de Marcos Assunção trocar o Palmeiras pelo Corinthians...

Nada está confirmado.

Mas a possibilidade, sim.

Quanto a Ganso, Andres Sanches tem jurado a companheiros de diretoria que não há nada...

Confrontado pela certeza de alguns órgãos de comunicação da chegada do meia...

Andres repete que não há nada...

Fica no ar que essa especulação só interessa ao grupo DIS, parceiro do ex-presidente santista Marcelo Teixeira..

Para o presidente corintiano Ganso não jogará no Brasileiro no Parque São Jorge...

E não foi entregue contrato algum ao meia...

Jura que continuará fiel ao acordo com Luís Álvaro...

Andrés ficou com medo da concorrência da apresentação de Luís Fabiano no São Paulo. E adiou a festa por Adriano…

divulgacao231 Andrés ficou com medo da concorrência da apresentação de Luís Fabiano no São Paulo. E adiou a festa por Adriano...

Adriano já conseguiu roubar todo o noticiário corintiano.

Sem chegar ao Parque São Jorge.

A começar pelo presidente Andrés Sanchez.

Ele recuou de maneira estranha, medrosa.

Não quis fazer amanhã a apresentação do atacante.

A desculpa esfarrapada foi que "não queria estragar a apresentação de Luís Fabiano no São Paulo".

Na verdade, o presidente corintiano ficou preocupado em ter menos repercussão.

Ainda mais porque a diretoria são-paulina pegou pesado.

Além de Luís Fabiano irá comemorar o 100º gol de Rogério Ceni.

No Morumbi.

As portas do estádio se abrirão às 17 horas...

São esperadas dezenas de milhares de torcedores.

Só para aplaudir os dois ídolos.

Ficou forte demais para o Corinthians?

Ao oferecer de bandeja Adriano para ser entrevistado pela Rede Globo, no Fantástico, Andres deu um tiro no pé.

Ele conseguiu esvaziar o contratado.

Tirou o impacto.

Ao contrário de Luís Fabiano, que ficou muito bem preservado.

Não falou com ninguém.

O interesse sobre ele dobrou...

E a vitória no clássico de ontem, com direito ao centésimo gol de Rogério Ceni, aumentaria ainda mais a festa...

A derrota para o time de Juvenal Juvêncio ficou atravessada na garganta de Andrés...

E Luís Fabiano, por sinal, se negou a vir para o Corinthians.

Andrés o preferia a Adriano...

Ele nunca confirmará isso publicamente...

Mas ficou completamente desnorteado quando o jogador não se interessou pelo Parque São Jorge...

Adriano também provocou a forte entrevista de Gilmar Rinaldi...

O ex-procurador do jogador mostrou toda a sua decepção por haver sido abandonado pelo jogador...

Trocado por Ronaldo, a quem classificou como irresponsável, pela "cantada" que deu no seu ex-contratado...

Gilmar mostrou Adriano como um jogador problemático, sem rumo e que precisa de auxílio...

Não tem confiança no que poderá aprontar no Corinthians...

Ronaldo prometeu ao presidente que irá cuidar pessoalmente do jogador...

O departamento de marketing não perdeu tempo e já colocou a camisa do atacante à venda...

Por R$ 189,00, o corintiano poderá ter a camisa 10 de Adriano...

O Anhembi e o Museu do Ipiranga fecharam suas portas para a apresentação.

Andrés continua querendo fazer algo diferente.

Mesmo se for quinta ou sexta-feira no CT corintiano, ele promete surpresas...

Adriano aproveita para se despedir dos amigos e do Complexo do Alemão, no Rio de Janeiro...

São Paulo, cidade que detesta, só na sexta-feira...

Enquanto isso, na Gávea, Luxemburgo percebe que criou inimigos poderosos por ter fechado o clube para o Imperador...

Já não é mais uma unanimidade, um técnico acima do bem e do mal...

