129 Santos se conforma com saída de Lucas Lima. Antes, vai cuidar do decepcionante Levir Culpi
As vaias no Pacaembu, no empate contra o Vitória, já foram a senha. E as pichações de hoje na Vila Belmiro, depois do frustrante empate contra o Sport, fecharam o quadro. Lucas Lima já tem o que restava para consolidar sua saída do Santos. A 'rejeição' da torcida santista. Na verdade, um misto de revolta, frustração e decepção. Não pelas últimas partidas. Mas pela certeza de seu camisa 10 irá embora. Com enorme chance de atuar por um rival, o Palmeiras. É outro ídolo santista que sairá pela porta dos fundos.

Como aconteceu com Robinho e Ganso, por exemplo. A decepção com Neymar veio depois.

Os muros de Santos têm vida.

E eles decretaram a saída de Lucas Lima, hoje pela manhã.

Foi a desculpa perfeita para o meia e seu staff se convencessem de vez que seu lugar é longe do Santos. Há uma tentativa de o pai de Neymar, representante do meia, em encontrar um clube europeu, o que é mais difícil na janela de dezembro, a do inverno europeu. O futebol chinês segue interessado, mas Lucas Lima acredita que, se algo sobrenatural não surgir, o ideal é ir para o outro lado do mundo quando tiver mais de 31, 32 anos. Antes, ele quer jogar em alto nível por quatro, cinco anos, já que tem 27 anos.

E já é público. Seus representantes já prometeram a Alexandre Mattos que, se for continuar no Brasil, ficará mesmo no Palmeiras. Onde há uma proposta que, entre luvas, salários, algo próximo de R$ 700 mil. Por um contrato de quatro anos.

O Santos ofereceu R$ 45 milhões para que o jogador ficasse até 2020. Receberia R$ 600 mil mensais, mais bônus. A proposta foi feita em junho. O meia sequer se deu ao trabalho de responder. Em dezembro, ele fica livre para ir atuar onde quiser, sem que o novo clube precise pagar um real ao Santos. Está mais do que claro que não ficará na Vila Belmiro.

Houve uma conversa franca entre Mauricio Galiotte e Modesto Roma Júnior. O presidente palmeirense confirmou que deseja o atleta. Mas esperaria o fim das negociações com o Santos. Modesto Roma disse que sabia que Lucas Lima não ficaria. Foi quando surgiu a possibilidade de o clube patrocinado pela bilionária Crefisa bancar a multa que os santistas terão de pagar à Doyen, dona de 80% dos direitos do atleta até dezembro. Se ele for embora 'de graça', o Santos terá de pagar R$ 8 milhões ao fundo de investimento. Para manter a boa relação entre os clubes, o Palmeiras poderia arcar com essa multa.

218 Santos se conforma com saída de Lucas Lima. Antes, vai cuidar do decepcionante Levir Culpi

Lucas Lima vem sendo perseguido nas redes sociais. E também tem evitado sair em Santos. Torcedores não perdoam o que classificam como traição. O jogador mal espera chegar o final do Brasileiro para viajar, ficar longe da Vila Belmiro.

A situação chegou a este limite por conta do próprio jogador. Ao negar o óbvio, que não seguirá no Santos, ele criou um clima de revolta. Bastasse avisar que seguirá outro rumo. E que mostraria seu respeito ao clube nas últimas partidas com a camisa santista. Nada mais fácil. Só que ao tentar esconder o que todos sabem, tornou sua vida um inferno.

Modesto Roma foi obrigado a dar uma coletiva hoje pela manhã. Ela estava programada anteriormente. O mote era explicar o fechamento com a Umbro. Mas, lógico, tomou outros rumos. O primeiro, a demissão de Levir Culpi. O treinador que já é sondado pelo Japão está em rota de colisão com o elenco. O time caiu de rendimento. Há o medo que perca uma vaga na Libertadores. E como haverá eleições em dezembro, o presidente deverá fazer a vontade dos conselheiros. E deverá dispensar Levir.

Elano tem chances de comandar o time até o final do Brasileiro.

A decisão sobre o treinador ficará para as 15 horas.

O clima em Santos é de saída imediata de Levir.

613 Santos se conforma com saída de Lucas Lima. Antes, vai cuidar do decepcionante Levir Culpi

Sobre Lucas Lima, Modesto tem plena consciência: faltam nove partidas para o Brasileiro acabar. Seria uma insanidade assumir que ele irá embora da Vila Belmiro, no final de seu contrato em dezembro. Isso até mesmo o presidente da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, sabe.

Tudo o que ele deseja é que o meia siga cumprindo sua obrigação. E dispute as nove últimas partidas com a camisa do Santos. Depois, vá embora. Como candidato à reeleição, Modesto não poderia fazer o que muitos garantem ser sua vontade. Dispensar imediatamente Lucas Lima.

Mas não pode.

Então, um pouco de ironia.

"O Lucas Lima ainda não respondeu nossa proposta. Vale a palavra do jogador. Não especulo. Quanto à torcida, ela perdeu a paciência com ele, com o Zeca, com o Ricardo Oliveira.

"É absolutamente lícito ao torcedor reclamar. Torcedor não tem portal, TV, blog. Tem um muro. Protestou no muro."

Mas está cada vez mais explícito.

Lucas Lima vive seus últimos momentos na Vila Belmiro.

E o Palmeiras será o caminho natural.

Desde que não apareça um clube europeu, de última hora.

Chega dos muros falantes de Santos..

(Modesto Roma passou por um vexame desnecessário. Ele dispensou Levir Culpi e, a pedido dos líderes do grupo, que ainda mantêm boa relação com o técnico, o chamou de volta. No mesmo dia. Inacreditável. Mas simbólico. Mostra como é a gestão de um dos clubes mais importantes do Brasil...
526 Santos se conforma com saída de Lucas Lima. Antes, vai cuidar do decepcionante Levir Culpi

http://r7.com/dgob