diulgação Só Libertadores segurará Ganso até dezembro. A ideia é sair mesmo em junho. E, deseja Milão como futura residência..
Paulo Henrique Ganso ama Neymar.

De verdade.

Adora estar com ele.

Encontrou no atacante o complemento da sua personalidade retraída.

Chora de rir com o extravagante gosto pelas roupas...

Pelo penteados...

Diz que nunca jogou com alguém tão habilidoso.

Vai para jantares, almoço, festas...

Faz questão de estar sempre perto.

Não há rivalidade entre os dois.

Já combinaram que um sempre ajudará o outro na carreira.

Principalmente na Seleção.

Todo esse clima bom acaba quando Ganso é perguntado sobre a diferença de salários.

Não entre eles, mas a revolta recai sobre a diretoria santista.

O encontro de duas horas de hoje entre o meia e o presidente Luís Álvaro foi uma imensa perda de tempo.

Ganso saiu com a convicção de que o clube tem maior interesse em cuidar da carreira de Neymar.

O relacionamento do staff de Delcir Sonda, dono de 45% dos direitos do jogador, com a direção santista é péssimo.

Ao contrário de Vagner Ribeiro, empresário de Robnho, especialista em dar nó em pingo d'água.

A multa de Ganso para o Exterior é de R$ 105 milhões.

Para clubes brasileiros, R$ 60 milhões.

Ele recebeu a proposta de um aumento de salários para R$ 400 mil.

Mas Ganso exigia a redução da multa rescisória.

A direção santista não aceitou e Ganso resolveu encerrar a conversa.

O jogador avisou que iria expor à imprensa a sua vontade de ir para a Europa ainda em 2011.

E ponto-final.

A postura irritada, tensa do jogador tem explicação.

Não no desprezo com que foi tratado quando estava se recuperado da operação no joelho.

O que já o decepcionou profundamente.

Ficou com a certeza de que não queriam aumentar o seu salário para nao jogar.

A raiva vem da enorme diferença do que ele e o seu 'irmão' recebem.

O mau humor de Ganso beira o insuportável nesse assunto.

Já manifestou a sua revolta diversas vezes.

É o que acalenta Leonardo, da Inter de Milão.

Ele já conversou com representantes do jogador.

E avisou que irá convencer a diretoria a vir buscar o grande meia do futebol brasileiro.

Dirigentes do Milan já foram alertados por Robnho que deveriam se antecipar ao rival.

Ganso sabe da grande chance de Milão virar sua nova cidade.

E fará o possível e o impossível para sair do clube.

Seu plano é só ficar até o final do ano se o Santos for campeão da Libertadores.

Se a equipe for eliminada e não disputar o Mundial de Clubes, quer ir já na janela de junho.

Luís Álvaro percebeu que o problema não é só dinheiro.

Nem descer a multa rescisória.

A questão é bem mais simples.

Ciúmes.

Ganso não se conforma em receber bem menos do que Neymar.

A diferença é grande demais para os dois melhores jogadores do Santos.

Ganso recebe exatos R$ 123 mil.

E Neymar, dois anos mais jovem, R$ 500 mil.

Luís Álvaro foi avisado desse problema há quase um ano.

Não ligou e acreditou que iria resolver tudo na base da conversa.

Mas quando ofereceu R$ 100 mil a menos do que paga a Neymar, o dirigente convenceu Ganso que era hora de ir embora.

Atrevido, o meia jura a amigos.

Não há nada no mundo, a não ser a conquista da Libertadores, que o segurará na Vila Belmiro.

Não é por acaso que a frustração domina Luís Álvaro.

Ah, se ele tivesse ouvido os seus amigos que o aconselharam a pagar o mesmo aos 'dois irmãos'...

Tudo seria diferente...

Veja mais:
+ Siga o R7 no Twitter

+ Veja os destaques do dia
+  Conheça todos os blogs do R7

http://r7.com/Mie2