Adriano mexeu profundamente com o futebol brasileiro...

Que ele justifique em campo tanta expectativa...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Andrés Sanchez escolheu para seu sucessor o canditado que a oposição queria e a situação temia: Mario “futebol é business” Gobbi…

divulgacao28 Andrés Sanchez escolheu para seu sucessor o canditado que a oposição queria e a situação temia: Mario futebol é business Gobbi...
O candidato que a oposição queria.

Entre tantos que cercaram nestes quatro anos de poder, Mario Gobbi era o predileto pelos rivais de Andrés Sanchez.

Antônio Roque Citadini, Osmar Stabile, Paulo Garcia se animaram.

Eles sabem o quanto saiu desgastado do cargo de diretor de futebol o agora candidato da situação.

Ao assumir o cargo, ele disse que não entendia nada de futebol.

Ganhou o posto porque perdeu a eleição para a presidência do Conselho Deliberativo.

Foi uma compensação que Andrés resolveu dar.

Andrés e Mano Menezes trataram de negociar os inúmeros jogadores que chegaram ao Parque São Jorge.

E Mario Gobbi os apresentava.

Delegado e apaixonado por leis, estatutos, ele sempre quis mudar a política interna do clube.

Não se preocupava para valer com o futebol.

Tanto que quando deu palpite acabou trocando os pés pelas mãos.

Foi a figura símbolo do desmanche no time em 2009 que prejudicou o clube até hoje.

Mano Menezes havia construído uma base sólida.

O time, com Ronaldo e tudo, havia ganho com um pés nas costas o Paulista e a Copa do Brasil.

Mas para ganhar R$ 11 milhões, em parcelas, vendeu três atletas fundamentais.

André Santos, Douglas e Cristian.

Estava quebrada a espinha dorsal do time que poderia sim vencer a Libertadores de 2010, a do centenário.

Diante da revolta generalizada, de imprensa e de torcida, Mario Gobbi resolveu puxar para si a responsabilidade.

"Futebol é business", repetiu várias vezes para resumir o desmanche.

Como se não importasse manter a força do time, a paixão dos torcedores.

Mostrou que pare ele o que importava era o dinheiro das vendas.

Não teve a noção que R$ 11 milhões para o clube eram migalhas diante do que representaria a conquista da Libertadores.

Ele não conseguiu entender.

Mostrou na prática não compreender o que significa futebol.

Ou o valor da Libertadores para os corintianos.

A infeliz justificativa foi a responsável pelos seguidos fracassos desde então.

O Corinthians ganhou seu último título em 2009, com os três jogadores, na Copa do Brasil.

Mario mostrou que não mentiu quando disse que não entendia de futebol.

Como dirigente também passou pela tristeza de levar uma cadeirada por um membro da Camisa 12.

Ainda de acordo com a sua maneira business de pensar, concordou com a elitização dos estádios.

Aplaudiu a iniciativa de ingressos a R$ 500,00 no Pacaembu em jogos do Corinthians.

Ele se afastou do cargo de diretor de futebol no final do ano passado para trabalhar a sua candidatura.

A escolha de Andrés também frustrou vários e vários companheiros da situação.

Esperam por um nome mais marcante.

Alguém que fosse ligado de verdade ao futebol.

Não um político, amante da retórica.

A suspeita tanto na situação quanto na oposição é que Andrés Sanchez continuará a comandar o clube se Mário for eleito.

Seria um padrinho fundamental para resolver questões fundamentais como o estádio.

E o futebol, lógico.

Neste domingo de Carnaval, Andrés lança o homem errado para sucedê-lo.

E terá de arcar com isso.

Ele acaba de despertar a oposição que estava morta...

E implantar a ira de companheiros fiéis de anos...

Que se prepare para o que vier pela frente...

Estamos em março.

A eleição será em dezembro.

Até lá muita coisa irá acontecer...

Andres provará se tem a mesma força no Parque São Jorge do seu padrinho político Lula.

