116 São Paulo fará reformulação no elenco. Ganso, Rodrigo Caio, Kardec. Ninguém é intocável. Só Bauza. O argentino descobriu que o problema não é falta de vontade. Os atletas são fracos mesmos..
Pressão por todos os lados. E aviso que deseja uma reformulação no elenco. Essa é a situação de Edgardo Bauza. O treinador argentino já percebeu. Só vontade não adianta. O grupo de jogadores do São Paulo é fraco. Psicologicamente e tecnicamente.

Bauza sabe o caos que pode se tornar o Morumbi com uma derrota para o River Plate, em Buenos Aires. O time já perdeu para o Strongest, em pleno Pacaembu. A segunda derrota seguida, nos dois primeiros jogos da fase de grupos, pode indicar o caminho do fim do principal objetivo de 2016: a conquista da Libertadores.

O técnico argentino já fez rodízio. Testou todos os jogadores do elenco. E teve uma reunião séria com o vice de futebol, Ataíde Gil Guerreiro. Pediu pelo menos quatro reforços importantes no meio do ano. Com esta base, ele não acredita em conquistas.

"Tivemos uma reunião como fazemos habitualmente. Eles (Ataíde e o presidente Leco) estão conscientes de nossa realidade. Estamos num processo de rearmar a equipe, temos que chegar até julho para trazermos dois ou três jogadores diferentes. Temos bons jogadores, mas não diferentes. Vou fazer o impossível para chegarmos bem até julho e, então, podermos montar uma equipe à altura do São Paulo."

O São Paulo tem graves problemas financeiros. Mas na conversa com Ataíde foi levantada a possibilidade de incluir alguns atletas do clube nas contratações. Não há intocáveis no Morumbi. Michel Bastos, Paulo Henrique Ganso, Rodrigo Caio, Alan Kardec, Centurión. Qualquer um destes poderá sair.

212 São Paulo fará reformulação no elenco. Ganso, Rodrigo Caio, Kardec. Ninguém é intocável. Só Bauza. O argentino descobriu que o problema não é falta de vontade. Os atletas são fracos mesmos..

Não bastasse a pressão da imprensa e dos torcedores. Agora a diretoria resolveu deixar tudo ainda pior. Primeiro cobrou duramente os atletas. Pelas derrotas contra o Strongest e São Bernardo. Leco as considerou inaceitáveis. E ainda mandou que o diretor executivo Gustavo Viera cobrasse a equipe publicamente.

"Nossa análise é em relação a comportamento, conduta, coração e representar o que essa camisa representa para milhões de torcedores. Nesse assunto, não estamos satisfeitos.

"Ninguém entra no futebol imaginando que a vida será fácil. É uma vida de cobranças, especialmente num time grande como o São Paulo. É preciso encarar o tamanho da torcida, a história do clube e suas conquistas. Estar aqui é estar sujeito a cobranças e prestar conta por elas.

"Estou aqui para assumir responsabilidades, espero isso de todos os atletas e de mim mesmo. É necessário que se conte ao torcedor que a coisa não está solta, que existe cobrança, comando. Isso é feito no dia a dia e, quando for necessário, como hoje é, faremos em público."

O desabafo de Gustavo tinha um objetivo claro. Jogar ainda mais pressão para o time que enfrentará amanhã o River Plate. Os jogadores já souberam das declarações dele. E têm motivo para estarem tensos. Gustavo deveria ser o elo entre o time e a direção. E quando até ele se volta contra a equipe é sinal que acabou a tolerância.

57 São Paulo fará reformulação no elenco. Ganso, Rodrigo Caio, Kardec. Ninguém é intocável. Só Bauza. O argentino descobriu que o problema não é falta de vontade. Os atletas são fracos mesmos..

Bauza está assegurado no seu cargo. O presidente Leco garantiu ao argentino que ele seguirá comandando o clube, mesmo em caso de eliminação da Libertadores. Sabe que o problema não é o treinador. Tanto que o quer no comando da reformulação do elenco no meio do ano.

O São Paulo depende do dinheiro de luvas da Globo para a transmissão dos Brasileiros de 19 até 2021. São R$ 60 milhões. Grande parte dessa quantia será gasta em reforços.

Mas Bauza não pode ficar de braços cruzados. E buscar mudanças no time. Para o confronto dificílimo contra o River, ele tomou uma atitude inesperada. Barrou Rodrigo Caio. Apostou na experiência de Maicon e Diego Lugano. Apostará na equipe mais competitiva que conseguiu montar.

Denis, Bruno, Lugano, Maicon e Mena; Hudson; Thiago Mendes, Centurión, Ganso e Carlinhos; Calleri. Atuará no 4-1-4-1. Um empate já seria comemorado com volta olímpica.

Leco está preparado até para a derrota amanhã.

E até para a eliminação precoce do São Paulo.

Ele está cansado.

Anseia também por uma profunda reformulação no elenco.

Ela vai acontecer.

E não atingirá Bauza.

Se Leco mantiver sua palavra, claro...
311 São Paulo fará reformulação no elenco. Ganso, Rodrigo Caio, Kardec. Ninguém é intocável. Só Bauza. O argentino descobriu que o problema não é falta de vontade. Os atletas são fracos mesmos..

http://r7.com/Ho7Y