reuters43 Simon. O juiz que Corinthians e Cruzeiro não queriam no jogo do Fluminense...
Ninguém da diretoria do Corinthians gostou.

Os dirigentes do Cruzeiro detestaram.

Mas ninguém irá confirmar publicamente.

Para os dois clubes vai apitar o jogo entre Fluminense e Guarani quem não poderia.

Carlos Eugênio Simon fará a sua despedida do futebol no Engenhão.

Justo na partida que definirá o campeão do Brasileiro.

Se o Fluminense tropeçar deixará caminho aberto aos outros dois concorrentes.

Ele tem um convite para trabalhar como comentarista de arbitragem da TV Bandeirantes.

Jornalista formado, sindicalista, comunista, presidente do Sindicato dos Árbitros do Rio Grande do Sul.

Gosta de ressaltar sua imagem de independente.

Jura que sempre esteve acima de todas as pressões de quem quer que seja.

Recordista entre todos os árbitros do Brasil.

O único a apitar três Copas.

Muito bem relacionado na CBF.

Não há como negar que teve uma carreira mais do que vencedora.

Ele sempre se irritou e protestou contra essa fama que persegue todos os árbitros do País.

A fama de, na dúvida, apitar para o clube mais forte.

Neste domingo ele terá a última chance de provar essa reputação não se justifica.

Tomara, que os corintianos e cruzeirenses estejam errados.

E que, se o Fluminense for campeão, não tenha que repartir o título com Simon...

Veja mais:

+ Leia mais sobre futebol no R7
+ Siga o R7 no Twitter
+ Veja os destaques do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/c6AO