E fazer seu sucessor sem se importar com o apoio de ninguém.

A prova será de fogo...

Afinal, futebol é business, não é Mario?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Os gols de Liedson provocam raiva dos dirigentes corintianos. Não o priorizaram e se arrependem…

divulgação3d Os gols de Liedson provocam raiva dos dirigentes corintianos. Não o priorizaram e se arrependem...
Enquanto Andrés Sanchez passeava por Paris, para reencontrar velhos amigos, Ricardo Teixeira e Mano...

Seus companheiros mais próximos lamentavam a partida contra o Ituano.

Justamente pela vitória por 4 a 0.

Ela veio exatamente uma semana depois da eliminação da Pré-Libertadores pelo Tolima.

O que doeu nos parceiros de Andrés foi o desperdício de Liedson.

O atacante marcou dois gols ontem no Pacaembu.

Doeu ver o 'Levezinho', como é chamado em Portugal, atuar tão bem...

Por ele ser ter sido o plano D, não houve tempo hábil para contratá-lo a tempo para atuar contra o Tolima.

Ronaldo paralisou o clube na busca de atacantes para a Libertadores.

Andrés Sanchez perdeu um tempo precioso acreditando que ele faria mesmo Adriano atuar no Parque São Jorge.

Depois a minissérie Luís Fabiano vem ou não vem?

Foram semanas esperando que ele convencesse a direção do Sevilla a liberá-lo para o Corinthians.

Pura bobagem os 7 milhões de euros oferecidos aos espanhóis.

Eles queriam 20 milhões e ponto final...

A partir daí, a tentativa de Marcelo Moreno.

Outros dias que custaram ouro.

Quando foi falado a sério com Liedson já era tarde demais para a Pré-Libertadores.

"Não tem problema. Usaremos na própria Libertadores", defendiam conselheiros e amigos do peito de Andrés.

Só que não há Libertadores para o Corinthians.

Por isso os gols do Levezinho doem tanto na diretoria.

Após a partida de ontem, o tom de tristeza dominava as tribunas do Pacaembu.

"Ah, se o Liedson estivesse livre há uma semana ainda estaríamos na Libertadores", me dizia um importantíssimo dirigente.

Agora, só resta aplaudir os gols do atacante no Campeonato Paulista.

E no Brasileiro...

Que Andrés Sanchez aproveite bem o seu passeio em Paris e esqueça sua falta de planejamento no Corinthians...

( Os próprios corintianos já demonstraram a decepção com a eliminação precoce da Libertadores.

O Pacaembu ontem tinha pouco mais de seis mil pessoas.

Não é preciso vândalos quebrando carros ou ameaçando jogadores.

O desprezo ao time é prova definitiva do fracasso da organização do futebol em 2011.

Não há com o que se empolgar...)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

O maior vexame do Corinthians na história da Libertadores tem dono: Andrés Sanchez…

divulgação227 O maior vexame do Corinthians na história da Libertadores tem dono: Andrés Sanchez...
Logo no dia 2 de fevereiro acabou o ano para o Corinthians.

Liédson terá todo o Campeonato Paulista para se divertir.

Não precisa se preocupar com a Libertadores da América.

Ela acabou antes de começar para o Corinthians.

Ronaldo não foi suficiente, não deu o campeonato mais sonhado pela torcida.

Gordo, ineficiente, atrapalhando o time, a sua última partida na competição será inesquecível para o corintiano.

Mas o bom é que ele poderá continuar a almoçar e jantar com artistas.

Que regime, o quê?

Para quê?

Quando deveria estar magro, disputar a sério a Libertadores, não estava.

Agora não precisa.

O presidente sempre o quis para atrair patrocinadores, dinheiro.

Se esqueceu do futebol, cobrar gols.

Principalmente o título que a torcida tanto sonhava.

Mas sobra tempo para twittar à vontade...

O time de Tite e de Andrés Sanchez conseguiu fazer história.

