divulgação46 Se Dunga tivesse de pagar pelo vexame na África, qual seria a pena justa?

Na África do Sul parecia uma piada.

Quando os norte-coreanos choravam ao ouvir o hino nacional do seu país, eles choravam.

Os jornalistas brasileiros estranhavam.

As lágrimas iam além da devoção ao país.

A piada é que eles choravam com medo de voltar ao regime ditatorial.

Se dessem vexame na Copa da África teriam de enfrentar a fúria de Kim Jong-il.

A realidade se mostrou pior.

O mundo inteiro noticiou que os jogadores e, principalmente, o treinador Kim Jong-Hun foram humilhados.

Ignorantes de futebol, as autoridades queriam que a Coréia do Norte repetisse em 2010 a surpreendente campanha de 1966.

Na Inglaterra os orientais venceram a Itália, se classificaram para a segunda fase da Copa.

E chegaram a estar vencendo por 3 a 0 Portugal de Euzébio e Coluna.

Só que não conseguiram suportar e perderam a partida por 5 a 3, em um dos jogos mais emocionantes de todos os Mundiais.

Na África do Sul foram três derrotas.

O time sofreu 12 gols e só marcou um, justo contra o time de Dunga.

Os jogadores e o treinador tiveram de ouvir um discurso de seis horas ontem.

O ministro dos Esportes, Pak Myong-Chol foi arrasador.

Disse que eles haviam envergonhado o país.

Que a Seleção Norte-Coreana foram fizeram uma publicidade contra o regime comunista.

Mostrou ao mundo uma fragilidade inadimíssivel.

E que não tinham honra.

O ministro falou diante de jornalistas, autoridades e até familiares dos jogadores e do técnico.

Um vexame.

Além de falar, a punição: trabalhos forçados.

Principalmente para o treinador.

Imagine se o mesmo acontecesse no Brasil...

Em vez de estar viajando pelo mundo, o que deveria acontecer com Dunga?

E seus jogadores?

Que punição você recomendaria?

Veja mais:

+ Tudo sobre futebol no R7
+ Veja as principais notícias do dia
+ Todos os blogs do R7

http://r7.com/lMRU