- Blog do Cosme Rímoli - http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli -

Sem Felipão e com o time na Segunda Divisão, a Kia Motors quer fugir do Palmeiras. Ou então pagar apenas R$ 4,5 milhões só até julho. Triste para o clube que posava no ano passado ter o maior patrocínio do Brasil. E receber fictícios R$ 25 milhões por ano…

Postado por Cosme Rímoli em 1 de fevereiro de 2013 às 21:14 em Sem categoria | 39 Comments

a1 Sem Felipão e com o time na Segunda Divisão, a Kia Motors quer fugir do Palmeiras. Ou então pagar apenas R$ 4,5 milhões só até julho. Triste para o clube que posava no ano passado ter o maior patrocínio do Brasil. E receber fictícios R$ 25 milhões por ano... [1]
É tudo constrangedor demais.

Primeiro a postura de Arnaldo Tirone.

O ex-presidente palmeirense deixou que o Brasil acreditasse.

Em plena crise financeira na Europa e nos Estados Unidos, ele fez um milagre.

Conseguiu o maior patrocínio do Brasil.

Seriam R$ 25 milhões que a Kia Motors pagaria ao Palmeiras.

O mercado ficou boquiaberto.

O valor passou a ser referência nos clubes como o Corinthians.

A diretoria lutou muito até o patrocínio da Caixa Econômica Federal

E os seus R$ 30 milhões.

Quando o patrocínio palmeirense foi superado, a verdade veio à tona.

O clube recebia R$ 18 milhões anuais e não R$ 25 milhões.

A revelação veio dos membros do Conselho de Orientação Fiscal.

O que seria desmoralizante ficou ainda muito pior.

Qual o interesse de uma marca em patrocinar time rebaixado?

E desmoralizado com tantas confusões?

Jogador apanhando de torcedor na rua.

Atleta 150% a mais do que recebe para atuar no Palestra Itália.

Sem dinheiro, o clube quer se livrar da Libertadores.

A melhor competição da América Latina é vista como um peso, um estorvo.

A mentalidade do novo presidente, Paulo Nobre, é de total recessão.

Arnaldo Tirone não só deixou os cofres vazios.

Deixou dívidas e mais dívidas.

São cerca de R$ 210 milhões.

Nobre, um dos acionistas do Itaú, não quer se visto como irresponsável.

E está fazendo de tudo para gastar o mínimo possível.

A perspectiva esportiva é péssima.

Não recomenda o clube a qualquer patrocinador.

A diretoria da Kia Motors está longe de ser estúpida.

Colocou uma cláusula no contrato que ele poderia ser revisto em dezembro de 2012.

Era pura balela também a divulgação que o clube havia fechado três anos de compromisso.

E a cúpula da Kia resolveu que não pagará mais nem R$ 18 milhões ao Palmeiras.

Muito pelo contrário.

Se Paulo Nobre quiser, ela paga metade.

Sim, apenas 50%, ou seja: R$ 9 milhões.

E só até o meio do ano.

No máximo até o final da participação do Palmeiras na Libertadores.

Não há interesse em ficar no segundo semestre, com o clube na Segunda Divisão.

Há vários outros clubes de massa na Série A precisando de patrocínio.

Paulo Nobre não esperava uma postura tão dura da montadora.

Ele poderia fazer o Palmeiras jogar sem patrocínio em fevereiro.

Mas considera ser uma derrota ter a 'camisa limpa'.

E está oferecendo como prova de boa vontade a continuidade do patrocínio.

Tal gesto no entanto não tem poder para seduzir os sul-coreanos.

Um dos pontos que era muito importante no contrato se chama Luiz Felipe Scolari.

Sem o treinador campeão do mundo e com o time na Segunda Divisão não há interesse.

Mesmo os R$ 9 milhões oferecidos por ano são na verdade, R$ 4,5 milhões.

Já que em julho, a direção da Kia Motors quer ir embora.

Paulo Nobre saiu tenso demais da reunião de hoje.

Otimista, quando candidato contabilizava os R$ 18 milhões neste ano.

Desnorteado, ele e Brunoro estão fazendo uma análise do mercado.

Buscando saídas.

Até mesmo conselheiros do lado do rival Décio Perin estão tentando ajudar.

Eles são ligados ao ex-presidente Belluzzo.

Pensam em até tentar seguir o caminho do Vasco e do Corinthians.

E buscar uma estatal como patrocinador master.

Pensam até em contatar o ex-governador José Serra.

Vale tudo nessa hora.

O momento é terrível para Paulo Nobre.

E de muita vergonha à nova diretoria.

Fechar por seis meses e por apenas R$ 4,5 milhões é muita derrota.

Chega a ser humilhante.

Principalmente para quem posava no ano passado.

Fingia ter o maior contrato do Brasil.

A situação do Palmeiras é lastimável...


Artigo impresso de Blog do Cosme Rímoli: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli

Endereço do artigo: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/sem-felipao-e-com-o-time-na-segunda-divisao-a-kia-motors-quer-fugir-do-palmeiras-ou-entao-pagar-apenas-r-45-milhoes-so-ate-julho-triste-para-o-clube-que-posava-no-ano-passado-ter-o-maior-patrocin-01022013/

Endereços neste artigo:

[1] Imagem: http://esportes.r7.com/blogs/cosme-rimoli/files/2013/02/a1.jpg

© 2011 Nicolau Marmo. Todos direitos reservados.