Foi o primeiro clube brasileiro a ter a capacidade de ser eliminado na Pré-Libertadores.

O Tolima fez o que quis em Ibagué e venceu por 2 a 0.

Não há desculpa.

Foram dois jogos.

180 minutos contra os colombianos.

E eliminação justa, justíssima...

Desde a chegada no final do Brasileiro, ficou claro que Tite nunca foi o técnico indicado para assumir o cargo.

Ele ganhou o cargo de presente pela amizade que tem com Andrés.

O presidente corintiano quis corrigir o enorme erro de ter dado o time a Adilson Batista.

Substituiu mal Mano Menezes.

E pior ainda Adilson.

Tite estava em uma péssima fase.

Depois de decepcionar no centenário do Grêmio, estragou o do Internacional.

Estava sem mercado no Brasil.

Foi para o Oriente.

Andres ofereceu o cargo mesmo assim.

Queria corrigir a lamentável demissão de Tite por Kia Joorabchian, nos vestiários.

Ainda na época da MSI.

Tite não soube o que fazer com o grupo experiente, cansado.

Andres não conseguiu enxergar um palmo à sua frente.

Liberou o melhor jogador corintiano.

Não dito por mim, mas por Ronaldo.

Ele pediu para que Elias não fosse liberado.

Adiantou?

O jogador queria ir para ganhar mais dinheiro.

Cadê a capacidade do dirigente de segurá-lo pelo menos na Libertadores?

O time perdeu Elias e a experiência de William.

Leandro Castan ganhou a posição ao lado de Chicão.

Com enorme prejuízo ao time.

A defesa passou a ser um grande ponto fraco.

Roberto Carlos sentiu a contusão na coxa direita e não pôde jogar contra o Tolima.

Fábio Santos, quase apedrejado pela torcida do Grêmio, foi contratado.

E jogou no lugar de Roberto Carlos.

Deu no que deu.

E pelo setor esquerdo, dos dois abriram a porteira para o Tolima.

Com a zaga fazendo linha de impedimento, batizada por propriedade de linha burra, o Tolima fez o primeiro gol.

Chicão deu condição de jogo.

E destruiu os frágeis nervos do time.

O peruano Ramirez foi expulso como uma criança no seu primeiro lance no jogo.

Deixou o Corinthians com dez jogadores.

E logo em seguida, o pior.

No segundo gol, um mero cruzamento que a zaga assistiu.

E adeus Libertadores, antes mesmo de começar.

Andres Sanches bateu no peito que conseguiu o estádio corintiano.

Seus inúmeros companheiros de diretoria queriam que ele fosse conhecido como o melhor presidente corintiano da história.

Será?

O clube deve mais de R$ 100 milhões.

Ganhou com ele o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil de 2009 e só...

No centenário do Corinthians, o clube não venceu sequer uma competição.

Fracassou no Paulista, na Libertadores e no Campeonato Brasileiro.

Tinha a chance de ganhar o título nacional.

Mas desde a chegada de Tite, o time parou de atacar.

E só disputou a Pré-Libertadores porque fracassou contra reservas do Goiás, empatando a partida.

Deixou de ser campeão para a terceira colocação, que levou o time para Ibagué.

A grande sorte de Andres é a sua enorme ligação com os comandantes das torcidas uniformizadas.

Só essa aliança que evitou à última hora protestos depois do empate com o Tolima no Pacaembu.

E sorte também que o Carnaval está próximo.

E a torcida conta com o apoio da diretoria para montar seus carros alegóricos.

Só por isso, os protestos de amanhã acontecerão.

Mas não da maneira veemente que acontecia no Corinthians.

É preciso entender porque as coisas estão calmas.

A premonição de Andrés Sanchez foi perfeita.

O desembarque do Corinthians será em Campinas.

Tudo foi acertado antes do jogo contra o Tolima.

