1spfcnet Sou ponta. No São Paulo estava jogando como meia. Revela Neilton no Vitória. Sua crítica acerta em cheio Rogério Ceni. O clube desperdiçou R$ 1,5 milhão com o ponta que jogou como meia no Morumbi...

"Eu estava sendo usado fora das minhas características. Como todos já sabem, eu sou jogador de ponta, gosto de usar minha velocidade. No São Paulo, eu estava jogando como meia e não estava tão à vontade para jogar, e isso acabou pesando lá. Eu jogo de ponta e de velocidade, foi assim que eu joguei lá no Botafogo."

De maneira direta, Neilton explicou, na sua apresentação como jogador do Vitória, o motivo de seu retumbante fracasso no São Paulo. "Jogava errado." Um atacante de lado de campo. Não um meia.

E quem é que escala o São Paulo?

Justamente quem exigiu sua contratação.

Rogério Ceni.

O atacante estava terminando seu contrato com o Botafogo.

O clube carioca, que o usava pelos lados, queria comprá-lo.

Mas Rogério imitou o que Guardiola fez com Gabriel Jesus.

O técnico são paulino garantiu ao jogador.

Ele seria feliz no Morumbi.

Sabia do seu potencial e teria tudo para se tornar ídolo.

Neilton, que surgiu no Santos, como 'novo Neymar', se empolgou. Tratou de avisar ao Cruzeiro, dono dos seus direitos, que não desejava seguir no Botafogo. Mesmo com a classificação para a Libertadores. Queria o São Paulo. O time mineiro propôs a troca por empréstimo de um ano, com o volante Hudson. O que foi aceito imediatamente.

O clube o perdoou até de provocação que fez quando atuava no Santos.

613 Sou ponta. No São Paulo estava jogando como meia. Revela Neilton no Vitória. Sua crítica acerta em cheio Rogério Ceni. O clube desperdiçou R$ 1,5 milhão com o ponta que jogou como meia no Morumbi...

Chegou a chamar de 'lixo' o time tricolor no twitter.

Foi acertada a troca por um ano.

Com Neilton recebendo R$ 300 mil.

Bastaram 11 jogos e nenhum gol.

Nos treinos já mostrava péssimo desempenho.

O jogador de 23 anos não conseguia reagir.

Rogério Ceni havia empenhado sua palavra ao atacante e à diretoria. Ele daria certo no Morumbi. Mas o treinador errou feio. O motivo, sua precipitada avaliação ou falta de competência para encaixá-lo no time. Tanto faz. O certo é que o São Paulo comprometeu R$ 3,6 milhões com o jogador.

Depois das três eliminações seguidas, Copa do Brasil, Campeonato Paulista e Sul-Americana, Leco percebeu que elenco precisava de reforços. Só que ele não queria desperdiçar mais dinheiro com Neilton. A princípio, Rogério Ceni tentou segurá-lo. Mas o presidente foi claro ao técnico. Os R$ 300 mil de salários do atacante poderiam ser usados para pagar outro atleta. Ceni teria de optar.

Não houve outra maneira.

A não ser liberá-lo para o Cruzeiro.

O São Paulo 'só' gastou R$ 1,5 milhão com o jogador.

Foi o que custou o erro de Ceni.

2divulgacao 1024x680 Sou ponta. No São Paulo estava jogando como meia. Revela Neilton no Vitória. Sua crítica acerta em cheio Rogério Ceni. O clube desperdiçou R$ 1,5 milhão com o ponta que jogou como meia no Morumbi...

O treinador também indicou Sidão. Ele seria a solução para o gol do São Paulo. Hoje, ele se reveza com Denis. Como reserva de Renan Ribeiro, goleiro que já estava no Morumbi.

Rogério também deu seu aval a Edmimar.

Lateral esquerdo emprestado pelo Cruzeiro até o final do ano.

Até agora não fez sequer uma partida.

Thomaz saiu do Jorge Wilstermann para ser um mero reserva.

Entrou em nove partidas e marcou apenas um gol.

Marcinho, emprestado pelo São Bernardo, é outro reserva.

Conseguiu entrar em duas partidas, nenhum gol.

Morato, atacante emprestado pelo Ituano.

Estava impressionando nos treinos.

E no jogo que fez contra o Cruzeiro, pela Copa do Brasil.

Ceni estava animado.

Mas em um jogo-treino contra o Cotia, se contundiu.

Lesão nos menisco do joelho direito.

Só voltará aos gramados em 2018.

Rogério Ceni só acertou em cheio com o veterano Cícero.

Jogador polivalente muito útil ao treinador.

Agora, o treinador deu seu aval para Fernando Bob, volante do Internacional, que joga emprestado pela Ponte. O São Paulo pode contratá-lo ainda hoje.

Ceni sonha com Calleri.

E teve a certeza que Everton Ribeiro não virá.

Enquanto pensa em outras possibilidades, conselheiros ligados a Leco questionam o presidente. Pedem mais critério nas contratações. Com o dinheiro do São Paulo.

O fracasso com Neilton foi creditado a Ceni.

R$ 1,5 jogados no lixo.

E tudo ficou mais constrangedor com a declaração do jogador.

Que estava sendo escalado 'errado' no São Paulo.

Conselheiros cobram Leco.

Não têm coragem de falar um a para Rogério Ceni.

Eles olham para o técnico e enxergam o ex-goleiro, o ídolo.

Por enquanto.

Por enquanto...

 Sou ponta. No São Paulo estava jogando como meia. Revela Neilton no Vitória. Sua crítica acerta em cheio Rogério Ceni. O clube desperdiçou R$ 1,5 milhão com o ponta que jogou como meia no Morumbi...

http://r7.com/hbhP