Embora disfarçasse, o presidente sabia que time havia escolhido para representar o Corinthians.

Mesmo assim, ele tinha uma esperança prepotente de contratar reforços de verdade depois da Pré-Libertadores.

Agora ele que descubra o que fazer com o dinheiro economizado.

E que Liédson dispute com todo o prazer o paulistinha.

E que Andres tenha coragem de fazer o que precisa fazer.

Não tem cabimento manter Tite...

Aliás, ele poderia até deixá-lo comandando o clube.

O que tinha para perder em 2011 ele já perdeu...

Assim como fez em 2010...

Parabéns Andrés Sanchez, pré-candidato à presidência da CBF...

À prefeitura de São Paulo pelo PT...

Parabéns...

Você conseguiu o que parecia impossível...

Acabou com 2011 de quem ama o Corinthians no dia 2 de fevereiro...

Parabéns...

E agora?

Como o departamento de marketing vai aproveitar essa derrota para vender algumas camisetas?

(Andrés Sanchez acaba de dar entrevista.

Disse que se mantivesse Tite seria chamado de burro.

Se o demitisse também.

Então, preferiu mantê-lo como treinador corintiano.

Lavou as mãos.

Tite disse que não pede demissão.

Enquanto isso conselheiros ligados a Andrés vão pressioná-lo para tentar fazer Parreira voltar a treinar.

E outros defendem uma proposta para Abel Braga.

O ambiente para Tite no retorno da delegação será o pior possível...

Domingo, no Pacaembu, o jogo é com o líder do Paulista, o Palmeiras...)

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Camisas do Corinthians para o torcedor a R$ 239,40…Ingressos a R$ 500,00. Essa é a política popular de Andres Sanches…

gettyimages92 Camisas do Corinthians para o torcedor a R$ 239,40...Ingressos a R$ 500,00. Essa é a política popular de Andres Sanches...
Andrés Sanchez havia prometido que sua administração representava o torcedor no poder.

E prometia que faria tudo pelos corintianos.

Abrir clube, contas, facilitar a vida de quem ama o seu clube.

O batismo foi a queda para a segunda divisão.

E uma cusparada de um torcedor no dia seguinte.

O presidente, fundador da Pavilhão Nove, conseguiu a conquista da série B.

E caiu no seu colo Ronaldo, para 2009.

Um presente do empresário Todé, o mesmo do Mário Tilico no São Paulo.

A time ganhou o Campeonato Paulista e a Copa do Brasil no primeiro semestre de 2009.

E só.

Houve uma febre pelo centenário.

Mas 2010 foi uma enorme decepção, com o clube não ganhando um título sequer.

Mas o que interessa foi a febre para ver o Corinthians e Ronaldo na Libertadores.

Andrés havia brigado com o São Paulo.

Juvenal Juvêncio fez pose de quem teria o maior prazer vendo o Corinthians perder dinheiro trocando o Pacaembu pelo Morumbi...

Só que Andrés descobriu a solução.

E sangrou os corintianos.

Aumentou absurdamente os preços dos ingressos no Pacaembu.

Chegou até a R$ 320,00...

Apesar dos protestos com a elitização, os torcedores pagaram.

E se prepararam para novo sacrifício em 2011.

Só que o ingresso mais caro do Pacaembu para o jogo contra o Tolima, pela Libertadores, custa R$ 500,00.

Sim...R$ 500,00.

E hoje foi anunciado, com toda a pompa, um novo presente de Andrés.

A camisa chamada de réplica da oficial custa o preço camarada de R$ 189,90.

Ré-pli-ca.

Pois bem...

Se o corintiano fanático quiser a camisa igual à que os jogadores utilizam, terão de pagar a camisa mais cara do Brasil.

Nadas menos do que R$ 239,40.

Tomei cuidado com os números, R$ 239,40...

Não há camisa de clube de futebol tão cara em toda a América Latina...

A inspiração da coleção batizada de 'autêntica' vem do Barcelona.

Para ter uma igualzinha à do Messi, basta pagar R$ 259,90.

Essa nova camisa 'autêntica' do Corinthians deverá chegar às lojas na próxima semana.

Não há dúvidas que Andrés Sanchez soube bem cumprir sua promessa...

Tornou o clube bem popular...

Talvez para os seus amigos milionários que frequentam a área vip do Pacaembu...

Não ao torcedor comum, trabalhador que vive de dois, três salários mínimos...

A tristeza fica pior sabendo que o Corinthians copia o Barcelona...

E se preparem flamenguistas orgulhosos de Ronaldinho Gaúcho...

Seu clube irá copiar o clube paulista...

Nos preços dos ingressos, das camisas...

Preparem os bolsos...

Coitados dos cofrinhos das crianças...

Ainda bem que Andrés se diz um representante da camada popular do Corinthians no poder...

Imagine se ele representasse a elite...

A camisa 'autêntica' seria de ouro?

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Adenor, o homem errado para comandar o Corinthians…Os jogadores já sabem…Só Andrés que não..

divulgação0214 Adenor, o homem errado para comandar o Corinthians...Os jogadores já sabem...Só Andrés que não..

Adenor sabe que já começa 2011 pressionado...

Ele foi contratado para levar o Corinthians ao título do Brasileiro.

Não estava difícil.

Tropeçou contra o Vitória e Goiás, dois times rebaixados, e veio a frustrante terceira colocação.

Ele precisa ganhar alguma coisa em 2011.

A Libertadores é o sonho.

Mas, por garantia, o fraco Campeonato Paulista serve.

E para isso, vale tudo.

Colocar os titulares logo de cara contra a sofredora Portuguesa.

Não importa o pouco tempo de preparação, ter jogadores veteranos fundamentais à equipe.

Vão para campo.

Farão sua estreia em 2011 em um dos dias mais quentes do ano.

Não importa a tosca fórmula de disputa.

Que oito clubes vão se classificar para o mata-mata.

Oito...

Serão longas 19 rodadas para chegar o mata-mata.

Mas logo na primeira, Adenor quer ganhar moral.

Vencer a Portuguesa no Pacaembu é obrigação.

E para isso, vale tudo.

Tudo mesmo.

Até na hora de escolher o capitão do Corinthians.

Tinha Roberto Carlos implorando...

Chicão certo da escolha...

Mas não...

Para substituir o aposentado William, Adenor quis Ronaldo...

Pela liderança?

Pela garra?

Pelo poder de motivar o time?

Por sua visão tática?

Não...

Nada disso.

Ele foi escolhido para pressionar, intimidar os árbitros.

Ainda mais com a renovação do quadro no Campeonato Paulista.

Muitos homens de preto, de amarelo, de vermelho irão tremer na hora de apertar a mão do ídolo corintiano.

Há a certeza de que eles irão se render a qualquer reclamação, questionamento, pedido de pênalti...

Ronaldo é de um carisma enorme...

E de uma malícia como jogador maior ainda...

Sem a tarja de capitão, ele já 'apitou' vários jogos em 2010...

Evitou derrotas...

Conquistou vitórias importantes reclamando pênaltis absurdos...

Como capitão, o céu é o limite...

O golpe que pode parecer genial é na verdade a demonstração de receio de Adenor...

Ele não quer correr o menor risco de que seu time perca moral logo na  estreia...

E lá estará Ronaldo com a braçadeira...

Pronto para apertar a mão e dar um forte abraço em Luís Flávio de Oliveira...

Isso deve bastar no caso de dúvidas do árbitro.

Ele deve se lembrar até do perfume de Ronaldo antes de apitar...

Além de imitar o esquema tático de Mano Menezes, utilizado em 2009, Adenor foi além...

E mostra o que trouxe de novo ao Corinthians em 2011...

Ronaldo como capitão e intimidador de árbitros...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

Página 1 de 3123